30 de setembro de 2013

CONTA-GOTAS...Notícias



CALENDÁRIO ELEITORAL 2014 PÕE PARTIDOS E POLÍTICOS PRA CORRER

A disputa nos bastidores é acirrada, tanto por parte de candidatos buscando abrigo, quanto dos partidos, à procura de filiados com potencial de votos
De acordo com o calendário da Justiça Eleitoral relativo às eleições de 2014, o dia 5 de outubro de 2013, sábado, será um dia crucial. Todos os partidos políticos que pretendam participar das eleições do ano que vem precisam estar com o registro e os estatutos devidamente inscritos no Tribunal Superior Eleitoral. Também nesta data, todos os que pretendam ser candidatos a cargo eletivo nas eleições de 2014 devem estar com a filiação deferida no âmbito partidário.
CORRE-CORRE --- Não é por acaso, portanto, que a movimentação nos bastidores se intensificou nos últimos dias. Os partidos tentam fortalecer suas bases com nomes que tenham respaldo eleitoral (ou que assim pareçam); pré-candidatos buscam abrigo partidário para concretizarem a candidatura; insatisfeitos com as próprias legendas procuram transferir-se para outras siglas...
  
PROVISÓRIAS PREDOMINAM NOS PARTIDOS POLÍTICOS DE UBERABA
Dos 32 partidos existentes no Brasil – dois deles, aprovados recentemente pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE), 29 estão oficialmente na lista das legendas que possuem filiados em Uberaba. Um 30º partido – o PEN, ainda não está na lista da Justiça Eleitoral, mas tem uma comissão executiva municipal provisória com 15 integrantes, o que pressupões que eles sejam filiados à legenda.
COMANDOS ---- De outro lado, 24 – incluindo o PEN, possuem comando em vigência, enquanto outros seis, mesmo existindo oficialmente, estão acéfalos, aguardando a definição dos seus respectivos dirigentes.
PROVISÓRIAS --- Dos 24 partidos com comando em Uberaba, 18 são comandados por comissão executiva municipal provisória - formada por um número bem menor de participantes e nomeada pela instância superior do respectivo partido, com um prazo de validade determinado por esta instância superior.
Geralmente, a comissão executiva municipal segue as “regras” políticas ditadas pelas lideranças locais, que, por sua vez, possuem o apoio do comando estadual (e/ou nacional).
Essa opção torna mais fácil o controle da legenda por uma só pessoa ou um pequeno grupo de filiados, sempre que houver problemas internos.
DIRETÓRIOS ---- Os outros seis partidos com comando em Uberaba são dirigidos por diretório – que é eleito em convenção com um prazo determinado de vigência. Por ter sido eleito pelos filiados, o diretório dita suas próprias “regras” políticas, e uma dissolução enfrenta um processo bem mais complicado.
NOVOS TEMPOS ---- Houve um tempo em que as comissões provisórias eram utilizadas como meio para organizar o partido e prepará-lo para a realização da convenção encarregada de eleger o diretório. Algumas comissões ainda são utilizadas com esse propósito, mas várias  legendas têm criado comissões provisórias com o prazo de validade indeterminado.
Em Uberaba, nove das 18 comissões executivas provisórias possuem vigência por tempo indeterminado – e portanto, 50% delas.

