11 de novembro de 2012

CONTA-GOTAS...Notícias


SOBRE UMA DAS PRINCIPAIS PERSONALIDADES DA HISTÓRIA DE UBERABA
Já está disponibilizada – tanto em versão impressa quanto virtual, a obra que promete fazer a diferença na história cultural de Uberaba: “A Construção do Mito Mário Palmério”. 
De autoria do professor André Azevedo da Fonseca, o livro tem 307 páginas.
O AUTOR --- André Azevedo é doutor em História pela Universidade Estadual Paulista "Julio de Mesquita Filho" - a Unesp, campus de Franca. Hoje, é professor e pesquisador no Centro de Educação, Comunicação e Artes da Universidade Estadual de Londrina. 
E antes, era professor e coordenador do curso de Comunicação Social da Universidade de Uberaba – Uniube, onde criou o Memorial Mário Palmério. 
O livro “A Construção do Mito Mário Palmério” é resultado de sua pesquisa de doutorado. 
PRA LER---- A obra pode ser conferida no site da Editora Unesp - www.editoraunesp.com.br, que está anunciando sua novidade literária. Aliás, pelo site é possível fazer o download gratuito da versão digital. E mais: com permissão para fazer cópia. Para os que preferem a edição impressa, a obra custa apenas R$ 27 mais o frete. E pode ser encomendada através do link http://www.lojasingular.com.br/a-construc-o-do-mito-mario-palmerio_9788539302680.html

A PALAVRA DO AUTOR
André Azevedo
Antes de publicar Vila dos Confins e Chapadão do Bugre – obras seminais da literatura brasileira – Mário Palmério já era considerado um mito no interior de Minas Gerais. 
Contrariando as expectativas em uma região atormentada por diversas crises, o jovem e ambicioso professor assumiu riscos, tornou-se um empresário bem-sucedido e aprendeu a manipular os símbolos mais preciosos de sua sociedade. Palmério desenvolveu uma percepção aguçada sobre a dimensão teatral da vida social e empregou uma série de procedimentos dramatúrgicos para supervalorizar seu papel e conquistar a adoração dos conterrâneos. Na campanha eleitoral de 1950, ao atuar como um guerreiro sagrado capaz de conduzir seu povo à terra prometida, Palmério elegeu-se deputado federal e consagrou-se como um mito político."
 -------------------

GUERRA DE GUERRILHA 1

LERIN ENTRA NA JUSTIÇA 
CONTRA PIAU; 
JUIZ INDEFERE PEDIDO DE 
QUEBRA DE SIGILO BANCÁRIO 
E DÁ CINCO DIAS PARA A DEFESA

A SAGA DAS ELEIÇÕES 
MAJORITÁRIAS 2012 DE UBERABA

O 1º TURNO
Eles eram mais de 20.
Ficaram 6.
O eleitorado foi às urnas dia 7 de outubro e decidiu:
Paulo Piau (PMDB) – 50.049 votos
Antônio Lerin (PSB) – 32.961 votos
Adelmo Leão (PT) – 28.487 votos
Wagner Júnior (PTC) - 24.243 votos
Fahim Sawan (PSDB/se desfiliou) – 17.806 votos
Edson Santana (PPS) – 4.269 votos 
O 2º TURNO
Eles eram 2.
O eleitorado voltou às urnas dia 28 de outubro e decidiu:
Paulo Piau – 79.752 votos
Antônio Lerin – 75.541 votos
A 1ª REAÇÃO
(Dia 28 de outubro e na manhã de 29 de outubro)
Enquanto o vitorioso Paulo Piau – cansado de guerra, comemorava a vitória suada, o derrotado Antônio Lerin fazia um discurso conciliador, se colocando à disposição do prefeito eleito por uma Uberaba maior e melhor.
A 2ª REAÇÃO
(Na tarde de 29 de outubro)
O derrotado Antônio Lerin dá uma reviravolta. Chama a imprensa pra anunciar que iria ingressar na Justiça contra o prefeito eleito, acusando-o de abuso do poder econômico e compra de votos.
REVIRAVOLTA --- Os sorrisos entre Piau e Lerin, na época da campanha, indicavam bons ventos
futuros para Uberaba, fosse quem fosse o vitorioso. Agora, foram substituídos por uma
cisão inesperada  (Foto: Enerson Cleiton)
AÇÃO DE INVESTIGAÇÃO
(Dia 9 de novembro, sexta-feira)
O deputado estadual Antônio Lerin cumpre o que anunciara dia 29 de outubro, e ingressa na Justiça Eleitoral de Uberaba.
Em nome dele e do ex-candidato a vice-prefeito Hélio Massa, também do PSB, o escritório Ribeiro Silva Advogados Associados – com sede em Uberlândia, entrou com Ação de Investigação Judicial Eleitoral, acusando Piau e o vice-prefeito eleito, vereador/radialista Almir Silva (PR), de abuso de poder econômico e captação ilícita de votos.
SIGILO BANCÁRIO --- Os advogados Arnaldo Silva Júnior, Rodrigo Ribeiro Pereira e Juliana Degani Paes Leme pediram a quebra do sigilo bancário de Paulo Piau - na Caixa Econômica Federal (com liminar), além da condenação dele e de Almir Silva. Justificativa é de que foram encontrados vários cheques de R$ 50 nas mãos de eleitores, todos eles emitidos pelo prefeito eleito.
A LISTA --- Os advogados também anexaram uma lista com os nomes dos fiscais cadastrados pela coligação de Paulo Piau para fiscalizar as eleições de 28 de outubro, mas garantem que os eleitores que receberam os R$ 50 não estão na lista.

