19 de outubro de 2012

CONTA-GOTAS...Notícias

CENAS DE CAMPANHA ---- Logo após o anúncio da união entre PMDB e PT,
Adelmo Leão, Paulo Piau e Fernando Pimentel caminharam pelo centro de Uberaba e
aproveitaram para saborear um pastel   (Foto: Enerson Cleiton)

------------------
SÁBADO, 20 DE OUTUBRO

APOIO ANTECIPADO POR 
CONTA-GOTAS É CONFIRMADO
Conforme antecipado logo abaixo, por Conta-Gotas – em postagem feita sexta-feira, 19 de outubro, o PT e seu ex-candidato a prefeito, deputado estadual Adelmo Leão, acertaram aliança com o candidato Paulo Piau (PMDB). Acordo foi fechado na manhã de sábado, 20 de outubro, com a presença do ministro do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior, Fernando Pimentel.
------------------
 DIRETÓRIOS NACIONAIS E ESTADUAIS DE 
MINAS GERAIS DO PMDB E DO PT ELABORARAM 
NOTA OFICIAL EM CONJUNTO SOBRE AS ELEIÇÕES 
DO 2º TURNO EM UBERABA


Manifesto de apoio ao candidato a Prefeito de Uberaba Paulo Piau
Prezados Uberabenses,
Conscientes do significado da eleição para Prefeito de Uberaba no contexto político mineiro e brasileiro, os dirigentes dos Diretórios Nacionais e Estaduais do PT e do PMDB, agindo em consonância com os integrantes das bancadas parlamentares estaduais das duas agremiações, tornam público o seu apoio à candidatura de Paulo Piau neste segundo turno. 
Conclamam os dirigentes do Diretório Municipal do PT de Uberaba a adotarem o mesmo procedimento.
A decisão tomada tem como fator primordial o solene compromisso do candidato no sentido de alinhar-se, integralmente, nas ações políticas e administrativas, no presente e no futuro, com o grande projeto de desenvolvimento econômico e social conduzido por estas forças políticas representativas do autêntico sentimento da Nação.
O posicionamento do candidato Paulo Piau se insere, assim, no projeto em curso, liderado pela Presidente Dilma Rousseff, de construção, em ritmo cada vez mais acelerado, de um País capaz de assegurar, a cada brasileiro, condições de dignidade e prosperidade preconizadas nas avançadas políticas públicas sociais colocadas em prática a partir da eleição do Presidente Lula.
As manifestações de apoio, ora trazidas a Paulo Piau, norteiam ações que têm por nobre objetivo também barrar a eventual chegada à Prefeitura de Uberaba de grupos que venham constituir, pela visão desfocada da realidade social brasileira, ameaça frontal ao desenvolvimento da nossa cidade.
Em Uberaba, como em outros lugares, desenha-se, de forma bastante nítida, um debate de proporções que deixa frente a frente dois projetos de governo totalmente distintos. O nosso, conduzido pela Presidente Dilma, comprometido com o campo democrático popular, com a transparência e com a inclusão de milhões de brasileiros e brasileiras como portadores de direito e dignidade.
O outro, levado a cabo pelo Governo do Estado, travestido num partido da base aliada do Governo Federal, apoiando um candidato sem nenhuma experiência administrativa, representa o campo conservador, defende o neoliberalismo e sustenta as forças do atraso que impediram por muitos anos o desenvolvimento de Uberaba.
Desta forma, não se pode perder de vista o risco do retrocesso social, econômico e político tão claramente projetado no comportamento habitual desses grupos no trato com as coisas públicas.
A definição das lideranças políticas que firmam esta proclamação de apoio inspira-se – voltamos a repetir – no solene compromisso assumido pelo candidato Paulo Piau com a causa nacional. Um compromisso de vinculação clara e consistente com as forças que estão ao lado da Presidenta Dilma, do Vice-Presidente Michel Temmer, e com o ex-Presidente Lula, que reservam carinho especial aos que mais precisam. Um compromisso que objetiva manter Uberaba em pleno desenvolvimento, em sintonia fina com a geografia socioeconômica do novo Brasil.
Esses nossos compromissos políticos propõem a apontar rotas seguras, a desbravar caminhos, a fixar marcos rumo ao futuro. Em suma, a alimentar a esperança ardente da gente do povo por conquistas sociais ainda mais exitosas, na configuração do Brasil dos sonhos de cada um de nós. Dos sonhos de cada Uberabense.