ADELMO LEÃO, LUCIENE FACHINELLI E ANDERSON ADAUTO: OS MESMOS PERSONAGENS PROTAGONIZANDO UM DRAMA POLÍTICO DIFERENTE
ANDERSON ADAUTO SE FILIA NO PT E PÕE MAIS LENHA NA FOGUEIRA
Entre mortos e feridos, o ex-prefeito Anderson Adauto, que deixou o PMDB no meio dos entreveros das eleições de 2012, ganhou destaque nos noticiários destes últimos dias. Se filiou ao PT em meio a muita polêmica. A confusão já teve início na própria reunião em que os dirigentes estaduais do partido, em Belo Horizonte, votaram a filiação. Foram seis votos a favor; quatro abstenções e um voto contra.
O passo seguinte foi um recurso proposto por petistas inconformados com a filiação. Levando em conta que o comando estadual do PT só volta a se reunir no ano que vem para analisar estas pendências, e que o prazo de filiação de candidatos termina dia 5 de outubro, nem precisa concluir que Anderson Adauto só sai do PT se quiser.
DO CONTRA
Ele não está na lista dos que entraram com recurso, mas ninguém mais do que o deputado estadual Adelmo Leão ficou com a pulga atrás da orelha. Com tudo engatilhado para se candidatar a deputado federal em 2014, Adelmo se vê às voltas com um concorrente dentro do próprio PT, já que o objetivo de Anderson é disputar o mesmo cargo.
Vale lembrar que Adelmo foi candidato a prefeito de Uberaba em 2012, com apoio do então prefeito, Anderson Adauto, que chegou a indicar a candidata a vice na chapa, a servidora de carreira Luciene Fachinelli, do PSL.
De licença não remunerada por dois anos, tudo indica que Luciene vai disputar uma cadeira de deputada estadual, agora, em dobradinha com o próprio Anderson.
A FAVOR
Mas o ex-prefeito também tem seus defensores públicos. É o caso, por exemplo, do seu ex-secretário de Desenvolvimento Econômico, Carlos de Assis, que, em meio à polêmica da filiação no PT, postou sua opinião no Facebook. Confira a íntegra:
POR QUE DE ANDERSON ADAUTO NO PT.

Não se trata de um político qualquer, trata-se de um profissional da política, vocacionado, que nos últimos 30 anos, demonstrou sua competência política por todas as esferas por que passou.

Vamos pensar no futuro de Uberaba e do Triângulo!

Vamos considerar a hipótese, Dilma e Pimentel vencem em Minas, individualmente muita gente não vai gostar, OK, mas se ganhar?

Em Uberaba, podem imaginar situação melhor?! Planta de amônia, gasoduto, ZPE, Parque Tecnológico, Aeroporto Internacional, Educação, Saúde etc.

Se não concordar com o modelo, imaginem outro!....Viu? Não tem outro melhor para os mineiros do Triângulo. Onde está a dúvida de Anderson no PT ? Essa é a grande oportunidade do Triângulo Mineiro e Anderson faz parte dela.
DEPOIS DO PT, ADAUTO PÕE FOGO NO PRB
Apesar da filiação ao PT, o ex-prefeito Anderson Adauto ainda tem até sexta-feira para decidir se fica ou se salta fora da encrenca petista interna...E dizem as más línguas que fervura parecida está acontecendo no PRB. Acontece que esta seria a outra alternativa de filiação - o que contraria uma boa parte das lideranças do PRB/Uberaba. Entretanto, a direção estadual do partido estaria animadíssima com a possibilidade de filiar o ex-prefeito, nome forte na disputa para deputado federal em 2014. Ocorre que, Adauto entraria por uma porta, e o presidente do PRB/Uberaba sairia pela outra porta. Trata-se do advogado Rodrigo Mateus. (DETALHES NA NOTÍCIA ABAIXO).




COISAS DA POLÍTICA – A foto de Rose Dutra fala por si... Da esquerda para a direita: o vereador de primeira viagem Franco Cartafina; o presidente mineiro do PRB, deputado federal George Hilton; o novo presidente do PRB/Uberaba, Rodrigo Mateus – separado do ex-adversário das eleições de 2012, o prefeito Paulo Piau, apenas pelo vice-presidente mineiro do PRB, deputado estadual Carlos Henrique
-------------------

