5 de julho de 2012

CONTA-GOTAS...Notícias


ENQUANTO ISSO ---- Secretário Municipal de Saúde de Uberaba e ex-diretor da Universidade Federal do Triângulo Mineiro – UFTM, Valdemar Hial, saiu a campo para se defender do chocante relatório final das investigações da CEI da Saúde. A Comissão Especial de Inquérito da Câmara Municipal deixou todo mundo pasmo com o que diz ter encontrado na Secretaria de Saúde. Afirma, por exemplo, que o secretário sequer sabe os nomes das pessoas que administram alguns setores importantes. Em entrevista à imprensa, Hial afirmou que vai abrir sindicância para apurar as denúncias. (Fotos: Enerson Cleiton)

MEROS DETALHES --- De acordo com o relatório de 2.100 páginas, uma série de irregularidades foram confirmadas, enquanto outras foram desvendadas. Exemplos:
*remédios que estavam cobertos com lona preta deveriam estar armazenados em local ventilado; *divergências no comparativo de pesos dos medicamentos vencidos e descartados; *foram incinerados quase 7.400 quilos de remédios – quase duas toneladas a mais do que o admitido pela Secretaria de Saúde; *a presença de produtos em contato direto com o piso no depósito; *inexistência de armário para a guarda de materiais de limpeza; *falta de extintor de incêndio; *não há forro na área do depósito; *inexistência de alvará sanitário e de Certificado de Responsabilidade Técnica emitido pelo CRF/MG.
 ------------------
UBERABA NÃO MERECE --- Câmara de Vereadores aprovou e o prefeito Anderson Adauto (PMDB) sancionou: Uberaba vai ter uma rua denominada POMBA DA PAZ.

VELHOS TEMPOS --- Em que pese o momento de bobeira da legislatura atual – que manteve as mesmas 14 cadeiras para 2013/2016, quando podia ter aumento a representatividade da Casa, não há como negar que a Câmara de Vereadores de Uberaba já deu saltos de qualidade sem precedentes. Num momento em que o país comemora um pequenino avanço no Senado Federal – que aprovou o fim do voto secreto nas votações de processos de cassação de parlamentares, Uberaba pode dizer que já está lá na frente...muito na frente.
Marilda Ribeiro e Tony Carlos
fizeram vários projetos em parceria.
Ambos tentam voltar à Câmara
(Foto: Divulgação)
XÔ, VOTO SECRETO! ---- Desde outubro de 2006, Uberaba convive com votações abertas em todos os níveis na Câmara Municipal. Emenda à Lei Orgânica - de autoria do vereador Tony Carlos (PMDB) e da ex-vereadora Marilda Ribeiro Resende (PT), acabou com o voto secreto nas votações para escolha da mesa diretora, para os vetos do Executivo, além de julgamentos envolvendo vereadores.
PREVISÃO --- Na época, o prefeito Anderson Adauto avaliou que a Câmara de Vereadores se precipitou em acabar com o voto secreto em todas as suas ações legislativas. Na oportunidade, ele "previu" que o projeto, com o mesmo teor, em tramitação na Câmara dos Deputados, não seria aprovado na forma ampla como estava previsto. Ressaltou que as principais democracias do mundo preservam a votação secreta em algumas ações legislativas, entre elas, a escolha de mesas diretoras e a análise de vetos do Executivo. Não é que tinha razão nas previsões?

ENGAVETADO --- O projeto da Câmara dos Deputados – que acaba com as votações secretas e que tramita desde 2006, foi aprovado em primeiro turno e depois engavetado. A votação do segundo turno vem se arrastando porque encontra resistência de vários partidos da Casa, inclusive dos ex e do atual presidentes da Câmara, que defendem que algumas votações devem ser mantidas secretas.
AVANCINHO ... Assunto volta à tona porque o Senado Federal, nesta quarta-feira, dia 4 de julho, aprovou em dois turnos de votação a proposta de emenda à Constituição 86/07, que prevê o fim do voto secreto nas votações de processos de cassação de parlamentares. De autoria do senador Alvaro Dias (PSDB/PR), a PEC será agora encaminhada à apreciação da Câmara dos Deputados.
LONGE DO IDEAL --- Permanecem as votações secretas para aprovar autoridades como ministros de tribunais superiores, diplomatas, diretores do Banco Central, ministros do Tribunal de Contas da União, procurador-geral da República, vetos presidenciais e eleição dos membros das mesas diretoras da Câmara e do Senado.
Demóstenes Torres ainda tem chance de escapar
da cassação através do voto secreto no
plenário do Senado Federal
(Foto: Divulgação)
FORA DA MIRA --- Vale lembrar, inclusive, que a PEC que prevê voto aberto nos casos de processo de cassação não atinge o senador goiano Demóstenes Torres (sem partido).
Nos próximos dias o plenário do Senado deverá decidir sobre o processo de perda do seu mandato, mas a emenda ainda não valerá para o julgamento.
RECAPITULANDO --- E por falar em processo de cassação de Demóstenes Torres, o pedido de cassação já passou pelas comissões e foi aprovado por unanimidade. O problema está justamente na fase final, que é a votação em plenário. Já que é secreto, os parlamentares costumam votar de acordo com as forças ocultas. Ou melhor, com as forças secretas.

