24 de outubro de 2012

CONTA-GOTAS...Notícias


GUERRA DE GUERRILHA
O histórico 2º turno de Uberaba não para de produzir surpresas. 
O resultado do acirramento, que vai ficando mais intenso a cada minuto, é uma movimentação sem precedentes no aeroporto – superando até mesmo, em termos proporcionais, o agitado dia de abertura oficial da Expozebu. 
Nas últimas horas, o deputado federal Paulo Piau (PMDB) e 
o deputado estadual Antônio Lerin (PSB) protagonizaram novas cenas arrepiantes no 2º turno de Uberaba. 


BOLA NA REDE ---- O deputado federal pelo PSB/RJ, ex-jogador de futebol - o baixinho Romário, desembarcou no aeroporto, neste 24 de outubro, quarta-feira, deu autógrafos, e participou de carreata e caminhada em defesa da candidatura de Antônio Lerin. Com a bandeira do Brasil nas costas, o baixinho foi recebido também, pelo candidato a vice, médico Hélio Massa, e pelo seu colega deputado federal Marcos Montes (PSD). A bandeira, pouco depois, "vestia" o prefeitável do PSB/Uberaba     (Fotos: Enerson Cleiton)
-------------------
O BOM COMBATE --- E nem bem começaram a circular as fotos de Romário, a coluna
Conta-Gotas recebeu foto inédita do dia anterior - 23 de outubro, terça-feira, em
que o bicampeão mundial de futebol, Djalma Santos, aparece com o 15 no peito,
ajudando o prefeitável Paulo Piau a recepcionar o vice-presidente da República,
Michel Temer, que agitou Uberaba em busca de votos para Piau   (Foto: Grasiano Souza)
--------------------

CAMINHO DOS DINOSSAUROS --- A 54ª edição do Caminho dos Dinossauros – com caminhada e ciclismo até Peirópolis, foi adiada para 25 de novembro, com largada programada para às 6h. Motivo da mudança de data é a realização das eleições do 2º turno neste domingo, 28 de outubro. Mais informações ou inscrição pelo telefone 9972-0528,

--------------------



OS INSTITUTOS NÃO SE ENTENDEM --- Sinfor, Veritá, Ibope, MDA
TENTANDO DECIFRAR AS PESQUISAS ELEITORAIS
(Qual delas está certa?)

 **************
Vitória de Paulo Piau
Entrevistas: 17 de outubro
SINFOR --- Publicada pelo Jornal de Uberaba dia 21 de outubro, pesquisa realizada dia 17 pelo instituto Sinfor, de Rio Preto/SP, indicou que o deputado federal Paulo Piau (PMDB) venceria as eleições do 2º turno com 43,8% dos votos, contra 36,3% do deputado estadual Antônio Lerin. Foram ouvidos 600 eleitores, a margem de erro foi de 4%, e o número do registro no Tribunal Regional Eleitoral de Minas Gerais – TRE/MG, é MG-01233/2012. O estatístico responsável foi Edmilson Antônio Pereira Junior, a pesquisa custou R$ 10,4 mil, e foi contratada pela coordenação da campanha de Paulo Piau.

Vitória de Antônio Lerin
Entrevistas: 19 a 21 de outubro
VERITÁ ---- Divulgada pela TV Paranaína/Record (Canal 13) dia 22 e repercutida pelo Jornal de Uberaba dia 23 de outubro, pesquisa realizada pelo instituto Veritá, de Uberlândia, entre os dias 19 e 21, foi registrada no TRE/MG, sob o número MG-01235/2012. Entrevistou 802 eleitores, a margem de erro foi de 3,45 pontos percentuais para mais ou para menos e o estatístico responsável foi Leonard Mendonça de Assis. O levantamento custou R$ 20,1 mil aos cofres dos parceiros. De acordo com a pesquisa, Lerin seria eleito prefeito de Uberaba com 44,1% dos votos, contra 39,9% de Piau.

