23 de maio de 2013

CONTA-GOTAS...Notícias

TRANSMISSÃO DE PENSAMENTO...
Ex-colegas de Câmara dos Deputados, e agora prefeitos de Uberaba, Paulo Piau (PMDB), e de
Uberlândia, Gilmar Machado (PT), decidiram passar por cima da tradicional e secular rivalidade
entre as duas cidades, e ainda, da histórica luta pela emancipação do Triângulo, e estão
articulando a criação da Região Metropolitana do Triângulo Mineiro e Alto Paranaíba. A ideia ganha
apoiadores, mas também provoca muita polêmica
(O flagrante é do repórter-fotográfico Enerson Cleiton)
IMBRÓGLIO
Separatista, líder do prefeito de Uberaba cai matando na proposta da Região Metropolitana do Triângulo
Era só questão de tempo para que a proposta de criação da Região Metropolitana do Triângulo Mineiro/Alto Paranaíba se transformasse num enredo polêmico
Em sessão plenária na Câmara de Uberaba, dia 22 de maio, quarta-feira, o líder do prefeito e colega de partido, vereador Tony Carlos (PMDB), soltou o verbo.
Escolhido pelo próprio Paulo Piau para defender seus projetos no Legislativo, Tony – que também é radialista e jornalista, não teve dó e nem piedade: “Estamos assinando um cheque em branco para Uberlândia mandar e desmandar!”
UBERABA x UBERLÂNDIA
(The day after)
E Tony Carlos não é o único a contestar a proposta. O certo é que, passado o impacto das duas audiências públicas realizadas dia 20 de maio - em Uberlândia (9h) e Uberaba (15h), para discutir a criação da Região Metropolitana, eis que baixou uma “entidade espiritual” estranha entre os vereadores uberabenses. Na sessão plenária de 22 de maio os desabafos rolaram soltos: a maioria entende que, se criada a RM, Uberlândia “vai engolir” Uberaba “mais uma vez”.
CETICISMO --- Vice-presidente da mesa diretora e presidente da Comissão Permanente de Desenvolvimento Econômico na Câmara, o vereador de primeira viagem e mais votado da história da cidade, Samir Cecílio (PR), revelou com todas as letras sua descrença em relação ao espaço que Uberaba virá a ocupar numa eventual Região Metropolitana do Triângulo/Alto Paranaíba. Admitiu que não compareceu à audiência pública do dia 20 justamente por causa do ceticismo.
MORAL DA HISTÓRIA --- De acordo com Samir Cecílio – que foi duas vezes presidente da Associação Comercial, Industrial e de Serviços (Aciu), “Uberaba só não vai perder o gasoduto para Uberlândia, porque o trajeto tem que passar por Uberaba obrigatoriamente, já que vem de São Paulo”.
Em vez de unidos numa Região Metropolitana, Tony Carlos quer ver os 66 municípios da
macrorregião do Triângulo/Alto Paranaíba unidos num novo Estado  (Divulgação)
CONTROVÉRSIAS --- Quanto ao líder do prefeito Paulo Piau na Câmara e seu colega de partido Tony Carlos, seu sonho continua intacto: ver o Triângulo na condição de Estado independente.
UMA COISA PUXA A OUTRA --- Em polos opostos – uma vez que Piau quer a região unida, em vez de separada, o vereador/líder chegou a lembrar que, nas eleições de 2010 teve mais votos que seu liderado, em Uberaba.
CONFERÊNCIA
 (Versão 1)
Uma passada rápida pelos números das eleições de 2010 mostra que Paulo Piau foi eleito deputado federal pelo PMDB com 90.907 votos. Deste total, 29.280 votos saíram das urnas de Uberaba – representando 20,83% da votação nominal da cidade. Por sua vez, Tony Carlos, que é o primeiro suplente de deputado estadual pelo PMDB, recebeu 34.734 votos no total. Destes, 32.984 foram de Uberaba – 24,5% da votação nominal da cidade. Portanto, Tony teve 1.750 votos a mais do que Piau, nas eleições proporcionais de 2010.
CHUCRO x ALAZÃO --- E no auge do desabafo a respeito da Região Metropolitana, Tony Carlos lembrou que o ex-prefeito Anderson Adauto (ex-PMDB e atualmente sem partido) se negou a apoiar sua candidatura a deputado estadual, tachando-a de “chucra”.
Segundo ele, passadas as eleições de 2010, o ex-prefeito, que também é seu ex-amigo e ex-aliado, percebeu que estava falando de um “alazão” em relação ao “chucro” que ele escolheu pra apoiar.
Se referiu, claro, a José Luiz Alves, presidente do PSL/Uberaba e ex-presidente do Centro Operacional de Desenvolvimento e Saneamento de Uberaba – Codau.
Tony Carlos põe lenha na fogueira
(Foto: Divulgação)
CONFERÊNCIA
(Versão 2)
Em mais uma passada rápida pelos números das eleições de 2010, confirma-se que José Luiz recebeu 32.272 votos como candidato a deputado estadual. Deste total, 16.218 votos foram de Uberaba – representando 11,83% da votação nominal da cidade. Enfim, o “alazão” – digo, Tony Carlos, teve 16.766 votos a mais em Uberaba, do que o candidato apoiado irrestritamente e incondicionalmente por Anderson Adauto.

