5 de fevereiro de 2012

CONTA-GOTAS...Notícias


JACAREZINHO DE UBERABA ... Invento de dois irmãos já está disponibilizado no mercado
ACADEMIA PARA TODOS ....  Praças viram base de ginástica gratuita e de alta qualidade
DEU CHABU ... Carta do governo Anastasia provoca ira entre educadores estaduais
CURIOSIDADE HISTÓRICA ... Getúlio Vargas e o Marista Diocesano de Uberaba

ACADEMIA
PARA TODOS
Academia instalada na praça Pôr-do-Sol
Veja outras imagens ao longo desta coluna
Fotos: Enerson Cleiton
Quem ainda não viu, devia dar uma olhadinha - e até fazer uma ginástica, caso seja chegado num exercício físico. Pois são de altíssima qualidade os equipamentos do projeto Academia para Todos, que já chegou a algumas praças de Uberaba: Abadia, Jorge Frange, Pôr-do-Sol e Complexo Esportivo “Zé Galinha”.  São dez tipos de equipamentos movimentados pelo próprio usuário. Sem qualquer burocracia ou entrave.
INVESTIMENTO
O projeto Academia para Todos é fruto de parceria entre a Prefeitura de Uberaba – que investiu R$ 140 mil na aquisição dos equipamentos, o governo de Minas e a Federação Mineira de Ginástica. Entusiasmado, o prefeito Anderson Adauto (PMDB) não tem perdido uma inauguração que seja.
 ------------------------------------------
QUEM TE VIU...
QUEM TE VÊ
Foto do petista Adelmo Carneiro grudadinho com
o líder empresarial Manoel Rodrigues está sendo
divulgada na rede social pelo próprio deputado
e pelo PT de Uberaba
“Aciu tem que ter importante papel neste momento em que o governo federal investe em Uberaba, com a vinda do gasoduto”.
Pré-candidato a prefeito do PT, deputado estadual Adelmo Carneiro Leão, após participar, dia 1º de fevereiro, da posse do empresário Manoel Rodrigues Neto na presidência da entidade mais patronal e mais poderosa da cidade – a Associação Comercial, Industrial e de Serviços de Uberaba
  ------------------------------------------
AGENDA CHEIA
E de reunião em reunião o PT/Uberaba vai se articulando todo neste período de pré-campanha eleitoral, quando conversar e comemorar é muito importante. Comissão Executiva Municipal está de agenda cheia. Dia 8 de fevereiro, a partir das 17h, tem encontro com a turma da área sindical; dia 11, a partir das 19h, tem confraternização em torno dos 32 anos de existência do partido; dia 25, no mesmo horário, tem capacitação de pré-candidatos a vereador/vereadora, e dia 8 de março – também a partir das 19h, tem evento voltado para o Dia da Mulher.
   ------------------------------------------
NOVO CHOQUE
“O governador Antonio Anastasia encontrou um jeito de fazer economia. Seu novo choque de gestão é matar os professores de infarto e ou derrame cerebral. Assim, vai esvaziando a folha da educação”.
Professora mineira que tem 25 anos de Estado e aparece na tabela do tempo de serviço, recém-divulgada pelo governo, com apenas 21 anos e oito meses
   ------------------------------------------
CARTA
CHABU
Carta preparada pelo governo de Minas Gerais para ser distribuída aos pais de alunos das escolas estaduais virou chabu. Acontece que – segundo os professores da rede, a correspondência está recheada de mentiras.
TEMPO
FANTASMA
Uma das supostas mentiras citadas pelo professorado diz respeito ao salário, que deveria ser pago de acordo com o tempo de serviço. Os educadores garantem que a promessa não foi cumprida. Para driblar o compromisso, o governo –segundo os professores, estaria computando errado o tempo de serviço dos profissionais.
SEM MUDANÇA
Outro problema detectado pela turma da educação estadual – também relativo ao salário, é que todos que conversaram com todos até agora permanecem no mesmo nível e grau de antes, ou seja, não houve o reposicionamento relativo ao acordo fechado com o SindUte – Sindicato Único dos Trabalhadores em Educação. 

REFORÇO
Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Uberaba – SSPMU, tem contado com um apoio importante nas suas articulações pró-funcionalismo da prefeitura. Faça chuva ou faça sol, quem está sempre marcando presença –e voz, é o vereador Marcelo Machado Borges, Borjão (DEM), presidente da Comissão Permanente da Câmara de Assistência aos Servidores Municipais de Uberaba.