-----------
PÔR-DO-SOL ----- Enquanto aguardava o desembarque de políticos atrasados, na tarde/noite
de sexta-feira, 19 de outubro, no Aeroporto de Uberaba, o repórter-fotográfico Enerson Cleiton,
do Jornal de Uberaba, produzia mais uma obra de arte pra sua coleção
-------------
SEXTA-FEIRA, 19 DE OUTUBRO
PT/Uberaba anuncia, neste sábado, com qual candidato segue no 2º turno
Deputado estadual Adelmo Leão  - terceiro colocado nas eleições majoritárias do 1º turno, anuncia neste sábado, 20 de outubro, que caminho ele e o PT vão seguir na segunda etapa do processo. Entrevista coletiva foi convocada para às 11h, no salão do Hotel Tamareiras, na rua Olegário Maciel, 187. Antes de dar a palavra final, Adelmo se reuniu, em São Paulo, com o presidente nacional do seu partido – o PT, deputado estadual Rui Falcão (SP).
PELA LÓGICA --- A entrevista coletiva está cercada de mistérios – tão misteriosa, que tudo quanto é petista de Uberaba desapareceu na sexta-feira, que era pra deixar a imprensa no maior suspense. Entretanto, levando o assunto pro lado da lógica, vale arriscar que a opção de Adelmo e do PT/Uberaba será pela candidatura do deputado federal Paulo Piau (PMDB).
ALÉM-FRONTEIRAS --- Não se trata de chute, não. Na edição de 14 de outubro o jornal Estado de S.Paulo – Estadão, trouxe matéria ampla sobre as ações da presidente petista Dilma Rousseff para unir PT e PMDB nas cidades onde um dos dois partidos esteja no 2º turno. Uberaba é citada nominalmente pela reportagem. “Indefinição do PT de Uberaba sobre o 2º turno provoca expectativas no Palácio do Planalto” – disse a matéria do Estadão. 
ELEIÇÕES PRESIDENCIAIS ---- Assinada pelas jornalistas Vera Rosa, Julia Duailibi e Amanda Rossi, a matéria do Estadão revela que a presidente da República quer reeditar a aliança com o PMDB em 2014, quando pretende concorrer a um segundo mandato. "A estratégia para o novo casamento começou a ser construída em São Paulo, com o apoio do PMDB ao candidato do PT à Prefeitura, Fernando Haddad, e já virou prioridade em outras praças" - diz a notícia.
A meta dos dois partidos - segundo o texto, é isolar o PSDB e dar um sinal de alerta ao PSB do governador de Pernambuco, Eduardo Campos, que se movimenta para assumir posição de destaque no jogo de 2014.

INGREDIENTE NOVO ----- E se for confirmada a aliança entre PT/Adelmo e PMDB/Piau, não se espante o eleitor de Uberaba se der de cara com a presidente Dilma Rousseff no horário eleitoral gratuito. A petista - que está com sua popularidade lá nas nuvens, só apareceu até agora, na campanha de São Paulo. Entretanto, a vontade de ver PT e PMDB cada vez mais unidos pode quebrar o gelo em relação a Uberaba.

ESTADO X UNIÃO --- Daí sim, estará instalada a disputa entre governo estadual - com o governador Antonio Anastasia (PSDB) fazendo campanha para Lerin, e o governo federal - com a presidente da República Dilma Rousseff (PT) pedindo votos para Piau. Façam suas apostas...
--------------------

DE VICE A APOIADORA --- Luciene Fachinelli acerta aliança com Antônio Lerin
(Foto: Enerson Cleiton)
NOVO TURNO/NOVO RUMO 
PSL apoia Lerin e leva Luciene Fachinelli junto
O PSL presidido por José Luiz Alves acertou aliança com a candidatura do deputado estadual Antônio Lerin (PSB) a prefeito de Uberaba.
No 1º turno, o PSL se coligou com o PT, indicando a candidata a vice-prefeita – a servidora de carreira Luciene Fachinelli, para fazer dobradinha com o prefeitável Adelmo Leão.
TOMOU GOSTO ---- Um dos grandes e bons destaques do 1º turno, Luciene acaba de ser nomeada subsecretária Municipal de Desenvolvimento Social, pelo prefeito Anderson Adauto (sem partido), principal responsável pelo ingresso de sua ex-assessora de Gabinete no processo eleitoral de 2012.
Ela era a mais entusiasmada durante o anúncio do apoio a Lerin, no 2º  turno.
 --------------------
NEM PARECE QUE FOI ONTEM ---- Fahim Sawan e Paulo Piau comemoram aliança
(Foto: Divulgação)
NOVO NINHO ---- Já o PSDB presidido por Luiz Cláudio Campos e o ex-candidato do partido no 1º turno, Fahim Sawan, tomaram rumos distintos no 2º turno.
Fahim anunciou a desfiliação do PSDB e oficializou o apoio ao prefeitável Paulo Piau, do PMDB.
O ex-candidato e agora ex-tucano não tinha mais clima no PSDB. Afinal, bateu de frente com todas as lideranças estaduais da legenda para se candidatar a prefeito, em vez de apoiar Lerin – que é o candidato da cúpula tucana mineira. E assim, ninguém lembra mais as farpas do 1º turno.
 ----------------------
ANTES TARDE ---- Após os entreveros do 1º turno,
Luiz Cláudio e Lerin acertam os ponteiros
(Foto: Enerson Cleiton)
IMBRÓGLIOS ---- O presidente do PSDB/Uberaba anunciou aliança com Lerin – desta vez seguindo a orientação das lideranças do PSDB mineiro.
Luiz Cláudio Campos chegou a se rebelar contra a cúpula tucana para bancar politicamente a candidatura de Fahim Sawan no 1º turno, mas acabou deixando a campanha no final de setembro.
Coordenador político, Luiz Cláudio se afastou em meio a uma série de imbróglios que vinham dominando os bastidores da candidatura, e que culminaram com as críticas feitas contra ele por pessoa muito próxima de Fahim.
COBRANÇA ---- Agora, as principais lideranças estaduais do PSDB – incluindo o governador Antonio Anastasia, o senador Aécio Neves, e o presidente da legenda, deputado federal Marcus Pestana, decidiram cobrar, de Luiz Cláudio, o preço por terem deixado o PSDB de Uberaba caminhar com Fahim, sem intervenção, no 1º turno.
Exigiram que ele levasse o PSDB para a candidatura de Antônio Lerin. Que, por sinal, é o candidato do tucanato mineiro desde o início da campanha de 2012.
 -------------------
SUSPEITA --- Vânia Célia
esteve em jantar oferecido a
Paulo Piau
(Foto: Divulgação)
O MENU ---- E pra muita gente que compareceu no início da semana, a jantar oferecido, na Casa do Folclore, ao prefeitável Paulo Piau, o apoio de Fahim Sawan ficou evidenciado ali. A”suspeita” foi baseada na presença da ex-candidata a vice-prefeita, Vânia Célia (PSDB), que circulava com desenvoltura pelo jantar.
PREVISÃO MAIA ---- E não faltou quem saísse do jantar arriscando que, se a “suspeita” do apoio de Fahim se confirmasse, Vânia passaria a ser a primeira da lista de eventuais futuros titulares da Secretaria Municipal de Educação e Cultura, se Piau for eleito.
Ela se desincompatibilizou da Superintendência Regional de Ensino de Uberaba para ser vice de Fahim, mas foi impugnada pela Justiça Eleitoral por não ter saído em tempo hábil. E de quebra, perdeu o cargo de superintendente.

