1 de março de 2015

CONTA-GOTAS...NOTÍCIAS

Curiosidade histórica
UBERABA 
195 ANOS

Por que dia 2 de março é o aniversário da cidade?
Criação da Freguesia 
Decreto de 2 de março de 1820
criou uma freguesia no distrito de Uberaba (do tupi "água cristalina"), com a invocação de Santo Antônio e São Sebastião de Uberaba, e mandou fundar uma capela curada na mesma Freguesia.
OBS: Este fato intensificou o desenvolvimento em todas as esferas, acelerou a sua ascensão à condição de Vila, em 22 de fevereiro de 1836, e, posteriormente, à condição de Cidade, em 1856.

"…Sendo-Me presente o grande desgosto que sofrem os colonos estabelecidos no Sertão da Farinha Podre, por se verem privados de socorro e pasto espiritual, sem que o possa obter com facilidade da Freguesia do Julgado do Desemboque, que dali dista mais de 60 léguas:
Hei por bem que se estabeleça uma freguesia no distrito de Uberaba até a confluência do rio Paranaíba e rio Pardo, com a invocação de Santo Antônio e São Sebastião de Uberaba, dividindo-se com a Capela de N. S. do Monte do Carmo, e com a Freguesia do Desemboque, por onde mais conveniente for.
E Sou outrossim servido, que nesta nova Freguesia haja também uma capela curada, no lugar que mais convier, para comodidade dos habitantes que novamente se acham por ali estabelecidos. A Mesa da Consciência e Ordens o tenha assim entendido, e faça executar com os despachos necessários.
Palácio do Rio de Janeiro em 2 de março de 1820. 
Com a rubrica de Sua Majestade" *(Dom João VI)

Nota 1: A dita "confluência do rio Paranaíba e rio Pardo", se refere à antiga divisa entre a Capitania de Goiás com a Capitania do Mato Grosso e a Capitania de São Paulo, a foz do atual rio Pardo (Mato Grosso do Sul) com o rio Paraná.
Nota 2: A Capela de N. S. do Monte do Carmo é a atual Prata (Minas Gerais).
FONTES: 
Câmara dos Deputados
Capitão Domingos da Silva e Oliveira
http://capitaodomingos.com/
Genealogias Mineiras, o melhor site de Famílias Portuguesas do Brasil
Arquivo Público Mineiro
Arquivo Público de Uberaba
Academia de Letras do Triângulo Mineiro
--------------------
IVAN JOSÉ E O PADRINHO
ADELMO LEÃO
Exclusivo
NOMEADO NOVO SUPERINTENDENTE REGIONAL DE SAÚDE DE UBERABA
_É a mais importante representação da Secretaria de Estado de Saúde na região de Uberaba
Superintendência Regional de Saúde de Uberaba tem nova chefia... Confirmando o que foi antecipado com exclusividade na edição anterior desta coluna, a nomeação de Ivan José da Silva foi publicada no Diário de Minas/Executivo, dia 28 de fevereiro, sábado, na página 3 do Caderno 1. O cargo é de comissão e de recrutamento amplo – e portanto, politicamente preenchido.
O PADRINHO...
Petista de carteirinha, o novo superintendente Regional de Saúde/Uberaba é paulistano de nascimento, graduado em enfermagem pela Universidade Federal do Triângulo Mineiro/UFTM, com especialização em Urgência e Emergência e Terapia Intensiva – e, muito importante: escolhido e indicado por Adelmo Carneiro Leão (PT). Ivan José era secretário de Saúde de Ponte Nova, cidade localizada a mais de 600 quilômetros de Uberaba, mas pediu exoneração recentemente.
A REGIONAL
Pela estrutura atual, a SRS/Uberaba abrange 27 municípios do Triângulo Mineiro, somando quase 700 mil habitantes. São eles: Água Comprida; Araxá; Campo Florido; Campos Altos; Carneirinho; Comendador Gomes; Conceição das Alagoas; Conquista; Delta; