23 de fevereiro de 2012

CONTA-GOTAS...Notícias


CURIOSIDADE HISTÓRICA
*Revelação de que Dom Pedro II proibiu trabalho escravo na construção da linha férrea de Uberaba provoca reação em filha de ferroviário da antiga Mogiana
*Saiba o que aconteceu após a inauguração e que fim 
levou a Mogiana de Uberaba

TROFÉU OS PIORES 2011
Conforme antecipado na edição de 21 de fevereiro de Conta-Gotas, o Programa de Orientação e Proteção ao Consumidor - Procon/Uberaba, está divulgando a lista dos bancos mais autuados na cidade em 2011. Ao todo, foram 90 autos de infração em relação à lei municipal 10.304/07.
RELATÓRIO ---- Banco Itaú/Unibanco (27); Bradesco (14); Banco do Brasil (14); Caixa Econômica Federal (11); Banco Santander (11); Banco HSBC (8); Cooperativa Regional De Crédito Rural do Vale do Rio Grande (3); Banco Mercantil do Brasil (2).

ACADEMIA
PARA TODOS
A instalação de equipamentos de ginástica em praças de Uberaba – abordada aqui, em Conta-Gotas na edição de 5 de fevereiro, ainda repercute. A administradora de empresas Elaine Oliveira, instrutora no Sest-Senat, diz que faz caminhadas nas proximidades da praça Pôr-do-Sol, e que, pela terceira vez, parou no local para usar os equipamentos.
Fotos: Enerson Cleiton
PRA MELHORAR --- Ela aproveita para sugerir que o governo municipal disponibilize pessoal para acompanhar e orientar os usuários dos aparelhos. “Se tiver uma orientação profissional, a minha nota será 100” – afirma.
ESTÁGIO ---- Elaine Oliveira propõe, inclusive, que a Prefeitura de Uberaba assine convênios com as universidades que oferecem curso de educação física. “Valendo como estágio, os alunos se revezariam, ensinando como fazer os exercícios” – sugere.
PROJETO DO BEM ---- A instrutora diz que as diferenças entre as faixas etárias, por exemplo, merecem orientação especial. “Vi um monte de crianças tentando fazer os exercícios de qualquer jeito, o que pode ser prejudicial pra elas, e o intuito do projeto não é este.” – lembra.
GRANDE IDEIA --- Quem ainda não viu, devia dar uma olhadinha - e até fazer uma ginástica, caso seja chegado num exercício físico. Pois são de altíssima qualidade os equipamentos do projeto Academia para Todos, que já chegou a algumas praças de Uberaba: Abadia, Jorge Frange, Pôr-do-Sol e Complexo Esportivo “Zé Galinha”.  São dez tipos de equipamentos movimentados pelo próprio usuário. Sem qualquer burocracia ou entrave.
INVESTIMENTO
O projeto Academia para Todos é fruto de parceria entre a Prefeitura de Uberaba – que investiu R$ 140 mil na aquisição dos equipamentos, o governo de Minas e a Federação Mineira de Ginástica.

NECESSIDADES
Servidor municipal dos mais antenados – inclusive nas questões ambientais, Marcelo Campos pede socorro para os companheiros trabalhadores que prestam serviços no ecoponto do bairro Volta Grande. De acordo com ele, apesar de ter sido instalado um banheiro no local, os funcionários fazem “suas necessidades” no mato. Motivo: o banheiro não tem as instalações imprescindíveis para seu funcionamento.
MORAL DA HISTÓRIA --- Em pleno ecoponto, o meio ambiente está sendo agredido pelos próprios funcionários (que não têm culpa, diga-se de passagem).
REVITALIZAÇÃO ---- Ainda sobre o ecoponto do Volta Grande, Marcelo Campos ressalta que o governo municipal ainda não revitalizou a área como estava programado para meses atrás. Ele se refere ao plantio de árvores no local.
ECOPONTOS --- Uberaba já tem cerca de 15 ecopontos espalhados pelos bairros da cidade, e que recebem todos os resíduos da construção civil, tais como cimento, entulho e tijolo, restos de azulejos e madeiras e outros materiais volumosos como móveis velhos e ainda sobras de poda de árvore, óleo de cozinha usado, pneus, animais de pequeno porte. O objetivo é acabar com o despejo clandestino desses materiais em vias públicas, margens de córregos, rios e terrenos baldios, que acabam por gerar problemas de enchentes, saúde pública e oneram o orçamento municipal.