OS VICES ---- E só agora, passadas as eleições, o Sistema de Divulgação de Candidaturas – DivulgaCand2012, do TSE, substituiu a candidata a vice-prefeita do PSDB, Vânia Célia, pelo presidente do PV, Vicente Araújo, que assumiu a dobradinha com o ex-prefeitável tucano Fahim Sawan no finalzinho da campanha do 1º turno. Vânia não conseguiu convencer nenhuma das instâncias da Justiça Eleitoral de que se desincompatibilizou em tempo hábil do comando da Superintendência de Ensino/Uberaba.
 -----------------------
NEM PARECE QUE ESTÃO DE OLHO NA MESMA CADEIRA ---- Aécio Neves e Eduardo Campos
desembarcaram em Uberaba para apoiar Lerin (à direita), mas estão de olho um no outro
(Foto: Enerson Cleiton)
ELEIÇÕES 2014 ---- Dois pré-candidatos a presidente da República em 2014 desembarcaram juntos, em Uberaba, nesta sexta-feira, 19 de outubro, para delírio da imprensa nacional.
O senador Aécio Neves, do PSDB/MG,  e o governador de Pernambuco, Eduardo Campos, presidente nacional do PSB, pedem votos para o prefeitável Antônio Lerin, do PSB.
O partido do pernambucano é um dos principais aliados do Palácio do Planalto, mas anda de olho na cadeira que Dilma Rousseff também quer reocupar no mandato 2015/2018.

SÓ UBERABA ---- Aécio Neves e Eduardo Campos tiveram outra oportunidade para pedirem votos juntos – no caso, para a reeleição do prefeito de Belo Horizonte, Márcio Lacerda, do PSB, apoiado por ambos.
Entretanto, o governador de Pernambuco não apareceu.
PAUZINHOS ---- Marcos Montes
E assim, além de agitar a imprensa, o encontro de Uberaba faz a festa do PSB e do PSDB municipais, estaduais e nacionais.

ANTES DO EMBARQUE --- Animadíssimo com o encontro inédito, o presidente estadual do PSDB, deputado federal Marcus Pestana, deixou declarações em Belo Horizonte, antes de embarcar pra Uberaba com a comitiva. O alvo, claro, foi o PT.  “É o quadro político nacional fugindo dessa lógica totalitária, de hegemonia única de um partido só”, afirmou ele, ao jornal Estado de Minas.

O ARTICULADOR ---- Acusado no 1º turno de ter feito uma péssima articulação na base do governador Antonio Anastasia, do PSDB, em Uberaba, o presidente do PSD local, deputado federal Marcos Montes, leva a fama pelo encontro inédito. Em entrevista recente a Conta-Gotas, MM havia antecipado que estava trabalhando para que Aécio Neves e Eduardo Campos desembarcassem juntos em Uberaba.
 --------------------
Prorrogadas inscrições no concurso de poesias e de contos 
Vencedores receberão R$ 600 
 