Anderson Adauto conversa com as famílias
beneficiadas com casa própria
(Foto: Enerson Cleiton)
FORA DAS ÁREAS DE RISCO ---- Prefeito Anderson Adauto e o presidente da Companhia Habitacional do Vale do Rio Grande - Cohagra, Paulo Ventura, entregaram as chaves da casa própria para 52 famílias moradoras em áreas de risco. Os beneficiados podem se mudar-se imediatamente para suas casas. O prefeito aproveitou pra agradecer o apoio do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e da presidente Dilma Rousseff – ambos do PT, afirmando que, o projeto Minha Casa Minha Vida transformou Uberaba num canteiro de obras.

CONGESTIONAMENTO --- Até no início da madrugada desta quarta-feira/quinta-feira, o sistema virtual do Tribunal Superior Eleitoral – TSE, anotava apenas 1.238 registros de candidatos a vereador e 63 candidatos a prefeito/vice em Minas Gerais. Nenhum de Uberaba. Vale lembrar que o Estado tem mais de 800 municípios e que o prazo para registros terminaria neste dia 5 de julho.

ASSESSORIAS EM FESTA ---- E voltando ao Congresso Nacional, uma decisão da Câmara dos Deputados tem reflexos diretos em três parlamentares eleitos por Uberaba: Aelton Freitas (PR), Marcos Montes (PSD) e Paulo Piau (PMDB). A Câmara aumentou de R$ 60 mil para R$ 78 mil a verba de gabinete que cada parlamentar dispõe para contratação de assessores. O reajuste de 30% foi publicado nesta quarta-feira, dia 4 de julho, através de um ato da mesa diretora.
A TABELA ---- A verba é usada pelos deputados federais para contratação de até 25 assessores, que, de acordo com as regras, podem trabalhar tanto em Brasília quanto nos escritórios regionais dos deputados. A tabela de remuneração, entretanto, permanece a mesma: são 26 níveis diferentes que vão desde um salário mínimo até R$ 8 mil. Os deputados podem usar esses R$ 18 mil a mais para aumentar o salário dos contratados que recebem menos que o máximo.
-----------------------------
Eustáquio Reis e Adriano Espíndola quase se
candidataram em 2012   (Fotos: Divulgação)

CONTESTAÇÃO 
Presidente do PSTU/Uberaba, advogado Adriano Espíndola, contesta nota publicada na edição anterior de Conta-Gotas, informando que aconteceu um rompimento entre os integrantes da Frente de Esquerda dos Trabalhadores, porque ele e o presidente do Psol/Uberaba, Eustáquio Reis, não se entenderam sobre qual seria o candidato a prefeito.
NOME ERRADO --- Segundo nota distribuída pelo PSTU, o partido havia optado por lançar o nome “de uma nova liderança feminina para prefeita - o da companheira Siméa Freitas, servidora pública federal da UFTM”, enquanto o próprio Adriano Espíndola seria candidato a vereador.
O ROMPIMENTO ---- No contato com a coluna e de acordo com a nota do PSTU, o rompimento realmente aconteceu e foi mais amplo e profundo do que se imaginava por aí. Narra a extensa nota do PSTU, que a aliança com o Psol e o PCB estava sacramentada, inclusive com o acordo de que Eustáquio Reis também seria candidato a vereador. Ocorre que o presidente do Psol anunciou que seria, ele próprio, candidato a prefeito pela aliança, o que provocou reação irritada do PCB contra o próprio Psol e o PSTU. E mais: o PCB anunciou o afastamento da aliança de esquerda. Daí pro PSTU se irritar foi um pulinho. Em resumo, a Frente de Esquerda dos Trabalhadores de Uberaba foi dissolvida.


“Nós, comunistas militantes do PSTU, esperamos que as duras provas da luta de classe permitam a reaproximação, o quanto antes, com os companheiros do PSOL e, em especial, com os camaradas do PCB, porquanto, mais do que nunca, a esquerda revolucionária precisa se fortalecer em nossa cidade. Aos trabalhadores, à juventude e aos oprimidos de Uberaba, o nosso até breve!”
_ Conclusão da nota do PSTU/Uberaba em que foram revelados os detalhes da separação
 -------------------------
Hélio Massa é novidade no
processo eleitoral
(Foto: Divulgação)
CONTESTAÇÃO 2 --- Quem também contestou nota da edição anterior de Conta-Gotas foi o presidente do PSD/Uberaba, deputado federal Marcos Montes. De acordo com ele, não é verdade, como disse a coluna, que os entreveros ocorridos na base do governo do Estado em Uberaba seja desprestígio do governador Antonio Anastasia (PSDB). Segundo MM, o governador de Minas tem sido de uma integridade ímpar. “Seu prestígio está em alta; ele não tem culpa dos impasses que surgiram ao longo do caminho” – defende.

