16 de outubro de 2018

CONTA-GOTAS



Eleições em Minas...
ZEMA É O MAIS RICO DOS  CANDIDATOS, COM PATRIMÔNIO DE QUASE R$ 70 MILHÕES
O 2º colocado é o presidenciável Jair Bolsonaro, que está muito longe da fortuna de Zema
Os mineiros vãos às urnas dia 28 de outubro, domingo, para eleger o presidente da República e o governador que tomarão posse em janeiro de 2019. Dos quatro candidatos, o mais rico é Romeu Zema, que possui um total de bens na ordem de R$ 69,7 milhões – de acordo com a Justiça Eleitoral. 
O segundo colocado está muito distante desse valor. Candidato a presidente da República, Jair Bolsonaro aparece com R$ 2,2 milhões de bens. É seguido pelo candidato a governador, Antonio Anastasia, com R$ 1,3 milhão. O presidenciável Fernando Haddad apresentou uma soma de bens na ordem de R$ 428 mil.

ELES SÃO CANDIDATOS A 
GOVERNADOR DE MINAS



Antonio Augusto Junho Anastasia
Nome na urna: Professor Anastasia

Número: 45
Partido: PSDB 
Ocupação: Senador
Coligação: Reconstruir Minas
PSDB / PSD / SOLIDARIEDADE / PTB / PPS / PMN / PSC / DEM / PP / PTC / PATRI / PMB
Grau de instrução: Superior completo
Nascimento: 09/05/1961

Total de bens: R$ 1,315 milhão
Vice: Marcos Montes
Partido: PSD
Ocupação: Deputado federal
Grau de instrução: Superior completo
Nascimento: 03/08/1949
Limite de gastos





Romeu Zema Neto
Nome na urna: Romeu Zema 
Número: 30
Partido: Novo
Ocupação: Empresário

Coligação: ------
Grau de instrução: Superior completo
Nascimento: 28/10/1964
Total de bens: R$ 69,7 milhões
Vice: Paulo Brant
Partido: Novo
Ocupação: Economista
Grau de instrução: Superior completo
Nascimento: 01/05/1952

ELES SÃO CANDIDATOS A 
PRESIDENTE DA REPÚBLICA



Jair Messias Bolsonaro
Nome na urna: Jair Bolsonaro
Partido: PSL 
Número: 17Ocupação: Membro das forças armadas
Coligação: Brasil Acima de Tudo, Deus Acima de Todos
PSL / PRTB
Grau de instrução: Superior completo
Nascimento: 21/03/1955
Total de bens: R$ 2,2 milhões
Vice: General Antônio Mourão

Partido: PRTB
Ocupação: Membro das forças armadas
Grau de instrução: Superior completo
Nascimento: 15/08/1953




Fernando Haddad
Nome na urna: Fernando Haddad
Partido: PT 

Número: 13
Ocupação: Professor de ensino superior
Grau de instrução: Superior completo

Coligação: O Povo Feliz de Novo
PT/PC do B/Pros
Nascimento: 25/01/1963

Total de bens: R$ 428,4 mil
Vice: Manuela Pinto Vieira D´Avila

Partido: PC do B
Ocupação: Deputada
Grau de instrução: Superior completo
Nascimento: 18/08/1981





DEBATES SOBRE PLANO DE GOVERNO FICAM ACIRRADOS NAS REDES SOCIAIS DOS MINEIROS
Para conferir os planos de governo de Antonio Anastasia e Romeu Zema basta clicar no respectivo link e acessar o material registrado na Justiça Eleitoral 
Zema (https://tinyurl.com/ydgcxn3o)  
Antonio Anastasia (https://tinyurl.com/ycukl2pd)
Nunca se falou tanto em plano de governo nas eleições para governador de Minas Gerais como tem acontecido em 2018 – especialmente nas redes sociais. Origem da polêmica foi o alerta feito por adversários do candidato Romeu Zema (Novo) e de eleitores mais antenados sobre alguns pontos específicos do seu plano de governo. 
Pontos estes, revelados por ele em entrevistas à imprensa, nas redes e em depoimentos gravados em vídeos.
O alerta acabou provocando críticas de categorias importantes: professores, policiais, empregadas domésticas, deficientes físicos, usuários da saúde pública e os defensores destes grupos de pessoas.
Não demorou muito e o candidato do Novo “sumiu” com o plano original das redes sociais e mudou o tom dos depoimentos em vídeo – com mudanças radicais sobre algumas propostas. Exemplo disso é a questão dos presos. Inicialmente Zema defendeu que 30% dos detentos deveriam ser colocados na rua. Agora – após uma série de críticas, ele prega em novo vídeo que “lugar de bandido é na cadeia”.
Sobre os professores, diz ele em seu plano registrado no Tribunal Regional Eleitoral de Minas Gerais – TRE/MG:
_ “Não resta dúvidas de que a classe dos professores deve ser mais valorizada, mas entendemos que a evolução de carreira dos docentes tem que se pautar pelo seu desempenho e pelo desempenho das escolas em que atuam, não apenas na sua experiência”...
E continua:
_”Para que a carreira dos professores seja baseada em indicadores de desempenho, além de se considerar resultados nos exames de educação, é essencial que os pais tenham mais canais de participação e de avaliação dos serviços prestados na escola, impactando diretamente na remuneração variável dos profissionais da educação”. 
Sobre a saúde pública, o plano de Zema também provocou celeuma. De acordo com ele:
_”Ao transferir toda a responsabilidade da manutenção do bem-estar dos indivíduos ao poder governamental, o que ocorreu foi a perda e a reversão do conceito adotado mundialmente sobre saúde, que passou a se limitar aos tratamentos de doenças fornecidos precariamente pelo estado. Portanto, é preciso desmistificar que a saúde é “universal”, “de graça” e que ela está relacionada apenas ao fornecimento de serviços pelo estado, visto que isto cria pretexto para abusos por parte dos governos com a justificativa de promover a "saúde" à população".
A respeito do trabalho policial, o plano de Zema ressalta:
_”Para melhor assegurar as garantias da sociedade perante os órgãos de segurança pública é necessário aumentar a transparência e fiscalização do trabalho da polícia. O uso de aplicativos que permitem que celulares com câmeras sejam acoplados aos coletes de policiais e gravem suas ações é uma boa alternativa. Isso possibilitará melhor tratamento da polícia com a população e também melhor qualidade das provas criminais”.