Adiado até o dia 5 de novembro o prazo de inscrições para o 2º Concurso Uberaba de Literatura nas categorias conto e poema. O certame é aberto a pessoas residentes ou nascidas em Minas Gerais, com idade a partir de 18 anos. Além da prorrogação, foram insituídos prêmios de R$ 600 aos primeiros colocados de cada área.
A promoção é da Fundação Cultural, com o apoio da Superintendência de Arquivo Público e do Conselho de Patrimônio Histórico, e patrocínio da Secretaria de Estado, por meio do Fundo Estadual de Cultura.
Os textos selecionados serão publicados em dois livretos coletivos, um para cada categoria. Os autores selecionados receberão três exemplares da obra. Os três primeiros colocados serão agraciados com diploma e os demais, menção honrosa.
O resultado será anunciado no dia 26 de novembro. O edital completo pode ser acessado
 --------------------
QUEM ESTÁ NO 2º TURNO ----- Das mais de 5 mil cidades brasileiras, apenas 50 – entre elas, Uberaba, voltam às urnas dia 28 de outubro, para o 2º turno das eleições 2012. A segunda votação só acontece nos municípios que possuem mais de 200 mil eleitores, e onde nenhum candidato a prefeito conseguiu mais de 50% dos votos válidos no primeiro turno. Das 50 cidades, 17 são capitais.

CONTATOS ---- Os dois concorrentes de Uberaba não têm o que reclamar da imprensa de um modo geral. Só pra se ter uma ideia das oportunidades oferecidas no 2º turno, vale um pequeno levantamento: entrevistas individuais no MGTV da Integração/Globo; entrevistas individuais no programa Falou & Disse, com Paulo Sarkis, na TV Universitária; debate na TV Band/Triângulo; debate na rádio JM; entrevistas no programa Em Dia, com Racib Idaló, na TV Universitária; debate na rádio Sete Colinas; debate na TV Integração – fora as entrevistas (quase que diárias) publicadas pelos jornais impressos.

OLHA OS CAVALETES AÍ ---- Coordenação da campanha do prefeitável Paulo Piau não está dando moleza pra propaganda do adversário. Só esta semana foram quatro representações na Justiça Eleitoral, denunciando irregularidades em cavaletes de propaganda de Lerin espalhadas ao longo da avenida Santa Beatriz, algumas bem ali, destacadas em frente ao Shopping Uberaba. Em duas delas, a Justiça concedeu liminar, mandando a outra coordenação retirar as placas, e outras duas estão em fase de apreciação.

RESPINGOS ---- Assim como aconteceu ao longo do 1º turno, Uberaba volta a agitar as eleições de uma das maiores cidades paulistas - Ribeirão Preto, onde a atual prefeita, Dárcy Vera (PSD), enfrenta o deputado federal Antonio Duarte Nogueira Junior (PSDB/SP), na 2ª etapa da disputa majoritária.
QUENTURA --- O primeiro debate entre os dois concorrentes, na etapa atual, promovido por um jornal da cidade na sede da Associação Comercial e Industrial de Ribeirão, seguiu o script do 1º turno, com uma intensa troca de farpas entre a prefeita e o deputado – e voltando ao tema que dominou os debates da etapa inicial.
A CELEUMA ---- No cerne da questão, uma emenda ao Orçamento da União, de R$ 102 mil, feita em 2008 pelo deputado federal para a Associação Brasileira dos Criadores de Brahman, com sede em Uberaba. A emenda ganhou vida na campanha de Ribeirão, desde que a prefeita passou a questionar o adversário sobre suas prioridades para a cidade que ele deseja administrar.
DEFESA ---- Duramente criticado também por eleitores e lideranças locais, o deputado candidato tem investido boa parte de sua campanha para justificar que o valor não chegou a ser pago, e que a Associação Brasileira dos Criadores de Brahman, apesar de ter sede em Uberaba, também tem braços em São Paulo.
 ----------------------

