24 de dezembro de 2012

CONTA-GOTAS...Notícias


A fachada do extinto jornal - que foi preservada quando o imóvel foi demolido,  pode desabar
(Foto: Enerson Cleiton)
EXCLUSIVO 1
FACHADA PRESERVADA DO JORNAL LAVOURA & COMÉRCIO CORRE RISCO DE DESABAMENTO
Atenção Defesa Civil, Corpo de Bombeiros e pedestres que costumam caminhar por ali, bem próximos às paredes!!! Engenheiro, perito e cidadão antenado faz um alerta: a estrutura que sobrou do antigo jornal Lavoura & Comércio, na rua Vigário Silva, pode desabar a qualquer momento! João Eurípedes Sabino explica que a fachada – que foi preservada a pedido dos uberabenses, não vai suportar a falta de um encosto mais firme.
POR UM FIO --- A fachada, segundo João Eurípedes, não tem mais nenhuma amarração, ou seja, perdeu os travamentos internos com a demolição do prédio. Portanto, aquele imenso paredão está solto e sujeito a empuxos dos dois lados (de dentro e de fora). Como resultado - com as chuvas torrenciais e ventos intensos que estão ocorrendo em Uberaba, o desabamento pode acontecer. E detalhe: a fachada tem cerca de 100 anos.
RECAPITULANDO --- Fundado dia 6 de julho de 1899, o jornal Lavoura & Comércio circulou quase que ininterruptamente – com raras exceções, até 27 de outubro de 2003. Desde a fundação, até o fechamento - 104 anos depois, o jornal só não circulou dois dias, na década de 1980, durante uma greve dos gráficos

7 MESES DEPOIS --- Em conversa exclusiva com a colunista, dia 11 de maio deste ano, por telefone, o empresário uberlandense, Carlos Sabbag, disse que já tinha encomendado os projetos do novo prédio e que logo seriam protocolados na Prefeitura de Uberaba. E mais: afirmou que já tinha destino certo para a nova edificação. Carlos Sabbag arrematou o imóvel por R$ 1,7 milhão – maior parte usado para pagar os ex-funcionários do extinto jornal.
--------------------

Atrações carnavalescas de 2012 no Mercado Municipal atraíram mais público do que o CentroPark
(Foto: Luiz Alberto Molinar)
EXCLUSIVO 2
PREFEITO ELEITO GARANTE CARNAVAL DE RUA, MAS AINDA NÃO DECIDIU O LOCAL
Festa de Momo acontece de 9 a 12 de fevereiro
Carnaval de rua de Uberaba está garantido. A declaração foi feita ontem, por telefone, à coluna Conta-Gotas, pelo prefeito eleito Paulo Piau (PMDB) – que passa o Natal com a família, em Viçosa, MG. Ele admite, porém, que tem dúvidas quanto à viabilidade do local onde a festa de Momo tem acontecido: no CentroPark, na Univerdecidade.
RECLAMAÇÕES ---É longe para a maioria das pessoas e tem provocado muitas reclamações” – destacou ele. Entretanto, Piau disse que só vai decidir a questão nos próximos dias, após ouvir representantes da comunidade e carnavalescos, além de autoridades que organizam e fiscalizam o evento.
PROVIDÊNCIAS --- Por outro lado, mesmo sem ainda definir o local, ele pediu ao presidente da Fundação Cultural de Uberaba, Fábio Macciotti, para que desse o pontapé inicial nos preparativos. Desta forma, a Fundação já publicou editais visando à contratação de empresas especializadas.
OS PREGÕES --- Um dos pregões presenciais visa à contratação de serviços de locação, montagem e desmontagem da estrutura (arquibancada, camarotes, cabines, torres de iluminação, módulos e palco profissional). O valor de referência para este pregão presencial é de R$ 299,420 mil, e o credenciamento e abertura das propostas vão acontecer dia 9 de janeiro, às 8h30. 
Outro edital visa à contratação de montagem e desmontagem de equipamentos de sonorização e iluminação. Neste caso, o valor de referência é R$ 86,9 mil, e o credenciamento e abertura das propostas vão acontecer dia 10 de janeiro, às 8h30.
Os dois pregões acontecerão na sede da Fundação Cultural (rua Tristão de Castro, nº 64, Centro).
Os serviços serão prestados durante os quatro dias de festa – de 9 a 12 de fevereiro, podendo ser estendido, caso haja interesse do governo municipal.