Vitória de Paulo Piau
Entrevistas: 18 a 23 de outubro
IBOPE ---- Publicada pelo Jornal de Uberaba dia 24 de outubro, pesquisa realizada pelo instituto Ibope dá a vitória a Paulo Piau. Ele teria 45% dos votos, enquanto Lerin ficaria com 38%. A pesquisa foi realizada entre os dias 18 e 23 de outubro, entrevistou 406 eleitores e teve uma margem de erro de 5% para mais ou para menos. O levantamento foi registrado no TRE/MG sob o número MG 01244/2012. O instituto foi contratado pelo Sindicato da Indústria da Construção Civil de Uberaba – Sinduscon, e a pesquisa custou R$ 27,6 mil. A estatística responsável é Márcia Cavallari Nunes.

Empate técnico com vantagem para Lerin
Entrevistas: 20 e 21 de outubro
MDA ---- Publicada pelo jornal Estado de Minas, dia 24 de outubro, quarta-feira, pesquisa realizada pelo instituto MDA mostra uma situação embolada entre Lerin e Piau. Lerin aparece com 41% dos votos, enquanto Piau ficaria com 36,8%. Levando em conta a margem de erro de 4,4 pontos percentuais para mais ou para menos, a pesquisa indica empate técnico. Foram ouvidos 500 eleitores entre os dias 20 e 21 de outubro, a pesquisa foi registrada no TRE/MG sob o número  MG-01241/2012, o estatístico responsável é Marcelo Costa Souza, e a pesquisa custou R$ 12,5 mil. 
 -------------------
RENÚNCIA À VISTA --- Independente de quem vencer o 2º turno das eleições de Uberaba, ele terá que renunciar a um cargo. Acontece que a Constituição Federal proíbe que deputados acumulem mandatos públicos eletivos, a partir da posse. Para assumir o cargo de prefeito, Lerin (deputado estadual) ou Paulo Piau (deputado federal) terá que renunciar ao mandato parlamentar, sem possibilidade de recondução. Nesse caso, será convocado o suplente para a vaga, no prazo de 48 horas.
 -------------------
EMBATE --- Paulo Piau e Antônio Lerin estiveram frente a frente em várias ocasiões,
inclusive no debate promovido pelo Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Uberaba,
em parceria com a Rádio Sete Colinas e TV Câmara    (Foto: Hedi Lamar Marques/Câmara)
PAULO PIAU X ANTÔNIO LERIN
_É a primeira vez que Uberaba realiza dois turnos depois que atingiu os 200 mil eleitores.
_O deputado federal Paulo Piau (PMDB) e o deputado estadual Antônio Lerin (PSB) foram os mais votados. Eles saíram do 1º round, dia 7 de outubro, respectivamente com 50.049 votos (31,71%) e 32.961 votos (20,89%).
_Nenhum dos seis candidatos alcançou portanto, maioria dos votos, mais um voto - como exige a legislação eleitoral para uma vitória em 1º turno, no caso das cidades com mais de 200 mil eleitores.
_O tira teima acontece dia 28 de outubro, nas urnas.
_213.388 eleitores estão aptos ao voto.
_174.742 eleitores compareceram às urnas no 1º turno, representando 81,89% do total apto a votar.
_Faltaram, portanto, 38.646 eleitores, ou 18,11% do total apto.
_6.879 eleitores votaram em branco, para prefeito, no 1º turno, ou 3,94% dos que foram às urnas.
_10.048 eleitores anularam o voto, para prefeito, no 1º turno, ou 5,75% dos que foram às urnas.
_157.815 votos foram considerados válidos no 1º turno, ou 90,31% dos que foram às urnas. São excluídos os votos nulos e brancos.
_O eleitorado que foi às urnas dia 7 de outubro decidiu deixar fora do 2º turno os então candidatos Adelmo Leão (PT), com 28.487 votos (18,05%); Wagner Júnior (PTC), com 24.243 votos (15,36%); Fahim Sawan (PSDB), com 17.806 votos (11,28%); Edson Santana (PPS), com 4.269 votos (2,71%).

DIGA COM QUEM ANDAS...