QUEM NÃO SABE COMUNICAR...
(Se estrumbica)

Vem aí o 1º Encontro de Comunicação e Redes Sociais realizado pelo PT de Uberaba – cuja participação contará como garantia de vaga na chapa dos candidatos a vereador da legenda. Evento acontece dia 25 de fevereiro, sábado, a partir das 13h30, na sede do Sindicato dos Trabalhadores da Construção Civil (rua Álvares Cabral, 173, Fabrício).
A PAUTA --- Os pré-candidatos e demais participantes vão receber informações e orientações sobre marketing político e orientações em comunicação; mídias sociais; orientações sobre legislação eleitoral em comunicação. Em pauta: jornal impresso, televisão, facebook, Internet, twitter e assim por diante.

CAPINA QUÍMICA
Outro assunto que está deixando o servidor Marcelo Campos de cabelo em pé tem a ver com a capina química – que está proibida em Uberaba por conta de ação civil pública proposta pela Procuradoria do Meio Ambiente e acatada pela Justiça. De acordo com Marcelo, tem muita gente por aí – populares e empresas, usando produtos químicos na capina, e portanto, ignorando a tutela antecipada do juiz Fabiano Rubinger de Queiroz, que prevê multa de R$ 10 mil para quem promover capina com substâncias proibidas pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária - Anvisa.
INTOXICAÇÃO ---- Ação civil pública do promotor de Justiça Carlos Alberto Valera foi baseada em pareceres da Anvisa, informando que a capina química feita com agrotóxicos, em áreas urbanas, expõe a população ao risco de intoxicação, além de contaminar a fauna e a flora locais.
O QUEIXOSO --- A denúncia chegou ao Ministério Público através do servidor Marcelo Campos, que agora volta a se preocupar com o tema.

NAQUELA MESA
Insatisfações do PCdoB – especialmente da jovem presidente, Sumayra Oliveira, com a condução da campanha eleitoral da base aliada foi debatida em mesa do bar Monjolo (praça Dom Eduardo) dia deste...Com o prefeito Anderson Adauto (PMDB) sentado à cabeceira da mesa. Além de comunistas, também alguns petistas do alto comando marcaram presença.
NA FALTA DELE ---- Dizem as más – e as boas línguas, que o cardápio principal foi a insistência do prefeito em lançar a candidatura do seu secretário de Governo, Rodrigo Mateus, do PMDB, à sua sucessão. A presidente do PCdoB teria repetido o que já foi publicado em Cota-Gotas: que o prefeito está atropelando todos os partidos e companheiros da base aliada.
ESCAPARAM TODOS ---- Ainda de acordo com as más – e as boas línguas, o debate, apesar de acirrado, terminou em alto nível. Teve gente que até saiu do Monjolo acreditando que Anderson Adauto pode mudar de ideia quanto à pré-candidatura de Rodrigo Mateus.

XÔ, VIOLÊNCIA!
Conselho Municipal de Segurança Pública de Uberaba confirma para dia 24 de fevereiro, sexta-feira, reunião para aprovação de um plano de ação contra a violência e ainda, de um manifesto contra a situação em que se encontra a cidade. Evento é aberto à comunidade e acontece a partir das 19h, na Casa dos Conselhos (rua Artur Machado n.º 553).
Informações: 3318-2086