-----------------------
ESSAS PESQUISAS!!!!!
Instituto de pesquisas Realidade – por enquanto desconhecido do público e da imprensa de Uberaba, registrou dois levantamentos no Tribunal Regional Eleitoral de Minas Gerais – TRE/MG. Um deles, para ouvir 800 eleitores de Uberaba entre os dias 18 e 20.
A margem de erro é de 3,7% para mais ou para menos, a estatística responsável é Julianne Matsuoka, e a pesquisa vai custar R$ 35 mil aos cofres do próprio instituto. Divulgação do resultado fica liberada a partir do dia 21.
Tudo se repete no segundo registro, com exceção da data das entrevistas: de 23 a 25 de outubro...
DETALHE: Tudo mesmo! Até a divulgação dia 21, e portanto, dois dias antes do início das entrevistas.
 ----------------------
CONCILIAR PARA GANHAR ---- Seis juízes de Uberaba já se inscreveram para a VII Semana Nacional da Conciliação – que acontece de 7 a 14 de novembro.
Coordenada pelo Conselho Nacional de Justiça e realizada todos os anos, com a adesão dos tribunais regionais, a Conciliação 2012 tem por slogan “Quem concilia sempre sai ganhando”. Em  2011, o Tribunal de Justiça de Minas Gerais – TJMG, obteve a quinta colocação nacional com 16.740 audiências realizadas. Uberaba foi um dos destaques.
AUDIÊNCIAS ----- Para a Conciliação 2012, os juízes de Uberaba já marcaram 336 audiências. São 80 da 1ª Vara de Família e Sucessões – Fausto Bawden; 80 da 2ª Vara de Família e Sucessões – Paulo Gastão de Abreu; 60 da 3ª Vara Cível – Régia Ferreira de Lima; 80 da 3ª Vara de Família e Sucessões – Sidnei Ponce; 36 audiências da Vara de Execuções Fiscais, Falências e Registros Públicos – João Rodrigues dos Santos Neto.
BALANÇOS ---- Em Minas Gerais, até o momento, na justiça comum, 60 comarcas e 84 varas já aderiram à campanha e 4.915 audiências foram agendadas.  Os juizados especiais já marcaram  6.351 audiências para a semana nacional. Em 2011, os juizados especiais tiveram a participação de 184 comarcas e 450 juízes da justiça comum. A iniciativa mobilizou 923 conciliadores e foram atendidas 13.177 pessoas no período.
ADESÕES ---- Os magistrados – tanto da justiça comum quanto dos juizados especiais, têm até dia 19 de outubro, sexta-feira, para manifestar adesão ao movimento. A participação é efetivada pelo encaminhamento do termo de adesão devidamente preenchido à 3ª Vice-Presidência/Assessoria de Gestão da Inovação – AGIN, para o e-mail agin@tjmg.jus.br (justiça comum) e dijesp01@tjmg.jus.br (juizados), quando deve ser informado, também, o número de audiências agendadas.
 ------------------
MUNDO VIRTUAL ---- Página do Tribunal Superior Eleitoral – TSE, na Internet, foi visitada 197 milhões de vezes dia 7 de outubro, data de realização do 1º turno das eleições 2012. O número de acessos superou em 394% o total de visitas feitas durante todo o ano de 2011. Segundo a Coordenadoria de Infraestrutura (Coinf) do Tribunal, o pico de acessos ao portal, dia 7, ocorreu às 18h50, tendo sido registrados cerca de 15 mil acessos por segundo. A demanda de visitas ao site gerou um consumo de banda de Internet equivalente a 14 Gigabits por segundo.

PRESTAÇÃO DE CONTAS ---- E todos os candidatos a prefeito e a vereador que disputaram o 1º turno das eleições de 2012 têm até dia 6 de novembro para apresentar suas prestações de contas à Justiça Eleitoral.
O prazo também é válido para os comitês financeiros e partidos políticos.
A novidade neste ano, anunciada pelo TSE na semana passada, é que o arquivo eletrônico das contas, gerado pelo Sistema de Prestação de Contas Eleitorais – SPCE, deverá ser encaminhado à Justiça Eleitoral pela internet e não mais em mídia móvel.
IMPRESSOS ---- O prestador de contas, porém, após transmitir o arquivo pela internet, não está dispensado de encaminhar os demonstrativos impressos pelo SPCE,  devidamente assinados. As contas só serão consideradas prestadas no momento do recebimento dos demonstrativos. O candidato que renunciou à candidatura, desistiu, foi substituído ou teve o seu registro indeferido pela Justiça Eleitoral também deverá prestar contas correspondentes ao período em que participou do processo eleitoral, mesmo que não tenha realizado campanha.
 --------------------

O EMPATE DA HORA ---- Julgamento termina em placar de 5X5 e agita o país
(Foto: Luiz Humberto/STF)
Supremo declara empatado o julgamento de Anderson Adauto
Lembrando que os ministros podem mudar os votos até o final do julgamento, o presidente do Supremo Tribunal Federal -STF, Ayres Britto, declarou empatado o resultado da votação em relação a três réus na denúncia de lavagem de dinheiro na Ação Penal 470/Mensalão. 
MUDANÇA NO PLACAR ---- Absolvidos com um placar de 5X2 em sessão realizada na semana passada, o ex-ministro dos Transportes – atual prefeito de Uberaba, Anderson Adauto (sem partido), e os ex-deputados Paulo Rocha (PT/PA) e João Magno (PT/MG) saíram da sessão de quarta-feira, 17 de outubro, com um placar de 5X5.
Os três votos que faltavam – dos ministros Gilmar Mendes, Celso de Mello e Ayres Brito, acompanharam o voto do relator Joaquim Barbosa, que pediu a condenação de Adauto, Rocha e Magno. Foram absolvidos José Luiz Alves, Professor Luizinho e Anita Leocádia.
O SUSPENSE ----- O clima de suspense – que já havia se instalado com a possibilidade de um empate, permanece, portanto.
Os ministros STF, que estão divididos sobre o que fazer no caso do empate, marcaram uma sessão extra para terça-feira da semana que vem, para concluírem todo o julgamento da Ação Penal 470. Só então, eles devem decidir sobre o empate.

ESPERANÇA --- O empate em 5X5 no julgamento por lavagem de dinheiro, na Ação Penal 470 deve beneficiar o ex-ministro dos Transportes. A opinião é do advogado Roberto Plagiuso – defensor de AA, e foi externada através de nota oficial divulgada logo após a decretação do placar. “A partir do entendimento jurídico segundo o qual o empate beneficia o réu, Anderson deverá ser absolvido da acusação de lavagem de dinheiro, também” – diz a nota, lembrando da absolvição no caso da corrupção ativa.
 ---------------------
UNÂNIME ---- José Luis se
livra do mensalão
(Foto: Enerson Cleiton)
LIVRE, LEVE E SOLTO ---- Já o presidente do Centro Operacional de Desenvolvimento e Saneamento de Uberaba – Codau, e do diretório municipal do PSL, José Luiz Alves, se livrou em definitivo, e por unanimidade, da única acusação a que respondia na Ação Penal 470/Mensalão. Ele foi acusado de lavagem de dinheiro por ter recebido recursos para Anderson quando ele era ministro, e José Luiz era seu chefe de Gabinete.