O E-TÍTULO É UMA DAS NOVIDADES DAS ELEIÇÕES DE 2018
ELEIÇÕES 2018

2º turno das eleições: 28 de outubro de 2018, domingo
Horário de votação: 8h às 17h.
Cargos em disputa: presidente da República e governador – inclusive de Minas Gerais
Candidatos a presidente: Jair Bolsonaro (PSL) e Fernando Haddad (PT)
Candidatos a governador de Minas: Antonio Anastasia (PSDB) e Romeu Zema (Novo)
Voto obrigatório: para os alfabetizados maiores de 18 e menores de 70 anos.
Voto facultativo: para os analfabetos, os maiores de 70 anos e para quem tem 16 ou 17 anos.
Onde votar: confira o local antes de sair de casa para votar. O local de votação também pode ser verificado por meio do aplicativo e-Título
Documentos exigidos para votar: leve um documento oficial de identificação com foto
Documentos aceitos: via digital do título (e-Título) do eleitor que já tenha feito a coleta dos dados biométricos; carteira de identidade, passaporte ou outro documento oficial com foto de valor legal equivalente, inclusive carteira de categoria profissional reconhecida por lei; certificado de reservista; carteira de trabalho; carteira nacional de habilitação
Documentos não aceitos: certidões de nascimento e de casamento
Prioridade para votar: os candidatos, os juízes eleitorais, seus auxiliares, os servidores da Justiça Eleitoral, os promotores eleitorais, os policiais militares em serviço, os eleitores maiores de 60 anos, os enfermos, os eleitores com deficiência ou com mobilidade reduzida, as mulheres grávidas, as lactantes, aqueles acompanhados de criança de colo e obesos 
Proibições: é proibido entrar na cabine de votação com telefone celular, máquina fotográfica, câmera de vídeo, equipamento de radiocomunicação ou qualquer instrumento que possa comprometer o sigilo do voto 
Mais informações: Disque-eleitor 148 ou (31) 3291- 0004


DISPUTADO EM MINAS, BOLSONARO SÓ GRAVA VÍDEO COM MARCOS MONTES
Os dois são colegas de Câmara, assim como o filho de Bolsonaro, deputado Eduardo Bolsonaro, recordista de votos na reeleição
Jornal O Tempo - com base em Belo Horizonte, divulga nota do deputado Marcelo Álvaro Antônio, presidente do PSL de Minas, anunciando que o partido manterá  neutralidade na disputa mineira. Em outras palavras, o presidenciável Jair Bolsonaro não vai pedir votos para candidato a governador no estado. 
Um susto para o candidato do Novo ao governo de Minas Gerais, Romeu Zema, que anunciou apoio à candidatura de Bolsonaro, e disse à imprensa, que esperava uma reciprocidade do capitão reformado e o apoio dele na disputa contra o senador Antonio Anastasia  pelo Palácio da Liberdade.
Único aceno foi dado por Bolsonaro, ao receber em sua casa, no Rio de Janeiro, o seu colega de Câmara, deputado federal Marcos Montes (PSD), candidato a vice de Anastasia.
Na oportunidade, o presidenciável do PSL gravou vídeo com Marcos Montes - que reafirmou o apoio antecipado por ele no final do 2º turno, e agradeceu a votação dos mineiros. Em outra reunião, Bolsonaro recebeu a Frente Parlamentar da Agropecuária (FPA), da qual Marcos Montes é membro e foi presidente.
--------------------




8 de outubro de 2018

CONTA-GOTAS

ELEIÇÕES 2018
1º turno: 7 de outubro
Eleitorado apto ao voto: 217.556
Comparecimento: 183.846
Índice de comparecimento: 84,51%
Abstenção: 33.710
Índice de abstenção: 15,49%
2º turno: 28 de outubro
Propaganda permitida em geral: 8 de outubro a 27 de outubro
Propaganda eleitoral gratuita /TV e rádio: 12 de outubro a 26 de outubro

A BANDEIRA DE MINAS SE TORNOU "PRESENÇA"
CONSTANTE NOS EVENTOS DE CAMPANHA
DE MARCOS MONTES E ANTONIO ANASTASIA 
FOTO: MARCO AURÉLIO FERREIRA CURY
ANASTASIA E MARCOS MONTES DIZEM QUE O 1º TURNO CUMPRIU A FUNÇÃO DE TIRAR O PT DE CENA
Agora - segundo eles, começa uma nova etapa
Enviados para o 2º turno pelo eleitorado mineiro, os candidatos majoritários da coligação Reconstruir Minas admitem que preferiam ganhar na 1ª etapa das eleições, dia 7 de outubro, mas dizem que estavam preparados para uma nova disputa. Em entrevista coletiva em Belo Horizonte logo após o anúncio do resultado, o senador Antonio Anastasia (PSDB), candidato a governador, avaliou que o eleitorado mineiro usou o 1º turno para tirar o PT da etapa seguinte, neste caso, afastando o atual governador Fernando Pimentel, e de quebra, derrotar a candidatura de Dilma Rousseff ao Senado. Anastasia vai disputar o 2º turno com Romeu Zema (Novo).
Em Uberaba - onde tem domicílio eleitoral, o candidato a vice-governador, deputado federal Marcos Montes(PSD), fez reflexão similar em conversa com a imprensa e postagens nas redes sociais. "Sei que o resultado do 1º turno para governador deixou muita gente surpresa, mas o professor Anastasia e eu já esperávamos por isso" - disse ele. Segundo Marcos Montes, o 1º turno cumpriu um papel importantíssimo para o projeto da reconstrução de Minas "ao tirar de cena as pessoas que tanto mal causaram a Minas Gerais e ao Brasil".
Agora - segundo Marcos Montes, vem aí uma nova eleição. "O 2º turno é um recomeço, com oportunidades iguais aos dois candidatos, e muito mais simples para o eleitorado ter acesso às suas propostas, seus respectivos planos de governo." - ressaltou.

