25 de maio de 2012

CONTA-GOTAS...Notícias


Manchetes desta edição
FORÇAS EXTERNAS --- Trio de forasteiros assume comando do PMDB de Uberaba
O VIGILANTE DA HISTÓRIA ---- Arquivo Público de Uberaba dá saltos de qualidade
MANDA QUEM PODE ---- Comandos nacional e estadual do PDT reajeitam comissão executiva de Uberaba para abrigar adversários
ESPECIAL ---- Psicóloga da Adefu fotografa acessibilidade no Bradesco e vive aventura de “espionagem”
DELÍCIA ---- Teve degustação de café no Mercado Municipal
CORAÇÃO SOFRIDO ---- Cardiologia do Hospital Hélio Angotti começa a atender aos servidores estaduais pelo Ipsemg
VETA, DILMA! ---- Presidente ouviu apelos e vetou anistia aos desmatadores
ACESSO À INFORMAÇÃO ---- Prefeitura de Uberaba se prepara para responder aos questionamentos do povo, mas vai cobrar pelas fotocópias
----------------------

Equipamento permite acesso aos cadeirantes
(Foto: Rita Souket/Especial para Conta-Gotas)

QUANDO O BEM PREVALECE --- Na mira do Procon/Uberaba – e também de Conta-Gotas, por não cumprir com algumas exigências da legislação municipal, o Bradesco surpreende. Todos os terminais de autoatendimento da agência central foram substituídos por terminais acessíveis: mais baixos, com teclas que não necessitam de tanta força ou pressão. Quem confirma e manda foto pra Conta-Gotas é a psicóloga Maria Rita Soukef, que abre mão de horas do seu consultório para atender na Adefu – Associação dos Deficientes Físicos de Uberaba, onde trabalha com reabilitação.
AVENTURA ---- Além de curtir a decisão do Bradesco em aderir à acessibilidade, Rita Soukef também pode viver momentos de aventura, ao tirar a foto pra Conta-Gotas. Assim que começou a fotografar foi cercada pelos seguranças do banco – como se fosse uma espiã ou algo parecido. Quando finalmente se recuperou do susto e partia para as devidas explicações, eis que foi salva por um promotor de Justiça – seu amigo, que interveio.

Coisa mais linda essa tal de gentileza...
Coisa mais linda esse tal de respeito!”
_ Maria Rita Soukef, fotógrafa por um dia de Conta-Gotas, comemorando a decisão do Bradesco
 --------------------------
CAFEZINHO
Domingo teve degustação no Mercado
(Foto: Divulgação site Puro Café)
Comemorado em 24 de maio, o Dia Nacional do Café foi lembrado em Uberaba, domingo, 27 de maio, no Mercado Municipal. Os apreciadores da bebida – que somos quase todos nós, brasileiros, tivemos a chance de saboreá-la em suas diversas variedades e sabores, durante um período de degustação, das 8h às 12h.
A IDEIA ---- A realização foi da banca do Edison Delicatessem, em parceria com o Puro Café, e apoio da Secretaria de Agricultura, Pecuária e Abastecimento de Uberaba. Foram servidos café expresso, capuccino tradicional e o requintado café mocha, composto de calda de chocolate e leite vaporizado - conforme antecipara  o secretário de Agricultura, José Humberto Guimarães, pra dar água na boca dos leitores da informação.
ESPECIALISTA ---- A loja Puro Café, dirigida pelos empresários Lucas e Pedro Pianetti Pühler, foi instalada em Uberaba há mais de um ano, na avenida Santa Beatriz, 807, a poucos metros do Shopping Uberaba. A loja é inteiramente dedicada ao café, e mais informações podem ser conferidas no site www.bebapurocafe.com.br.
CONSUMIDORES ---- Segundo dados divulgados Abic - Associação Brasileira da Indústria de Café, em 2011 cerca de  97% dos brasileiros com mais de 15 anos consumiram o produto diariamente.

PEDIDO DE SOCORRO
Blog do CEOPEE 
Mãe de um aluno do Centro de Orientação e Pesquisa em Educação Especial – CEOPEE/Uberaba, Marta Fernandes Oliveira, se angustia com notícias sobre eventual fechamento da instituição estadual. Em apelo postado nos mais variados meios de comunicação – inclusive via redes sociais, a mãe explica que, após uma série de tentativas, o CEOPEE foi a única solução para o filho, que precisa de suporte especial em seus estudos.
INVESTIMENTO --- A possibilidade de fechamento da instituição provoca estranheza, já que o governo de Minas Gerais tem investido pesado em cursos e treinamento de professores para lidar com alunos especiais. Entre estes cursos, destaca-se o realizado através da PUC/Minas, que acaba de liberar dezenas de diplomas para educadores mineiros. Se vai fechar entidades relacionadas à educação especial, não dá pra entender o motivo dos investimentos.
INDIFERENÇA ---- Além do comportamento do governo mineiro, também provoca estranheza o comportamento da própria sociedade. Um exemplo: criado em março de 2011 pela diretora Sonia Maria Ferreira Morinaka – para oportunizar a participação da comunidade escolar, o blog http://ceopeeuberaba.blogspot.com.br é um instrumento vazio. Só tem duas seguidoras, e, o que é pior, dois comentários. Em outras palavras, o espaço do CEOPEE/Uberaba simplesmente passa em brancas nuvens.