ENFIM, O VICE ---- E falando em entreveros na base aliada de Anastasia, o prefeitável do governador em Uberaba – deputado estadual Antônio Lerin dos Reis Gonçalves, do PSB, fechou o nome do companheiro de chapa. Em entrevista à imprensa na noite desta quarta-feira, 4 de julho, Lerin anunciou o oftalmologista Hélio Massa.
COLÍRIO --- Lerin revelou, inclusive, que seu apelido – que foi anexado oficialmente ao nome, lhe foi dado justamente no período em que trabalhou no consultório do oculista. Massa também é do PSB.

Vânia Célia Ferreira: mais uma
mulher na disputa majoritária
(Foto: Divulgação)
O OUTRO LADO --- E no outro lado dos entreveros da base aliada do governador, os comentários noturnos da quarta-feira eram de que o prefeitável Fahim Sawan, do PSDB, teria trocado seu companheiro de chapa, o presidente do PDT, João Franco, pela companheira tucana Vânia Célia Ferreira, superintendente de Ensino de Uberaba. A informação publicada em primeira mão por Conta-Gotas foi confirmada no dia seguinte. É a segunda mulher na disputa majoritária. O primeiro nome anunciado foi o da servidora municipal Luciene Fachinelli, vice do deputado Adelmo Leão, do  PT. Só pra lembrar: Fahim se lançou candidato contrariando a vontade do governador, que até na noite/madrugada de terça-feira, 3 de julho, ainda tentava atrair o companheiro de legenda para a candidatura de Lerin.

Josimar Rocha deixa a Ouvidoria dos Coletivos
(Foto: Divulgação)
EXONERAÇÕES ELEITORAIS – Edição do Porta-Voz – jornal oficial do município colocado no ar nesta quarta-feira, trouxe uma série de exonerações, a pedido, muitas delas relacionadas à campanha eleitoral. São evidentes, por exemplo, a saída dos assessores de Gabinete, Luciene Fachinelli e Rubério Santos. Filiada ao PSL, ela é a vice-prefeitável na chapa liderada pelo deputado estadual Adelmo Leão, do PT. Por sua vez, Rubério tenta mais uma vez conquistar uma cadeira na Câmara. Também é jornalista na Arquidiocese de Uberaba. Outro que deve se candidatar a vereador é Josimar José Rocha, do PT, que deixou o cargo de diretor do Departamento de Ouvidoria da Prefeitura de Uberaba.


ALIMENTO SOCIAL --- E falando em prefeitura, o Centro em Excelência na Produção de Alimentos – Cepa, atende hoje cerca de 130 instituições conveniadas com o município, entre entidades de assistência social, escolas, hospitais, além de secretarias e órgãos da própria administração municipal. A informação foi divulgada pela assessoria de imprensa da Prefeitura de Uberaba, destacando que, a produção diária é de cerca de 6.000 pães e 2.000 sachês de suco de soja. O Cepa também oferece cursos de panificação. (Fotos: Enerson Cleiton)

APOSENTADORIA --- Enquanto isso, o presidente do Instituto de Previdência dos Servidores Públicos Municipais de Uberaba – Ipserv, Afrânio Prata, alerta: os servidores aposentados e pensionistas do serviço público municipal têm até dia 13 de julho para apresentar-se na sede da instituição e fazer o recadastramento anual. “O não comparecimento para atualização cadastral, dentro da data prevista, implicará na suspensão do pagamento até que seja regularizada a situação pendente”, explica. O Ipserv fica na rua São Sebastião, nº. 41, Centro. Mais informações pelos telefones 3318-6914 e 3318-6920. O atendimento para a atualização cadastral acontece das 12h às 17h.

-----------------------------


CURIOSIDADE HISTÓRICA
VISTA AÉREA DE UBERABA

Vista aérea do centro de Uberaba na década de 1940
Foto: Marcellino Guimarães   Acervo: Arquivo Público de Uberaba

Vista aérea do centro de Uberaba, em 1950 - Foto do Postal Colombo
(Acervo: Arquivo Público de Uberaba)

Vista aérea dos bairros Estados Unidos e Abadia de Uberaba, em 1960 -
Foto: Postal Colombo   Acervo: Arquivo Público de Uberaba


Foto tirada no sentido bairro Estados Unidos/bairro Nossa Senhora da Abadia.
Em primeiro plano, destacam-se o Mercado Municipal de Uberaba e a Faculdade de Medicina do Triângulo Mineiro. No canto superior esquerdo, o Colégio Nossa Senhora das Dores. No canto superior direito, o Colégio Triângulo Mineiro que posteriormente, foi fechado, dando lugar ao que veio a ser: Faculdades Integradas de Uberaba (Fiube), hoje, Campus I da Universidade de Uberaba (Uniube).
(Fonte: Arquivo Público de Uberaba)

----------------------------

Nenhum comentário:

Postar um comentário