UBERABA ADERIU À CAMPANHA PARA TIRAR O PT DO 2º TURNO DE GOVERNADOR 
Além disso, amplamente divulgada, a dívida do governo Pimentel com o município chega a R$ 85 milhões
Enquanto em toda Minas Gerais o atual governador, Fernando Pimentel (PT), alcançou 23,12%  dos votos de 1º turno, em Uberaba o índice foi bem menor: 12,37%. A pequena votação, além da campanha para tirar o PT do 2º turno, também pode ter sido influenciada pela dívida de R$ 85 milhões que o governador tem com o município. São recursos constitucionais retidos por ele, o que está provocando uma forte crise financeira – com impacto negativo nos serviços sociais, educação, saúde e até no pagamento dos servidores da prefeitura.




BOLSONARO PÕE PT PRA ESCANTEIO EM UBERABA NA DISPUTA DE PRESIDENTE
Em 2014 Dilma Rousseff ganhou nos dois turnos na cidade
Eleitorado de Uberaba acompanha a tendência nacional e escolhe o presidenciável Jair Bolsonaro (PSL) no 1º turno, dando a ele 55,52% dos votos válidos, contra 19,96% para o adversário Fernando Haddad, do PT. Situação bem diferente aconteceu em 2014, quando a petista Dilma Rousseff saiu vencedora nos dois turnos. Na 1ª etapa ela obteve 69.777 votos (44,33%), contra 52.664 de Aécio Neves (PSDB), e na 2ª etapa, saiu da urnas na cidade com 96.177 (57,60%) contra 70.787 de Aécio Neves.


Justificativa
Os eleitores mineiros que não compareceram às urnas no primeiro turno das eleições 2018 e não justificaram a ausência no próprio dia da votação têm até 6 de dezembro de 2018 para apresentar o requerimento de justificativa à Justiça Eleitoral.
O pedido pode ser feito por meio de formulário entregue no seu cartório eleitoral ou pela internet, usando o sistema Justifica, disponível no site do Tribunal Regional Eleitoral de Minas Gerais/TRE-MG.
Importante: não é necessário justificar ausência ao primeiro turno para poder votar no segundo turno.

Boatos
A Justiça Eleitoral esclareceu que a mensagem que circula em redes sociais e aplicativos de bate-papo sobre a ausência de processamento de todos os votos na urna eletrônica é falsa. A informação falsa trata principalmente do voto para presidente, como se a urna não estivesse processando o voto.
Justiça Eleitoral também esclareceu que um vídeo que circula na internet no qual a urna, supostamente, “auto completa” o voto para presidente também é falso. O vídeo não mostra o teclado da urna, onde uma pessoa digita o restante do voto. Não existe a possibilidade de a urna auto completar o voto do eleitor.

EM CARRO QUE ABRIU CARREATA DA COLIGAÇÃO RECONSTRUIR MINAS, NA CAMPANHA EM UBERABA, OS ELEITOS HELI ANDRADE E FRANCO CARTAFINA, O PREFEITO PAULO PIAU, O
CANDIDATO A VICE-GOVERNADOR MARCOS MONTES, A PRIMEIRA-DAMA HELOISA PIAU
E MARÍLIA ANDRADE - ESPOSA DE MARCOS MONTES
FOTO: MARCO AURÉLIO FERREIRA CURY 
ALIANÇA LIDERADA POR PAULO PIAU E MARCOS MONTES LEVA JOVEM VEREADOR AO CONGRESSO NACIONAL
Os que têm mandato não conseguiram a reeleição
Os dois deputados federais com domicílio eleitoral em Uberaba – Adelmo Carneiro (PT) e Aelton Freitas (PR), e um com ligações próximas com a cidade – Caio Narcio (PSDB), que disputaram a reeleição dia 7 de outubro de 2018, foram derrotados nas urnas.
Por outro lado, vai assumir o primeiro mandato na Câmara dos Deputados o vereador Franco Cartafina (PHS). É herdeiro político dos avós, ex-prefeito Silvério Cartafina, e ex-vereadora Terezinha Cartafina, e com domicílio eleitoral na cidade.
O novo representante de Uberaba no Congresso chega à vitória através de uma campanha que uniu o prefeito Paulo Piau (MDB), o deputado federal majoritário na cidade e candidato a vice-governador Marcos Montes (PSD), e lideranças dos mais variados segmentos profissionais e comunitários.

DELEGADO DE POLÍCIA CONQUISTA A ÚNICA CADEIRA NA ASSEMBLEIA PARA UBERABA
Uma série de fatores empurrou Heli Andrade para a vitória
A exemplo do que aconteceu na eleição para deputado federal, os dois deputados estaduais com domicílio eleitoral em Uberaba – Tony Carlos (MDB) e Antônio Lerin (PSB), que disputaram a reeleição perderam nas urnas.
Na contrapartida, Uberaba elegeu um novato – o delegado Heli Andrade, para a Assembleia Legislativa de Minas Gerais. Além do cargo ser relacionado à segurança pública e o partido – PSL, ser o mesmo do presidenciável Jair Bolsonaro, o policial recém-aposentado teve o apoio de uma ampla aliança em Uberaba.
Mesmo não integrando a coligação Reconstruir Minas, Heli Andrade fez campanha com o grupo defensor da dobradinha Antonio Anastasia e Marcos Montes, que está no 2º turno da disputa pelo governo de Minas.