JACAREZINHO
DE UBERABA
ESTÁ BOMBANDO
Página da Angelus Odonto no Facebook está bombando nos últimos dias. Motivo principal para tantos acessos ao espaço da empresa de produtos odontológicos, sediada em Londrina, PR, é o “jacarezinho” criado pelos irmãos uberabenses Maria Angélica Hueb de Menezes Oliveira e Fernando Carlos Hueb de Menezes e apresentado por eles durante o 3º Congresso Internacional de Odontologia, que aconteceu em São Paulo, de 28 a 31 de janeiro.
NO MERCADO --- A empresa assumiu a produção do “jacarezinho” - que adaptado à agulha, é usado para aplicar anestesia em crianças. Já está anunciando a novidade em vídeo no YouTube, e não para de receber postagens de profissionais de todo o país querendo saber como ter acesso ao equipamento. A resposta da Angelus, no Facebook, é de que o “jacarezinho” já está à venda, e que os interessados devem ligar no 0800-727-3201.
A CRIAÇÃO ----  Maria Angélica e Fernando Carlos criaram e desenvolveram o “jacarezinho” no Núcleo de Inovação Tecnológica da Universidade de Uberaba – Uniube, com a consultoria técnica de Carlos Bonfim e consultoria jurídica de Renata Silveira Tavares. E fazem questão de ressaltar o apoio que receberam do reitor Marcelo Palmério, conforme notícia antecipada em Conta-Gotas, edição de 25 de janeiro.

  ------------------------------------------
CURIOSIDADE HISTÓRICA
Diocesano Uberaba
Tradicional escola de Uberaba, o Colégio Diocesano foi alvo de pelo menos dois decretos do ex-presidente Getúlio Vargas – o primeiro em 1932, quando ele ainda chefiava o governo provisório, e o segundo em 1943, durante o Estado Novo, implantado após um golpe de estado.

Decreto nº 21.378, de 9 de Maio de 1932
“Concede ao Ginásio Diocesano Municipal de Uberaba a inspeção permanente e as prerrogativas de estabelecimento livre de ensino secundário.
O Chefe do Governo Provisório da República dos Estados Unidos do Brasil, usando das atribuições que lhe confere o art. 1º do decreto n. 19.398, de 11 de novembro de 1930, e
Atendendo ao que propõe o Conselho Nacional de Educação, no desempenho das funções que lhe são outorgadas pela legislação do ensino em vigor,
Resolve:
Art. 1º Ao Ginásio Diocesano Municipal de Uberaba, instituição de ensino dirigida pelos irmãos Maristas na cidade de Uberaba, Estado de Minas Gerais, ficam conferidas, para o curso fundamental, a inspeção permanente e as prerrogativas de estabelecimento livre de ensino secundário, nos termos do art. 55 e respectivo § 2º do decreto n. 21.241, de 4 de abril de 1932, para os efeitos do disposto no art. 50 do referido decreto, revigorado o reconhecimento oficial dos exames nele prestados perante comissões examinadoras e dos certificados por ele expedidos na vigência da inspeção preliminar.
Art. 2º O presente decreto entrará em vigor na data da sua publicação, revogadas as disposições em contrário.
Rio de Janeiro, 9 de maio de 1932, 111º da Independência e 44º da República.”
GETULIO VARGAS

Decreto nº 11.752, de 2 de Março de 1943
“Autoriza que o Ginásio Diocesano, com sede em Uberaba, no Estado de Minas Gerais, funcione como colégio.
O PRESIDENTE DA REPÚBLICA, usando da atribuição que lhe confere o artigo 74, letra a, da Constituição, e nos termos da lei orgânica do ensino secundário e do decreto-lei n.º 4.245, de 9 de abril de 1942,
DECRETA:
Art. 1º O Ginásio Diocesano, com sede em Uberaba, no Estado de Minas Gerais, fica autorizado a funcionar como colégio.
Art. 2º A denominação do estabelecimento de ensino secundário de que trata o artigo anterior passa a ser Colégio Diocesano de Uberaba.
Art. 3º O reconhecimento, que pelo presente decreto é concedido ao Colégio Diocesano de Uberaba, considerar-se-á, quanto aos seus cursos clássico e científico, sob regime de inspeção preliminar.
Art. 4º Revogam-se as disposições em contrário.
Rio de Janeiro, 2 de março de 1943, 122.º da Independência e 55.º da República.”
GETULIO VARGAS