Arquivo Público de Uberaba participou da AÇÃO NO BAIRRO, na praça da Mojiana, e
aproveitou pra contar a história do local através de fatos e fotos - como esta, de
autoria desconhecida, que mostra a oficina de manutenção dos trens. A companhia foi
criada em 23 de abril de 1889 e a foto é de 1910
AÇÃO SOCIAL NA MOJIANA
TV Integração/Globo – com apoio de dezenas de parceiros, agitou a praça da Mojiana, sábado, dia 26 de maio, com seu projeto AÇÃO NO BAIRRO. A população teve acesso a uma série de serviços sociais: desde o atendimento por parte da 14ª Subseção da Ordem dos Advogados do Brasil, passando por orientações em saúde, até cortes de cabelo.
PARTICIPAÇÃO ESPECIAL
Sobre o projeto AÇÃO NO BAIRRO, vale um destaque para a participação do Arquivo Público de Uberaba, que entre outras atividades, aproveitou o momento para expor fatos e fotos antigos da cidade, inclusive da própria Mojiana. E mais: o público pode circular pelas instalações da sede que está em fase final de obras. (Detalhes no final desta página)

Instalações do CIMI/Hospital Hélio Angotti   (Fotos: Divulgação)
CORAÇÃO DO SERVIDOR
Centro Integrado de Medicina Invasiva – CIMI, que funciona no Hospital Hélio Angotti, já está atendendo os beneficiários do Instituto de Previdência dos Servidores do Estado de Minas Gerais – Ipsemg, na área de cardiologia. A informação é do coordenador técnico do CIMI, Achilles Gustavo da Silva.
ABRANGÊNCIA - --- De acordo com ele, o atendimento inclui assistência médica em intervenções como cateterismo cardíaco, angioplastia coronária, angioplastia de aorta ilíaca, angioplastia de carótida, angioplastia renal, implante de endoprótese de aorta abdominal, estudo eletrofisiológico com ablação, além de estudo do fluxo fracionado de reserva (avalia necessidade do implante de stent).
QUALIDADE --- Vamos disponibilizar aos servidores do Estado beneficiários do Ipsemg o mesmo conforto oferecido no CIMI a todos os nossos pacientes, com instalações adequadas, bem planejadas, funcionais e agradáveis”, afirma Achilles. A retomada do atendimento ao Ipsemg no Hospital Hélio Angotti aconteceu no início de maio, por meio de contrato de credenciamento.
INAUGURAÇÃO ---- O CIMI foi inaugurado dia 28 de abril de 2011 e acrescenta ao Hospital Hélio Angotti “um serviço de última geração no que se refere tanto à tecnologia quanto à capacidade profissional” – explica a assessoria da instituição. Ocupa parte do 5º andar do hospital e sua equipe de profissionais é composta por 15 médicos do segmento da cardiologia.
----------------------------
Nome de Antônio Andrade  na lista publicada pela Justiça Eleitoral confirma 
informação antecipada com exclusividade por Conta-Gotas: de que 
o presidente do PMDB/MG assumiria a comissão interventora
-------------------------
INTERVENÇÃO COM DATA MARCADA
Após dez dias de muita expectativa e pressões – principalmente por parte dos defensores da intervenção, a Comissão Executiva Estadual do PMDB publicou os cinco nomes dos interventores que vão gerenciar a campanha eleitoral do PMDB de Uberaba até 29 de outubro. Vale lembrar que, de acordo com o calendário eleitoral, as eleições de prefeito acontecem dias 7 de outubro (1º turno) e 28 de outubro (2º turno, nos casos de cidades com mais de 200 mil eleitores, e que não se chega a um vitorioso no 1º turno).
O PROCESSO ---- Assinado por três membros do diretório do PMDB de Uberaba, o pedido de intervenção chegou ao julgamento, no PMDB de Minas, dia 14 de maio, com duas assinaturas – do reitor da Universidade de Uberaba e ex-presidente do partido, Marcelo Palmério, e do secretário-geral da legenda, João Caldas. O empresário da comunicação, Fuad Miguel Hueb – Fuedinho, retirou a assinatura poucos dias antes do julgamento. Por dez votos contra um, a Executiva Estadual aprovou o pedido, mas não dissolveu o diretório de Uberaba, ficando de designar uma comissão interventora.
DIFICULDADES ---- Na edição de 23 de maio, Conta-Gotas revelou que a Executiva Estadual estava enfrentando problemas para encontrar cinco peemedebistas de Uberaba que se dispusessem a assumir a incumbência. E mais: que diante desta dificuldade, o próprio presidente do PMDB mineiro, deputado federal Antônio Andrade, deveria assumir a comissão interventora.

FORÇAS LOCAIS
A solução para o problema é uma comissão interventora com apenas dois peemedebistas de Uberaba. Um deles é Maurides Paulo Dutra, peemedebista histórico, ex-presidente do partido, ex-secretário no governo Wagner do Nascimento (1983/1988). O atual prefeito, Anderson Adauto, pivô da intervenção, também foi secretário na administração WN, junto com Maurides Dutra.
FORÇAS LOCAIS 2 ---- O segundo uberabense é o odontólogo Fernando Carlos Hueb de Menezes – filho do ex-vereador Murilo Pacheco de Menezes. Ele é professor na Uniube, e recebeu, recentemente, apoio do reitor Marcelo Palmério para lançar um invento que ganhou as páginas de jornais impressos e virtuais no Brasil e em outros países. Ao lado da irmã, criou o “jacarezinho”, um pequeno instrumento que, adaptado à agulha, é usado para aplicar anestesia em crianças. A Angelus Odonto já está produzindo o invento com sucesso absoluto.