CANDIDATOS APOIADOS POR LIDERANÇAS DE UBERABA CONQUISTAM AS DUAS VAGAS DO SENADO
Principal apoio veio dos aliados da coligação Reconstruir Minas


---------------------

6 de outubro de 2018

CONTA-GOTAS


Especial Eleições2018
Informações e ilustrações 
do TRE/MG

Datas das eleições e horário da votação
Horário: 8h às 17h
1º turno: 7 de outubro de 2018
2º turno: 28 de outubro de 2018
(2º turno é para presidente e governador, caso ninguém consiga metade dos votos mais um, no 1º turno)

Cargos
Estão em disputa os cargos de deputado federal, deputado estadual/distrital, senador (duas vagas), governador e presidente, que aparecerão na urna eletrônica nessa ordem
Atenção: na votação para senador, o eleitor deve votar em dois candidatos diferentes. Caso o eleitor vote duas vezes no mesmo candidato, o segundo voto será anulado

Colinha
Pode levar preenchida para o local de votação

Quem deve votar
O voto é obrigatório para os alfabetizados maiores de 18 e menores de 70 anos.
O voto é facultativo para os analfabetos, os maiores de 70 anos e para quem tem 16 ou 17 anos

Onde votar
A Justiça Eleitoral costuma manter os mesmos locais de votação, mas nem sempre isso é possível. O local de votação também pode ser verificado por meio do aplicativo e-Título. 
Sobre o e-Título: o aplicativo, lançado pela Justiça Eleitoral em dezembro de 2017 permite que o eleitor acesse uma versão de seu título pelo seu smartphone ou tablet. Para acessar o documento digital, o eleitor deverá baixar o aplicativo e-Título, disponível no Google Play e na App Store. Ao inserir no aplicativo o número do seu título eleitoral, seu nome, o nome da mãe e do pai e a data de nascimento, o e-Título será validado e liberado. Ao ser acessado pela primeira vez, o documento será gravado localmente e ficará disponível ao eleitor. 

Documentos exigidos para votar
Para votar, leve um documento oficial de identificação com foto.
São aceitos: via digital do título (e-Título) do eleitor que já tenha feito a coleta dos dados biométricos; carteira de identidade, passaporte ou outro documento oficial com foto de valor legal equivalente, inclusive carteira de categoria profissional reconhecida por lei; certificado de reservista; carteira de trabalho; carteira nacional de habilitação.
Obs.: Não são aceitas certidões de nascimento e de casamento.

Títulos cancelados
Os eleitores que estiverem com o título de eleitor cancelado não poderão votar nas eleições 2018. Para saber se o título está cancelado, o eleitor pode consultar sua situação eleitoral no site do TRE Minas ou pelo Disque-Eleitor (148).

Situações em que o título poderá estar cancelado
- Eleitor que não votou e não justificou em três turnos de eleições consecutivos.
- Eleitor que não compareceu à revisão obrigatória do eleitorado dentro do prazo e não regularizou a situação. 
Obs.: Eleitores de Betim, Contagem, Uberaba e Uberlândia devem ter especial atenção, já que os quatro municípios passaram por revisão biométrica obrigatória entre fevereiro de 2017 e fevereiro de 2018.
Obs.2: Eleitores com o título cancelado podem regularizar a partir de 5 de novembro de 2018.

Voto da pessoa com deficiência ou mobilidade reduzida
No dia da eleição, a pessoa com deficiência ou mobilidade reduzida tem o direito de levar uma pessoa de sua confiança para auxiliá-lo no momento da votação. Essa pessoa não poderá estar a serviço da Justiça Eleitoral, de partido político ou de coligação.

O dia da votação
Prioridade: terão preferência para votar os candidatos, os juízes eleitorais, seus auxiliares, os servidores da Justiça Eleitoral, os promotores eleitorais, os policiais militares em serviço, os eleitores maiores de 60 anos, os enfermos, os eleitores com deficiência ou com mobilidade reduzida, as mulheres grávidas, as lactantes, aqueles acompanhados de criança de colo e obesos. 
Entre as pessoas que terão prioridade para votar, será considerada a ordem de chegada à fila de votação, com exceção dos idosos com mais de 80 anos, que terão preferência sobre os demais eleitores independentemente do momento de sua chegada.

Proibições 
Entrar na cabine de votação com telefone celular, máquina fotográfica, câmera de vídeo, equipamento de radiocomunicação ou qualquer instrumento que possa comprometer o sigilo do voto. Esses aparelhos devem ficar retidos na mesa ou em local de escolha do eleitor enquanto ele estiver votando.
Mais informações: Disque-eleitor: 148 ou (31) 3291-0004



Os candidatos

32 POLÍTICOS DE UBERABA DISPUTAM AS ELEIÇÕES PROPORCIONAIS EM 2018
Treze candidatos ligados a Uberaba estão no Sistema de Candidaturas /DivulgaCand doTribunal Regional Eleitoral de Minas Gerais, pediram registro de candidatura a deputado estadual. Outros 19 pediram registro para candidatura de deputado federal.
Informações  – ocupação, nome, nome da urna e foto, são aquelas encaminhadas pelos próprios candidatos ao TRE/MG. Os números são aqueles sorteados pelos partidos.

DE OLHO NA ASSEMBLEIA LEGISLATIVA DE MINAS GERAIS
*Jornalista Antônio Carlos Silva Nunes (MDB) - Tony Carlos - 15200
*Deputado estadual Antônio dos Reis Gonçalves Lerin (PSB) – Lerin – 40696
*Professora de ensino médio Catarina Leopoldino (PSL) - 17127
*Administrador Daniel Angotti (Novo) - 30034
*Vereadora Denise Max (PR) - 22999
*Jornalista Gleibe Terra Júnior (PRTB) - Gleibin da Gente - 28011
*Locutor e comentarista João Batista Rodrigues (PSDB) - 45456
*Técnico de química João Gilberto Ripposati (PTB) - 14800
*Policial civil - Heli Andrade (PSL) – Delegado Heli Grilo - 17190
*Veterinária Kênia Borges (PCdoB) - 65555
*Enfermeira Maria Geny Borges (Patri) - Pimentinha - 51500
*Empresário Paulo Pires (Patri) – 51151
*Auxiliar de escritório Patrícia Melo (PT)  -  13180