JUSTIÇA SEJA FEITA
Apesar da quietude em relação ao PSD de Uberaba – fundado e presidido por ele, o deputado federal Marcos Montes é pura agitação quando o assunto é o PSD nacional, que ele também ajudou a criar. Em entrevista ao jornal O Tempo, com sede em Belo Horizonte (edição deste 23 de fevereiro), MM confirma que a legenda vai ingressar com mandado de segurança no Supremo Tribunal Federal – STF, pedindo a paralisação dos trabalhos das comissões da Câmara dos Deputados.
A PELEJA --- Comando nacional do PSD exige que a presidência da Câmara respeite a proporcionalidade e o número de parlamentares da legenda, para distribuir as presidências das comissões, que serão definidas dia 29 de fevereiro. O PSD – que tem 52 deputados federais, alega que já tentou resolver a polêmica por meio de negociações, porém, sem sucesso.
TEM A FORÇA --- Na entrevista ao jornal da capital, Marcos Montes diz que o mandato dos eleitos pertence ao partido.”Os votos que tivemos são do partido" – disse ele. Duas comissões, segundo MM, estão na mira do PSD: de Agricultura e de Minas e Energia, que, apesar de importantes, não são as mais cobiçadas. Estudo do Tribunal Superior Eleitoral – TSE, aponta que o recém-criado PSD reúne 5,1 milhões de votos, só dos deputados federais eleitos em 2010. 
O PSD --- Idealizado pelo prefeito de São Paulo, Gilberto Kassab, o PSD recebeu seu registro definitivo no ano passado e ainda não disputou nenhuma eleição. Em Uberaba, a legenda tem apenas quatro filiados, já que seu presidente e fundador não quis provocar debandada no seu partido anterior – o DEM.
 ---------------------------------------------------
CURIOSIDADE HISTÓRICA
Reação e emoção
Revelação de que, cinco anos antes da abolição, o imperador Dom Pedro II proibiu o uso de escravos na construção da estrada de ferro da Mogiana com acesso a Uberaba provocou reação emocionada da professora Lídia Lúcia Oliveira.

Lídia Lúcia
(Divulgação)
“Meu querido pai era ferroviário. Lá, imperava o companheirismo, a liderança de vanguarda, a honestidade - e pasme!, em 1920 ele já conversava em alemão com os engenheiros que colaboravam com a ferrovia. A construtora dava suporte financeiro para os NEGROS se estabelecerem. Realmente, as COTAS passaram por ali. Todos os ferroviários daquela época, principalmente os negros, conseguiram manter bom padrão de vida e dar estudos para seus filhos. Aqui estou eu de prova real.”

A REVELAÇÃO ---- Decreto original (resumido e na íntegra) publicado por Conta-Gotas, edição de 21 de fevereiro, na coluna CURIOSIDADE HISTÓRICA, revelou que o imperador, cinco anos antes da abolição, liberou a construção da estrada de ferro para Uberaba com a condição de não ter trabalho escravo nas obras.

DECRETO RESUMIDO
Decreto nº 8.888, de 17 de Fevereiro de 1883
    Attendendo ao que Me requereu a Companhia da estrada de ferro Mogyana, Hei por bem Conceder-lhe autorização para prolongar a mesma estrada do ponto mais conveniente até á margem esquerda do rio Grande, em direcção á cidade de Uberaba, com um ramal para os Poços de Caldas, na Provincia de Minas Geraes; e bem assim, de conformidade com a Lei n. 3139 de 21 de Outubro do anno passado, a garantia de juros de 6 % ao anno, pelo prazo de 20 annos, sobre o capital que fôr effectivamente empregado na construcção do referido prolongamento e ramal, até ao maximo de 7.000:000$, mediante as clausulas que com este baixam, assignadas por Henrique d'Avila, do Meu Conselho, Senador do Imperio, Ministro e Secretario de Estado dos Negocios da Agricultura, Commercio e Obras Publicas, que assim o tenha entendido e faça executar. Palacio do Rio de Janeiro em 17 de Fevereiro de 1883, 62º da Independencia e do Imperio.
(...)XXXI
 A companhia obriga-se a não possuir escravos e a não empregar nos diversos serviços da estrada senão pessoas livres (...)
Com a rubrica de Sua Magestade o Imperador.
Publicação: Coleção de Leis do Império do Brasil - 1883 , Página 310 Vol. 1 pt II (Publicação Original)
Fonte: Câmara dos Deputados
 ----------------------------------------------------------
CURIOSIDADE HISTÓRICA
A Mogiana em Uberaba
Foto: (1910) Oficina de manutenção da Companhia 
Mogiana de Estrada de Ferro
(Autoria desconhecida)