O PATROCÍNIO ---- O escritório de advocacia teria sido contratado pelo diretório nacional do PSB, presidido pelo governador de Pernambuco, Eduardo Campos, que esteve em Uberaba fazendo campanha para Lerin.
ELEIÇÕES 2014 --- Pré-candidato a presidente da República em 2014 e trabalhando duro pelo fortalecimento do PSB em todo o país, o governador assumiu a movimentação jurídica com vistas a uma última tentativa de conduzir o candidato do PSB à Prefeitura de Uberaba.

A 1ª DECISÃO JUDICIAL
(Dia 9 de novembro, sexta-feira)
Juiz eleitoral Fabiano Rubinger recebeu os autos no mesmo dia do protocolo e tratou logo de evitar maiores polêmicas em torno do assunto. Negou o pedido de liminar, e foi além: indeferiu a quebra do sigilo bancário. E concedeu prazo de cinco dias para que Paulo Piau e Almir Silva apresentem “ampla defesa” nos autos.
 --------------------
FÉRIAS DA CONTROVÉRSIA --- Está certo que os conselheiros tutelares precisam de autonomia para exercerem suas atividades pra lá de importantes, e que o trabalho realizado por eles é estafante... Mas, parece que quatro conselheiras - do Conselho Tutelar 2 de Uberaba, entenderam que são mais independentes do que a realidade. Simplesmente decidiram tirar férias por conta própria. Uma semana sem trabalhar.
ADVERTÊNCIA ---- Sem comunicado prévio, sem permissão prévia, sem substituição prévia e fora de época as conselheiras Fernanda Borges, Isabel Leite, Fernanda Salatiel e Karla Freitas partiram pro descanso. Entretanto, a ideia não agradou o Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente, que baixou advertência por escrito na folha das conselheiras.
DENÚNCIA ---- De acordo com o relatório sobre as apurações feitas pelo Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente, as férias das conselheiras tutelares só chegaram ao conhecimento das instâncias superiores através de denúncia telefônica à Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social.
 -------------------
PROGRAMÃO --- Em julho de 2012, o governo municipal inaugurava a sétima Academia
Para Todos, na praça Magalhães Pinto/Quartel  (Foto: Enerson Cleiton)
ACADEMIA PARA TODOS --- Sem dúvida um dos projetos sociais mais importantes dos últimos tempos, as academias de ginásticas ao ar livre invadem as praças de Uberaba. Mais três estão sendo inauguradas esta semana.  Iniciado em outubro do ano passado pela praça da Abadia, o projeto oferece oportunidade de ginástica orientada, sem qualquer custo para a população. Em pauta, saúde e convivência. Uma parceria entre governos estadual e municipal, que agora conta, inclusive, com a colaboração da Câmara de Vereadores, que está repassando recursos para a instalação de 20 academias.
ONDE ESTÃO --- Vale conferir algumas praças já com a Academia Para Todos (ou em fase de inauguração): Abadia; Jorge Frange; Pôr-do-Sol; Igreja Santa Luzia; Beija Flor 2; Parque dos Girassóis; Manoel Mendes; Magalhães Pinto/Quartel; Complexo Esportivo “Zé Galinha”... Detalhe: o prefeito Anderson Adauto (sem partido) não perde uma inauguração que seja, destas academias.
 -------------------
DUPLICIDADE ---- Fundador e presidente do PSD/Uberaba desde 2011, o deputado federal Marcos Montes, segundo anotações da Justiça Eleitoral, continua "integrando" o diretório municipal do Democratas - legenda comandada pela advogada Eclair Gonçalves. De duas, uma: ou é muita displicência ou os democratas ainda esperam a volta de quem não foi.

BÔNUS E ÔNUS ---- Pessoas próximas ao prefeito eleito Paulo Piau garantem que ele não tem a menor intenção de se envolver em assuntos que dizem respeito ao atual governo. Exemplo: a pendenga envolvendo o Hospital Regional. Diante de mais uma crise no Hospital de Clínicas da Universidade Federal do Triângulo Mineiro - UFTM, o prefeito Anderson Adauto (sem partido) anunciou a antecipação da utilização de espaços do HR. Pra quê?! Uberaba está vindo abaixo. "Até 31 de dezembro, Anderson que fique com todos os bônus e ônus do cargo" - diz um aliado de Piau.

 INIMIGA DA PERFEIÇÃO ---- Entendidos no assunto garantem que antecipar as obras
do Hospital Regional é investir no perigo  (Foto: Enerson Cleiton)
ANÚNCIO DE ANTECIPAÇÃO DAS 
OBRAS DO HOSPITAL REGIONAL 
ACENDE FOGUEIRA
ARREPIOS ---- Entre os que reagiram ao anúncio do prefeito Anderson Adauto, de que pretende agilizar o cronograma de inauguração do Hospital Regional de Uberaba, destaca-se o engenheiro civil João Eurípedes Sabino, que, diga-se de passagem, tem mais de 35 anos de perícia judicial, tanto em engenharia civil quanto em engenharia de segurança. O currículo do engenheiro inclui, ainda, 15 anos de perícia para o sistema habitacional da Caixa Econômica Federal.
REPÚDIOS ---- Crítico da localização do hospital bem em frente a um dos cemitérios da cidade, João Eurípedes agora chama a atenção das autoridades e da população – especialmente das lideranças comunitárias, para o que considera um risco de grandes proporções. “Só pelo tamanho da obra – 10.215,12 mil metros quadrados de construção, percebe-se que não houve tempo suficiente para uma edificação de qualidade”, afirma ele, se referindo ao Hospital Regional.
TEMPO MÍNIMO --- Ele lembra que o hospital começou a ser construído em abril de 2011, e avalia que, por baixo, a obra demoraria pelo menos três anos para estar à altura de ser entregue à comunidade. Para João Eurípedes, um ano e sete meses de obras representam um tempo curto demais para um hospital da dimensão do projetado para Uberaba. “Não se pode brincar com a vida humana; as pessoas que estão dizendo que o Hospital Regional estará em condições de uso em dezembro de 2012 têm que ser responsabilizadas pelo que possa vir a acontecer” – destaca.
COMPLEXIDADES --- A edificação de um hospital envolve critérios complexos, que vão desde a altura do terreno, até o revestimento das paredes, passando pelo sistema viário ao seu redor – ensina João Eurípedes, lembrando que o hospital fará atendimentos de urgência e emergência, o que vai exigir mudanças radicais no sistema viário próximo.
-----------------------