REFLEXÕES --- E o futuro presidente da Câmara – já eleito para o mandato 2016, e atual presidente da Comissão Permanente de Educação e Cultura, vereador novato Kaká Carneiro (PSL), fez várias ponderações ao logo da sessão plenária. Disse, no caso Tony X Zé Luiz, que os dois poderiam ter sido eleitos, se tivesse havido mais conversa. Uma alfinetadinha de leve no ex-prefeito... Sobre a Região Metropolitana, Kaká Carneiro sugeriu que, a partir de agora, Uberaba marque presença em tudo que se relacionar ao assunto.

O OUTRO LADO
Por sua vez, o prefeito Paulo Piau – que é presidente da Associação dos Municípios da Microrregião do Vale do Rio Grande, Amvale, sugere a contratação de uma consultoria técnica para contribuir com a formatação de um projeto sobre a Região Metropolitana.
Ele defende a formação de um consórcio entre Amvale; Associação da Microrregião do Rio Paranaíba – Amvape, Associação da Microrregião do Planalto de Araxá – Ampla, e Associação da Microrregião do Alto Paranaíba – Amapar, em torno do assunto.
OLHARES --- Aliás, o prefeito avalia que as audiências do dia 20 foram um sucesso para o movimento. “Foi excelente a discussão, conseguimos nos unir e mostrar que pensamos em prol do coletivo” – afirma Paulo Piau. De acordo com ele, o momento agora é de superar os desafios para que a proposta se concretize.
---------------
RESPINGOS ---- Aliás, a “entidade espiritual” que baixou na Câmara esta semana não tem preconceito ou discriminação...Sobrou até para a Associação Brasileira dos Criadores de Zebu – ABCZ, que foi extremamente criticada ao longo da ExpoZebu 2013 por causa dos preços praticados no interior do Parque Fernando Costa, e da ausência dos shows que aproximavam a entidade do povão.
TRANSPARÊNCIA --- Presidente da Comissão Permanente de Desenvolvimento Social e 2º secretário da mesa diretora, vereador Paulo César Soares (PSL), apresentou requerimento a ser enviado ao prefeito Paulo Piau fazendo uma série de questionamentos sobre a ABCZ. O documento – que foi aprovado em plenário, quer saber, entre outras coisas, se a entidade tem isenção de tributos municipais, estaduais e federais; se paga Imposto Sobre Serviços – ISS, relativo aos milionários leilões realizados na ExpoZebu; e assim por diante. “O povo merece esta transparência, já que paga caro na feira” – justificou o vereador.
-----------------
EXCLUSIVO
2º balanço oficial do governo Paulo Piau confirma arrecadações abaixo das metas previstas
Governo Paulo Piau – empossado dia 1º de janeiro de 2013, divulga seu 2º balanço oficial, mostrando que a arrecadação real da Prefeitura de Uberaba continua abaixo das metas previstas no orçamento do município de 2013.
Os números do 2º bimestre - março e abril, indicam que o governo arrecadou, neste período, R$ 144,552 milhões. A expectativa de arrecadação era de R$ 187,611 milhões. A diferença negativa foi portanto, de R$ 43,059 milhões.
NA ESTREIA ---- A arrecadação negativa em relação às metas programadas aconteceu também no 1º bimestre – janeiro e fevereiro, cujos números foram publicados com exclusividade pela coluna Conta-Gotas, na edição de 28 de março.
De acordo com o 1º balanço, o bimestre de estreia rendeu R$ 114,287 milhões aos cofres da prefeitura. A meta de arrecadação era de R$ 163,722 milhões. Diferença: R$ 49,435 milhões a menos.
TROCANDO EM MIÚDOS --- Ainda assim, a arrecadação nos dois bimestres somou o estonteante valor de R$ 258,839 milhões. Em que pese a diferença negativa também ser volumosa: R$ 92,494 milhões.
Vale lembrar que a meta total prevista para os 12 meses de 2013 é de R$ 971,073 milhões, e portanto, beirando a casa de R$ 1 bilhão.
De duas ... uma: ou a expectativa orçamentária para 2013 foi super valorizada pelo governo anterior - que elaborou o orçamento, ou aconteceu uma queda significativa nas receitas.