EX-PREFEITÁVEIS DO PMDB DEIXAM A INIMIZADE PARA TRÁS

Paulo Piau e Rodrigo Mateus, que disputaram – internamente e na Justiça, o direito de candidatar-se a prefeito pelo PMDB, agora pertencem a uma mesma base política
Por sinal, outro assunto partidário que rendeu poucas e boas nos últimos dias, em Uberaba, foi a bomba lançada pelo Partido Republicano Brasileiro – o PRB. Em reunião promovida dias atrás, com a presença de lideranças estaduais e nacionais, o partido anunciou a nova comissão executiva provisória. Na presidência está ninguém menos que o advogado Rodrigo Mateus.
COISAS DA POLÍTICA --- Em conversa com esta colunista, Rodrigo respondeu a duas questões cruciais: disse que não é candidato em 2014 – “isso jamais foi considerado, e não será”, e que o PRB integra a base aliada do atual governo municipal – “o partido apoiou o prefeito no segundo turno e participa da administração democraticamente.”
O novo presidente do PRB não apenas reafirma a presença na base aliada do prefeito Paulo Piau (PMDB), como reforça a aliança com o PT e o PMDB, a exemplo do que acontece regionalmente e nacionalmente.
REEDIÇÃO --- Em Uberaba, especificamente, Rodrigo Mateus reafirma a aliança entre PRB e PRTB – que em 2012 participaram da coligação majoritária “Uberaba Não Pode Parar”, base da candidatura do deputado estadual Adelmo Leão (PT) e da servidora Luciene Fachinelli (PSL), a prefeito e vice, respectivamente. PRB e PRTB também formaram a coligação proporcional “União Democrática Popular”, que elegeu dois vereadores: Franco Cartafina (PRB) e Edmilson Ferreira de Paula (PRTB).
OLHO NO FUTURO ---  E por falar em vereador, vale lembrar que o jovem Franco Cartafina assumiu a coordenação mineira do PRB Jovem, e tem surpreendido com a veia política – herdada, por sinal, dos avós Silvério Cartafina (ex-prefeito) e Teresinha Cartafina (ex-vereadora). “Temos orgulho de ter um vereador de 26 anos, sério, comprometido; queremos que outros jovens e cidadãos de bem venham, com ideais e determinação para melhorar a política local e a cidade em que vivemos” – disse Rodrigo Mateus.


TRAJETÓRIA DE DESTITUIÇÕES MARCA O PRP
Apesar do discurso divulgado no Facebook – e repercutido aqui, em CONTA-GOTAS...Notícias, de que estava deixando a presidência do PRP/Uberaba por iniciativa própria, o empresário Celso Borges não fala a mesma língua do comando estadual da legenda. De acordo com a publicação oficial no site do Tribunal Regional Eleitoral de Minas Gerais, a comissão executiva presidida por ele foi toda destituída por decisão superior. Nova comissão já foi publicada e é presidida por Ronaldo Martins Rocha.
ESQUISITICE ---- Por sinal, o PRP tem uma trajetória um tanto quanto estranha. Destituição das comissões executivas municipais provisórias de Uberaba tem acontecido há muitos anos. Em 2009 foi destituída por decisão judicial; em 2011, por decisão do comando estadual, e agora, mais uma vez, pelo comando estadual da legenda. 