INESQUECÍVEL --- A passagem do senador Aécio Neves (PSDB) e do governador de Pernambuco e presidente nacional do PSB, Eduardo Campos, por Uberaba, para apoiar a candidatura de Antônio Lerin (PSB) a prefeito, continua rendendo poucas e boas. Sem contar, a foto exclusiva aí, acima, de Enerson Cleiton, do Jornal de Uberaba, que ocupou espaços em vários jornais Brasil afora

AVALIAÇÃO
Deu na Coluna Esplanada/Opinião&Notícia – assinada por Leandro Mazzini
Nem tudo é festa pós-eleições para o senador Aécio Neves (PSDB/MG) e o governador Eduardo Campos (PE), presidente nacional do PSB. Houve derrotas onerosas também, e eles provaram da rejeição na única cidade em que estiveram lado a lado. Campos e Aécio foram a Uberaba (MG) e fizeram campanha para Antônio Lerin (PSB), que liderava as pesquisas. Após a aparição da dupla de peso, a situação desandou para o socialista, que perdeu para Paulo Piau (PMDB), que virou o jogo nos últimos dias.

PREVISÃO ---- Coluna virtual Esplanada/Opinião&Notícia é a mesma que antecipou o fechamento de acordo entre o prefeito Anderson Adauto e o deputado estadual Adelmo Leão (PT) para o 1º turno das eleições de Uberaba. Dia 9 de maio, o jornalista Leandro Mazzini – apresentador de programa de debate na Rede Vida de Televisão, garantiu que o prefeito de Uberaba havia acertado apoio à candidatura de Adelmo. 
 ------------------------
AVISO PRÉVIO
 “Esta semana entregarei o pedido de minha desfiliação do partido pelo qual participei das eleições 2012 – o Partido Trabalhista Nacional (PTN). 
Ficarei sem partido até achar um que tenha um diretório. Não quero ser produto para negociações de vantagens alheias. Isso tem que acabar. Assim espero. Obrigado.”
_Declaração postada em seu mural no Facebook, por Claudeir Gilberto Oliveira, candidato a vereador em 2012, que se viu de um lado para o outro enquanto a comissão executiva provisória trocava de lado. Ele não foi eleito, mas obteve expressivos 1.506 votos

AS PROVISÓRIAS --- Uberaba tem atualmente 27 partidos com comandos em vigência. Destes, 19 – e portanto, mais de 70%, são dirigidos por comissões executivas provisórias, que, na sua grande maioria, ficam submetidas a interesses periódicos e de grupos. Cabe ao comando estadual de cada partido dar a palavra final e confirmar a executiva provisória municipal. As exceções existem, mas são poucas, e dependem da força política de quem gerencia a comissão provisória.
OS DIRETÓRIOS ---- Oito partidos de Uberaba possuem portanto, diretórios municipais eleitos em convenção. São eles: PMDB; DEM; PCdoB; PSDB; PSL; PSTU; PT; PTC. Só mesmo forças extremas são capazes de interferir nos diretórios eleitos – que, no geral, possuem autonomia e decidem na base do voto dos seus membros. Em Uberaba, uma das exceções recentes aconteceu no PMDB, onde forças políticas internas – pesos pesados, se digladiaram pela vaga de candidato a prefeito.
 -------------------
JUBILEU DE OURO
Academia de Letras do Triângulo Mineiro se torna cinquentona dia 15 de novembro de 2012. A data – que será comemorada pela atual diretoria, lembra o dia de 1962 em que um grupo de intelectuais e escritores de Uberaba se reuniu na sede da então Sociedade Rural do Triângulo Mineiro, hoje Associação Brasileira dos Criadores de Zebu – ABCZ, para formatar a nova entidade. Ao todo foram 27 sócios-fundadores, entre eles, José Mendonça, Edson Prata, Mário Palmério, Juvenal Arduini, César Vannucci.