Antônio Júlio, Antônio Andrade e Mauro Lopes são maioria no comando da comissão
interventora do PMDB de Uberaba   (Fotos: Divulgação)
FORÇAS EXTERNAS
Três interventores são de outras paragens. O próprio presidente do PMDB Minas, e presidente da comissão - Antônio Eustáquio Andrade Ferreira, tem suas raízes políticas pelos lados de Patos de Minas e Vazante (onde foi prefeito), entre outras. O deputado estadual Antônio Júlio tem suas raízes pelos lados de Divinópolis e Pará de Minas (onde foi prefeito), e assim por diante. E o deputado federal Mauro Lopes, de Entre Folhas, também faz política em outros rincões.
Rodrigo Mateus avaliou, em entrevista
a Conta-Gotas que não tem chance com
a comissão interventora
(Foto: Divulgação)

NOVA ETAPA ---- Expectativa agora, fica por conta da decisão que a comissão interventora vai tomar em relação à candidatura do PMDB à sucessão de Anderson Adauto. Dizem as más línguas que todo o processo foi articulado pelo deputado federal Paulo Piau, pré-candidato que se viu sem chances de ser aprovado pelo diretório municipal, onde o atual prefeito tem maioria absoluta. E claro, trabalhava para aprovar o nome do seu candidato preferido, o secretário de Governo, Rodrigo Mateus.
MORAL DA HISTÓRIA ---- Segundo os observadores da política local, o nome de Mateus deixou de ser favas contadas, para ser substituído pelo nome de Piau.

ENQUANTO ISSO ---- O prefeito Anderson Adauto, embalado pela demora na designação da comissão interventora, anda falando em recorrer ao Judiciário contra a intervenção.

RECAPITULANDO ---- E a  partir deste sábado, 26 de maio, os pré-candidatos às eleições de 2012 estarão liberados para fazerem campanha e propaganda intrapartidária com vista à indicação de seu nome. De acordo com a legislação eleitoral, eles só não podem usar o rádio, televisão e outdoor para tentarem conquistar o apoio interno de seus respectivos partidos.

SUPRA SOLIDARIEDADE
E também neste sábado acontece o super bingo de apoio à Sociedade Uberabense de Proteção ao Animal – Supra. Evento é na sede da Unidade de Atenção ao Idoso – UAI, na avenida Leopoldino de Oliveira, 1.254, a partir das 18h. Convite a R$ 10, com direito a shows, inclusive. Gerenciada pela batalhadora Denise Max, a Supra abriga atualmente cerca de 300 animais - todos retirados das ruas em condições trágicas, abandonados ou atropelados, maltratados e doentes.

CAMPANHA DO AGASALHO
(Prorrogação)
A pedido da Arquidiocese – que aderiu recentemente ao evento, a Campanha do Agasalho de Uberaba vai se estender até o dia 9 de junho. Já foram arrecadadas mais de sete mil peças entre cobertores, roupas de cama, calçados, agasalhos, meias, entre outros. A Igreja Católica pretende arrecadar os donativos em cada paróquia até o Dia de Corpus Christi.
O novo arcebispo, dom Paulo Mendes, firmou parceria com a Secretaria de Desenvolvimento Social para que as 26 paróquias sejam postos de coleta da campanha. 

Anderson Adauto quer transparência,
mas vai cobrar pelas fotocópias
(Foto: Enerson Cleiton)
INFORMAÇÃO ---- Em vigor desde 16 de maio de 2012, a Lei de Acesso à Informação mobiliza o governo municipal de Uberaba. Controlador-Geral Otoniel Sobrinho recebeu orientações do prefeito Anderson Adauto para que tome todas as providências necessárias para a adoção da lei federal. Decreto já está sendo elaborado para regulamentar a lei em nível municipal.
ACESSO --- De acordo com o chefe da Controladoria-Geral, a administração pública de Uberaba (direta e indireta) estará preparada para responder a qualquer questionamento. E revelou que o povo terá duas portas de entrada para as solicitações: o setor de protocolo geral e o site da Prefeitura.
MÃO FECHADA ---- Por outro lado, Otoniel Sobrinho destaca que o município vai cobrar pelas fotocópias geradas pelo pedido de informação. Haverá, inclusive, uma tabela de valores por quantidade de fotocópias.
A LEI --- Sancionada no final de 2011 pela presidente Dilma Rousseff (PT), a Lei de Acesso à Informação amplia a Lei de Responsabilidade Fiscal no que se refere à exigência de um Portal da Transparência na Internet. O povo agora tem direito de saber, com detalhes, tudo o que envolve o poder público, mesmo sem ter acesso à Internet.