O PRESIDENTE
Getúlio Vargas (1882/1954)  foi presidente do Brasil em dois períodos.
1º período --- Foram 15 anos ininterruptos, de 1930 a 1945, e dividiu-se em três fases:
De 1930 a 1934, como chefe do Governo Provisório;
De 1934 a 1937,  governou o país como presidente da República do Governo Constitucional, tendo sido eleito pela Assembleia Nacional Constituinte de 1934;
De 1937 a 1945, enquanto durou o Estado Novo, implantado após um golpe de estado.
2º período ---  Foi eleito pelo voto direto e governou o Brasil como presidente da República, de 31 de janeiro de 1951 a 24 de agosto de 1954, quando se matou.
 O DIOCESANO
Alunos do Diocesano em imagem clicada por Ricardo Prieto em 1943
O 5º à direita é meu pai, Moacir ,
e o garoto ao lado dele é Omar, pai da secretária de
Desenvolvimento Social de Uberaba, Tetê Rodrigues da Cunha
Tudo começou com o Instituto Marista, constituído por religiosos chamados Irmãos Maristas, e fundado na França, em 1817, por Marcelino Champagnat (1789-1840).
Os primeiros Irmãos Maristas franceses chegaram ao Brasil em 1897.
.... No dia 4 de dezembro de 1902, cinco Irmãos Maristas, todos franceses, chegaram a Uberaba para assumirem uma escola da diocese, que funcionava onde hoje é o colégio – na praça Dom Eduardo, 5, bairro Mercês.
O bispo responsável pela transferência dos maristas para Uberaba foi Dom Eduardo Duarte Silva, que hoje é homenageado na denominação da rua onde se localiza a instituição de ensino.
O casarão da antiga escola foi adaptado para receber alunos internos e externos e teve uma parte reservada para a residência da comunidade religiosa dos Irmãos.
As aulas tiveram início dia 3 de fevereiro de 1903, com 86 alunos.
Com um ano sob a direção dos Maristas, o Diocesano foi equiparado ao Pedro II, do Rio de Janeiro, pela qualidade do ensino, podendo seus alunos entrar direto em qualquer curso superior do Brasil, sem ter de fazer exame vestibular.
UBERABA NA ÉPOCA
Quando os Maristas chegaram, no começo do século passado, Uberaba tinha cerca de 20.000 habitantes. Os alunos internos vinham de longe, levando cerca de 30 dias, a cavalo, para chegar à cidade, por estradas de terra.
Durante os três primeiros anos não havia luz elétrica na cidade. Uberaba era ligada a Franca, São Paulo e Rio, por estrada de ferro.
ESTRUTURA FÍSICA
Em 1958 foi demolido o casarão antigo, ainda do tempo de Dom Eduardo.
Mesmo assim, a preservação foi mantida em alguns casos. O prédio onde funciona a biblioteca é da década de 1920. A capela e o prédio da portaria são de 1944.
São 35 mil metros quadrados de área física, com cerca de 32 mil metros quadrados construídos, para atender desde a educação infantil até a 3ª série do ensino médio.
A estrutura inclui, entre outros: um ginásio coberto para atividades esportivas, festivas e culturais com capacidade para 3.500 pessoas; salão de atos para atividades pedagógicas e culturais com capacidade para 400 pessoas; biblioteca; piscina para educação infantil; galpões cobertos para práticas esportivas; seis quadras esportivas; sala de dança; sala de judô; laboratórios de química, física e biologia; laboratório de informática; sala de videoconferência – interligando os 26 colégios da Província Marista do Brasil Centro-Norte; três cantinas; brinquedoteca; refeitório; sala de artes; salas de música; seis salas do ensino médio com projetores multimídia e com a tecnologia 3D.
São 41 salas de aula.
ESTRUTURA CONCEITUAL
A partir de 1984 os diretores não são religiosos membros do Instituto dos Irmãos Maristas, mas sim, professores leigos.
O Colégio Marista Diocesano continua pertencendo aos Irmãos Maristas que traçam suas diretrizes pedagógicas e religiosas e o gerenciam financeiramente.
Até 1970 o Diocesano atendia a alunos internos e externos e só do sexo masculino. Hoje, o universo de alunos envolve cerce de 55% de meninos e rapazes e 45% de meninas e moças. Apesar de sua identidade explicitamente católica, o colégio possui alunos e professores também de outras religiões. Entretanto, a identidade é reafirmada continuamente.
A escola oferece, por exemplo, às famílias, a oportunidade de participarem de celebrações religiosas na sua capela.
Apesar de não se tratar de catequese, a escola tem duas aulas de ensino religioso por semana, para todas as turmas.
Sensível aos apelos atuais da Igreja católica e da sociedade, o colégio dá aos seus alunos a oportunidade de participarem de projetos sociais e ambientais, em grupos juvenis ou grêmio.
ESTRUTURA SOCIAL
Através do Colégio Marista Diocesano, os Irmãos Maristas mantêm em Uberaba a Casa de Acolhida Marista: uma obra social, sob a orientação de educadores, que acolhe cerca de 50 meninos e meninas - crianças e adolescentes de 7 a 16 anos de idade.
Em agosto de 1999 a Casa iniciou o acolhimento de crianças e adolescentes em situação de risco pessoal e social.
A causa é abraçada pelos professores e funcionários do Colégio Marista Diocesano, e abre espaço para o desenvolvimento de atividades esportivas e sociais nos finais de semana.
Dia 1º de abril de 2002 a sede foi inaugurada, tornando possível a sistematização e ampliação das ações.
Atendimento é realizado com  equipe multiprofissional, que atua de forma intensiva, também com os  familiares, promovendo a inclusão social, por meio de ações socioeducativas e iniciação profissional para os adolescentes acima de 14 anos e pais que estão fora do mercado de trabalho.
Ações: Orientação e apoio psicossocial; apoio pedagógico; encaminhamento e acompanhamento ao atendimento à saúde;
valorização da saúde; oficinas de esportes, hip-hop, grafitagem; passeios culturais, recreativos e ecológicos; noções básicas de informática e inglês; cursos de iniciação profissional; oficinas de inclusão produtiva para famílias em situação de vulnerabilidade;
vivencia da espiritualidade.
Para inserção na Casa da Acolhida Marista de Uberaba o pré-requisito é matricula e frequência escolar. Uma vez acolhidos, os educandos recebem alimentação balanceada, uniformes, noções de autocuidado e são estimulados ao convívio social e exercícios para  se tornarem cidadãos plenos e capazes de compreenderem e transformarem suas diferentes realidades.
A Casa da Acolhida precisa de parecerias e as aceita seja de empresas e intituições, seja de pessoas (voluntários).
Equipe
Diretor: Antônio Carlos
Coordenadora: Luciene Bontempo Rocha
E-mail: acolhida.uberaba@marista.edu.br
Endereço: Rua Senador Pena, 195, Centro
Telefone: (34) 3319-4132
FAX: (34) 3319-4141
Fontes
*Câmara dos Deputados
Diário Oficial da União - Seção 1 - 30/05/1932 , Página 10385 (Publicação Original)
Diário Oficial da União - Seção 1 - 08/03/1943 , Página 3387 (Publicação Original