Dívidas de médio e longo prazos somam mais de R$ 130 milhões
Dívida consolidada da Prefeitura de Uberaba chega ao final do 2º bimestre de 2013 na ordem de R$ 183,878 milhões – lembrando aqui, que o conceito diz respeito a todas as  obrigações financeiras assumidas em virtude de leis, contratos, convênios ou tratados e da realização de operações de crédito para amortização em prazo superior a 12  meses; precatórios judiciais e operações de crédito.
Em contrapartida, o bimestre foi fechado com R$ 138,139 milhões em caixa, além de cerca de R$ 15 milhões de ativo realizável - ou seja, em bens e direitos assegurados para o futuro.
A diferença entre a dívida consolidada e o que existe de disponível para assegurar seu pagamento – ainda que a médio e longo prazos, é o que a Lei de Responsabilidade Fiscal “chama” de dívida consolidada líquida para se referir a endividamentos de municípios, estados e União.
Neste caso, a dívida consolidada líquida da Prefeitura de Uberaba soma R$ 33,398 milhões – valor este, que, pelo menos por enquanto, está sem cobertura ou patrimônio assegurado.

PAGANDO PRA VER
Apesar da diferença negativa em relação ao orçamento de 2013, o atual governo mantém o “olho gordo” no que se refere às metas para os próximos anos.
Plano Plurianual de Ação Governamental 2014/2017 enviado à Câmara de Vereadores – e aprovado nesta quinta-feira, 23 de maio, prevê receitas/despesas na ordem de R$ 5,2 bilhões. Ou seja: uma média de mais de R$ 1 bilhão por ano.
Moral da história: Os governos costumam valorizar seus orçamentos como estratégia política de valorização de seus respectivos mandatos. Correm o risco, portanto, de, ao longo da administração, admitirem que o orçamento foi irreal.

INÉDITO
Vereadores incluem 24 emendas no PPA 2014/2017
Pela primeira vez a Câmara de Uberaba teve a chance de participar efetivamente do Plano Plurianual de Ação Governamental – PPA, apresentando emendas ao projeto do Executivo. Inclusão de propostas dos vereadores foi resultado de articulações entre o prefeito Paulo Piau e o presidente da Comissão Permanente de Orçamento e Finanças na Câmara, Samuel Pereira (PR).
O prefeito concordou em sancionar a matéria com as emendas.
O PPA é o instrumento que orienta a elaboração das Leis de Diretrizes Orçamentárias (LDO´s) e das Leis Orçamentárias Anuais (LOA´s) para um quadriênio, conforme previsto pela Constituição Federal e pela Lei de Responsabilidade Fiscal.
A previsão de R$ 5,1 bilhões é 37% maior que o PPA 2010/2013.
--------------
Procuram-se médicos para atender ao povo
Governo brasileiro discute “importação” de médicos na assembleia da Organização Mundial da Saúde
ENQUANTO ISSO ... 20 médicos pedem 
demissão da rede pública de Uberaba
Em meio a uma artilharia de críticas, o governo Dilma Rousseff (PT) leva para a assembleia da Organização Mundial da Saúde – OMS, na Suíça, a ideia de importar médicos de outros países. Mostrando que a proposta é séria, os representantes do Ministério da Saúde do Brasil já se reuniram com funcionários dos governos de Portugal, Espanha, Reino Unido e Canadá para trocar informações sobre o assunto. Ministério da Saúde estuda trazer milhares de médicos espanhóis, portugueses e cubanos para atendimentos na rede pública brasileira.
CONTROLE --- Segundo dados do General Medical Council - GMC, equivalente na Grã-Bretanha ao Conselho Federal de Medicina do Brasil, os médicos de fora representam 37% do total de profissionais naquele país. Em 2011, mais de 3,8 mil médicos de fora ingressaram no país. Para atuar na Grã-Bretanha, entretanto, os médicos estrangeiros devem passar por um controle rigoroso, que inclui validação do diploma do país de origem, pedido para obtenção de uma licença para praticar a medicina, provas de inglês, certificado de boa conduta e documentos que provem a experiência do médico.

