3 de fevereiro de 2012

CONTA-GOTAS...Notícias


XÔ, APOSENTADORIA! .... Prefeito de Uberaba garante mais tempo na política, para tristeza dos adversários
SEGURANDO A PETECA ... Deputado e presidente do PSD “ganha” a dolorosa função de colocar aliados do governador na linha de frente das eleições de Uberaba
VAGAS SOBRANDO ... Adefu não consegue atender à demanda dos empresários de Uberaba por trabalhadores deficientes
CURIOSIDADE HISTÓRICA ... Quem é quem nas eleições para prefeito de Uberaba desde 1947

 ---------------------------------------------------------------------
“Será que repetiremos em 2012 as eleições de 1988, quando tivemos nove candidaturas; o PMDB estava rachado, e a direita fraccionada? Naquela oportunidade, o Hugo Rodrigues da Cunha levou a melhor por transparecer experiência e maturidade ao eleitorado, que até então carregava o Wagner do Nascimento no colo”.
Sumayra Oliveira - presidente do PCdoB de Uberaba, em seu blog http://sumayra.blogspot.com/2012/02/nao-e-que-somos-melhores-la-eles-sao.html
  ---------------------------------------------------------------------

ELEIÇÕES 1988
A jovem comunista Sumayra Oliveira  – que anda revoltada com a demora do seu grupo político em definir a situação para 2012, se refere a um  processo realmente atípico em Uberaba. Naquela oportunidade, os candidatos do grupo de Wagner do Nascimento, que estava deixando o governo, não conseguiram manter o poder nas mãos.
DIVISÃO
Hugo Rodrigues - em foto
histórica
Hugo Rodrigues da Cunha – da oposição, e que já havia sido prefeito na década de 1970, venceu a eleição. Detalhe: com apenas 29,42% dos votos.
CONCORRENTES
AOS MONTES
Incluindo candidatos da situação e da oposição, foram nove concorrentes: Silvério Cartafina (21,09%); João Batista Rodrigues (20,04%); José Tomaz (15,96%); Adelmo Carneiro Leão (8,52%); Anderson Adauto (3,13%); Samir Cecílio (1,09%); Bittencourt Bertolucci (0,38%); Germano Gultzgolf (0,37%).
2º TURNO
Hoje, um grande número de candidatos e divisões na situação e oposição não atingiriam a questão da pouca representatividade popular. Por ter mais de 200 mil eleitores, o processo iria para o segundo turno, o que daria representatividade ao eleito.

VAGAS
SOBRANDO
Adefu - Associação de Deficientes Físicos de Uberaba, enfrenta dificuldades para atender à demanda de vagas no mercado de trabalho. Por incrível que pareça, a entidade não consegue oferecer mão-de-obra para os empresários que têm procurado, diariamente, por indicação de pessoas com deficiência que queiram entrar para o mercado de trabalho, ou retornar a ele.
APELOS
A diretora clínica da Adefu, Maria Rita Soufek, tem apelado pra todos os santos e para as redes sociais. Ela tenta atrair reforços para o banco de currículos da associação. “A grande maioria dos deficientes que deixaram currículo na entidade já está trabalhando” – afirma.
PROCURAM-SE
Maria Rita Soufek diz que existe em Uberaba um grande número de pessoas com deficiência que gostariam de ter uma oportunidade. “Mas, elas não sabem que esta oportunidade existe, que ela é possível” – lamenta. Infelizmente, segundo a diretora clínica,  a Adefu não tem recursos para realizar uma campanha, tanto para motivar para o trabalho, quanto para a qualificação profissional, para a informação da existência de vagas e do banco de currículos.
 ---------------------------------------------------------------------
“Nossa vontade de ajudar é imensa! 
Quem precisar, ligue pra gente! 
Quem puder, nos ajude na divulgação! 
Nosso contato: (34)3338-9799.”
Maria Rita Soufek – tentando localizar os deficientes 
de Uberaba que querem trabalhar
  ---------------------------------------------------------------------
CHAMADA
Fonte fidedigna de Conta-Gotas garante que o presidente do PSDB/MG, deputado federal Marcus Pestana, vai chamar breve, para uma conversinha, o ex-deputado estadual e ex-candidato a prefeito Fahim Sawan. O tucanato de alta plumagem não teria gostado nem um pouquinho da nota divulgada por Sawan, se colocando na posição de pré-candidato a prefeito de Uberaba, quando a Executiva Municipal já aprovou o nome do engenheiro Maurício Cecílio. Detalhes da nota foram divulgadas em Conta-Gotas de 1º de fevereiro.