----------------------- 

NOVOS TEMPOS
Virou assunto de debates: o Sistema Nacional de Empregos – Sine/Uberaba, anunciou uma vaga para engenheiro civil. Exigência: ter no mínimo seis meses de experiência registrada em CTPS – Carteira de Trabalho. Salário: R$ 5,287 mil, mais benefícios. Detalhe: assim como acontece com os pobres sem formação de nível escolar superior, os candidatos à vaga têm que comparecer ao Sine, na Rua Vigário Silva, n°. 309, no Centro, das 8h às 17h. Maiores informações pelo telefone 3332-7667.
---------------------

GUERRA DE GUERRILHA 2

PREFEITO MANDA ABRIR PROCESSOS ADMINISTRIVOS CONTRA SERVIDORES QUE TIVERAM MENOS DE 400 VOTOS; SINDICATO QUESTIONA SOBRE DERROTA 
DO CANDIDATO DE 
ANDERSON NO 1º TURNO


1º ROUND
(Prefeito anuncia processos administrativos)
Já vivenciando uma relação complicada com a categoria – que não conseguiu conquistar as principais reivindicações salariais de 2012, o prefeito Anderson Adauto anunciou que via abrir processos administrativos aos monstes contra os servidores públicos municipais a menos de três meses do final do seu governo.
NA MIRA ---- Objetivo, segundo notas distribuídas por ele, é cobrar explicações dos “servidores que se licenciaram para candidatar-se e receberam menos de 400 votos”, e ainda, contra os guardas municipais que comemoraram, com fogos de artifício, a exoneração do ex-diretor Marco Túlio Gianvecchio.
RELATÓRIO ---- O prefeito revela que teve acesso a relatório detalhado sobre as votações dos servidores candidatos. Segundo ele, levantamento realizado pelo Departamento Central de Desenvolvimento de Recursos Humanos, da Secretaria Municipal de Administração, informa que, dos 29 servidores que se afastaram sem prejuízo dos vencimentos, 22 tiveram entre 39 e 382 votos como candidatos a vereador.
ESTATUTO --- Segundo ele, o estatuto do servidor prevê que “em caso do candidato obter votação inferior a 400 votos, poderá ser aberto processo administrativo visando à apuração de desvio de finalidade”.
COMEMORAÇÃO --- Anderson Adauto também anunciou processos contra participantes de manifestação ocorrida na porta da Secretaria Municipal de Trânsito, Transportes Especiais, Proteção de Bens e Serviços Públicos, onde funciona a Guarda Municipal. Através de fogos de artifício, guardas municipais comemoraram a exoneração do ex-chefe, alvo de inúmeras denúncias e queixas por parte dos ex-subordinados. O novo diretor da corporação é o coronel PM Antônio de Sousa Filho, subsecretário da Settrans.
2º ROUND
(Sindicato divulga manifesto de repúdio) 
Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Uberaba – SSPMU, saiu em defesa da categoria. Em nota oficial, diz que o estatuto do servidor, em seu artigo 111, § 2º, prevê que PODERÁ ser aberto processo administrativo caso o servidor obtenha votação inferior a 400 votos. Entretanto, os sindicalistas consideram uma medida absurda e claramente inconstitucional, por tolher o direito do servidor ao exercício pleno da cidadania.
REVOGAÇÃO --- A diretoria do SSPMU diz que vai encaminhar ofício aos vereadores pedindo que a Câmara Municipal revogue a medida do estatuto do servidor. E lamenta que o prefeito tenha tido a ideia absurda de lançar mão de tal dispositivo, inconstitucional, para continuar, maquiavelicamente, fragilizando o servidor.
VENHA A NÓS ---- Em outro trecho da nota oficial, os sindicalistas questionam se a postura da atual administração municipal seria a mesma, caso houvesse alguma norma legal que determinasse que o atual prefeito fosse chamado a dar explicações sobre os motivos que levaram seu candidato a não obter votos suficientes para ir para o segundo turno das eleições majoritárias.
MANIFESTAÇÃO ---- Na mesma nota, o SSPMU lembra que jamais defendeu ou defenderá qualquer ato de ilegalidade, motivo pelo qual entende que o protesto dos guardas municipais foi exercido dentro dos limites do direito constitucional à livre manifestação. “A manifestação foi realizada de forma pacífica, não tendo havido qualquer ato que configurasse desrespeito físico ou moral à administração pública ou a qualquer servidor” – diz a nota dos sindicalistas. 

“A instauração dos processos administrativos, anunciada pelo atual governo municipal, em decorrência das situações acima narradas, se presta, unicamente, para ratificar a conduta perseguidora, arbitrária e cruel, imposta contra os servidores pelo atual prefeito Anderson Adauto durante quase oito anos, revelando que, até o apagar das luzes de seu mandato, ele não deixará de tentar perseguir, retaliar e flagelar o funcionalismo municipal, procedimento este que a atual Diretoria do  SSPMU jamais irá deixar de combater.”

APOIO JURÍDICO ---- A diretoria do SSPMU garantiu ainda, toda assistência jurídica necessária para a defesa dos direitos dos servidores que forem acionados em processos administrativos, tanto no caso dos guardas municipais quanto dos ex-candidatos.
--------------------
HOMENAGEM ---- Morto recentemente após uma vida dedicada à educação dos jovens, monsenhor Juvenal Arduini vai emprestar seu nome a uma via pública de Uberaba. Já é lei. Além do título católico de monsenhor, Juvenal Arduini era professor, filósofo, antropólogo, escritor e conferencista. E ainda: co-fundador e membro da Academia de Letras do Triângulo Mineiro (da qual se orgulhava, em especial), além de membro efetivo da Societá Internazionale Tommaso d'Aquino, de Roma; International Society for Metaphysics, de Washington; World Phenomenology Institute, USA; Associación Católica Interamericana de Filosofia; Sociedade Brasileira de Filósofos Católicos e da Associação Profissional dos Escritores do Estado de Minas Gerais.