NA TERRINHA --- Vale citar aqui, uma situação muito próxima da realidade da maioria dos leitores de Conta-Gotas...
Há vários anos, o governo municipal de Uberaba – independentemente de quem está no poder, tem feito das tripas o coração para preencher 77vagas na saúde pública da cidade, incluindo atendimentos de urgência e de emergência.
ESTADO DE EMERGÊNCIA ---- Vários decretos de estado de emergência foram baixados nos últimos anos – dois deles já no governo Paulo Piau, empossado há menos de cinco meses. Objetivo é escapar de toda e qualquer burocracia para atrair os profissionais, e assim, oferecer a saúde que a população precisa e tem direito.
SOCORRO! ----- Última edição do Porta-Voz, jornal oficial/virtual do município, traz uma amostra do quanto o sonho de preencher estas vagas está longe da realidade.
Nada menos do que 20 médicos pediram exoneração numa única tacada.
Vale lembrar que três deles foram contratados para o Programa Saúde da Família – PSF, que paga salários bem superiores ao mercado, inclusive ao que é oferecido pelo governo de Uberaba para atendimento nas unidades municipais de saúde.

CADÊ OS MÉDICOS?! --- Todo ano a Universidade Federal do Triângulo Mineiro – UFTM, e a Universidade de Uberaba – Uniube, uma delas gratuita e a outra, particular, “despejam” centenas de médicos no mercado. A população – principalmente a de baixa renda, não consegue, por sua vez, atendimento tranquilo na rede pública.
CIDADANIA --- Disciplinas optativas oferecidas pela Uniube até que tentam despertar o interesse dos alunos de Medicina para a função social. Confira algumas:
CIDADANIA: HETEROGENEIDADE E DIVERSIDADE;
CIÊNCIA SEM FRONTEIRAS;
LEITURA E PRODUÇÃO DE TEXTOS ACADÊMICOS;
PROCESSOS INTERATIVOS COM A PESSOA SURDA – LIBRAS;
SAÚDE COMUNITÁRIA...
---------------
-----------------
REAÇÕES --- O líder evangélico, presidente das comissões permanentes de Orçamento e Finanças e de Micro e Pequenas Empresas na Câmara de Uberaba, e vice-líder do prefeito na Câmara, vereador veterano Samuel Pereira (PR), defende a redução da maioridade penal para 16 anos de idade, e mais: antecipa que vai assumir uma posição pública sobre o assunto, inclusive com a deflagração de movimento em defesa da ideia.
APOIOS --- E não pense o leitor que Samuel Pereira está falando sozinho na Câmara... Recebeu manifestações de apoio de grande parte dos colegas vereadores. A discussão aconteceu na sessão plenária em que os vereadores votavam projeto de lei do Executivo revogando parceria com o Hospital Hélio Angotti, que havia ficado com a incumbência de administrar o programa Área Azul, mas devolveu a função para a Prefeitura de Uberaba.
RECAPITULANDO ---- Só pra lembrar: Área Azul foi base de trabalho para os adolescentes assistidos pelo Programa do Bem-Estar do Menor – o Probem, mas recebeu um tremendo de um baque quando os menores foram proibidos de trabalhar no trânsito. Hoje, com o retorno para a Prefeitura Municipal, o projeto ficará a cargo da Secretaria de Trânsito e Transportes Especiais e Proteção de Bens e Serviços Públicos.
TRABALHO ---- E foi justamente em meio aos debates sobre os tempos em que menores podiam trabalhar – em vez de roubar e matar, é que surgiu o momento indignação na reunião da Câmara. Tony Carlos lembrou de seus tempos de guarda mirim – como eram chamados os adolescentes do Probem, e testemunhou que deve à rigidez do programa a sua formação humana, profissional e social.
-------------------
Aciu alerta
Empresas terão que informar valor dos impostos em cupons e notas fiscais
Manoel Rodrigues
Presidente da Associação Comercial, Industrial e de Serviços de Uberaba – Aciu, Manoel Rodrigues Neto, alerta: a partir do dia 10 de junho, as empresas estarão obrigadas a informar o valor aproximado de tributos que está embutido no preço final de seus produtos e serviços. A lei 12.741/2012 entra em vigor nesta data, exigindo que as informações sejam divulgadas em cupons e notas fiscais
A CÉSAR O QUE É DE CÉSAR --- Muitas vezes os altos preços não são ditados pelo empresário, mas sim, pela carga tributária, e agora, o consumidor poderá ter uma visão mais ampla do que está pagando pelo produto e de imposto” – explica ele.
Manoel Rodrigues lembra que algumas empresas já saíram na frente, entre elas: Riachuelo, Renner, Pão de Açúcar, Saint Gobain Telhanorte, Lojas Colombo, Walmart, O Boticário.
A lei 12.741/2012 nasceu de iniciativa popular liderada pela Federação das Associações Comerciais do Estado de São Paulo – Facesp, e que reuniu 104 entidades com o objetivo de dar transparência ao público em geral.
Obs.: Deste o dia 15 de maio, os empresários podem consultar a carga tributária através do site www.impostometro.com.br.
--------------------
--------
ALELUIA!
Cemig anuncia investimentos na melhoria da rede em Uberaba