EX-CANDIDATO A VICE DO PMDB AGORA PRESIDE O PSDC
E a última semana foi movimentada até por um troca-troca. Hermany Júnior, o JJúnior, agora é oficialmente presidente do PMN. Deixou a presidência do PSDC – que acaba de ser assumida por Rafael Mendes.
RECAPITULANDO
O novo presidente do PSDC/Uberaba é o ex-candidato a vice-prefeito na chapa encabeçada pelo ex-secretário de Governo, advogado Rodrigo Mateus, e que tentou disputar as eleições de 2012 pelo PMDB, através do insistente ex-prefeito Anderson Adauto.
Rafael Mendes comandava o PMDB Jovem de Uberaba, quando os dirigentes estaduais e nacionais do PMDB promoveram a intervenção ampla e irrestrita na legenda em Uberaba, atingindo, inclusive, a ala jovem.
O agora presidente do PSDC, conta com um nome peso pesado e ex-peemedebista histórico na composição da legenda. O secretário-geral é ninguém menos que o advogado João Adalberto de Andrade.
MUITO PELO CONTRÁRIO
Entretanto, ao contrário do que parece, pessoas ligadas ao PSDC e ao jovem Rafael Mendes garantem que a moral da história não tem nada a ver com Anderson Adauto. Dizem eles que o PSDC segue o caminho da independência em relação ao ex-prefeito, e que, uma coisa é uma coisa, e outra coisa é outra coisa...
O fato de Rafael ter sido politicamente ligado a ele não dá vantagens ao Anderson na nova formatação do PSDC” – garantem as fontes desta coluna, reafirmando que o objetivo é buscar novo caminho, mais autônomo.
Os defensores do jovem presidente do PSDC dizem ainda, que “o ciclo com o AA se fechou no ano passado”.


A BASE

(Versão 1)
Enquanto isso, o prefeito Paulo Piau mantém os olhos e os ouvidos voltados para a base aliada. Em meio às articulações partidárias com vistas às eleições de 2014, vale lembrar que no primeiro turno, Paulo Piau foi candidato pelo PMDB, em coligação com PR /PP/PCdoB /DEM /PSC/PMN. E no segundo turno conquistou outros apoios, incluindo PT/PSL/PRB/PRTB/PTC......
A BASE

(Versão 2)
E não é só isso. Se se confirmarem as pré-candidaturas anunciadas por aí, o prefeito terá que fazer uma reforma ampla e profunda no seu secretariado. O que tem de nome de secretário circulando na lista dos prováveis candidatos em 2014 é de surpreender!!!

DEMOCRATAS PUXAM AS COBRANÇAS DA BASE ALIADA
Líder no ranking das filiações em Uberaba, o Democratas presidido pela advogada Eclair Gonçalves, coordenadora-geral do Procon, decidiu se mexer...Em encontro realizado dias atrás, o diretório e os principais militantes da legenda lançaram a pré-candidatura do vereador Marcelo Machado Borges para deputado estadual. Não se falou em candidatura a deputado federal, mas se falou muito – muito mesmo, numa próxima reunião com o prefeito Paulo Piau.
FALA, PREFEITO!
Os democratas sabem que o prefeito terá suas preferências em 2014, mas entendem que a candidatura do vereador pode e deve ser incluída na lista dos apoios. A resposta de Paulo Piau vai definir a posição do DEM no que se refere à participação no governo. Em outras palavras, um “não” pode provocar o afastamento dos democratas – segundo o que foi discutido ontem.
JOGOS DE CINTURA ----  Experiente que nem ele só, em política, o prefeito de Uberaba sabe muito bem que isso é só o começo. Com raríssimas exceções, as cobranças de apoio virão agora, para 2014.

ESSES POLÍTICOS!
Enquanto o empresário Vicente Araújo aparecia na telinha fazendo a propaganda política do Partido Verde em rede estadual, o mesmo comando mineiro que define os detalhes do horário político destituía a comissão executiva provisória de Uberaba, presidida por Vicentinho, e nomeava Lawrence de Melo Borges para o seu lugar. Tudo isso em questão de horas.

QUASE CADUCO --- E na Câmara Municipal, continua o nomeia/desnomeia em relação ao concurso público recém-liberado pela Justiça depois de mais de dez anos em tramitação nas mais variadas esferas judiciais. Ao longo deste tempo, teve gente que se mudou de Uberaba – inclusive para o exterior, gente que bateu as botas, gente que tomou raiva do serviço público, gente que casou e o marido proíbe de trabalhar fora de casa, gente que teve dez filhos e agora não tem tempo pra trabalhar fora, e assim por diante.