DE OLHO NA CÂMARA DOS DEPUTADOS
*Deputado federal Adelmo Carneiro (PT) - 1350
*Deputado federal Aelton Freitas (PR) - 2222
*Advogada Angela Mairink (PRB) - 1015
*Deputado federal Caio Narcio (PSDB) - 4520
*Militar reformado Carlos Barbosa Siqueira (Patri) - Subtenente Barbosa - 5190
*Servidora pública municipal Eclair Gomes (DEM) – Dra. Eclair do Procon - 2515
*Policial militar Emanuel da Paixão Kappel (PRTB) - Coronel Kappel - 2890
*Empresário Franco Cartafina (PHS) - 3132
*Servidor público municipal Gabriel Mendes (Novo) - 3034
*Empresário Gledston Moreli (PPL) – Gledston Moreli Dê Só Faróis – 5440
*Empresário João dos Reis de Souza (PRTB) – João da Casa de Chocolate - 2810
*Agricultor José Eustáquio (Psol) - 5002
*Engenheiro José Silva - Zé Silva (SD) - 7777
*Vigilante Josimar Rocha (PDT) - 1251
*Servidora pública municipal Luciene Fachinelli (PSB) – Lu Fachinelli – 4069
*Produtor agropecuário Romeu Borges (PSL) - 1727
*Engenheiro Ronaldo Rocha (PRTB) - 2833
*Administradora Sanivia Avelar (PSL) - 1749
*Professor de ensino superior Wagner Júnior (Pros) - 9099

NÚMERO DE PEDIDOS DE REGISTRO É RECORDE
Tribunal Regional Eleitoral de Minas Gerais recebeu 2.217 pedidos de registro de candidatura, incluindo os pretendentes a vice-governador e suplentes de senador – dois para cada titular. O número recebido é o maior da história em eleições gerais. Em 2014, foram 1.943, e em 2010, 1.790 candidaturas.

ELES QUEREM GOVERNAR MINAS



Antonio Augusto Junho Anastasia
Nome na urna: Professor Anastasia
Partido: PSDB (45)
Ocupação: Senador
Coligação: Reconstruir Minas
PSDB / PSD / SOLIDARIEDADE / PTB / PPS / PMN / PSC / DEM / PP / PTC / PATRI / PMB
Grau de instrução: Superior completo
Nascimento: 09/05/1961
Vice: Marcos Montes
Partido: PSD
Ocupação: Deputado federal
Grau de instrução: Superior completo
Nascimento: 03/08/1949
Limite de gastos
1º turno: R$ 14 milhões
2º turno: R$ 7 milhões


Alexandre Flach Domingues
Nome na urna: Alexandre Flach
(Indeferido com recurso)
Partido: PCO (29)
Ocupação: Advogado
Coligação: -------------
Grau de instrução: Superior completo
Nascimento: 02/08/1970
Vice: Sebastião Pessoa
Partido: PCO
Ocupação: Programador de computador
Grau de instrução: Ensino médio completo
Nascimento: 20/01/1966
Limite de gastos
1º turno: R$ 14 milhões
2º turno: R$ 7 milhões


Claudiney Alves
Nome na urna: Claudinei Dulim
Partido: Avante (70)
Ocupação: Advogado
Coligação ---------
Grau de instrução: Superior completo  
Nascimento: 09/01/1968
Vice: Leandro Gusmão
Partido: Avante
Ocupação: Advogado
Grau de instrução: Superior completo
Nascimento: 10/11/1980
Limite de gastos
1º turno: R$ 14 milhões
2º turno: R$ 7 milhões


Fernando da Mata Pimentel
Nome na urna: Fernando Pimentel
Partido: PT (13)
Ocupação: Governador
Coligação: Do Lado do Povo
Grau de instrução: Superior completo
Nascimento: 31/03/1951
Vice: Jô Moraes
Partido: PC do B
Ocupação: Deputada
Grau de instrução: Superior completo
Nascimento: 09/08/1946
Limite de gastos
1º turno: R$ 14 milhões
2º turno: R$ 7 milhões












João Batista dos Mares Guia
Nome na urna: João Batista Mares Guia
Partido: Rede (18)
Ocupação: Sociólogo
Coligação: --------
Grau de instrução: Superior completo
Nascimento: 25/06/1948
Vice: Giovanni Corrêa da Silva
Partido: Rede
Ocupação: Médico
Grau de instrução: Ensino superior completo
Nascimento: 21/03/1960
Limite de gastos
1º turno: R$ 14 milhões
2º turno: R$ 7 milhões


Jordano Carvalho dos Santos
Nome na urna: Jordano Metalúrgico
Partido: PSTU (16)
Ocupação: Trabalhador metalúrgico e siderúrgico
Coligação: -----------------
Grau de instrução: Ensino médio completo
Nascimento: 15/08/1979
Vice: Victória de Fátima de Mello
Partido: PSTU
Ocupação: Professora de ensino fundamental
Grau de instrução: Superior completo
Nascimento: 27/07/1956
Limite de gastos
1º turno: R$ 14 milhões
2º turno: R$ 7 milhões


Adalclever Ribeiro Lopes
Nome na urna: Adalclever Lopes
Partido: MDB (15)
Ocupação: Deputado
Coligação: #MinasTemJeito
MDB/PV/PRB/Pros/Pode/PDT
Grau de instrução: Superior incompleto
Nascimento: 24/11/1966
Vice: Adriana Buzelin
Partido: PV
Ocupação: Relações públicas
Grau de instrução: Superior completo
Nascimento: 28/04/1968
Limite de gastos
1º turno: R$ 14 milhões
2º turno: R$ 7 milhões