O vice-presidente da República, Michel Temer, desembarcou em Uberaba dia 23, terça-feira,
para pedir votos para Paulo Piau. É a segunda visita durante a campanha   (Foto: Enerson Cleiton)
PAULO PIAU
*Vice-presidente da República e presidente nacional licenciado do PMDB, Michel Temer
*PT (municipal, estadual e nacional)
*Adelmo Leão (PT)
*Wagner do Nascimento Júnior (PTC)
*Fahim Sawan (sem partido, ex-PSDB)
*PPS (municipal)
*Fernando Pimentel, ministro de Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior

Aécio Neves e Eduardo Campos - eventuais candidatos a presidente da República em 2014,
fizeram voo rasante em Uberaba para pedir votos para Antônio Lerin   (Foto: Enerson Cleiton)
ANTÔNIO LERIN
*Governador Antonio Anastasia (PSDB)
*Senador Aécio Neves (PSDB)
*Governador de Pernambuco e presidente nacional do PSB, Eduardo Campos
*PSDB (municipal e estadual)
*Deputado federal e ex-jogador de futebol Romário (PSB/RJ)
*PSL (municipal)
*Luciene Fachinelle (ex-candidata a vice-prefeita pelo PSL, com o PT)
--------------------
NA MÍDIA ---- O 2º turno de Uberaba virou mesmo, notícia nacional! Só pra se ter uma ideia da situação, matérias sobre as candidaturas de Antônio Lerin e Paulo Piau ocupam espaços importantes na Folha de S.Paulo; Estado de S.Paulo – Estadão; Estado de Minas; Extra; Correio Braziliense; O Globo...e assim por diante.
 -----------------------
-----------------------
O RETORNO --- E vem aí uma encrenca extra. Independente do resultado da votação do 2º turno, dia 28 de outubro, o PMDB de Uberaba, com certeza, vai passar por reorganização interna. Justamente no dia 28 termina a vigência do diretório municipal – que foi suspenso pela intervenção do PMDB mineiro, depois voltou ao comando, depois foi suspenso de novo, voltou o comando – e já que a briga judicial terminou, e o presidente Eduardo Palmério abriu seu coração para a intervenção, continua sem ser incomodado.
LAÇOS --- Entretanto, a bonança é mera aparência. Lá no cerne da questão, digo, do diretório, estão muitos – muitos mesmo, insatisfeitos com os rumos tomados pelo partido. Se a comissão executiva é aliada do lado que venceu a briga – liderada por Paulo Piau, de outro lado, o diretório, em geral, tem ligações umbilicais com o lado perdedor – liderado pelo prefeito Anderson Adauto, que, diga-se de passagem, se desfiliou do PMDB, mas não se desligou dos companheiros peemedebistas.

QUEBRANDO O SILÊNCIO ---- A discretíssima arquiteta e ex-primeira-dama Maria Inês Cunha abriu o coração no seu mural no Facebook – pra surpresa de muita gente. “Tanto tempo na vida pública e você continua olhando nos olhos. Passa eleição após eleição e você persiste na simplicidade, ainda é tímido e não conta prosa” – disse ela, se referindo ao candidato Paulo Piau.
A política não te corrompeu” – acrescentou. E no final declara seu voto no peemedebista.

MARCANDO EM CIMA --- E o senador Aécio Neves voltou ao telemarketing pra pedir voto no 2º turno. Diz ele na mensagem: “Lerin, ao lado do governo estadual, vai fazer muito por Uberaba.” O neto de Tancredo Neves esteve em Uberaba no fim de semana, gravou para o horário eleitoral gratuito e parece ter tomado gosto pela campanha do prefeitável do PSB – que ficou assim, meio abandonado no 1º turno.
 ----------------------