Companhia Energética de Minas Gerais – Cemig, informa que está promovendo melhorias no sistema elétrico de Uberaba, visando a assegurar “a qualidade do serviço prestado aos clientes”. Neste sábado, 25 de maio, das 12h30 às 17h30, acontecem obras na rua Padre Zeferino, entre as ruas João Pinheiro e Artur Machado, e em cerca de 70 metros da avenida Fidélis Reis.
O OBJETIVO --- De acordo com nota divulgada pela Cemig, a rede de média tensão (13.800 volts ou 13,8kV) do local será substituída por rede de distribuição isolada, que confere melhor qualidade e continuidade ao fornecimento de energia e reduz a incidência de desligamentos acidentais e a poluição visual.
O PROJETO --- As obras do sábado, segundo a Cemig, fazem parte do projeto de revitalização da rede de energia elétrica na região central da cidade. Serão investidos R$ 6 milhões no projeto completo, que vai beneficiar cerca de 45 mil pessoas.
OS DETALHES --- Ao todo, serão substituídos 20 km de cabos condutores de rede convencional por rede isolada na área que abrange desde a avenida Odilon Fernandes até a praça Jorge Frange, ruas Major Eustáquio e João Pinheiro, avenida Guilherme Ferreira e rua Martim Francisco.
OS DOIS LADOS --- A população tem sofrido barbaridade com os piques e desligamentos ocorridos na cidade, mas a empresa também está sofrendo o pão que o diabo amassou na boca do povo.
-------------------
Córrego Conquistinha   (Fonte: Blog Elisa Carvalho)
DNIT É CONDENADO A PAGAR INDENIZAÇÃO POR DANOS AMBIENTAIS
Justiça teme desaparecimento do Córrego Conquistinha
A Justiça Federal em Uberaba determinou ao Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes – Dnit, a reparação integral dos danos ambientais que vêm sendo impostos há mais de dez anos ao Ribeirão da Conquistinha, afluente do Rio Grande, no município de Uberaba. A informação é da assessoria do Ministério Público Federal, que, em 2010 propôs ação civil pública contra o Dnit.
PREVISÕES ---- O Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes também terá de pagar indenização no valor de R$ 150 mil pelos danos causados ao ribeirão e estará sujeito a pagar outra indenização, a ser posteriormente arbitrada, pelos danos que forem de impossível reparação.
EMBASAMENTO --- Laudo técnico produzido por técnicos do Instituto Estadual de Florestas – IEF, confirmou que a erosão é causada principalmente pelo fato de que “a própria rodovia é uma grande contribuidora de lançamento de águas naquele local”. Segundo os peritos, “faixa e rodovia estão situados em uma rampa longa e com declividade bastante acentuada, o que propicia além do volume das águas, também a velocidade das mesmas em época de chuvas contínuas ou torrenciais, visto que não existem sistemas de contenções das mesmas, nem tampouco qualquer prática conservacionista de solo naquele local”.
A DECISÃO --- Para a juíza da 2ª Vara Federal de Uberaba, essas conclusões, mais as fotos juntadas ao processo, “não deixam dúvidas e dimensionam a degradação ambiental intensa no domínio da BR-050, com prejuízos ao Ribeirão da Conquistinha”. Segundo a magistrada, o problema de erosão e assoreamento do km 192 da BR-050 “não foi resolvido pelo Dnit, que adotou exclusivamente medidas paliativas, típicas de um serviço ineficiente e a demonstrar total incúria no cumprimento de seus deveres de recuperação de áreas ambientalmente degradadas por obras de sua responsabilidade”.
PREMONIÇÕES --- Existe o temor de que o Conquistinha não possa mais ser recuperado e vá desaparecer. A decisão judicial lembra que “os danos ambientais causados ao Córrego Conquistinha já perduram dez anos e trazem o risco de seu desaparecimento (conforme laudos técnicos), o que poderá levar à impossibilidade de recuperação futura por inexistência do bem ambiental”.
-----------------
Prefeitura de Uberaba retoma concurso público
Tribunal de Contas de Minas Gerais aprovou esta semana, por unanimidade, a liberação do concurso público aberto pela Prefeitura de Uberaba para preencher quase 500 vagas. O concurso tinha sido suspenso através de liminar da 1ª Câmara do Tribunal de Contas, nos autos do processo  n.º 872.081, que questionava o edital 001/2012, publicado no jornal oficial/virtual do município – o Porta-Voz de n.º 961, de 17 de fevereiro de 2012.
GOVERNO TEM PRESSA --- Agora, com as falhas sanadas, o edital deve ser republicado a curto prazo, reabrindo as inscrições. Sob a organização da Fundação de Desenvolvimento de Pesquisa - Fundep, da Universidade Federal de Minas Gerais - UFMG, as inscrições chegaram a ser abertas dia 9 de abril de 2012, para provimento de cargos das carreiras de agente de fiscalização; analista governamental; analista educacional; professor daeducação básica; educador infantil e especialista pedagógico.
--------------