TRÂNSITO LIVRE ---- Prefeito Anderson Adauto fez questão de liberar, pessoalmente, mais um trecho da avenida Leopoldino de Oliveira – que há meses passa por obras do Projeto Água Viva. Desta vez, foi entregue o trecho entre o “centro” e o Mercado Municipal, que tinha sido interditado para a construção da caixa de contenção que vai receber as águas pluviais no cruzamento com a avenida Guilherme Ferreira. O prefeito retirou os cones, acompanhado do presidente do Codau, José Luiz Alves; do secretário de Trânsito e Transporte, Ricardo Sarmento; do coordenador da Unidade de Gerenciamento de Projetos - UGP, José Maria Barra, e do presidente da Câmara, vereador Luiz Dutra (PDT).
 -----------------------
ARTICULAÇÕES SURPREENDENTES ---- Em vigência até 25 de novembro, o atual diretório municipal do PMDB, presidido pelo professor Eduardo Palmério, e que abriga a filiação do prefeito eleito, deputado federal Paulo Piau, provoca agitações a torto e a direito. É que tem gente defendendo chapa única para disputar o novo comando. Na verdade, tem gente defendendo que seja convocada uma convenção para se eleger o próximo comando.
HÁ CONTROVÉRSIAS ----- Acontece que nem todos os peemedebistas – históricos ou não; poderosos ou não, desejam a tal convenção. É bom lembrar que as eleições municipais de 2012 provocaram um inferno astral no PMDB, que se viu dividido entre uma maioria aliada de Anderson Adauto e uma minoria favorável a Paulo Piau. A corda – por incrível que pareça, arrebentou do lado da maioria, enquanto a minoria apoiava a intervenção no partido, que, por sua vez, aprovou a candidatura vitoriosa de Piau.
TODO PODER --- Neste domingo, 11 de novembro, um dos defensores da chapa única e pré-candidato a presidente, o advogado Alexandre Pires, conversou com o homem da última palavra, Paulo Piau, no Mercado Municipal. Pires, que integra a ala que era aliada de Anderson Adauto e contra a intervenção, teme que o PMDB – do qual já foi presidente, perca força se o diretório virar uma executiva provisória. Piau concordou com a preocupação, mas não deu qualquer indicação de que apoia a chapa única, e muito menos, que pretende dar espaços para os adversários da campanha.
OU UMA OU OUTRA ---- Caso o atual comando municipal não convoque convenção para eleger novo diretório, o PMDB de Uberaba pode entrar na lista dos provisórios. A direção mineira – que foi a responsável pela intervenção, terá a incumbência de nomear uma comissão executiva municipal provisória.
 -----------------
EXPECTATIVA E COMEMORAÇÃO --- Ao lado do pai, Edmur Carneiro - tradicional
comerciante de pastelaria no Mercado Municipal, Kaká acompanha os números da
Justiça Eleitoral pela Internet, logo após as eleições, dia 7 de outubro. O resultado
é uma festa só  (Fotos: Divulgação)
NEM AGORA NEM DEPOIS ---- Vereador eleito de primeira viagem, Edcarlo Carneiro - Kaká Se Liga, do PSL, não quer enganar ninguém. "Não sou e não serei oposição na Câmara" - revela ele, em entrevista exclusiva à colunista. Kaká garante que vai ser aliado do futuro prefeito Paulo Piau. E na semana que vem faz voo rasante na Praia do Espelho, em Porto Seguro/Bahia. Vai descansar da agitada campanha eleitoral na casa do prefeito Anderson Adauto, que emprestou a casa.
NOVO, SIM...BOBO, NÃO! ---- Aliás, o vereador de 30 anos diz que não vai ser massa de manobra dos mais velhos e ou mais experientes na política. De acordo com ele, desde que se candidatou pela primeira vez, em 2008, tem estudado sobre política, sobre a Câmara, enfim, tem se preparado para o cargo.
FUTURO PREFEITO ---- E Kaká Carneiro ainda mostra que faz planos para o futuro. Dá um prazo máximo de 20 anos para ser prefeito de Uberaba. Na sua opinião, só este fato já indica sua disposição em ser um vereador de alta qualidade. “Dependo das minhas ações no Legislativo para ter sucesso quando for disputar o Executivo” – afirma.
AGORA É TOP ---- E por falar em Kaká, ele vai trocar o Se Liga pelo Top... Em janeiro de 2013, além das funções de vereador, assume um novo programa na TV Universitária, nos mesmos moldes do anterior, com muita música, apresentação de festas etc.
---------------------
1º TURNO --- Adelmo Leão, Antônio Lerin, Edson Santana, Fahim Sawan, Paulo Piau, Wagner Júnior

CANDIDATOS A PREFEITO ENVIARAM AS CONTAS FINAIS PARA A JUSTIÇA ELEITORAL; PT COLOCOU FÉ NO SEU CANDIDATO EM UBERABA

FORÇA TOTAL ---- O PT investiu pesado na campanha do seu candidato a prefeito de Uberaba, o deputado estadual Adelmo Carneiro Leão, que saiu das urnas em terceiro lugar, com 28.487 votos.
No total, ele arrecadou R$ 503,171 mil ao longo de sua campanha no 1º turno, sendo que mais de R$ 380 mil vieram dos cofres do Partido dos Trabalhadores – das direções nacional e estadual.
Os números estão expostos no site do Tribunal Superior Eleitoral – TSE, e se referem à prestação de contas final dos candidatos que encerraram a participação no 1º turno.
De acordo com os valores apresentados por Adelmo, ele gastou R$ 552,632 mil, e portanto, cerca de R$ 49 mil a mais do que o arrecadado. Grande parte dos recursos foi aplicada em contratação de pessoal.