OS VOTOS DOS MINISTROS
Ministro Joaquim Barbosa, relator – pela condenação de Anderson Adauto, Paulo Rocha e João Magno e pela absolvição de José Luiz Alves, Professor Luizinho e Anita Leocádia.
Ministro Ricardo Lewandowski, revisor – pela absolvição de Anderson Adauto, José Luiz Alves e todos os demais réus.
Ministro Luiz Fux – pela condenação de Anderson Adauto, Paulo Rocha e João Magno e pela absolvição de José Luiz Alves, Professor Luizinho e Anita Leocádia.
Ministra Rosa Weber – pela absolvição de Anderson Adauto, José Luiz Alves e todos os demais réus.
Ministra Cármen Lúcia – pela absolvição de Anderson Adauto, José Luiz Alves e todos os demais réus.
Ministro Dias Toffoli – pela absolvição de Anderson Adauto, José Luiz Alves e todos os demais réus.
Ministro Marco Aurélio – pela absolvição de Anderson Adauto, José Luiz Alves e todos os demais réus.
Ministro Gilmar Mendes – pela condenação de Anderson Adauto, Paulo Rocha e João Magno e pela absolvição de José Luiz Alves, Professor Luizinho e Anita Leocádia.
Ministro Celso de Mello – pela condenação de Anderson Adauto, Paulo Rocha e João Magno e pela absolvição de José Luiz Alves, Professor Luizinho e Anita Leocádia.
Ministro Ayres Brito (presidente do STF) – pela condenação de Anderson Adauto, Paulo Rocha e João Magno e pela absolvição de José Luiz Alves, Professor Luizinho e Anita Leocádia.
 ---------------------

APOIO DE PESO --- Líder evangélico, reeleito com 4.253 votos e aliado desde o 1º turno, o vereador Samuel Pereira tenta aproximar o candidato a prefeito do PMDB, deputado federal Paulo Piau, dos praticantes da sua religião. A convite do vereador, pastores de 120 igrejas se reuniram com o prefeitável, esta semana, oportunidade em que Piau garantiu um governo sem qualquer discriminação. “Estou preparado para administrar Uberaba por inteira, e não apenas alguns segmentos” – assegurou Piau, que é católico. Samuel Pereira avalizou o compromisso.
FORÇA EVANGÉLICA ---- Último censo realizado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística – IBGE, em 2010, indicou que Uberaba tem cerca de 60 mil evangélicos, distribuídos entre a igreja pentecostal; de missão; luteranos; presbiterianos; metodistas; batistas; e adventistas. A maioria – mais de 21 mil são de origem pentecostal, segundo o IBGE.

OS CATÓLICOS ----- E por falar em religião, o mesmo censo oficial de 2010 detectou que 180.097 moradores de Uberaba são católicos apostólicos romanos, enquanto 526 afirmaram que são católicos apostólicos brasileiros e 221 são católicos ortodoxos.
OS ESPÍRITAS ----- Outros  46.063 disseram que são espíritas. A variação inclui, entre outros, umbanda e candomblé (2.775 pessoas); só umbanda (2.029 pessoas); só candomblé (691 moradores).
OS SEM-RELIGIÃO ---- Em contrapartida, 22.243 declararam que não possuem religião. Outros 1.537 são ateus, enquanto 789 afirmaram que não conseguem definir.
O ORIENTE É AQUI ---- As religiões orientais também aparecem no levantamento. Exemplos: budismo (com 204 pessoas); judaísmo (95); islamismo (29 pessoas); hinduísmo (20 adeptos).
Outros 121 entrevistados pelo IBGE se declararam adeptos de religiões com tradição esotérica; enquanto 16 afirmaram que suas religiões têm tradição indígena.
 --------------------------

EMBATE --- Paulo Piau, Orlei Moreira e Antônio Lerin
O 1º DEBATE
BandTriângulo saiu na frente e realizou na noite desta quinta-feira, 18 de outubro, o 1º debate entre os concorrentes do 2º turno. Mediador: jornalista Orlei Moreira.

_ Por que o senhor quer ser prefeito de Uberaba?
Paulo Piau – Quero ser prefeito porque amo Uberaba e porque me sinto preparado para administrá-la. Quero ser prefeito para deixar na história da cidade a melhor administração que ela já teve.
Antônio Lerin – Quero ser prefeito porque aqui nasci, porque quero servir esta cidade como tenho servido nos últimos anos.