AMABILIDADES...
Luiz Dutra e Rodrigo Mateus
Foto: Enerson Cleiton
Encontro de praxe em todos os níveis dos poderes Executivo e Legislativo não podia faltar em Uberaba. Neste dia 3 de fevereiro, sexta-feira, o secretário de Governo, Rodrigo Mateus, e o presidente da Câmara, Luiz Dutra (PDT), se reuniram para conversar sobre a reabertura dos trabalhos legislativos.
...E INTERESSES COMUNS
Entre os projetos que se destacaram na conversa estão a indicação do ipê amarelo como árvore símbolo de Uberaba; a cassação de alvará de proprietários que se envolverem em crimes de receptação e tráfico de drogas; o aumento da área de plantio de cana-de-açúcar, hoje limitado a 10%, e o aumento no número de cadeiras na Câmara, já aprovado em primeiro turno, mas que precisa de nova votação pra ser confirmado.
NA PAUTA
Outra prioridade coincidente entre Executivo e Legislativo é a destinação de área para construção da nova sede do Poder Legislativo, no Parque dos Três Poderes, área que começará a ser urbanizada pela Prefeitura de Uberaba nos próximos dias.
ESVAZIAMENTO
Rodrigo Mateus expôs uma preocupação do prefeito Anderson Adauto (PMDB): que os projetos importantes sejam agilizados, pois a partir de junho – quando acontecem as convenções para escolha dos candidatos, é natural que haja um esvaziamento em assuntos que não sejam as eleições propriamente ditas.

XÔ, APOSENTADORIA! 
E por falar no prefeito e no colega de PMDB e seu pré-candidato preferido, Rodrigo Mateus, dizem as boas e as más línguas que Anderson Adauto não teve escapatória a não ser voltar atrás em declaração, feita à imprensa, dias atrás, afirmando que iria se aposentar após deixar a Prefeitura de Uberaba. O próprio Rodrigo e outros aliados teriam colocado o prefeito na parede. Resumindo: ele jogou todo mundo no fogo e ia correr da fumaça.

CORTEJO DAS
XICAS DA SILVA
O convite é genérico. Será aberto à participação popular o Cortejo Xicas da Silva, que acontece neste dia 4 de fevereiro, sábado. O espetáculo de rua é protagonizado por um grupo feminino de percussão, e tem o objetivo de valorizar a mulher e a cultura afro, “além de resgatar a cultura popular brasileira, através dos ritmos variados”...Em destaque, os tambores mineiros que remetem à tradição do congado e das folias de reis.
Concentração e saída .... Centro de Cultura José Maria Barra
Endereço ... Praça Frei Eugênio, 231
Horário: 10h
Realização ... Ministério da Cultura e Arteliê Cynthia Verçosa
Apoio cultural ... Lei de Incentivo à Cultura e SESI/Fiemg
Carlos Fernandes
Patrocínio ... Valley e CBMM

SÁBADO
TÍPICO
Nem só de Cortejo Xicas da Silva será o sábado em Uberaba. Também terá novidade no restaurante Santa Brasa – no Shopping Center Uberaba. Com direito a coreografia do ator Carlos Fernandes, o restaurante vai apresentar o chef Sérgio Souza – de Ribeirão Preto, SP, preparando a famosa paella ao vivo e em cores. Dança flamenca e comida típica da Espanha são tudo de bom. Detalhe: projeto dos proprietários é fazer a paella todo sábado,a partir das 12h. Mais informações podem ser obtidas pelo telefone (34)3311-0521.  

DEIXA ESTAR
Deputado federal e presidente do PSD/Uberaba, Marcos Montes, se reuniu com o governador Antonio Anastasia (PSDB) neste dia 3 de fevereiro, sexta-feira, para articular a participação da nova legenda na administração mineira. Co-fundador do PSD nacional e de Minas Gerais, MM só não ocuparia uma pasta do primeiro escalão se não quisesse...e consta que não quis.
INDICAÇÕES
No final das contas o PSD levou duas pastas – permanecendo o deputado federal Alexandre Silveira na Secretaria Extraordinária de Gestão Metropolitana, enquanto o deputado estadual de Passos, Cássio Soares, vai assumir a Secretaria de Desenvolvimento Social, que foi comandada por Marcos Montes no governo Aécio Neves.
OUTROS PLANOS
Sobre Marcos Montes, o que se comenta é que o governador tem planos para as eleições municipais de Uberaba e deu a ele a função de não deixar a peteca cair. Em outras palavras, MM vai coordenar o processo no que se refere à campanha dos aliados de Anastasia.