ENQUETE SINDICAL --- Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Uberaba – SSPMU, está fazendo uma enquete na página oficial da entidade no Facebook. Quer a opinião da categoria sobre o local preferido para a festa de comemoração do Dia do Servidor Público, que vai acontecer dia 1º de novembro.
SEM TEMPO HÁBIL --- No mesmo espaço, os sindicalistas afirmam que gostariam de realizar o evento na sede social – ex-Centro Social Urbano, que o SSPMU acaba de conquistar, através de convênio com o governo do Estado. Entretanto, segundo eles, as obras de melhoria do espaço social dos servidores não serão concluídas em tempo hábil para a comemoração do Dia do Servidor Público em 2013.
QUE SUFOCO! ---- E o governo municipal oficializou, através de publicação no Porta-Voz, a decretação de ponto facultativo no dia 1º de novembro em comemoração ao Dia do Servidor Público. Avesso aos pontos facultativos, o prefeito chegou a negar o pedido do SSPMU, mas acabou sensibilizado com tantas insistências, e concordou com o feriado no período da manhã; depois, acatou o período da tarde – que chegou a ser publicado, mas não resistiu aos telefonemas do presidente sindical Luís Carlos dos Santos. O novo decreto concede feriado durante todo o dia 1º de novembro. A data oficial de comemoração é 28 de outubro.

XÔ, ASSÉDIO! --- E vem aí uma medida cautelar contra as operadoras de telefonia que andam azucrinando a vida dos uberabenses, com abordagens no meio da rua – antes só no centro, e agora, se espalhando por alguns bairros. Medida será adotada pela Coordenação Municipal de Defesa dos Direitos do Consumidor – Procon/Uberaba, e trata-se de uma ação administrativa interna. Já foi adotada em outra oportunidade, neste caso, contra as financeiras.

EXTRA-PALCO --- Vocalista Toni Garrido, líder da banda Cidade Negra, mais parecia um político (ou papa) quando descia do palco no Domingo no Campus da Universidade de Uberaba. Além de posar pra fotos ao lado de alguns caciques da Uniube, o belo ainda era literalmente agarrado pelos fãs, alguns com bebê no colo – tal e qual aconteceu com o papa Francisco quando teve que abençoar um punhado de brasileirinhos. Sem contar os seguranças da instituição, que ficaram de queixo caído. Assessora de imprensa da Uniube, Rose Dutra, teve trabalho pra acompanhar e clicar os momentos do vocalista/político/papa
ISSO PEGA! --- Pra se ter uma idéia do clima provocado por Toni Garrido no último Domingo no Campus, o sempre sério e compenetrado reitor Marcelo Palmério deixou de lado aquele jeitinho tímido, subiu no palco, e agitou o público: “A Uniube é de vocês!!!” Aliás, a ideia do Domingo no Campus é do próprio reitor, da época em que a escola bancava o projeto Triângulo das Artes. Ficou um tempo fora do ar, e voltou com a corda toda. Já passaram pelo palco: Orquestra de Ribeirão Preto; Sivuca; Glória Gadelha, e Arthur Moreira Lima. Na atual fase, já foram Jair Rodrigues, Oswaldo Montenegro, Frejat e agora, Cidade Negra.

TETO ---- Presidente do Conselho Regional de Engenharia e Agronomia de Minas Gerais – Crea/MG, Jobson Andrade, aproveitou o 10º Encontro Regional do Rio Grande de Políticas Públicas e Corresponsabilidade Social em Uberaba, para anunciar que a sede da entidade, a ser erguida em parceria com a Prefeitura de Uberaba, poderá ser entregue até o final de 2014. Segundo ele, os recursos para a obra estão assegurados pela entidade. 