_Lerin pergunta para Piau
Lerin – Sobre falta de água, o que o senhor pretende fazer para resolver em definitivo este problema que tem causado tanto sofrimento ao povo?
Piau – A falta de água é consequência da falta de planejamento. Uberaba é rica em mananciais e mesmo assim está faltando água na torneira da dona de casa. Vamos aproveitar ao máximo a água do rio Uberaba e do rio Claro. Futuramente vamos estudar a possibilidade de buscar água no rio Grande, mas, de imediato não há esta necessidade. Assim que assumirmos, dia 1º de janeiro de 2013, vamos buscar uma solução.
Lerin – O candidato, como deputado, teve muitas oportunidades para conseguir recursos e não conseguiu. Agora, na campanha, prometeu buscar água no rio Grande, mas já mudou de ideia. Hoje, disse que vai estudar a proposta. No meu governo, vamos resolver o problema.
Piau – Pois é, no seu programa de governo está que o senhor vai buscar água no ria Grande em 100 dias. Isso é enganação. Não faça isso com a população. O senhor sabe que isso não é possível. Não sou prefeito. Sou deputado. Trazer recursos, eu trouxe, mas cabe ao prefeito definir.

_ Piau pergunta para Lerin
Piau – Qual será sua política para o magistério de Uberaba? Que mensagem o senhor daria para os professores da rede estadual?
Lerin – Minha mensagem é de otimismo. Vamos acabar com a súmula vinculante e pagar o piso nacional. Vamos ampliar em 5.000 novas vagas para os alunos de tempo integral. Queremos valorizar os professores, concedendo uma boa remuneração. Vamos valorizar os professores da rede pública municipal.
Piau –Você fez um grande esforço para justificar o injustificável. Para termos escola de qualidade precisamos valorizar os professores. Mas, você votou contra o piso nacional para os professores da rede estadual, na Assembleia Legislativa. Obedece o governador do Estado e não vota em favor do povo. Como vai pagar o piso nacional para os professores municipais de Uberaba se votou contra o piso para os servidores estaduais?
Lerin – As diferenças já foram corrigidas no Estado. Tanto que hoje, a maioria dos professores vota em Lerin.

_Lerin pergunta para Piau
Lerin – Tenho andado pelos quatro cantos da cidade. O senhor tem dito que tem apoio do governo federal e do governo estadual. Qual sua participação junto aos governos federal e do estadual? Não vi nenhum secretário de Estado declarando apoio ao senhor.
Piau – Pertenço à base aliada do governo federal, ao governo Dilma Rousseff, onde verdadeiramente estão os recursos, e um prefeito sem este relacionamento, vai prejudicar Uberaba. Quanto aos secretários de Estado, eles obedecem o governador e se omitem, mas meu relacionamento com eles é muito bom.
Lerin – Me sinto orgulhoso de fazer parte da base do governador Antonio Anastasia. O maior investimento que o governo de Minas Gerais está fazendo é em Uberaba. Todas as minhas emendas parlamentares foram atendidas, todas elas para a área social. Não fique criticando o governo do Estado pelas costas, e, na televisão fica elogiando. Não precisei entrar na Justiça para ser candidato. Minha candidatura foi conseguida sem briga, com tranquilidade.
Piau – Coisas simples, como o Instituto Médico Legal, a melhoria da penitenciária, o programa Olho Vivo não vieram, e o senhor não teve competência para convencer o governo do Estado.

_ Piau pergunta para Lerin
Piau – O senhor está prometendo cargos na Prefeitura de Uberaba. Como pretende administrar esta situação?
Lerin – Minha candidatura é leve, sem conchavos. Não tenho coragem de comprar apoios. O senhor está ficando nervoso, descontrolado. Será o resultado das últimas pesquisas?
Piau – Tenho andado por toda Uberaba, e por incrível que pareça, três pessoas me disseram a mesma coisa: que o senhor prometeu a presidência da Cohagra. Não tenho compromisso com cargos. Cargos não se negociam. Vou sim, buscar no grupo de apoio pessoas certas para os cargos certos, de forma que o povo tenha o melhor governo possível. Você não tem estatutura ética e moral pra criticar minha vida ética e moral. Vamos fazer uma auditoria na prefeitura, vamos cuidar dos servidores, e administrar de forma bem diferente do que está sendo feito hoje.
Lerin – Isso é contraditório. O senhor vai fazer auditoria para investigar seus amigos? Você não se preparou para este debate. Não compro apoios. Eu conquisto apoio.

ARTE: Oferta de uma leitora de Conta-Gotas
_ Piau pergunta para Lerin
Piau – Informo que nossa candidatura segue trâmites legais, éticos e morais. Uberaba ficará à mercê do governo de Minas sem o governo federal? Afinal, você tem dito que sua base é com o governo do Estado.
Lerin – O presidente nacional do PSB, governador de Pernambuco, Eduardo Campos, o prefeito de Belo Horizonte, Márcio Lacerda, também do PSB, chegam em Uberaba nas próximas horas com o senador Aécio Neves, do PSDB. O outro candidato só tem apoio do vice-presidente da República. Se sua proximidade com o governo federal existisse mesmo, a presidente Dilma Rousseff não teria vetado parte do Código Florestal.
Piau – 74% dos recursos arrecadados estão centrados no governo federal. Uberlândia elegeu Gilmar Machado, do PT, e assegura o apoio do governo federal. Praticamente todos os programas sociais, planta de amônia, projetos de infraestrutura estão no governo federal, e me preocupa Uberaba perder o apoio do governo federal.
Lerin – O PMDB do candidato está sempre brigando por cargos no governo federal. Mas o PSB é um dos partidos que mais crescem no Brasil. Teremos sim, investimentos do governo federal e vamos escancarar as portas do governo estadual para Uberaba.