Maria Dirlene Trindade Marques 
(Registro deferido)
Nome na urna: Dirlene Marques
Partido: Psol (50)
Ocupação: Servidora pública civil aposentada
Coligação: Frente Minas Socialista
Psol/PCB
Grau de instrução: Superior completo
Nascimento: 11/11/1946
Vice: Sara Azevedo
Partido: Psol
Ocupação: Professora de ensino médio
Nascimento: 25/08/1985
Limite de gastos
1º turno: R$ 14 milhões
2º turno: R$ 7 milhões


Romeu Zema Neto
Nome na urna: Romeu Zema
Partido: Novo (30)
Ocupação: Empresário
Coligação: ------
Grau de instrução: Superior completo
Nascimento: 28/10/1964
Vice: Paulo Brant
Partido: Novo
Ocupação: Economista
Grau de instrução: Superior completo
Nascimento: 01/05/1952
Limite de gastos
1º turno: R$ 14 milhões
2º turno: R$ 7 milhões

14 QUEREM SER PRESIDENTE DO BRASIL
Tribunal Superior Eleitoral/TSE recebeu 14 pedidos de registro de candidatura a presidente da República até o encerramento do prazo – 19h de 15 de agosto de 2018. Foi indeferido o pedido do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), substituído por Fernando Haddad (PT) , que era o vice e foi substituído por Manuela DÁvila (PC do B) – que desistiu da candidatura a presidente da República para se aliar ao PT.


Álvaro Fernandes Dias
Nome na urna: Álvaro Dias
Partido: Pode (19)
Ocupação: Senador
Coligação: Mudança de Verdade
PODE / PRP / PSC / PTC
Grau de instrução: Superior completo
Nascimento: 07/12/1944
Vice: Paulo Rabello
Partido: PSC
Ocupação: Economista
Grau de instrução: Superior completo
Nascimento: 04/01/1949
Limite de gastos
1º turno: R$ 70 milhões
2º turno: R$ 35 milhões


Benevenuto Daciolo Fonseca dos Santos
Nome na urna: Cabo Daciolo
Partido: Patri (51)
Ocupação: Deputado federal
Coligação: ------------
Grau de instrução: Superior completo
Nascimento: 30/03/1976
Vice: Suelene Nascimento
Partido: Patri
Ocupação: Professora de ensino fundamental
Grau de instrução: Superior completo
Nascimento: 04/06/1962
Limite de gastos
1º turno: R$ 70 milhões
2º turno: R$ 35 milhões


Ciro Ferreira Gomes
Nome na urna: Ciro Gomes
Partido: PDT (12)
Ocupação: Advogado
Coligação: Brasil Soberano
PDT / AVANTE
Grau de instrução: Superior completo
Nascimento: 06/11/1957
Vice: Kátia Abreu
Partido: PDT
Ocupação: Senadora
Grau de instrução: Superior completo
Nascimento: 02/02/1962
Limite de gastos
1º turno: R$ 70 milhões
2º turno: R$ 35 milhões


José Maria Eymael
Nome na urna: Eymael
Partido: DC (27)
Ocupação: Empresário
Coligação:
Grau de instrução: Superior completo
Nascimento: 02/11/1939
Vice: Hélvio Costa
Partido: DC
Ocupação: Professor de ensino superior
Grau de instrução: Superior completo
Nascimento: 06/11/1972
Limite de gastos
1º turno: R$ 70 milhões
2º turno: R$ 35 milhões


Geraldo José Rodrigues Alckmin Filho
Nome na urna: Geraldo Alckmin
Partido: PSDB (45)
Ocupação: Médico
Coligação: Para Unir o Brasil
PSDB / PTB / PP / PR / DEM / SOLIDARIEDADE / PPS / PRB / PSD
Grau de instrução: Superior completo
Nascimento: 07/11/1952
Vice: Ana Amélia
Partido: PP
Ocupação: Senadora
Grau de instrução: Superior completo
Nascimento: 23/03/1945
Limite de gastos
1º turno: R$ 70 milhões
2º turno: R$ 35 milhões


Guilherme Castro Boulos
Nome na urna: Guilherme Boulos
Partido: Psol (50)
Ocupação: Historiador
Coligação: Vamos Sem Medo de Mudar o Brasil
PSOL / PCB
Grau de instrução: Superior completo
Nascimento: 19/06/1982
Vice: Sônia Santos
Partido: Psol
Ocupação: Professora de ensino médio
Grau de instrução: Superior completo
Nascimento: 06/03/1974
Limite de gastos
1º turno: R$ 70 milhões
2º turno: R$ 35 milhões


Henrique de Campos Meirelles
Nome na urna: Henrique Meirelles
Partido: MDB (15)
Ocupação: Engenheiro
Coligação: Essa é a Solução
MDB / PHS
Grau de instrução: Superior completo
Nascimento: 31/08/1945
Vice: Germano Rigotto
Partido: MDB
Ocupação: Empresário
Grau de instrução: Superior completo
Nascimento: 24/09/1949
Limite de gastos
1º turno: R$ 70 milhões
2º turno: R$ 35 milhões


Jair Messias Bolsonaro
Nome na urna: Jair Bolsonaro
Partido: PSL (17)
Ocupação: Membro das forças armadas
Coligação: Brasil Acima de Tudo, Deus Acima de Todos
PSL / PRTB
Grau de instrução: Superior completo
Nascimento: 21/03/1955
Vice: General Antônio Mourão
Partido: PRTB
Ocupação: Membro das forças armadas
Grau de instrução: Superior completo
Nascimento: 15/08/1953
Limite de gastos
1º turno: R$ 70 milhões
2º turno: R$ 35 milhões


João Dionísio Filgueira Barreto Amoedo
Nome na urna: João Amoêdo
Partido: Novo (30)
Ocupação: Engenheiro
Coligação: ----------------
Grau de instrução: Superior completo
Nascimento: 22/10/1962
Vice: Christian Lohbauer
Partido: Novo
Ocupação: Cientista político
Grau de instrução: Superior completo
Nascimento: 05/01/1967
Limite de gastos
1º turno: R$ 70 milhões
2º turno: R$ 35 milhões