Paulo Piau
ACONCHEGO
De olho na repercussão da interventora do PMDB, e provavelmente informado com antecedência sobre o Código Florestal, o deputado federal e relator do Código – aprovado pela Câmara, Paulo Piau, fez voo rasante em Uberaba, onde recebeu a confirmação de que a presidente Dilma Roussef vetou nada menos do que 12 pontos do projeto.
VETA, DILMA! ---- Do total de vetos, foram feitas 32 alterações - das quais 14 recuperam o texto aprovado no fim de 2011 pelo Senado Federal, outras cinco correspondem a novos dispositivos e 13 tratam de ajustes ou adequações de conteúdo ao projeto de lei. As alterações serão feitas por meio de Medida Provisória, a ser publicada junto com os vetos no Diário Oficial da União de segunda-feira.
OBJETIVOS ---- Segundo a ministra do Meio Ambiente, Izabella Teixeira, o objetivo do governo foi recompor o texto do Senado, preservar acordos, não anistiar desmatadores, preservar pequenos proprietários e responsabilizar a todos pela recuperação ambiental.
 -------------------------
É direito constitucional da presidente Dilma vetar o projeto, assim como é direito constitucional do Congresso Nacional analisar o veto, bem como avaliar a Medida Provisória. E vamos fazer o que for melhor para o Brasil”.
_ Paulo Piau, na noite de sexta-feira, em Uberaba, em entrevista curta, rápida e nada feliz, ao MG TV/Rede Integração
 -----------------------
Luiz Dutra e João Franco - Forçados a conviver como amigos
desde criancinhas  (Fotos: Divulgação)
CARA METADE
Não tem jeito. O economista e recém-nomeado presidente do PDT/Uberaba, João Franco, vai ter que fazer dobradinha com seu adversário político nº 1, o presidente da Câmara Municipal, Luiz Dutra. Poucas horas após publicar a Comissão Executiva Municipal sem o nome de Dutra, a executiva estadual do PDT sucumbiu a apelos de todas as esferas do partido (municipal, estadual e federal) e reajeitou o comando de Uberaba.
ARTICULAÇÕES --- A portas quase fechadas, os presidentes nacional, Carlos Lupi, e estadual, Mário Henriger; o deputado estadual Washington Rodrigues – o Sargento Rodrigues, e o deputado federal José Silva, além de um punhado de pedetistas, decidiram que a comissão presidida por João Franco vai passar por algumas mudanças.
TEM QUE SER CANDIDATO --- Atualmente com validade até 26 de outubro de 2012, a nova comissão – a ser publicada nas próximas horas, vai valer só até 10 de junho. Nesta data começa o período das convenções para homologação das candidaturas, e a do PDT vai acontecer justamente no primeiro dia. João Franco, que tem se apresentado como pré-candidato a prefeito, terá que homologar sua candidatura oficialmente na convenção. Do contrário, fica 100% fora do comando da legenda.
COMPANHEIROS ---- A outra alteração acertada para a atual executiva é a inclusão do nome de Luiz Dutra. Ele assumirá a vice-presidência do PDT/Uberaba. E mais: a executiva tem que viabilizar candidaturas à Câmara Municipal e prestar satisfações ao comando estadual quando o assunto for importante.
O MAJORITÁRIO ---- Até agora, foi praxe, na legenda, deixar para o deputado majoritário a indicações dos presidentes municipais. Por isso João Franco levou vantagem, já que o deputado estadual Washington Rodrigues – o Sargento Rodrigues, é seu aliado. Ele recebeu 1.449 votos de uberabenses nas eleições de 2010, contra 960 do deputado federal José Silva, aliado de Luiz Dutra.
A PELEJA ---- A pendenga pedetista de Uberaba é motivada pela disputa entre João Franco e Luiz Dutra para assumir o comando absoluto da legenda. O PDT é o quarto colocado em número de filiados em Uberaba. De acordo com as últimas estatísticas da Justiça Eleitoral – relativa a abril de 2012,  o partido tem 1.913 filiados, atrás apenas do PP (2.301); PMDB (3.037); DEM (4.932).
---------------------------
ESPECIAL
O VIGILANTE DA HISTÓRIA
Arquivo Público guarda quase 80 mil fotos antigas de Uberaba, entre elas, esta
de Marcelino Guimarães: vista aérea parcial de 1930
Guardião de quase 80 mil fotos e de milhares de páginas e documentos oficiais e de pessoas físicas e entidades de um modo geral, o Arquivo Público de Uberaba se prepara para dar dois grandes saltos de qualidade. Vai se mudar para uma sede própria – por si só, rodeada de história, e se tornar Superintendência. Hoje, Departamento da Fundação Cultural de Uberaba, o Arquivo – que, por motivos óbvios foi conquistando seus espaços próprios, está recebendo o reconhecimento que lhe cabe.
ABERTO AO PÚBLICO ---- Não bastassem os cuidados e a diligência com material tão delicado e importante, o Arquivo Público de Uberaba tem suas portas abertas para que a população possa ter acesso ao acervo. Além das pesquisas realizadas no local, o Arquivo lança mão de instrumentos modernos para facilitar o acesso ao passado. Desenvolvido através de iniciativa dos próprios funcionários o Arquivo Público criou o blog mais atraente de Uberaba: http://arquivopublicouberaba.blogspot.com.br/.
A MUDANÇA ---- Atualmente instalado na rua Onofre da Cunha Rezende, 78, bairro São Benedito, o Arquivo está de malas prontas para ocupar sua sede na praça Doutor José Pereira Rebouças – localizada na histórica Mojiana. Responsável pelas obras, o engenheiro Francisco Capanema, da empresa API Engenharia, diz que os trabalhos estão na fase final. Expectativa é de que o Arquivo esteja todo lá até o final de julho.
SEDE HISTÓRICA ---- Para abrigar o Arquivo Público estão sendo reformados e adaptados os antigos galpões da estação ferroviária, que, ao final das obras, terão sala de reunião, auditório, biblioteca de apoio, departamento fotográfico e de mídia, salas de estudo, estúdio de microfilmagem, entre outras estruturas próprias para o arquivo.
Lélia Bruno - Futura superintendente do Arquivo
INVESTIMENTOS ---- A sede terá cerca de mil metros quadrados, e estão sendo investidos R$ 750 mil nas obras, sendo que R$ 600 mil foram liberados pelo Ministério da Cultura, enquanto R$ 150 mil são contrapartida do município.
DETALHE --- O local também vai abrigar o Memorial da Imprensa.

NO COMANDO
Desde 2005 o Arquivo Público de Uberaba é administrado por Lélia Bruno Sabino - pianista e educadora com estreitas relações culturais na cidade. E, sem dúvida, uma das principais responsáveis pela consolidação do Arquivo e pelos saltos de qualidade que estão vindo por aí.

SONHO ANTIGO
(Texto: Arquivo Público)
Desde a década de 1950 já havia uma campanha pela criação de um  Arquivo Público Municipal voltado para a guarda e preservação dos registros do passado.
Em 1983, a professora Sônia Maria Fontoura desenvolveu juntamente com as alunas do curso de Magistério, da Escola Estadual Marechal Humberto de Alencar Castelo Branco, um levantamento de fontes primárias nos Cartórios de 1º e 2º ofícios da Comarca de Uberaba, fortalecendo ainda mais a ideia da criação de um Arquivo Municipal.
Entre 1983 e 1984, anexo à Fundação Cultural de Uberaba, instalou-se uma sala para que a instituição recebesse a primeira remessa de documentos do poder público, com data limite 1840 – 1973.
No dia 4 de novembro de 1985 o Arquivo Público de Uberaba foi criado oficialmente pela Lei Municipal nº 3.656, mas sua inauguração oficial ocorreu no dia 22 de fevereiro de 1986.
A instituição abriga em seu acervo documentos dos poderes Legislativo, Executivo e Judiciário (séculos XIX e XX), Biblioteca de Apoio e Hemeroteca (coleção de jornais que circularam e circulam na cidade), documentos especiais (fotográfico, iconográfico e audiovisual) e documentos privados.
COMPETÊNCIAS
*Preservar documentos de valor legal, administrativo e histórico de entidades públicas e privadas;
*Possibilitar o acesso da comunidade a esses documentos;
*Promover a pesquisa e divulgar a história da cidade e região.