CONTAS EM CIMA ---- O jornalista Edson Santana (PPS) – lanterninha da eleição, com 4.269 votos, arrecadou R$ 11,980 mil, e gastou apenas R$ 1,680 mil. Sobraram portanto, R$ 10,3 mil dos recursos conseguidos através da colaboração de amigos, na base de R$ 100 cada um.
Desistente logo no início da campanha, o secretário de Governo, advogado Rodrigo Mateus, que disputou com o deputado federal Paulo Piau a vaga de candidato a prefeito pelo PMDB, também prestou contas à Justiça Eleitoral. Arrecadou e gastou R$ 3,5 mil.

EXTEMPORÂNEO --- Um tanto quanto atrasado, o ex-candidato a prefeito Fahim Sawan também entregou sua prestação de contas na Justiça Eleitoral. Informações entregues dia 9 indicam que ele arrecadou R$ 581,450 mil e gastou R$ 574,488 mil ao longo da campanha. O prazo normal terminou dia 6 de novembro.

SEM CONTAS ---- Wagner do Nascimento Júnior, do PTC, ainda não apresentou sua prestação de contas finais. 
O candidato que não apresentar as contas eleitorais não poderá obter a certidão de quitação eleitoral e, em consequência, ficará impedido de obter o registro de candidatura para a próxima eleição por não estar quite com a Justiça Eleitoral. 

PRAZO EXTRA --- Já os dois candidatos do 2º turno, o prefeito eleito Paulo Piau e seu adversário, deputado estadual Antônio Lerin, têm até dia 27 de novembro para entregar suas respectivas prestações de contas na Justiça Eleitoral.
 -----------------------
Luís Carlos dos Santos
FELIZ NATAL ---- Diretoria do Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Uberaba – SSPMU, quer saber do prefeito Anderson Adauto e do titular da Secretaria da Fazenda, Edvar Newton Pereira, quando serão liberados os recursos relativos ao pagamento do abono do final de ano para o funcionalismo da prefeitura.
O abono foi incluído através de emenda dos vereadores no Orçamento do Município de 2012 e aprovado pela Câmara, por unanimidade, no final do ano passado” – lembra o presidente do sindicato, Luís Carlos dos Santos.
ORÇAMENTOS --- Na época, o valor ficou definido em R$ 200. “O próprio prefeito deu sinal verde para a inclusão do abono no orçamento” – observa o sindicalista, recordando que em 2011, Anderson Adauto não concedeu o benefício reivindicado pelo SSPMU.
Os diretores do SSPMU também estão reivindicando – ao prefeito, ao secretário e aos vereadores, que seja providenciada uma emenda ao Orçamento do Município de 2013, prevendo o pagamento de um abono natalino de R$ 400.

-------------------

PREJUÍZOS ---- A foto de Mara Beatriz - Uraonline, mostra os danos causados à natureza
SACRIFÍCIO ECOLÓGICO ---- A derrubada de mais de 30 árvores Flamboyant em plena floração, e vários Eucaliptos, esta semana, em Uberaba, mobilizou as redes sociais – especialmente o Facebook, com protestos e manifestações de repúdio. Paralelamente, ambientalistas saíram a campo para lamentar o ocorrido. “É surpreendente que, nos tempos atuais, ainda convivamos com sacrifícios ecológicos deste porte” – reagiu o engenheiro e perito João Eurípedes Sabino.
A FAUNA --- O local – que era uma espécie de bosque, fincado bem em frente ao terminal rodoviário, abrigava uma grande variedade de pequenos animais, incluindo micos, tucanos, entre outros. João Eurípedes questiona sobre o destino desta fauna.
Estou perplexo, mesmo porque imagino que o Ministério Público e as entidades protetoras do meio ambiente deverão reagir com força total, o que poderá provocar, inclusive, ações cíveis e criminais contra quem promoveu a derrubada” – ressalta ele.
VELHOS TEMPOS ---- Localizado entre as ruas Donato Cicci, Antônio Campos Sobrinho e Edmundo Borges de Araújo, no bairro São Benedito, o local abrigou a ex-fábrica Botinas Zebu, e estaria no centro de negociações entre o governo Anderson Adauto e empresários interessados na  implantação de um call center na cidade.
A antiga fábrica das Botinas Zebu – famosa na década de 1980, foi comandada pelo empresário Luiz Antônio da Costa, conhecido por Luiz Botina, que tinha um empregado contratado especificamente para cuidar das árvores.
 -------------------
VEREADORES ELEITOS E 
REELEITOS GASTARAM MAIS 
DE R$ 600 MIL NO 1º TURNO
Prestação de contas final apresentada ao Tribunal Superior Eleitoral – TSE, pelos candidatos de Uberaba que encerraram no 1º turno a participação nas eleições municipais de 2012, mostra que os 14 vereadores da legislatura 2013/2016 gastaram, juntos, cerca de R$ 640 mil. Alguns detalhes chamam a atenção, entre eles, o fato de que os candidatos à reeleição que menos gastaram foram derrotados nas urnas. E ainda: que o campeão de votos também é campeão de arrecadação, de gastos e até de economia. Vale lembrar que, eleitos e não eleitos, tiveram até dia 6 de novembro para enviar as receitas e despesas – que já estão disponibilizadas na Internet. Apenas os dois candidatos a prefeito que se enfrentaram no 2º turno têm prazo maior para prestar contas: até 27 de novembro.