João Vicente Fontella Goulart
Nome na urna: João Goulart Filho
Partido: PPL (54)
Ocupação: Escritor e crítico
Coligação: ---------------
Grau de instrução: Superior incompleto
Nascimento: 22/11/1956
Vice: Léo da Silva Alves
Partido: PPL
Ocupação: Advogado
Grau de instrução: Superior completo
Nascimento: 24/01/1955
Limite de gastos
1º turno: R$ 70 milhões
2º turno: R$ 35 milhões



Fernando Haddad
Nome na urna: Fernando Haddad
Partido: PT (13)
Ocupação: Professor de ensino superior
Grau de instrução: Superior completo

Coligação: O Povo Feliz de Novo
PT/PC do B/Pros
Nascimento: 25/01/1963

Vice: Manuela Pinto Vieira D´Avila
Partido: PC do B
Ocupação: Deputada
Grau de instrução: Superior completo
Nascimento: 18/08/1981
Limite de gastos
1º turno: R$ 70 milhões
2º turno: R$ 35 milhões


Maria Osmarina Marina da Silva Vaz de Lima
Nome na urna: Marina Silva
Partido: Rede (18)
Ocupação: Historiadora
Coligação: Unidos Para Transformar o Brasil
REDE / PV
Grau de instrução: Superior completo
Nascimento: 08/02/1958
Vice: Eduado Jorge
Partido: PV
Ocupação: Médico
Grau de instrução: Superior completo
Nascimento: 26/10/1949
Limite de gastos
1º turno: R$ 70 milhões
2º turno: R$ 35 milhões


Vera Lúcia Pereira da Silva Salgado
Nome na urna: Vera
Partido: PSTU (16)
Ocupação: Outros
Coligação: ----------------
Grau de instrução: Superior completo
Nascimento: 12/09/1967
Vice: Hertz Dias
Partido: PSTU
Ocupação: Professor de ensino médio
Grau de instrução: Superior completo
Nascimento: 20/10/1970
Limite de gastos
1º turno: R$ 70 milhões
2º turno: R$ 35 milhões

15 CANDIDATOS AO SENADO E SEUS SUPLENTES DISPUTAM VOTOS DOS MINEIROS PARA DUAS VAGAS




Carlos Alberto Dias Viana
Nome na urna: Jornalista Carlos Viana
Partido: PHS
Número: 310
Ocupação: Jornalista e redator
Coligação: ---------------------
Grau de instrução: Superior completo
Nascimento: 22/03/1963
2º suplente: Danilo Martins de Oliveira
Partido: PHS
Ocupação: Vereador
Grau de instrução: Superior completo
Nascimento: 26/10/1983
Limite de gastos
R$ 4,2 milhões

OBS.: Registro isolado
1º suplente: Castellar Guimarães Neto
Partido: PHS
Ocupação: Advogado
Grau de instrução: Superior completo
Nascimento: 04/10/1982



Rodrigo Otávio Soares Pacheco
Nome na urna: Rodrigo Pacheco
Partido: DEM
Número: 250
Ocupação: Advogado
Coligação: Hora de Reconstruir
PSDB / PSD / SOLIDARIEDADE / PTB / PPS / PMN
Grau de instrução: Superior completo
Nascimento: 03/11/1976
1º suplente: Renzo Braz
Partido: PP
Ocupação: Empresário
Grau de instrução: Superior completo
Nascimento: 11/04/1980
2ª suplente: Ana Vieira
Partido: PSDB
Ocupação: Aposentada
Grau de instrução: Superior completo
Nascimento: 19/09/1945
Limite de gastos
R$ 4,2 milhões


Ana Paula Alves Saliba

(Indeferido com recurso)Nome na urna: Ana Alves
Partido: PCO
Número: 290
Ocupação: Jardineira
Coligação: ------------------
Grau de instrução: Superior completo
Nascimento: 25/12/1978
1º suplente: Fernando Lacerda
Partido: PCO
Ocupação: Agente administrativo
Grau de instrução: Superior completo
Nascimento: 16/03/1983
2º suplente: Jean Cláudio
Partido: PCO
Ocupação: Porteiro de Edifício, Ascensorista, Garagista e Zelador
Grau de instrução: Ensino médio completo
Nascimento: 06/02/1979
Limite de gastos
R$ 4,2 milhões


Alcindor Ribeiro Damasceno
Nome na urna: Bispo Damasceno
Partido: PPL
Número: 544
Ocupação: Empresário
Grau de instrução: Superior completo
Nascimento: 15/05/1964
1º suplente: Átila Ribeiro
Partido: PPL
Ocupação: Agente administrativo
Grau de instrução: Superior completo
Nascimento: 16/04/1962
2º suplente: Adriano Carvalho
Partido: PPL
Ocupação: Empresário
Grau de instrução: Superior completo
Nascimento: 23/07/1961
Limite de gastos
R$ 4,2 milhões



Carlos Eduardo Braga Menezes
Nome na urna: Kaká Menezes
Partido: Rede
Número: 180
Ocupação: Servidor público municipal
Coligação: ---------------
Grau de instrução: Ensino médio completo
Nascimento: 09/08/1979
1º suplente: Odair Ferreira
Partido: Rede
Ocupação: Jornalista e redator
Grau de instrução: Superior completo
Nascimento: 30/08/1973
2ª suplente: Maria do Carmo
Partido: Rede
Ocupação: Bióloga
Grau de instrução: Superior completo
Nascimento: 02/05/1953
Limite de gastos
R$ 4,2 milhões


Dilma Vana Rousseff
Nome na urna: Dilma Rousseff
Partido: PT
Número: 133
Ocupação: Outros
Coligação: Do Lado do Povo
PT/PCdoB/PSB/DC/PR
Grau de instrução: Superior completo
Nascimento: 14/12/1947
1º suplente: Pedro Ananias
Partido: PT
Ocupação: Vereador
Grau de instrução: Superior completo
Nascimento: 30/09/1977
2º suplente: Arnaldo Godoy
Partido: PT
Ocupação: Vereador
Grau de instrução: Superior completo
Nascimento: 25/06/1951
Limite de gastos
R$ 4,2 milhões