ACERVO DE DOCUMENTOS ACADÊMICOS E 
REPRODUÇÕES DISPONÍVEIS PARA PESQUISA

A) Monografias, dissertações e teses

1. A CONQUISTA DA LIBERDADE: CENAS DO COTIDIANO UBERABENSE NAS ÚLTIMAS DÉCADAS DA ESCRAVIDÃO NO BRASIL
Florisvaldo Ribeiro Júnior
Universidade Federal de Uberlândia
Uberlândia – MG
1989
2. A CONQUISTA DO CAPITAL: AS TRANSFORMAÇÕES NO ESPAÇO RURAL DE CONQUISTA
Maria Benedita Cavalini
Universidade Estadual Paulista
Rio Claro – SP
1988
3. A CONSTRUÇÃO DA CIDADE: A CÂMARA MUNICIPAL DE FRANCA E A ORGANIZAÇÃO DO ESPAÇO URBANO
Cacilda Camássio Lima
Universidade Estadual Paulista
Franca – SP
1995
4. A HISTÓRIA CONTADA ATRAVÉS DA ARQUITETURA DE UMA RUA
Éder Donizete Pimenta
Universidade de São Paulo
São Paulo – SP
1978
5. A HISTÓRIA DOS MEIOS DE TRANSPORTE DE UBERABA
Faculdade de Educação de Uberaba
Trabalho Acadêmico de alunos
Uberaba – MG
2000
6. A IDÉIA DE SALVAÇÃO EM FREI BARTOLOMÉ DE LAS CASAS
Reinaldo Rossi
Universidade Estadual Paulista
Franca – SP
1993
7. A IRMANDADE DE SÃO JOSÉ DOS HOMENS PARDOS OU DE BEM
CASADOS – VILA RICA (1725 – 1790)
Vânia Fátima Marino
Universidade Estadual Paulista
Franca – SP
1993
8. A LEI E A (DES)ORDEM: CRIMINALIDADE E PRÁTICA DA JUSTIÇA NA COMARCA DE UBERABA – MG (1890 – 1920)
Marcelo de Souza Silva
Universidade Estadual Paulista
Franca – SP
2004
9. A OESTE DE MINAS: ESCRAVOS, ÍNDIOS E HOMENS LIVRES NUMA FRONTEIRA OITOCENTISTA – TRIÂNGULO MINEIRO (1750 – 1861)
Luís Augusto Bustamante Lourenço
Universidade Federal de Uberlândia
Uberlândia – MG
2002
10. A ORIGEM DO SANEAMENTO E DOS PRINCÍPIOS URBANÍSTICOS NA CIDADE DE UBERABA
Ana Paula Arruda Mendes Pinheiro
Campinas – SP
1994
11. ARQUITETURA RELIGIOSA ATÉ O SÉCULO XIX: SISTEMAS CONSTRUTIVOS DA IGREJA SANTA RITA DE UBERABA
Luciana Bracarense Coimbra
Universidade Federal do Rio de Janeiro
Rio de Janeiro – RJ
2000
12. ARQUITETURA RELIGIOSA DO SÉCULO XIX NO ANTIGO SERTÃO DA FARINHA PODRE
Marília Maria Brasileiro Teixeira Vale
Universidade de São Paulo
São Paulo – SP
*anexo: Inventário Histórico Arquitetônico
13. CAIAPÓ E PARANÁ – Luta e sobrevivência de um povo
Odair Geraldin
Departamento de Antropologia do Instituto de Filosofia e Ciências de Campinas
Campinas – SP
1994
14. CAMPOS DE CARVALHO: INÉDITOS, DISPERSOS E RENEGADOS(NOVA)
Geraldo Noel Arantes
Iel/ Unicamp
Campinas - SP
2005
15. CAPITAL, LABOUR AND THE STATE IN RECORD TO BRASILIAN AGRICULTURE: THE TRIÂNGULO MINEIRO
Maria Regina Nabuco Palhano
Universidade of Manchester
16. CIÊNCIA E ECONOMIA: O INSTITUTO ZOOTÉCNICO E A PECUÁRIA ZEBUÍNA EM UBERABA
Pedro dos Reis Coutinho
Universidade Estadual Paulista
Franca – SP
2004
17. DE BATUQUES E TRABALHOS: RESITÊNCIA NEGRA E A EXPERIÊNCIA DO CATIVEIRO EM UBERABA (1856 – 1901)
Florisvaldo Ribeiro Júnior
PUC – SP
São Paulo – SP
2001
18. DE CAÇADOR DE MARAJÁS A PRESIDENTE CASSADO: o papel da imprensa na ascensão e queda de Fernando Collor de Mello
Elivanete Aparecida Zuppolini Barbi
Franca – SP
1995
19. DOS SERTÕES DESCONHECIDOS ÀS CIDADES CORROMPIDAS: um estudo sobre a obra de João de Minas (1929 - 1936) (NOVA)
Leandro Antônio de Almeida
Universidade de São Paulo - USP
2008
20. EMBATES ENTRE O ENSINO RELIGIOSO E O ENSINO LAICO NA IMPRENSA DE UBERABA
Sirlene de Castro Oliveira
Universidade Federal de Uberlândia
Uberlândia – MG
2002
21. ENSINO SUPERIOR E FORMAÇÃO DE PROFESSORES EM UBERABA - MG (1881 – 1938): UMA TRAJETÓRIA DE AVANÇOS E RETROCESSOS
Plauto Riccioppo Filho
Universidade de Uberaba
Uberaba – MG
2007
22. ESPIRITISMO, MAÇONARIA E MEDICINA: PRÁTICAS CIENTÍFICAS DA HARMONIA UNIVERSAL
Nádia Rodrigues Alves Marcondes Luiz Lima
Universidade Estadual Paulista
Franca – SP
1988
23. ESCRAVIDÃO, COTIDIANO E RELAÇÕES DE GÊNERO NO SERTÃO DA FARINHA PODRE, UBERABA (1871 - 1888) (Trabalho de Conclusão de Curso)(NOVO)
Júlio César, Ranata Santos e Rosângela Vicente
Universidade de Uberaba
2008
24. GEOPOLÍTICA DO TRIÂNGULO
Antônio Moacir Silveira