                         -------------------------------------------------------------------------------------


REAÇÕES
Qualificação para especiais
Li no blog da jornalista Giselda Campos (http://giseldacampos-jornalista.blogspot.com/), nota sobre a Associação de Deficientes Físicos de Uberaba (Adefu), que tomo a liberdade de também noticiar, dado o seu caráter social. A diretora clínica daquela entidade, Maria Rita Soufek, pede ajuda porque a demanda do mercado por pessoas com necessidades especiais tem crescido. Com a conscientização e vantagens das empresas com responsabilidade aumentando, muitos procuram a entidade.  Por essa razão, aqueles que quiserem trabalhar podem cadastrar seus currículos junto à entidade, que funciona no Uberaba I. 
Maria Cândida Sampaio (redatora interina)
*Coluna Umas & Outras
Jornal da Manhã - Edição 5 de fevereiro de 2012
*Matéria sobre Adefu foi publicada em Conta-Gotas de 3 de fevereiro de 2012

Giselda,
Li Conta-Gotas. Está ficando muito bom e isento. A reportagem sobre a Eirelli no The Economist ficou digna de inglês ver. Muito boa. Adorei mesmo. Abraços.
Marília Cordeiro
Enviado por e-mail
*Matéria sobre a Eirelli foi publicada em Conta-Gotas de 1º de fevereiro de 2012

Giselda, bom dia!
Parabéns pelo blog!
Retornando de férias Lélia Bruno mostrou-me os artigos postados na coluna Curiosidade Histórica. Alegro-me em saber que nosso trabalho no APU esteja contribuindo para a preservação da memória e cultura uberabense.
 Cordialmente,
 Cíntia Gomide
*Pesquisadora no Arquivo Público de Uberaba
Enviado por e-mail
   ---------------------------------------------------

Nenhum comentário:

Postar um comentário