AXÉ UBERABA --- Vem aí a 9ª edição do Axé Uberaba – recheadíssima de novidades. Abertura do evento, dia 26 de outubro, terá a presença pra lá de especial do Dj Vinny Depp, - na foto de Marise Romano, que tem feito o maior sucesso por onde passa. O Axé Uberaba 2012 acontece dia 26 e 27 no CentroPark, com Tomate, Munhoz & Mariano, Gusttavo Lima e Alexandre Peixe. A Pró Eventos à frente de tudo.
 -------------------
ANTES E AGORA --- Imóvel do Lavoura e Comércio - clicado por Enerson Cleiton poucos dias
antes da demolição, e o terreno após a derrubada do imóvel, sob as lentes da ArtJovem Cartões e Panfletos
Direitos trabalhistas são pagos aos ex-funcionários do centenário e extinto jornal Lavoura e Comércio
Ex-funcionários do extinto jornal Lavoura e Comércio recebem, finalmente, grande parte dos seus direitos trabalhistas. Em maio de 2012, Conta-Gotas revelou, com exclusividade, as queixas dos trabalhadores, que aguardavam desde 2003 o pagamento do que lhes era devido. Fundado dia 6 de julho de 1899, o jornal circulou quase que ininterruptamente – com raras exceções, até 27 de outubro de 2003.
A GRANA --- De acordo com os próprios ex-funcionários, eles conseguiram receber cerca de 90% do valor total. O dinheiro estava depositado em juízo, desde que o imóvel da rua Vigário Silva – onde o jornal funcionou 104 anos, foi arrematado, através de leilão, em agosto de 2011, pelo empresário uberlandense Carlos Sabbag, por R$ 1,7 milhão.
O SOFRIMENTO
Quando conversaram com Conta-Gotas, em maio, os trabalhadores lembraram que alguns companheiros tinham décadas de prestação de serviços ao jornal, e que, com o fechamento do veículo de comunicação em 2003, enfrentavam problemas financeiros sérios.
O IMÓVEL ---- Vale ressaltar que o prédio – que foi demolido, encontrava-se na lista dos bens imóveis inventariados de Uberaba, mas não chegou a ser tombado - o que não permitiria mudanças radicais na edificação, e poderia dificultar a venda.
O COMPRADOR ----- Em entrevista exclusiva concedida a Conta-Gotas e divulgada na edição de 11 de maio, o dono do imóvel fez mistério sobre a destinação do prédio. Disse apenas que tem projetos importantes e que a fachada serria preservada. Segundo ele, os projetos do novo prédio foram encomendados, e assim que estiverem prontos serão protocolados na Prefeitura de Uberaba.
Entretanto, as obras ainda não tiveram início.
 ---------------------
CISÃO BEM-VINDA ---- Sócios da Usina Caeté S/A, do Grupo Carlos Lyra, comemoram – não a união, mas a cisão definitiva do grupo. Foram criadas duas empresas distintas, com operações independentes societariamente, operacionalmente e financeiramente. A justificativa do grupo é de que a segregação das operações trará maior autonomia para a ampliação das unidades, que passam a ser administradas, de forma independente.
PODERES ---- Elizabeth Lyra ficou com a empresa do Nordeste, enquanto seu irmão, Robert Lyra, cuida do empreendimento no Sudeste. A nova marca Delta Sucroenergia – ex-Caeté, responde agora, pelas unidades localizadas no Triângulo Mineiro: Delta - na cidade de Delta; Volta Grande - em Conceição das Alagoas; e Conquista de Minas – em Conquista. Juntas, elas representam a maior produção canavieira de Minas Gerais.
 ------------------
IMAGEM ---- E no meio da briga entre Lerin e Piau para deter o direito de uso da imagem da presidente Dilma Rousseff (PT) em seus respectivos materiais de propaganda, alguns eleitores antenados descobrem que os dois candidatos têm mais em comum do que eles mesmos imaginam. É que a foto da presidente usada nas duas propagandas É A MESMA!!!!
DILMINHA --- Por sinal, o PT de Uberaba chegou a anunciar a intenção de ir à Justiça Eleitoral para barrar propaganda de Lerin, em que ele aparece ao lado da presidente. O PT de Dilma oficializou apoio a Paulo Piau, inclusive com a presença do ministro de Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior, Fernando Pimentel. “Quem tem apoio do governo federal e da presidente Dilma em Uberaba é o Paulo Piau” – disse o ex-candidato do PT, Adelmo Leão, no horário eleitoral.
 --------------------- 
Local de votação
CLIQUE AQUI:

Formulário da justificativa
CLIQUE AQUI: 