Faculdades Integradas de Uberaba/ Universidade Federal de Santa Catarina
Uberaba – MG
1983
25. IMAGENS E VOZES DO SERTÃO DA FARINHA PODRE NA PRODUÇÃO HISTORIOGRÁFICA DE ANTÔNIO BORGES SAMPAIO (1880 - 1908) (NOVA)
Augusto Bragança Silva Pigrucci Rischiteli
Universidade Estadual Paulista
Franca - SP
2005
26. JESUÍTAS X ÍNDIOS: A CONQUISTA DE CORPOS E MENTES
Isanildo Lopes
Universidade Estadual Paulista
Franca – SP
1992
27. MINAS GERAIS NA PRIMEIRA METADE DO SÉCULO XIX: UM ESTUDO DOS ASPECTOS MATERIAIS NOS RELATOS DOS VIAJANTES
Paulo de Jesus Nogueira
Universidade Estadual Paulista
Franca – SP
1996
28. MOGIANA: OS TRILHOS DA MODERNIDADE
Eliza Bartalozzi Ferreira/ Márcia Almada
CNPQ/ Fundação Cultural de Uberaba
Uberaba – MG
1989
29. O CHÃO É O LIMITE: A FESTA DE PEÃO BOIADEIRO E A DOMESTICAÇÃO DO SERTÃO Sidney Valadares Pimentel
Universidade de Campinas
Campinas – SP
1996
30. O INFAME COMÉRCIO – propostas e experiências no final do tráfico de africanos para o Brasil (1800 – 1850)
Jaime Rodrigues
Universidade de São Paulo
São Paulo - SP
31. O MUNDO DO TRABALHO NA ORDEM REPUBLICANA: A INVENÇÃO DO TRABALHADOR NACIONAL (NOVA)
Florisvaldo Paulo Ribeiro Júnior
Universidade de Brasília
2008
32. O MUNICIPALISMO DE WASHINGTON LUÍS EM SUA ATUAÇÃO EM BATATAIS (1893 – 1900): ASPECTOS DA MODERNIZAÇÃO URBANA DO INTERIOR PAULISTA NA REPÚBLICA VELHA
Robson Mendonça Pereira
Universidade Estadual Paulista
Franca – SP
1998
33. O MUNICÍPIO BRASILEIRO: EVOLUÇÃO E CRISE
Eurípedes Carvalho Pimenta
Universidade de São Paulo
Franca – SP
1978
34. O OLHO NA RUA
Fernando Machado
Trabalho Acadêmico da UNIUBE
Uberaba – MG
2004
35. OS CAMINHOS, AS PESSOAS, AS IDÉIAS, A TRAJETÓRIA POLÍTICA DE
GILDO LACERDA, SUA REDE DE SOCIABILIDADES E SUA GERAÇÃO
Mozart Lacerda Filho
Universidade Estadual Paulista “Júlio Mesquita Filho”
Faculdade de História, Direito e Serviço Social
Franca – SP
2006
36. OS INTELECTUAIS E AS CRÍTICAS ÀS PRÁTICAS ESPORTIVAS NO BRASIL (1890 – 1947)
Universidade de São Paulo
São Paulo – SP
2000
37. PAJENS DA CASA IMPERIAL: JURISCONSULTO E ESCRAVIDÃO NO BRASIL DO SÉCULO XIX
Eduardo Spiller Pena
Universidade Estadual de Campinas
Campinas - SP
38. PERSPECTIVA DA EVOLUÇÃO POLÍTICO-ADMINISTRATIVA DO MUNICÍPIO E DA CÂMARA
Betty Ragazzi
Universidade de São Paulo
São Paulo
1979
39. REPRESENTAÇÃO E VESTÍGIO DA (DES) VINCULAÇÃO DO TRIÂNGULO MINEIRO: UM ESTUDO DA IMIGRAÇÃO ITALIANA EM UBERABA, SACRAMENTO E CONQUISTA (1890 – 1920)
Heladir Josefina Saraiva e Silva
Universidade Estadual Paulista
Franca - SP
40. RIO UBERABA: QUANDO OS DESGASTES AMBIENTAIS REFLETEM OS DESGASTES SOCIAIS (NOVA)
Mara Santina Maciel de Oliveira
Universidade de Uberlândia
2005
41. SOB O SIGNO DA VIOLÊNCIA: COLONIZADORES E KAYAPÓ DO SUL NO BRASIL CENTRAL
Jézus Marco de Ataídes
Universidade Federal de Goiás
Goiânia – GO
1991
42. SOBRENATURAL E COTIDIANO – APARIÇÕES DE NOSSA SENHORA
Inez Gonçalves da Silva
Universidade Estadual Paulista
Franca – SP
1996
43. TEMPLO DO BEM – o Grupo Escolar de Uberaba, na escolarização Republicana (1908 – 1918)
Rosângela Maria Castro Guimarães
Universidade Federal de Uberlândia
Uberlândia – MG
2007
44. TRIÂNGULO: CAPITAL COMERCIAL, GEOPOLÍTICA E AGROINDÚSTRIA
Carlos Antônio Brandão
UFMG
Belo Horizonte – MG
1989
45. UBERABA RELIGIOSA
Maria Los Cardoso Mendes
Universidade Estadual Paulista
Franca – SP
1968
46. UM LUGAR NA CIDADE: O CONJUNTO ALFREDO FREIRE NAS MEMÓRIAS E EXPERIÊNCIAS DE TRABALHADORES – UBERABA - MG (1979 – 2004)
Edna Maria Chimango dos Santos
Universidade Federal de Uberlândia
Uberlândia – MG
2006
47. UNIDADE E FRAGMENTAÇÃO: O MOVIMENTO SEPARATISTA DO TRIÂNGULO MINEIRO
Rogata Soares Del Gáudio Longui
Campinas – SP
1994
48. VIDA E MORTE DE UM CÓRREGO: A HISTÓRIA DA EXPANSÃO URBANA DE UBERABA, MG, E DO CÓRREGO DAS LAJES (NOVA)
Renato Muniz
Universidade Uberlândia
2004
49. WHADY NASSIF NA PREFEITURA DE UBERABA
Luzia Maria de Oliveira e Silva
Universidade Federal de Uberlândia
Uberlândia – MG
2006