Luiz Dutra
OS REELEITOS ---- Os sete vereadores de Uberaba reeleitos para a legislatura 2013/2016 gastaram juntos, ao longo de toda a campanha, cerca de R$ 418,673 mil.
*O vereador reeleito campeão de gastos é o atual presidente da Câmara, Luiz Dutra (PDT). De acordo com suas próprias informações à Justiça Eleitoral, ele arrecadou R$ 111,238 mil e aplicou R$ 109,700 mil na campanha.
*O segundo maior gasto é do peemedebista Cléber Humberto Ramos, que arrecadou R$ 91,388 mil e investiu R$ 88,800 mil ao longo de sua campanha vitoriosa pela reeleição.
*Terceiro colocado entre todos os eleitos para 2013/2016, Tony Carlos – também do PMDB, juntou R$ 84,867 mil e gastou R$ 73,058 mil.
*O também reeleito Marcelo Borges (DEM) arrecadou R$ 88,869 mil, e fez o quarto maior gasto ao longo da campanha: R$ 46,067 mil.
*Samuel Pereira (PR), que, entre dinheiro do bolso, de pessoas físicas e colaboração da campanha majoritária, somou uma arrecadação de R$ 85,424 mil, e investiu ao todo, na campanha, R$ 37,106 mil.
*O tucano João Gilberto Ripposati apresentou o sexto maior gasto entre os reeleitos. Arrecadou R$ 33,680 mil e gastou R$ 32,044 mil.
*Afrânio Lara Resende (PP), foi o lanterninha entre os gastos. Ele aplicou R$ 31,898 mil na campanha, dos R$ 51,428 mil arrecadados.

Samir Cecílio
OS ELEITOS ---- Com raras exceções, os vereadores eleitos para 2013/2016 e que não ocupam cadeiras na legislatura atual também chamam a atenção pelos gastos significativos em se tratando de disputa proporcional. Juntos, os sete eleitos gastaram R$ 219,652 mil.
*Ex-presidente da Associação Comercial, Industrial e de Serviços de Uberaba – Aciu, e da Companhia Habitacional do Vale do Rio Grande – Cohagra, e filho do ex-deputado Samir Cecílio, o engenheiro Samir Cecílio leva o campeonato geral no número de votos e de gastos. Eleito com 7.883 votos, ele arrecadou R$ 171,046 mil, e gastou R$ 150,082 mil. Economizou, portanto, mais de R$ 20 mil dos recursos arrecadados.
*O também herdeiro de políticos tradicionais – neto do ex-prefeito Silvério Cartafina e da ex-vereadora Terezinha Cartafina, conseguiu juntar R$ 31,913 mil. Deste total, Franco Cartafina (PRB) gastou R$ 30,500 mil.
*A exemplo de Samir e Franco, o comunicador Edcarlo (Kaká) Carneiro, do PSL, estreia na Câmara de Uberaba. Ele arrecadou R$ 33,089 mil e gastou R$ 16,480 mil na campanha vitoriosa. Também conseguiu uma boa economia entre receitas e despesas.
*O farmacêutico Elmar Goulart (PSL) – ex-vereador e ex-presidente da Câmara, investiu R$ 7,578 mil para retornar. É outro que sabe economizar, já que suas receitas somaram R$ 12,062 mil.
*Ismar Vicente dos Santos (PSB) arrecadou R$ 26,779 mil, e informou um gasto de R$ 7,572 mil.
*O novato Edmilson Ferreira de Paula (PRTB) diz que juntou R$ 8,053 mil e gastou R$ 5,150 mil.
*E o ex-vereador  Paulo César Soares (PSL) arrecadou R$ 4,099 mil, e gastou R$ 2,320 mil para voltar a ocupar uma cadeira no Poder Legislativo de Uberaba.

O MAIS ECONÔMICO ---- O petista José Severino ficou fora da legislatura 2013/2016
OS SEM-CADEIRAS ---- Os seis vereadores atuais que não conseguiram garantir um novo mandato gastaram juntos, algo em torno de R$ 43,834 mil, valor abaixo do que foi investido em várias campanhas isoladas de eleitos e reeleitos.
*Dos não reeleitos quem mais gastou foi o democrata Itamar Ribeiro. Ele investiu ao longo de toda sua campanha R$ 13,870 mil.
*Em segundo lugar está o presidente do PTB, Carlos Alberto Godoy, que aplicou 10,520 mil na sua tentativa de reeleição.
*Jorge Ferreira (PMN), gastou R$ 9,124 mil, seguido por Francisco de Assis (PR), que investiu R$ 3,970 mil na campanha.
*O comunista Lourival dos Santos – que também ficou fora da legislatura 2013/2016, gastou R$ 3,450 mil.
*E o lanterninha na lista financeira dos que tentaram a reeleição foi o petista José Severino, que aplicou R$ 2,900 mil na campanha.
------------------
NATAL --- E no Shopping Uberaba a movimentação está a todo vapor em torno dos preparativos do Natal 2012. “Estamos preparando um dos melhores natais da história dos 14 anos do Shopping” – confirma a Assessoria de Imprensa do centro comercial. Maravilha!