DENISE MAX TEM 400 FILHOS ADOTIVOS  (FOTO: ENERSON CLEITON)

POLÍTICA ROSA CHOQUE
Câmara dos Deputados está às voltas com uma campanha para estimular o ingresso de mulheres nos partidos políticos. Com o lema “Mulher, tome partido. Filie-se”, a meta é aumentar em 20% o número de mulheres filiadas até o dia 5 de outubro, prazo final de filiação para quem deseja concorrer a um cargo político nas eleições gerais de 2014. Atualmente, o Congresso possui 46 deputadas e oito senadoras. Juntas, elas representam apenas 9% do universo de congressistas (594 no total).
MAIORIA x MINORIA
A segunda fase da campanha terá o objetivo de convencer as filiadas a registrarem candidaturas às eleições de 2014, o que poderá ser feito no mês de junho. De acordo com o último censo do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística - IBGE, 51,5% da população brasileira são mulheres, ou seja, mais de 97 milhões de brasileiras. Mas, nas eleições de 2010, apenas 45 mulheres foram eleitas deputadas federais, representando 8,77% das cadeiras da Casa. No Senado, foram eleitas sete mulheres das 54 vagas preenchidas no Senado naquele ano, o que representou 12,99% do total.
MAIS 150 ANOS
Pesquisa de opinião pública realizada pelo Ibope e pelo Instituto Patrícia Galvão, em abril deste ano, em todo o País, com 2002 entrevistados com mais de 16 anos de idade, revelou que oito em cada dez brasileiros consideram que deveria ser obrigatória a participação paritária de mulheres e homens nas casas legislativas municipais, estaduais e federais. Entretanto, de acordo com o demógrafo José Eustáquio Diniz Alves, do IBGE, se o avanço da participação feminina continuar no ritmo atual, a paridade entre os sexos nos espaços municipais demorará ainda 150 anos para ser alcançada.
COTA PREENCHIDA
Em Uberaba, as coligações e os partidos que disputaram as eleições 2012 conseguiram cumprir o que estabelece a legislação eleitoral no que se refere ao preenchimento de 30% das vagas por candidatas. A média foi de 31,87%. O maior percentual foi atingido pela coligação “Meu Voto é Sustentável” (PDT/PHS/PV/PRP), que chegou a 40,54% - com 37 mulheres na disputa por cadeiras na Câmara de Vereadores.
EXPECTATIVA

(Versão 1)
Apesar do preenchimento da cota, nenhuma mulher foi eleita em 2012. A Câmara de Uberaba, que já chegou a ter três mulheres na legislatura 1983/1988, e algum tempo depois, conseguiu eleger duas, começou a legislatura 2014/2017 sem representação feminina. Expectativa está por conta da 1ª suplente da coligação PMDB/PR, Denise Max, coordenadora da Sociedade Uberabense de Proteção ao Animal – Supra.
EXPECTATIVA

(Versão 2)
Denise, que é filiada ao PR, depende de outra situação: o vereador peemedebista Tony Carlos é 2º suplente do PMDB na Assembleia Legislativa de Minas Gerais, que tem vaga aberta desde a morte do deputado estadual José Henrique. O 1º suplente, Getúlio Neiva, que é prefeito de Teófilo Otoni, ainda não deu a palavra final.
ESSES HOMENS!
Aliás, esta história de cota chegou a render um fato político inusitado em Uberaba. O PPS não conseguiu registrar o diretório municipal eleito porque não preencheu a cota de 1/3 das vagas destinada às mulheres. O presidente eleito – mas não empossado, Alaor Carlos de Oliveira Jr, disse a Bastidores, na época, que “Uberaba não tem quadros do sexo feminino com militância e ou disposição para fazer parte do diretório.


TONY CARLOS JÁ ESTÁ DE VISUAL NOVÍSSIMO
ENQUANTO ISSO --- Duas coisas são certas: muita gente viu a coordenadora da Supra, Denise Max, preparando uma mala de documentos – geralmente solicitados quando alguém vai tomar posse em cargo eletivo. E teve quem visse a assessoria de Tony Carlos mantendo contatos com o Tribunal Regional Eleitoral de Minas Gerais - TRE/MG, para saber quando ficaria pronto o diploma dele. Enfim, as indicações ao longo da tarde de ontem, eram de que Tony Carlos pode assumir a cadeira na Assembleia Legislativa a qualquer momento, e Denise – na Câmara de Uberaba.