AUSENTES ---- Os eleitores das 50 cidades onde haverá 2º turno para prefeito, que não estiverem em seu domicílio eleitoral no dia da eleição – 28 de outubro, podem justificar a ausência em qualquer cidade brasileira em que se encontrem.
Por determinação do Tribunal Superior Eleitoral - TSE, a partir das eleições 2012, todos os municípios terão de ter ao menos uma mesa receptora de justificativa, o que antes não ocorria.
PROCEDIMTNOS --- Para justificar a ausência, o procedimento é simples. O eleitor deve preencher o Requerimento de Justificativa Eleitoral (RJE), que pode ser obtido gratuitamente nos cartórios eleitorais, nos postos de atendimento ao eleitor, nas páginas da internet do TSE e dos Tribunais Regionais Eleitorais (TREs) de cada Estado e, no dia do pleito, nos locais de votação ou de justificativa.
DOCUMENTOS --- Para preenchimento do formulário é indispensável que o eleitor tenha o número do título. Além do requerimento devidamente preenchido, o eleitor terá de apresentar um documento com foto, que pode ser carteira de identidade ou documento de valor legal equivalente (identidades funcionais); certificado de reservista; carteira de trabalho; e carteira nacional de habilitação. Depois, é só entregar o formulário preenchido em qualquer um dos locais destinados ao recebimento do RJE.
PUNIÇÕES ---- O eleitor que não votar e não apresentar justificativa em três eleições consecutivas, considerando cada turno uma eleição, tem o título cancelado e fica impedido, entre outras coisas, de tirar passaporte; inscrever-se em concurso ou prova para cargo ou função pública, investir-se ou empossar-se neles; renovar matrícula em estabelecimento de ensino oficial ou fiscalizado pelo governo.
PRAZOS --- O eleitor que deixar de votar por se encontrar ausente de seu domicílio eleitoral e não justificar a falta no dia da eleição poderá fazê-lo até 6 de dezembro de 2012, em relação ao 1º turno, e até o dia  27 do mesmo mês, em relação ao 2º turno, por meio de requerimento ao juiz eleitoral da cidade em que se encontre.
Para o eleitor que se encontrar no exterior na data do pleito, o prazo para regularizar a situação junto à Justiça Eleitoral é de 30 dias, contados do seu retorno ao país.
 ----------------------
LERIN X PIAU --- Um deles vai assumir a Prefeitura de Uberaba    (Foto: Rúbio Marra)
QUEM SÃO OS 2 POLÍTICOS QUE
QUEREM GOVERNAR UBERABA
PAULO PIAU NOGUEIRA 
Número: 15
Nome para a urna: Paulo Piau
Idade: 59 anos
Escolaridade: Curso superior completo
Estado civil: Casado
Naturalidade: Patos de Minas/MG
Ocupação: Deputado federal
Valor dos bens: R$ 517 mil 617,13
Limite de gastos de campanha: R$ 5,8 milhões
Candidato a vice-prefeito: Almir Pereira da Silva
Partido: PR
Nome para urna: Almir Silva
Idade: 40 anos
Escolaridade: Ensino médio completo
Estado civil: Casado
Naturalidade: Uberaba/MG
Ocupação: Vereador
Valor dos bens: Nenhum bem declarado

ANTÔNIO DOS REIS GONÇALVES LERIN
Partido: PSB
Número: 40
Nome para a urna: Lerin
Idade: 44 anos
Escolaridade: Ensino médio incompleto
Estado civil: Casado
Naturalidade: Uberaba/MG
Ocupação: Deputado estadual
Valor dos bens: R$ 260 mil
Limite de gastos de campanha: R$ 3,5 milhões
Candidato a vice-prefeito: Hélio Massa
Partido: PSB
Nome para urna: Hélio Massa
Idade: 64 anos
Escolaridade: Ensino superior completo
Estado civil: Casado
Naturalidade: Uberaba
Ocupação: Médico
Valor dos bens: R$ 401 mil 254,34

PROMESSA É DÍVIDA
Confira um resumo dos planos de
governo registrados na Justiça Eleitoral