Dinis Antônio Pinheiro
Nome na urna: Dinis Pinheiro
Partido: Solidariedade
Número: 777
Ocupação: Empresário
Coligação: Hora de Reconstruir
PSDB / PSD / SOLIDARIEDADE / PTB / PPS / PMN
Grau de instrução: Superior completo
Nascimento: 08/05/1967
1º suplente: Alberto Pinto Coelho
Partido: PPS
Ocupação: Empresário
Grau de instrução: Superior completo
Nascimento: 03/10/1945
2º suplente: Henrique Braga
Partido: PSDB
Ocupação: Vereador
Grau de instrução: Ensino médio completo
Nascimento: 01/09/1952
Limite de gastos
R$ 4,2 milhões


Duda Salabert
Nome na urna: Duda Salabert
Partido: Psol
Número: 500
Ocupação: Professora de ensino médio
Coligação: Frente Minas Socialista
Psol/PCB
Grau de instrução: Superior completo
Nascimento: 02/05/1981
1º suplente: Gerson Appenzeller
Partido: Psol
Ocupação: Servidor público civil aposentado
Grau de instrução: Superior completo
Nascimento: 07/01/1951
2º suplente: Luiz Pereira
Partido: Psol
Ocupação: Servidor público estadual
Grau de instrução: Superior completo
Nascimento: 18/07/1955
Limite de gastos
R$ 4,2 milhões


Edson André dos Reis
Nome na urna: Edson André P
Partido: Avante
Número: 700
Ocupação: Outros
Coligação: ---------
Grau de instrução: Superior completo
Nascimento: 23/07/1967
1º suplente: Helbert Ribeiro
Partido: Avante
Ocupação: Auxiliar de escritório e assemelhados
Grau de instrução: Superior incompleto
Nascimento: 14/12/1977
2º suplente: Rogério Rocha
Partido: Avante
Ocupação: Comerciante
Grau de instrução: Ensino fundamental incompleto
Nascimento: 24/02/1962
Limite de gastos
R$ 4,2 milhões


Elio Antônio Lacerda
Nome na urna: Coronel Lacerda
Partido: PPL
Número: 540
Ocupação: policial militar
Grau de instrução: Superior completo
Nascimento: 18/07/1954
1º suplente: Bruno Vasconcelos
Partido: PPL
Ocupação: Policial civil
Grau de instrução: Superior completo
Nascimento: 08/05/1981
2º suplente: Leonardo Madeira
Partido: PPL
Ocupação: Policial civil
Grau de instrução: Superior completo
Nascimento: 28/12/1982
Limite de gastos
R$ 4,2 milhões


Rodrigo Antônio de Paiva
Nome na urna: Rodrigo Paiva
Partido: Novo
Número: 300
Ocupação: Empresário
Coligação: ------------
Grau de instrução: Superior completo
Nascimento: 25/10/1963
1º suplente: José Caldeira
Partido: Novo
Ocupação: Médico
Grau de instrução: Superior completo
Nascimento: 21/02/1953
2º suplente: Eduardo Caleghini
Partido: Novo
Ocupação: Administrador
Grau de instrução: Superior completo
Nascimento: 29/05/1978
Limite de gastos
R$ 4,2 milhões



Túlio César Dias Lopes
Nome na urna: Professor Túlio Lopes
Partido: PCB
Número: 210
Ocupação: Estudante, bolsista, estagiário e assemelhados
Coligação: Frente Minas Socialista
Psol/PCB
Grau de instrução: Superior completo
Nascimento: 08/06/1982
1ª suplente: Eloísa Helena
Partido: Psol
Ocupação: Advogada
Grau de instrução: Superior completo
Nascimento: 07/01/1951
2º suplente: Emanuel Júnior
Partido: Psol
Ocupação: Outros
Grau de instrução: Superior completo
Nascimento: 11/12/1941
Limite de gastos
R$ 4,2 milhões


Vanessa Portugal Barbosa
Nome na urna: Vanessa Portugal Barbosa
Partido: PSTU
Número: 161
Ocupação: Professora de ensino fundamental
Coligação: ---------------
Grau de instrução: Superior completo
Nascimento: 14/04/1970
1º suplente: Geraldo de Araújo/Batata
Partido: PSTU
Ocupação: Outros
Grau de instrução: Ensino médio completo
Nascimento: 13/12/1972
2º suplente: José João da Silva
Partido: PSTU
Ocupação: Aposentado
Grau de instrução: Ensino médio completo
Nascimento: 12/05/1958
Limite de gastos
R$ 4,2 milhões














Miguel Correa da Silva J
Nome na urna: Miguel Correa
Partido: PT
Número: 130
Ocupação: Deputado
Coligação: PT/PCdoB/PSB/DC/PR
Grau de instrução: Superior completo
Nascimento: 11/06/1978
1ª suplente: Maria Aprecida de Jesus
Partido: PT
Ocupação: Socióloga
Grau de instrução: Ensino superior completo
Nascimento: 12/01/1959
2º suplente: Joaquim Neres Xavier Dias
Partido: PT
Ocupação: Empresário
Grau de instrução: Ensino médio completo
Nascimento: 03/08/1965
Limite de gastos
R$ 4,2 milhões













Luiz Fábio Cherem
Nome na urna: Fábio Cherem
Partido: PDT
Número: 123
Ocupação: Deputado
Coligação: PDT/Pode/MDB/Pros/PRB/PV
Grau de instrução: Superior completo
Nascimento: 19/10/1968
1º suplente: Daniel Nepomuceno
Partido: PV
Ocupação: Advogado
Grau de instrução: Superior completo
Nascimento: 05/02/1978
2º suplente: Glycon Terra Pinto Júnior
Partido: MDB
Ocupação: Empresário
Grau de instrução: Ensino superior completo
Nascimento: 12/05/1958
Limite de gastos
R$ 4,2 milhões
----------------