PINTURA DE FÁBIO BAROLI

Fábio Baroli expõe Vendeta no Centro de Cultura José Maria Barra
Antes, ele será homenageado com jantar na Casa do Folclore
Empresário e promotor cultural Gilberto Rezende homenageia neste 1º de outubro, terça-feira, em sua Casa do Folclore, o artista plástico uberabense Fábio Baroli – que a partir do dia 4, sexta-feira, mostra a exposição Vendeta no Centro de Cultura José Maria Barra. Inauguração da exposição acontece às 19h, e a galeria fica aberta para visitação até dia 31 de outubro, sempre das 9h às 21h.
Violência e hostilidade camufladas em brinquedos infantis sobre o cenário doméstico é o que Fábio Baroli retrata em Vendeta. A mostra traz uma série de pinturas retratando um grupo de crianças e adolescentes rebelados numa “guerra” entre si e contra espectadores. O projeto foi contemplado pelo Prêmio Funarte de Arte Contemporânea 2012. Fábio Baroli é representado pela Galeria Luciana Caravello, no Rio de Janeiro.
  
CONFIRA A QUANTAS ANDAM OS PARTIDOS POLÍTICOS EM UBERABA

Quantos são, quais são, siglas, números, presidentes, tipo de comando, vigência

Partidos políticos no Brasil: 32

Partidos políticos em Uberaba

*Com filiados: 29

_Filiados: 24.945 eleitores

*Com comando oficial: 24

*Sem comando: 6

Democratas
Sigla: DEM
Número: 25
Tipo: Diretório
Vigência: 15/7/2014
Presidente: Eclair Gonçalves Gomes
Filiados: 4.853

Partido do Movimento Democrático Brasileiro
Sigla: PMDB
Número: 15
Tipo: Comissão provisória
Vigência: 7/10/2013
Presidente: Eduardo Marques Palmério
Filiados: 3.014
 
Partido Progressista
Sigla: PP
Número: 11
Tipo: Comissão provisória
Vigência: 11/6/2014
Presidente: Marcelo Alves do Nascimento
Filiados: 2.286

Partido Democrático Trabalhista
Sigla: PDT
Número: 12
Tipo: Comissão provisória
Vigência: 15/10/2013
Presidente: Luiz Humberto Dutra
Filiados: 1.901

Partido da República
Sigla: PR
Número: 22
Tipo: Comissão provisória
Vigência: Indeterminada
Presidente: Eduardo Borges de Neiva Ferro
Filiados: 1.877
 
Partido Socialista Brasileiro
Sigla: PSB
Número: 40
Filiados: 1.740
*Está sem comando oficial desde 25 de maio de 2013

Partido dos Trabalhadores
Sigla: PT
Número: 13
Tipo: Diretório
Vigência: 20/2/2014
Presidente: Fábio José Macciotti Costa
Filiados: 1.560

Partido Trabalhista Brasileiro
Sigla: PTB
Número: 14
Tipo: Comissão provisória
Vigência: Indeterminada
Presidente: Carlos Alberto de Godoy
Filiados: 1.457

Partido da Social Democracia Brasileira
Sigla: PSDB
Número: 45
Filiados: 919
*Está sem comando oficial desde 31 de março de 2013

Partido Republicano Brasileiro
Sigla: PRB
Número: 10
Tipo: Comissão provisória
Vigência: Indeterminado
Presidente: Rodrigo Mateus de Oliveira Signorelli
Filiados: 658

Partido Social Democrata Cristão
Sigla: PSDC
Número: 27
Tipo: Comissão provisória
Vigência: 15/3/2014
Presidente: Rafael Mendes
Filiados: 603