SEM FRONTEIRAS --- Por uma série de razões – entre elas, o esgotamento do modelo, o carnaval 2012 foi um fracasso no CentroPark, onde o rei momo, rainha e princesas pagaram o maior mico dançando pra lua. Com isso, o público que curte a festa partiu pra defesa de um modelo novo. O mais defendido foi o usado nas cidades da região e em cidades históricas, onde o carnaval de rua se tornou fonte de turismo e de movimentação econômica.
SUCESSO --- Enquanto o CentroPark vivia um esvaziamento sem precedentes, outros eventos carnavalescos paralelos realizados pela Fundação Cultural faziam o maior sucesso. Exemplo disso foi o domingo no Mercado Municipal,  com o grupo musical Chorocultura – dando um show de marchinhas. Arrasou!!!!
No sábado já tinha passado por lá o bloco Maria Boneca - com 250 figurantes, que também desfilou pelas ruas centrais da cidade. A festa aconteceu ao som de percussão do Grupo Axé Uai, coordenado pelo professor Majaca e integrado por 30 alunos da Escola Municipal Professor Anízio Teixeira.
  -----------------
O condomínio ZPE/Uberaba fica localizado junto à BR-050, numa área de dois milhões de metros quadrados, abrigando o entrocamento rodoferroviário que serve hoje ao Distrito Industrial II, próximo ao Parque Tecnológico. Uberaba foi a 1ª cidade e apresentar projeto após decreto expedido pelo governo federal.  
(Foto/arte: Prefeitura Uberaba)
EXCLUSIVO 3
Zona de Exportação não atrai interessados
A dez dias do final do governo atual, deve ficar para o futuro prefeito Paulo Piau a busca de interessados em participar da implantação da Zona de Processamento de Exportação de Uberaba – ZPE. A concorrência pública nº 28/2012, aberta pela atual administração, acaba de ser considerada “deserta” por não ter atraído nenhuma empresa ou consórcio que se dispusesse a construir e administrar o empreendimento.
SONDAGENS --- Informações de pessoas ligadas ao governo municipal são de que alguns empresários chegaram a manifestar interesse, em conversas extraoficiais com representantes da Prefeitura de Uberaba. Entretanto, ignoraram a concorrência para cessão de ações da companhia administradora.
FICOU NO SONHO ---Expectativa do governo era de que o distrito especial teria 90%, no mínimo, de ações privadas, ficando uma participação pequena para os cofres municipais” – afirmam as fontes. O prefeito Anderson Adauto (sem partido) ainda pode abrir nova concorrência pública, mas não haveria tempo hábil para que seu governo concluísse o processo.
APROVAÇÃO --- ZPE de Uberaba foi aprovada em março de 2012 pelo Conselho Nacional das Zonas de Processamento de Exportação – CZPE, e poucos meses depois, foi confirmada em decreto da presidente Dilma Rousseff (PT). Além de carnes e da produção de óleo de soja, expectativa do governo federal é de atrair, ainda, no caso da ZPE de Uberaba, investimentos das áreas sucroalcooleira, couro, produtos lácteos, moveleira, químicos e cosméticos.
CONCORRÊNCIA --- Os investimentos na infraestrutura – no caso da ZPE de Uberaba, ficarão sob a responsabilidade da empresa vencedora de concorrência. A primeira fase do projeto foi orçada em R$ 10 milhões, mas a empresa ou consórcio não precisa adiantar o valor. Os últimos indicativos oficiais são de 2010 e dizem que as principais exportações de Uberaba, naquele ano, foram para o Iraque, Egito, Argentina, México e China.
O QUE SÃO ELAS --- As Zonas de Processamento de Exportação são distritos industriais incentivados, onde as empresas operam com suspensão de impostos – federais, estaduais e municipais, liberdade cambial (podem manter no exterior, permanentemente, as divisas obtidas nas exportações) e procedimentos administrativos simplificados - com a condição de destinarem pelo menos 80% de sua produção ao mercado externo.
 -----------------
---------------------
EXONERAÇÕES --- Câmara Municipal de Uberaba iniciou o processo de exonerações dos assessores parlamentares que trabalham nos gabinetes dos vereadores. Já foram publicados 96 decretos, que entram em vigor dia 31 de dezembro, e portanto, dentro do prazo de praxe previsto nos casos de transição.
VAGAS ---- A legislatura que assume dia 1º de janeiro de 2013 vai receber as assessorias vagas para que os reeleitos e novatos possam preenchê-los de acordo com seus interesses. Dos 14 vereadores atuais, sete foram reeleitos, e a maioria dos exonerados de seus gabinetes deve retornar na próxima legislatura.
ASSESSORIAS --- Ao todo, a Câmara pode ter até 182 assessores parlamentares, que custariam algo em torno de R$ 300,4 mil/mês. Entretanto, cabe a cada vereador decidir o número de assessores para seu gabinete, desde que não excedam a 13 pessoas.  O vereador tem uma verba de gabinete no valor de R$ 21,461 mil/mês para aplicar na contratação de assessores parlamentares. Duas vagas em cada gabinete são reservadas para Assessoria Jurídica e Chefia de Gabinete.
 ---------------
NOMES AOS BOIS --- Já se preparando para investir no Residencial Damha III – com lotes residenciais de, no mínimo 360 metros quadrados, o grupo construtor do condomínio fechado Damha II já está com as denominações das vias públicas deste empreendimento totalmente definidas. Decreto assinado pelo prefeito Anderson Adauto (sem partido) dá nomes aos bois, ou seja, dá nomes às ruas: Brahman; Cangaian; Gir; Indubrasil; Sindi; Tabapuã; Canchim; Brangus; Braford; Caracu; Santa Gertrudis; Limousin; Simental; Jersey; Guzerá; Nelore; Holandês.