ASSISTÊNCIA SOCIAL --- Conselho Regional de Serviço Social/Seccional Uberlândia e a Associação dos Assistentes Sociais de Uberaba convidam para o Seminário de Serviço Social e Saúde – com o tema “Cidadania e Dignidade na Política sobre Drogas.” Evento acontece dia 14, quarta-feira, das 8h às 13h, no Anfiteatro do Centro Administrativo/Prefeitura de Uberaba.
----------------
ALMOÇO ESPECIAL ---- Paulo Piau e Luiz Neto almoçaram na Cemig com Djalma Morais e
outros representantes da companhia   (Foto: Divulgação)
ENERGIA ---- Gasoduto, reativação da fazenda energética e melhorias no sistema de energia elétrica de Uberaba foram alguns dos temas que levaram o prefeito eleito Paulo Piau à sede da Companhia Energética de Minas Gerais - Cemig, em Belo Horizonte. Acompanhado do engenheiro, empresário, ex-prefeito e membro efetivo do Conselho Fiscal da Cemig, Luiz Guaritá Neto, o futuro prefeito se reuniu com o presidente da companhia, Djalma Bastos de Morais, quando eles reafirmaram compromissos já programados para Uberaba e concordaram com a implementação de novos projetos, entre eles, a reativação da fazenda energética, que chegou a ser referência em Minas Gerais e no Brasil, quando funcionou na Univerdecidade.
FAZENDA ENERGÉTICA --- A proposta de Paulo Piau – que é pesquisador da Empresa de Pesquisa Agropecuária de Minas Gerais/Epamig, ganhou o apoio do dirigente da Cemig. O prefeito eleito sugeriu a retomada dos estudos e pesquisas sobre fontes alternativas, além da busca de soluções simples e aprimoradas para o uso da energia elétrica.
Através da antiga fazenda energética, os estudos eram desenvolvidos pela Cemig em parceria com produtores rurais, e com entidades, como a Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do Estado de Minas Gerais – Emater; Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária – Embrapa; Epamig, entre outras.
GASODUTO --- O prefeito eleito e o presidente da Cemig também falaram a mesma linguagem quando o assunto foi a construção do gasoduto ligando São Paulo/Triângulo Mineiro, com ramal passando por Uberaba. Os dois concordaram que é preciso fazer marcação cerrada em torno do empreendimento, cujo protocolo de intenções já foi até assinado entre o governo de Minas Gerais, a Cemig e a Petrobras, mas que precisa ser agilizado.
O PRINCIPAL --- O prefeito eleito não esqueceu, é claro, de reivindicar ações que melhorem o abastecimento de energia em Uberaba, em regime de urgência. Ele lembrou que, ao longo da campanha, foi muito cobrado, pela população, que tem sofrido com cortes de energia constantes. Djalma Morais garantiu que a Cemig está trabalhando em projetos importantes para Uberaba.
-------------------
Curiosidade Histórica 1
(O 1º salário)
Henrique Krüger 
Em 1948, os vereadores de Uberaba aprovaram projeto de lei concedendo a eles próprios - pela primeira vez, um subsídio mensal. Até então, os vereadores não recebiam salários. O valor estipulado na época foi de Cr$ 2.000.
A decisão da Câmara caiu feito bomba no tradicional jornal Lavoura&Comércio - agora extinto, que declarou guerra contra a ideia "de se remunerar aqueles que já tinham o privilégio de serem representantes populares." A partir daí, a briga entre os dois lados - Câmara e jornal, foi um acontecimento à parte, com acusações e ofensas graves de ambas as partes. Durante toda a legislatura, o clima foi tenso entre as partes. O médico, farmacêutico, vereador Henrique Krüger presidia a Câmara.
Obs.: Vale lembrar que o Cruzeiro (Cr$) foi a moeda do Brasil de 1942 a 1967, de 1970 a 1986 e de 1990 a 1993. Sua adoção se deu pela primeira vez em 1942, durante o Estado Novo, na primeira mudança de padrão monetário no país, com o propósito de uniformizar o dinheiro em circulação. Um cruzeiro equivalia a mil réis.
*Baseado no texto do estagiário do curso de História da Universidade Federal do Triângulo Mineiro - UFTM, Vitor Lacerda, publicado no Projeto virtual Memória Viva, da Câmara de Uberaba
*Fonte: Livro de Ata da Câmara Municipal de Uberaba n. 11, p. 69-75
*Foto: Acervo da Câmara de Uberaba

Curiosidade Histórica 2
(POVO FARRISTA x POVO PACATO)
A foto, de autoria desconhecida, é uma vista parcial da antiga rua do Comércio, tirada em 1885.
Foi restaurada por Paulo Lemos e pertence ao acervo do Arquivo Público de Uberaba
Uma das vias mais importantes da cidade - que sai direto da praça Rui Barbosa, a rua Artur Machado já foi inteiramente calçada com paralelepípedos, e desde os primórdios de Uberaba foi conhecida pelo nome de rua do Comércio.
Durante algum tempo, entretanto, recebeu duas denominações: rua do Fogo, na parte em que se considerava seus moradores "um povo farrista", e rua Grande, onde os moradores eram considerados "pacatos".
Em seguida, voltou a se chamar rua do Comércio. Isso, até 1889, quando foi denominada rua Barão de Ataliba.
Em 1894, foi denominada novamente rua do Comércio, e só em 1916 ganhou a denominação definitiva: rua Artur Machado. Uma homenagem ao coronel uberabense Artur Batista Machado, conhecido comerciante de secos e molhados, com armazém na esquina da praça Rui Barbosa com a rua que depois ganhou seu nome. Foi pecuarista - importador de gado da Índia; líder político, vereador de 1905 a 1907 e pertencia ao Partido Republicano Mineiro 'Araras'. Foi um dos fundadores da Casa da Misericórdia (Santa Casa), hoje incorporada à UFTM.
Artur Machado morreu no Rio de Janeiro, quando se dirigia para a Europa para tratamento de saúde. Referências bibliográficas: Hildebrando Pontes, em História de Uberaba e a Civilização no Brasil Central, e Dorival Cicci, no extinto jornal Lavoura e Comércio
----------------------




Nenhum comentário:

Postar um comentário