REVISÃO NO ÁGUA VIVA E AUDITORIA NA PREFEITURA
*Valorização do servidor será ponto de honra
 O candidato do PSB, deputado estadual Antônio Lerin, promete fazer uma revisão no Projeto Água Viva – que está atualmente, na fase de obras de contenção de enchentes no centro da cidade, e ainda, promover auditorias nas contas e projetos da prefeitura para dar publicidade aos eleitores de como se encontra a administração municipal.
O programa aponta como meta prioritária, a promoção do desenvolvimento econômico e a geração de emprego com equidade social e sustentabilidade.
E  propõe seguir as diretrizes de uma gestão compartilhada, voltada para a inclusão social e o equilíbrio financeiro. Prevê um planejamento a longo prazo e o atendimento às necessidades mais prementes da população, com prioridade para saúde, educação e segurança.
E ainda, propõe pensar Uberaba através de uma visão ampla e articulada com as esferas estadual e federal, em busca de ações que melhorem os setores de habitação, trânsito e transporte, trabalho e renda, lazer,cultura, meio ambiente e agropecuária.
De acordo com o programa de governo anexado por Lerin ao pedido de registro de sua candidatura, os bairros rurais – a exemplo do perímetro urbano, serão planejados a curto, médio e longo prazos.
O candidato garante que a valorização do servidor municipal será ponto de honra do seu governo.

O FORTALECIMENTO DE UBERABA COMO CIDADE-POLO
*Destaque para o associativismo e o cooperativismo
 programa de governo apresentado à Justiça Eleitoral pelo deputado federal Paulo Piau – candidato a prefeito pelo PMDB, propõe a elaboração de amplo diagnóstico que viabilize a concretização de ações coerentes com a realidade do município, numa proposta de planejamento participativo que fundamente a aplicação dos recursos públicos de forma responsável e transparente com ênfase nas demandas coletivas.
O candidato promete a construção de espaços de diálogo permanente e democrático com todos os setores e instâncias de participação social e política. E ainda: a implantação de uma política de modernização da gestão pública; a implementação de uma política de relacionamento humanizado, transparente e respeitoso com o servidor público.
Se eleito, Paulo Piau garante investimentos contínuos e programados em políticas sociais de educação, saúde, assistência social, cultura, esporte, lazer, além de políticas públicas inclusivas de forma generalizada.
O candidato peemedebista dá espaço importante no seu programa de governo para setores que sempre defendeu enquanto parlamentar: o associativismo e o cooperativismo. Promete incentivar estes setores como mecanismos de geração e partilha de riquezas.
Paulo Piau também promete investir em tecnologia e em infraestrutura urbana e rural. E também: reforçar o papel de Uberaba como cidade-pólo.
Seu programa prevê ainda, a promoção de parcerias com os governos estadual e federal.
 --------------------