PELOS ARES --- E no apagar das luzes do atual governo, a direção da Companhia de Desenvolvimento de Informática de Uberaba – Codiub, ainda tentou contratar o fornecimento de passagens aéreas nacionais. A licitação, entretanto, fracassou. É que nenhuma empresa apresentou proposta. Presidida por Carlos Roberto Resende, a Codiub já convocou, inclusive, assembleia para eleger o comando no futuro governo. Prefeitura tem cerca de 95% das ações.

Dia 31/12, às 22h30, até 1º/01, às 4h30 --- Banda Mix/buffet completo/open bar
--------------------
ANEL VIÁRIO --- Prefeito Anderson Adauto e a Secretaria Municipal de Planejamento convocam audiência pública para dia 27 de dezembro, quinta-feira, às 14h, no Centro Administrativo/Prefeitura de Uberaba. Objetivo: dar conhecimento do projeto executivo do anel viário de Uberaba.

MALDADINHA ---- E já surgiram piadinhas com o anúncio, pela Prefeitura de Uberaba, de que bocas de lobo de aproximadamente 150 ruas foram desentupidas pelas equipes da Superintendência de Serviços Urbanos em diversos bairros.
Os engraçadinhos de plantão andam dizendo que, finalmente o governo municipal de Uberaba está fazendo alguma coisa pra acabar verdadeiramente com as enchentes. Moral da história: o projeto Água Viva conquista cada vez mais “inimigos”, que acham que o dinheiro do povo está caindo pelo ralo.

PÚBLICO-PRIVADO
Pedidos de trabalho ao futuro prefeito Paulo Piau não se restringem às articulações com os partidos políticos aliados de campanha. Tem gente reivindicando emprego, literalmente falando, através do mural dele no Facebook. Ou é simplicidade demais ou as pessoas esquecem que as redes sociais são lidas e relidas por todos...ou é muito desespero.

Dia 31/12, às 22h, até 1º/01, às 6h ---- Banda Double Voice/DJ Flávio Valle/VJ Coimbra/buffet completo
-----------------------
DIGITAL --- Com a conquista da TV Digital, Uberaba é a primeira cidade de Minas Gerais a integrar a Rede Legislativa de TV Digital, de âmbito nacional, em parceria com a Câmara dos Deputados e Assembleia Legislativa de Minas. Trata-se do Canal Câmara (canal 61), que teve sua primeira transmissão, ao vivo, em caráter experimental, dia 21 de dezembro.
PRESENÇAS --- Os diretores de Comunicação da TV Câmara Federal, Frederico Schimidt, e da TV Assembleia, Rodrigo Lucena, bem como a secretária de Comunicação da Câmara dos Deputados, Sueli Navarro, prestigiaram a inauguração do novo modelo, pleiteado e articulado pelo diretor de Comunicação da Câmara de Uberaba, Denis Silva, e presidente da Câmara Municipal, vereador Luiz Dutra (PDT).

HISTÓRIA --- Além da inauguração da TV Digital/Canal Câmara, Dutra promoveu o descerramento do busto do Capitão Domingos da Silva , que foi o primeiro presidente da Câmara de Uberaba, instalada no dia 7 de janeiro de 1837, no período da Monarquia. Ele foi o vereador mais votado nas primeiras eleições da Vila e pertencia ao Partido Liberal, sendo eleito  para o cargo de agente executivo.
MEMÓRIA --- E foi lançado, ainda, o projeto Memória Viva, que resgata, preserva e disponibiliza através do site da Câmara Municipal (www.camarauberaba.mg.gov.br) dados históricos da cidade.
A diretora do Departamento de Documentação e Pesquisa, Sumayra Oliveira, destacou a importância do projeto que garante acesso, à toda a população, de documentos históricos.
Através do projeto Memória Vida, disponibilizamos 113 anos de atas digitalizadas, mais de 2500 fotos, leis históricas e muito mais informações. A Câmara está dando exemplo na preservação da história de nossa cidade” – acrescentou Luiz Dutra.
-----------------

----------------

Nenhum comentário:

Postar um comentário