CURIOSIDADE HISTÓRICA
Praça Santa Terezinha
(Em 1961, instalou-se, no centro da praça, o busto da Princesa Isabel)

Data: 1950     Autoria: desconhecida    Acervo: Arquivo Público de Uberaba
"Situa-se entre as ruas Treze de Maio, Senador Pena, Aristides Borges e Tiradentes.
No século XIX, a praça era conhecida como Largo Boa Vista.
Em 1900, passou a se chamar Praça Santa Bárbara, devido à devoção popular da época.
No século XX, era chamada ainda de Fabrício e Aristides Borges.
No local, em 1908, foi inaugurada a última ‘fonte pública’ da cidade, o chafariz ‘Santa Bárbara’, que continha uma coluna de ferro e duas torneiras laterais e esteve em atividade até 1915.
No ano de 1929, a inauguração da capela dedicada a Santa Terezinha deu o nome definitivo à praça.
Os padres capuchinhos criaram a paróquia em 1946 e, em 1961, a antiga Capela foi demolida. Edificou-se no local um templo, maior, em estilo românico, administrado pelos capuchinhos até 1988, ano em que a paróquia passou a ser responsabilidade da Arquidiocese de Uberaba.
Em 1961, instalou-se, no centro da praça, o busto da Princesa Isabel. A partir desse ano, tradicionalmente, os ternos de ‘Congado e Moçambique’, no dia 13 de maio, partiam da residência dos festeiros, passavam pelo busto e seguiam em direção à igreja, para a missa solene. O busto não se encontra mais no local.
Referências Bibliográficas
ARQUIVO PÚBLICO DE UBERABA. Jornal de Manhã, 06 de abril de 2008
SAMPAIO, Antonio Borges. Uberaba: História, Fatos e Homens. 2.ed. Uberaba: Arquivo Público de Uberaba. 2001


FESTA DE 13 DE MAIO EXPÕE PRINCESA ISABEL EM DECADÊNCIA





Festividades de 13 de maio revelaram a situação precária em que se encontra o busto da princesa Isabel, na praça Santa Terezinha. 
É ali que todos os anos, desde 1961, rendem-se homenagens à mulher que assinou a Lei Áurea...
Confira logo abaixo, as fotos da festa, cedidas por um leitor da coluna...


---------------

Nenhum comentário:

Postar um comentário