B) Reproduções, projetos e manuais

1. 1811 - 1910 – UBERABA: UMA TRAJETÓRIA SÓCIO-ECONÔMICA
Elaine Mendonça Marquez de Rezende – UFG - 1983
2. A BANDEIRA DO ANHANGÜERA A GOYAZ EM 1722
Rio – 1917
3. A CÂMARA MUNICIPAL
Mayr Godoy
4. A ESCRAVIDÃO NEGRA NO PENSAMENTO DO BISPO AZEREDO COUTINHO
Contribuição ao estudo da mentalidade do último inquisidor geral
5. A ESTRADA DO ANHANGÜERA
Alexandre de Souza Barbosa e Silvério José Bernardes
6. A FUNDAÇÃO DA POVOAÇÃO DE DESEMBOQUE
Sebastião de Afonseca e Silva
7. A IMPRENSA DE UBERABA
Hildebrando Pontes - 1931
8. A TRAGÉDIA DO LÍBANO: Retrato de uma guerra civil
Domingo Del Pinto
9. ABCZ 50 ANOS DE HISTÓRIA E ESTÓRIAS
Maria Antonieta Borges Lopes e Eliane M. Márquez de Rezende - 1984
10. BARÃO DE ESCHWEGE
Waldemar de Almeida Barbosa - 1977
11. BRASIL: O NOVO MUNDO
Tradução integral de Sieglinda Klug Nogueira
12. CAIAPÓ E PARANÁ
Volumes I, II, III e IV
13. CAMPINA VERDE E A CONGREGAÇÃO DA MISSÃO DE SÃO VIVENTE DE PAULO
Nicodemus de Macedo – 1941
14. CAMPINA VERDE SUA PRIMEIRA HISTÓRIA
Nicodemus de Macedo
15. CARTAS ROCEIRAS
Arquivo Público de Uberaba – Volumes I e II
16. CASA E INSTITUIÇÕES ESPÍRITAS DE UBERABA
2003
17. CAUSOS DE NENÊ MAMÁ – 40 ANOS DE HSITÓRIA DO FUTEBOL DE UBERABA
Luiz Gonzaga de Oliveira
18. CENTRO DE ATIVIDADES DO TRABALHADOR – ALBERTO MARTINS FONTOURA BORGES
Dossiê histórico - 2000
19. CÓDIGO CRIMINAL DO IMPÉRIO DO BRASIL
Araújo Figueiras Júnior - Volumes I e II - 1876
20. CÓDIGOS PENAIS DO BRASIL
Evolução histórica
21. COLÉGIO OBJETIVO JÚNIOR
Uberaba - 2001
22. COLUNISMO SOCIAL: UM CAMPO DE POSSIBILIDADES PARA A
INVESTIGAÇÃO HISTÓRICA
Luciana Maluf - 2004
23. COMARCAS E TERMOS
Theóphilo Feu de Carvalho
24. CONTRIBUIÇÃO À HISTÓRIA DAS IDÉIAS NO BRASIL
João Cruz da Costa - 1967
25. CORJA DE ANÕES
Orlando Ferreira (Doca)
26. COROGRAFIA HISTÓRICA DA PROVÍNCIA DE MINAS GERAIS (1837)
Raimundo José da Cunha Matos – Volume I
27. CONSTITUIÇÃO DO ESTADO DE MINAS GERAIS
28. CULTURA É UM BOM NEGÓCIO
Prefeitura Municipal de Araguari
29. DA PALMATÓRIA AO PATÍBULO
José Alípio Goulart
30. EDIÇÃO COMEMORATIVA DOS 80 ANOS DE CRIAÇÃO DA DIOCESE DE UBERABA (1907 – 1987)
31. ENCADERNAÇÕES ESCRITAS EM JAPONÊS
32. FOLIAS DE REIS – RESGATE E REGISTRO
Arquivo Público de Uberaba
33. FONTES PRIMÁRIAS PARA A HISTÓRIA DA ESCRAVIDÃO EM VASSOURAS
Fundação Educacional Severino Sombra/ 1º Catálogo – Volume I – 1988
34. FONTES PRIMÁRIAS PARA A HISTÓRIA DA ESCRAVIDÃO EM VASSOURAS
Fundação Educacional Severino Sombra/ 2º Catálogo – Volume II – 1995
35. FUNDAÇÃO CALOUSTE GULBENKIAN
36. GENEALOGIA MINEIRA
Hildebrando Pontes
37. GODELIER
Edgar Assis Carvalho
38. GOVERNO DO ESTADO DE MINAS GERAIS
39. GUIA DE ORIGENS UBERABA
Arquivo Público de Uberaba - 1995
40. GUIA DE FONTES PARA O ESTUDO DA HISTÓRIA DE UBERABA NA SEGUNDA GUERRA MUNDIAL
Arquivo Público de Uberaba - 1996
41. GUIA PARA NORMATIZAÇÃO DE TRABALHOS TÉCNICO-CIENTÍFICOS: MONOGRAFIAS, DISSERTAÇÕES, TESES E PROJETOS DE PESQUISA
Universidade Federal de Uberlândia – 1999
42. HISTÓRIA DA ESCOLA MUNICIPAL PROFESSORA GENI CHAVES
Waleska Dayse Dias de Sousa
Uberaba – 2000
43. HISTÓRIA DE UBERABA E A CIVILIZAÇÃO DO BRASIL CENTRAL
Hildebrando Pontes – ALTM – 1978