Partido Trabalhista Cristão
Sigla: PTC
Número: 36
Tipo: Diretório
Vigência: 8/2/2016
Presidente: Werner do Nascimento
Filiados: 555

Partido Social Cristão
Sigla: PSC
Número: 20
Tipo: Comissão provisória
Vigência: Indeterminado
Presidente: Edson Eurípedes da Silva
Filiados: 534

Partido Republicano Progressista
Sigla: PRP
Número: 44
Tipo: Comissão provisória
Vigência: Indeterminado
Presidente: Ronaldo Martins Rocha
Filiados: 483
  
Partido Verde
Sigla: PV
Número: 43
Tipo: Comissão provisória
Vigência: 7/6/2014
Presidente: Lawrence de Melo Borges
Filiados: 434
 
Partido Popular Socialista
Sigla: PPS
Número: 23
Filiados: 370
*Está sem comando oficial desde 1º de junho de 2013

Partido Social Liberal
Sigla: PSL
Número: 17
Tipo: Diretório
Vigência: 23/1/2014
Presidente: José Luiz Alves
Filiados: 327

Partido Comunista do Brasil
Sigla: PC DO B
Número: 65
Tipo: Diretório
Vigência: 5/12/2013
Presidente: Sumayra de Oliveira Silva
Filiados: 288


Partido Social Democrático
Sigla: PSD
Número: 55
Tipo: Comissão provisória
Vigência: Indeterminado
Presidente: Marcos Montes Cordeiro
Filiados: 216

Partido Trabalhista Nacional
Sigla: PTN
Número: 19
Filiados: 194
*Está sem comando oficial desde 3 de abril de 2013

Partido Humanista da Solidariedade
Sigla: PHS
Número: 31
Tipo: Comissão provisória
Vigência: 13/8/2014
Presidente: Ricardo Norte Pereira
Filiados: 187


Partido da Mobilização nacional
Sigla: PMN
Número: 33
Tipo: Comissão provisória
Vigência: Indeterminada
Presidente: Hermany Andrade Júnior
Filiados: 176

Partido Renovador Trabalhista Brasileiro
Sigla: PRTB
Número: 28
Tipo: Comissão provisória
Vigência: 17/3/2014
Presidente: Glauco Lopes Braz
Filiados: 150

Partido Trabalhista do Brasil
Sigla: PT DO B
Número: 70
Tipo: Comissão provisória
Vigência: Indeterminado
Presidente: Ildeu Marcos de Menezes
Filiados: 105

Partido Socialista dos Trabalhadores Unificado
Sigla: PSTU
Número: 16
Tipo: Diretório
Vigência: 15/4/2014
Presidente: Adriano Espíndola Cavalheiro
Filiados: 26


Partido Socialismo e Liberdade
Sigla: PSOL
Número: 50
Tipo: Comissão provisória
Vigência: 17/4/2014
Presidente: José Eustáquio dos Reis
Filiados: 14

Partido da Causa Operária
Sigla: PCO
Número: 29
Filiados: 9
*Justiça Eleitoral não informa comando oficial em Uberaba

Partido Pátria Livre
Sigla: PPL
Número: 54
Tipo: Comissão provisória
Vigência: Indeterminado
Presidente: Roger Alberto de Andrade
Filiados: 5

Partido Comunista Brasileiro
Sigla: PCB
Número: 21
Filiados: 4
*Está sem comando oficial desde junho de 2013

Partido Ecológico Nacional
Sigla: PEN
Número: 51
Tipo: Comissão provisória
Vigência: 14/10/2014
Presidente: Alexandre Carlos Santos de Pádua
*Filiados: Ainda não integra a lista oficial dos partidos com filiações

Partido Republicano da Ordem Social
Sigla: PROS
Número: 90
*Acaba de ser criado em nível nacional

Solidariedade
Sigla: SDD
Número: 77
*Acaba de ser criado em nível nacional
-------------------




Nenhum comentário:

Postar um comentário