ALEGAÇÕES EM PLENÁRIO ---- Roberto Pagliuso absolveu Anderson Adauto e José Luiz no STF
Advogado vitorioso foi contratado através de amigo em comum
Visivelmente emocionado, o presidente do Centro Operacional de Desenvolvimento e Saneamento de Uberaba – Codau, e do diretório municipal do PSL, José Luiz Alves, disse à coluna Conta-Gotas que ligou para o advogado Roberto Pagliuso – seu defensor, e do prefeito Anderson Adauto, na Ação Penal 470/mensalão, para agradecer e parabenizá-lo pelos resultados do julgamento no Supremo Tribunal Federal – STF.
VITÓRIAS ---- Além das absolvições de Anderson – por unanimidade, no caso da corrupção ativa, e beneficiado pelo empate no caso da lavagem de dinheiro, o advogado conseguiu ainda, a absolvição, por unanimidade, de José Luiz na acusação de lavagem de dinheiro.
COMPANHEIRO --- José Luiz explicou que ele e Anderson chegaram a Pagliuso através de um advogado de Uberaba, amigo em comum. “Este advogado de Uberaba intercedeu em nosso favor, e Pagliuso concordou, inclusive, em cobrar honorários acessíveis, levando em conta, inclusive, que no caso de absolvições, ele teria o ganho nacional da vitória” – disse José Luiz.
 ---------------------
Anderson Adauto ---- livre, leve e solto
(Foto: Enerson Cleiton)
Prefeito de Uberaba se livra do mensalão em definitivo
Placar de 5X5 na acusação de lavagem de dinheiro beneficiou o prefeito de Uberaba e ex-ministro dos Transportes, Anderson Adauto (sem partido). Na sessão de 23 de outubro, terça-feira, o plenário do STF acatou sugestão do presidente, ministro Ayres Britto, e decidiu que os casos de empate beneficiariam os réus.
INCERTEZA ---- Se não se tem certeza da condenação, aplica-se a absolvição – conforme prevê a Constituição Federal. Em resumo, esta foi a tese adotada pelo Supremo para absolver o prefeito de Uberaba da acusação de lavagem de dinheiro, e outros seis réus da Ação Penal 470.
ALTERNATIVAS --- Para Ayres Britto, o empate mostrou que o Supremo não está "de posse da inteireza de sua unidade".  Outra hipótese analisada era de que o presidente do STF votaria duas vezes, dando o chamado voto de qualidade. O único ministro que chegou a defender o voto de qualidade foi Marco Aurélio Mello.
ACUSAÇÃO --- No caso da lavagem de dinheiro, o plenário se dividiu entre os que entenderam que ele sabia que os recursos recebidos do PT – através do publicitário Marcos Valério, eram ilícitos, e os que avaliaram que ele não tinha conhecimento.
NÚMERO PAR --- Denunciados por crimes diferentes, eles saíram dos respectivos julgamentos com empate, o que foi possibilitado pelo fato de o Supremo estar atuando com dez ministros, já que o 11º, que substitui um ministro aposentado, ainda não tomou posse.
UNANIMIDADE --- Anderson Adauto já havia sido absolvido, por unanimidade, da acusação do crime de corrupção ativa. Neste caso, os ministros entenderam que não havia provas de que ele intermediou a compra de parlamentares para votarem a favor de projetos do governo de Luiz Inácio Lula da Silva (PT) – de quem Anderson foi ministro.
DOSIMETRIA ---- Logo após a decisão sobre os empates, os ministros do Supremo Tribunal Federal entraram na fase de disometria das penas a serem aplicadas aos réus que foram condenados ao longo do julgamento. Eles definiram, por sete votos a três, que só participarão dos cálculos das penas dos réus no processo do Mensalão quem votou pelas condenações dos acusados.

Supremo condena 25 e absolve 12
Após cerca de três meses de julgamento do mensalão, o plenário do Supremo Tribunal Federal consumou 25 condenações e 12 absolvições.

RÉUS CONDENADOS
- Bispo Rodrigues (lavagem de dinheiro e corrupção passiva)
- Breno Fishberg (lavagem de dinheiro)
- Cristiano Paz (corrupção ativa, peculato, lavagem de dinheiro, formação de quadrilha)
- Delúbio Soares (corrupção ativa e formação de quadrilha)
- Emerson Palmieri (lavagem de dinheiro e corrupção passiva)
- Enivaldo Quadrado (formação de quadrilha e lavagem de dinheiro)
- Henrique Pizzolatto (corrupção passiva, peculato e lavagem de dinheiro)
- Jacinto Lamas (lavagem de dinheiro e corrupção passiva)
- João Cláudio Genu (formação de quadrilha, lavagem de dinheiro e corrupção passiva)
- João Paulo Cunha (corrupção passiva, peculato e lavagem de dinheiro)
- José Borba (corrupção passiva)
- José Dirceu (corrupção ativa e formação de quadrilha)
- José Genoino (corrupção ativa e formação de quadrilha)
- José Roberto Salgado (gestão fraudulenta, lavagem de dinheiro, evasão de divisas, formação de quadrilha)
- Kátia Rabello (gestão fraudulenta, lavagem de dinheiro, evasão de divisas, formação de quadrilha)
- Marcos Valério (Corrupção ativa, peculato, lavagem de dinheiro, evasão de divisas e formação de quadrilha)
- Pedro Corrêa (formação de quadrilha, lavagem de dinheiro e corrupção passiva)
- Pedro Henry (lavagem de dinheiro e corrupção passiva)
- Ramon Hollerbach (corrupção ativa, peculato, lavagem de dinheiro, evasão de divisas e formação de quadrilha)
- Roberto Jefferson (lavagem de dinheiro e corrupção passiva)
- Rogério Tolentino (lavagem de dinheiro, corrupção ativa, formação de quadrilha)
- Romeu Queiroz (lavagem de dinheiro e corrupção passiva)
- Simone Vasconcelos (lavagem de dinheiro, corrupção ativa, evasão de divisas, formação de quadrilha)
- Valdemar Costa Neto (lavagem de dinheiro e corrupção passiva)
- Vinícius Samarane (gestão fraudulenta e lavagem de dinheiro)