44. HISTÓRIA E TRADIÇÃO EM UBERABA – CATIRA
Arquivo Público de Uberaba - 1993
45. HISTÓRIA TOPOGRÁFICA DA FREGUESIA DE UBERABA (VULGO FARINHA PODRE)
Vigário Silva – 1824 e 1826
46. LEVANTAMENTO DAS FONTES PRIMÁRIAS PARA A HISTÓRIA DA IMIGRAÇÃO NO TRIÂNGULO MINEIRO E ALTO PARANAÍBA
Arquivo Público de Uberaba
47. MANUAL PARA NORMALIZAÇÃO DE PUBLICAÇÕES TÉCNO-CIENTÍFICAS
Júnia Lessa França
48. MEMÓRIA SOBRE A MUDANÇA DO DISTRITO FEDERAL
1946
49. MEMÓRIAS HISTÓRICAS DO RIO DE JANEIRO
José de Souza Azevedo Pizarbo e Araújo – 9º volume – 1948
50. MINHAS RECORDAÇÕES DA INFÂNCIA E JUVENTUDE
José Machado Borges (Juquita Machado) – 1990
51. MINHAS RECORDAÇÕES DA INFÂNCIA E JUVENTUDE
José Machado Borges (Juquita Machado) – 1998
52. MUNICÍPIO DE CONQUISTA
Comarca de Uberaba
53. NEGROS ESTRANGEIROS: OS ESCRAVOS LIBERTOS E SUA VOLTA À ÁFRICA
Manuela Carneiro Cunha
54. NOBLIARCHIA DO TRIÂNGULO MINEIRO
Subsídio para a história dos grandes da mesopotâmia triangulina
55. NOTÍCIA ESTATÍSTICA – CHOROGRÁFICA E HISTÓRICA DO MUNICÍPIO
DE ARAXÁ
1928
56. O ESPÍRITO DAS ROUPAS
Gilda de Mello e Souza
57. O PÂNTANO SAGRADO
Orlando Ferreira (Doca)
58. O PROBLEMA IMIGRATÓRIO E SEUS ASPECTOS ÉTNICOS - NA CÂMARA E FORA DA CÂMARA
Fidélis Reis e João de Faria – 1924
59. O REFLORESTAMENTO NO TRIÂNGULO E O GRUPO TRIFLORA
Gilberto Andrade Rezende - 1973
60. ORIGENS UBERABA
Arquivo Público de Uberaba – 1995
61. OITO TEXTOS DE GERALDO SEMENZATO
FIUBE – 1985
62. OS ALDEAMENTOS INDÍGENAS NA CAPITANIA DE GOIÁS
Marivone Matos Chain
UNICAMP
63. PLANO DECENAL MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO (2006 – 2015)
2007
64. PELOS CAMINHOS DA HISTÓRIA DE SANTA RITA DO PARAÍSO
Sebastião Ângelo de Souza – 1985
65. PLANO DE DESENVOLVIMENTO URBANO DE UBERABA
66. POVOADORES DO SERTÃO DO RIO DA PRATA
Benedito Antônio Tiradentes Borges
67. PROJETO KAYAPÔNIA – ABADIA DOS DOURADOS A ITURAMA
Arquivo Público de Uberaba
68. REDESCOBRINDO O RIO UBERABA
Levantamento e relatório da primeira etapa dos seus problemas e de suas potencialidades – maio/ 2001
69. RELAÇÃO DE LEIS QUE INSTITUEM HOMENAGENS
Câmara Municipal de Uberaba
70. RELATÓRIO DA PRIMEIRA AVALIAÇÃO DO PLANO DECENAL MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO (2006 – 2015)
2007
71. SEGUNDO PLANO INTEGRADO DE DESENVOLVIMENTO DO NOROESTE
MINEIRO – PLANO DIRETOR
Plano Diretor de desenvolvimento Urbano do Município de Uberaba – 1994
72. SEMINÁRIO EPISCOPAL
Polyanthea – Álbum de publicação commemorativa – 1º qüinquagenário da fundação do Seminário Episcopal de São Paulo – 09 de novembro de 1856 a 09 de novembro de 1906
73. SÍNTESE FACTUAL DA INCONFIDÊNCIA MINEIRA
Márcio Jardim - Volumes I e II
74. SOCIOLOGIA E ANTROPOLOGIA
Marcelo Mauss – volumes I e II
75. TERRA MADRASTA
Orlando Ferreira (Doca)
76. TEXTOS DE ODORICO COSTA (transcrição)
2004
77. TOTALITARISMO
78. UBERABA – 2784 DIAS DE TRABALHO
79. UBERABA EM DADOS
80. UM SANTO PARA CADA DIA
Mário Scarbassa/ Luigi Giovannini
Edições Paulinas - 1983
81. VIAGEM À PROVÍNCIA DE GOIÁS
Auguste de Saint-Hilaire
Editora Itatiaia/ Ed. Da UNESP
82. VIDA E OBRA DE SILVA E SOUZA
José Mendonça Teles - 1977
--------------------------


Nenhum comentário:

Postar um comentário