A Companhia Mogiana foi inaugurada em Uberaba no dia 23 de abril de 1889.
O prolongamento de seus trilhos até a cidade deveu-se, principalmente, aos esforços do major Joaquim José de Oliveira Pena (Senador Pena) que, na Assembléia Estadual, coadjuvado por seu colega Comendador Joaquim Antônio Gomes da Silva (um dos ilustres filhos de Frutal), conseguiu a realização do grande melhoramento.
Era Presidente da Província, o Dr. Antônio Gonçalves Chaves, e Engenheiro-Chefe da Mogiana, o Dr. Joaquim Miguel Ribeiro Lisboa, signatários do contrato.
A rua do Comércio (atual Artur Machado) denominou-se, por algum tempo, 'Rua Barão de Ataliba', em homenagem ao Barão de Ataliba Nogueira, um dos diretores da Mogiana.
Era o início de uma fase magnífica de prosperidade.
As pontas dos trilhos da Mogiana aqui ficaram por cerca de sete anos, pois, o trecho compreendido entre Uberaba e São Pedro do Uberabinha (Uberlândia) só seria inaugurado em 21 de dezembro de 1895.
A Mogiana integrou-se, definitivamente, na nossa civilização."
(MENDONÇA, 1974, p.121-122) 
**********************************************
Devido ao crescimento de Uberaba, a Estação Férrea localizada no final da Rua Artur Machado já não comportava mais o crescimento da cidade.
Em janeiro de 1946, deu-se início à construção da nova Estação Férrea.
Foto:  (1932) As tropas, no pátio da antiga estação 
férrea de Uberaba, no bairro Boa Vista, no final 
da rua Artur Machado. Formação do 4º e 5º Batalhões e de um 
grupo de patriotas do “Batalhão Patriótico Alaor Prata”, em 
comemoração à vitória da revolução da década de 30
(Autoria desconhecida)
O descontentamento dos moradores da Rua Artur Machado obrigou-os a proceder um abaixo-assinado contra a mudança da Estação.
O abaixo-assinado foi publicado no jornal 'O Triângulo', de Uberaba, em 11 de maio de 1948. Cerca de duzentas assinaturas foram encaminhadas ao Sr. Dr. Henrique Von Krügger, ilustre presidente da Câmara Municipal de Uberaba.
Mesmo com o apelo de alguns moradores e comerciantes daquela rua, a Cia. Mogiana transferiu-se para a Praça Doutor Rebouças, neste mesmo ano.
O engenheiro responsável pela construção do novo prédio foi o Dr. Abel Reis.
INCORPORAÇÃO
Em 10 de novembro de 1971 a Companhia Mogiana de Estradas de Ferro, juntamente com outras quatro Ferrovias do Estado de São Paulo, foram incorporadas à FEPASA-Ferrovia Paulista S.A., por força do Decreto nº 10.410, de 28 de outubro do mesmo ano.
Atualmente, a FEPASA não mais mantém os carros de passageiros.
Os mesmos foram desativados em setembro de 1997, passando a executar, apenas, o transporte de cargas.
*A 1ª Estação Férrea de Uberaba localizava-se no alto da Boa Vista, na atual Rua Menelick de Carvalho.
(ARQUIVO PÚBLICO DE UBERABA)

Referências Bibliográficas
ARQUIVO PÚBLICO DE UBERABA. Documento fotográfico. Folha 71, 2001.
MENDONÇA, José. História de Uberaba. Edição Academia de Letras do Triângulo Mineiro, 1974
 -------------------------------------------


Nenhum comentário:

Postar um comentário