  ---------------------------------------------------------------------
CURIOSIDADE HISTÓRICA
Relatório Tião Silva
*Levantamento realizado em 2008 pelo empresário, bairrista, apaixonado pela política de Uberaba, Sebastião Silva – grande batalhador pelo aumento do colégio eleitoral da cidade

NOVO FOCO
Agora que já alcançou o sucesso na sua luta de décadas – atingir 200 mil eleitores para possibilitar o segundo turno, o empresário Tião Silva dá uma desviada no foco político. Está divulgando um balanço completo sobre as eleições majoritárias de 1947 até 2004.
QUANTA DIFERENÇA!
Pelo relatório, Boulanger Pucci foi eleito em 1947 com 4.936 votos – número que hoje, mal elege um vereador. Ele teve três votos a mais do que o vice-prefeito eleito, Antônio Próspero.
GOSTOU ... Em 1950 foi a vez do próprio Antônio Próspero virar prefeito, com 4.181 votos. Já o vice, Paulo Derenusson, saiu das urnas com 4.626 votos, e portanto, foi eleito com 445 votos a mais do que o prefeito.
VICE SUPERA O
PREFEITO
Em 1954, Artur de Melo Teixeira foi eleito com 4.352 votos. O vice-prefeito eleito neste ano foi Hélio Angotti, com 4.435 – também com votação acima do prefeito.
DUAS TENTATIVAS ... Em 1958, quem chega ao cargo máximo é Jorge Furtado, com 7.970 votos. Hélio Angotti foi eleito vice pela segunda vez consecutiva, agora com 7.351. Detalhe: Jorge Furtado venceu na segunda tentativa. 
BRIGA ENTRE
OS VICES
Artur Teixeira voltou ao cargo em 1962, com 9.061 votos. O vice eleito foi Helvécio Moreira de Almeida, com 6.331 votos. A disputa entre os candidatos a vice foi acirrada: Amílcar Decina recebeu 5.533, e Silvério Cartafina, outros 5.306 votos. Além disso, Fausto Salomão levou 3. 506 votos.
PRIMEIRA
DOBRADINHA
Em 1966, agora já na disputa em dobradinha, a vitória ficou com João Guido, prefeito, e Randolfo Borges Júnior, vice. Eles receberam 6.830 votos.
MANDATO
TAMPÃO
Arnaldo Rosa Prata ganhou em 1970, com 14.479 votos, para um mandato tampão de apenas dois anos.
OS PRÓXIMOS
Seguiram-se Hugo Rodrigues da Cunha em 1972 (24.840 votos) e Silvério Cartafina em 1976 (com 27.569 votos).
ACIRRAMENTO
Wagner do Nascimento foi eleito em 1982 (com 30.398 votos). Detalhe: foram sete candidatos. Wagner saiu vitorioso com apenas 37,37% dos votos válidos. Os demais candidatos de 1982 foram Renê barsan (22,66%); Hugo Rodrigues (15,27%); João Junqueira (13,32%); Arnaldo Rosa Prata (10,07%); Hernany (0,73%); Victor (0,58%).
CONCORRÊNCIA
AOS MONTES
Mas, a situação ainda foi mais complicada em 1988. Hugo Rodrigues venceu a eleição com apenas 29,42% dos votos. Teve oito concorrentes: Silvério Cartafina (21,09%); João Batista Rodrigues (20,04%); José Tomaz (15,96%); Adelmo Carneiro Leão (8,52%); Anderson Adauto (3,13%); Samir Cecílio (1,09%); Bittencourt Bertolucci (0,38%); Germano Gultzgolf (0,37%).
TEMPOS MODERNOS
Luiz Guaritá venceu em 1992 com 31,21% dos votos. Os concorrentes foram Isabel do Nascimento (26,56%); Anderson (21,80%); Adelmo (20,43%).
O CAMPEÃO
Em 1996, Marcos Montes foi vitorioso com 67,38% dos votos – a maior votação até então, em termos proporcionais. Wagner teve 26,91% e Marco Túlio Reis, 5,69%.
PRIMEIRA
REELEIÇÃO
DE PREFEITOS
MM foi reeleito em 2000 com 49,21%, seguido muito de perto por Anderson, com 48,66%. Alaor Carlos teve 1,51%, e Adriano Espíndola, 0,07%.
ATÉ QUE
ENFIM
Em sua terceira tentativa, em 2004, Anderson Adauto venceu com 67,21% dos votos. Fahim Sawan ficou em segundo lugar, com 22,54%. Eclair Gomes recebeu 8,8%, seguida por Espíndola, com 1,45%.
Acréscimo de Conta-Gotas....Anderson foi reeleito em 2008 com 85.057 votos (54, 80%) para o mandato 2009-2012. Seus concorrentes foram Fahim Sawan (42,38%) e Adriano Espíndola (2,82%).

Fonte: Coluna Gente, Coisas e Fatos
Jornalista: Giselda Campos
Jornal de Uberaba – Setembro de 2008
 ---------------------------------------------------------------------

Nenhum comentário:

Postar um comentário