_ Lerin pergunta para Piau
Lerin – O senhor está sempre no poder. Trocou várias vezes de partido, participou de todos os governos, inclusive do atual prefeito, e brigou com ele já no final. O senhor vai administrar Uberaba com esta política de boquinhas?
Piau – Apontar defeitos nos meus companheiros não é justo. Do seu lado também tem gente do mesmo grupo. Sentar no próprio rabo pra falar do rabo dos outros não é bom.
Lerin – É difícil saber se o candidato vai administrar no estilo Rodrigues da Cunha ou no estilo Anderson Adauto. Ele fica sempre pulando de galho em galho. Estão queimando remédios na nossa cidade. Queremos mudar esta história. Vamos fazer concursos, melhorar salários. Estamos recebendo muitos apoios voluntários, sem conchavos, sem comprar ninguém. O Lerin nasceu em Uberaba, conhece Uberaba e vai fazer um governo novo.
Piau – Fico abismado como não se valoriza o passado. Uberaba é fruto do esforço de todos. Vamos parar de olhar Uberaba pelo passado, com discriminação. Vamos olhar Uberaba com os olhos no futuro.

_ Piau pergunta para Lerin
Piau – O candidato citou o Código Florestal. Gostaria de saber o que ele achou do veto da presidente Dilma Rousseff.
Lerin – O que sei é que o senhor fez um Código Florestal que interessa aos ruralistas. Acho que a presidente Dilma fez muito bem em vetar. Ela está defendendo os interesses do povo. Sei que o senhor tem dificuldades em conviver com os ambientalistas de Uberaba. Está sempre com a agenda cheia, não tem tempo.
Piau – A presidente Dilma aprovou 90% do meu relatório. Ela vetou seis itens, todos de ajuste. O Código é moderno, mas o senhor tem preconceito contra os produtores rurais. O senhor desconhece que, de cada 100 empregos em Uberaba, 70 são ligados ao meio rural. E vamos sim, fazer parcerias com os ambientalistas para recuperarmos nossos rios.
Lerin – Basta o eleitor perguntar para os ambientalistas sobre o Código Florestal para saber que eles discordam. Não tenho nada contra os pequenos produtores. Queremos ajudar sim, as pessoas mais simples.

_ Lerin pergunta para Piau
Lerin – Sabemos das dificuldades que Uberaba enfrenta na área de saneamento. Gostaria de saber se o senhor sabe destas dificuldades, e o que o senhor vai fazer para resolver os problemas. Onde fica o loteamento Guilherme Borges?
Piau – Nosso programa de governo tem propostas para melhorar o saneamento e o meio ambiente em todos os níveis. Aliás, precisamos melhorar a questão da energia. Preste atenção na sua ação em Belo Horizonte. Vamos precisar muito do senhor como deputado estadual em Belo Horizonte para melhorar o atendimento da Cemig. Tem faltado luz na cidade e na zona rural.
Lerin – Pois é. O senhor não respondeu onde fica o loteamento Guilherme Borges. Eu conheço Uberaba na palma da minha mão. Aqui nasci, criei minha família.
Piau – Conheço os quatro cantos de Uberaba. Aqui criei minha família, e vamos fazer um governo de diálogo. A palavra de ordem será transparência.

_Considerações finais
Lerin – Quero agradecer a Deus e a cada um de vocês que estão atentos para escolher o melhor. Tenham certeza de que vamos fazer o melhor governo da história de Uberaba. Vamos resgatar a área esportiva. Vamos investir em saúde, educação, infraestrutura. O Lerin fala. O Lerin cumpre. Fico orgulhoso de estar aqui, pedindo seu voto e sua confiança. Agradeço por vocês estarem colocando o Lerin em primeiro lugar em todas as pesquisas.
Piau – Lamento que o debate tenha sido levado pra baixo, mas, infelizmente acabou acompanhando a campanha do meu adversário: uma campanha suja, sem ética. Mas, o importante é que, com o apoio da presidente Dilma Rousseff vamos administrar Uberaba da melhor forma possível. Vamos ampliar e melhorar o sistema de saúde, vamos aprimorar a educação, vamos estruturar Uberaba para o presente e para o futuro.
---------------------
ONDE ELE FICA NESTA HISTÓRIA ---- Com Adelmo Leão anunciando apoio a Paulo Piau,
e Luciene Fachinelle e José Luiz Alves ao lado de Antônio Lerin, fica aberta a temporada de apostas:
qual o lado do prefeito Anderson Adauto (sem partido) neste histórico 2º turno de Uberaba
(Foto: Enerson Cleiton)
---------------------


Nenhum comentário:

Postar um comentário