RÉUS PARCIALMENTE ABSOLVIDOS
(Absolvidos de um crime, mas condenados em outro)
- Breno Fischberg (formação de quadrilha)
- Cristiano Paz (evasão de divisas)
- Jacinto Lamas (formação de quadrilha)
- João Paulo Cunha (peculato)
- José Borba (lavagem de dinheiro)
- Pedro Henry (formação de quadrilha)
- Valdemar Costa Neto (formação de quadrilha)
- Vinícius Samarane (formação de quadrilha e evasão de divisas)

RÉUS TOTALMENTE ABSOLVIDOS
- Anderson Adauto (corrupção ativa e lavagem de dinheiro)
- Anita Leocádia (lavagem de dinheiro)
- Antônio Lamas (lavagem de dinheiro e formação de quadrilha)
- Ayanna Tenório (gestão fraudulenta, lavagem de dinheiro, evasão de divisas e formação de quadrilha)
- Duda Mendonça (lavagem de dinheiro e evasão de divisas)
- Geiza Dias (lavagem de dinheiro, evasão de divisas e formação de quadrilha)
- João Magno (lavagem de dinheiro)
- José Luiz Alves (lavagem de dinheiro)
- Luiz Gushiken (peculato)
- Paulo Rocha (lavagem de dinheiro)
- Professor Luizinho (lavagem de dinheiro)
- Zilmar Fernandes (lavagem de dinheiro e evasão de divisas)
------------------- 
  ELEIÇÕES MUNICIPAIS
Data
*2 º Turno: 28 de outubro de 2012 (acontece apenas nos municípios com mais de 200 mil eleitores, caso nenhum dos candidatos a prefeito obtenha a maioria dos votos válidos).

Horário da votação
*A votação é das 8h às 17h. 

Quem deve votar
 *O voto é obrigatório para os alfabetizados maiores de 18 e menores de 70 anos.
O voto é facultativo para os analfabetos, os maiores de 70 anos e para quem está com idade entre 16 e 17 anos.

Documentos exigidos para votar
*Para votar, leve um documento oficial de identificação com foto.
 São aceitos: carteira de identidade, certificado de reservista, carteira de trabalho, carteira nacional de habilitação com foto, identidades funcionais e o passaporte. Ter também o título eleitoral facilita localizar o seu local de votação.

Preferências na votação 
*Têm preferência para votar: os candidatos, os juízes, seus auxiliares e servidores da Justiça Eleitoral, os promotores eleitorais e os policiais militares em serviço e, ainda, os eleitores maiores de 60 anos, os enfermos, os portadores de necessidades especiais e mulheres grávidas ou que estejam amamentando.

Uso de propaganda
*É permitido usar broches, adesivos, flâmulas ou bandeiras (dentro da seção eleitoral elas devem estar enroladas) de partidos ou candidatos, desde que usados em manifestação silenciosa, retratando a preferência do eleitor. É proibido distribuir material de campanha durante o pleito, assim como é ilegal a aglomeração pública de pessoas com vestuário padronizado.

Eletrônicos na cabine eleitoral
*Qualquer equipamento eletrônico que possa comprometer o sigilo do voto é proibido. Nessa relação entram máquinas fotográficas, filmadoras, tablets, notebooks e smartphones, entre outros.

Distribuição de propaganda
*No dia das eleições é proibido distribuir panfletos ou brindes (camisetas, bonés, chaveiros, canetas) contendo propaganda eleitoral.

Boca de urna
 *É crime sujeito a prisão. 

Futuros salários
*Prefeito: R$ 19.704,37 
*Vice-prefeito: R$ 13.108,58
----------------------------
-----------------------

Nenhum comentário:

Postar um comentário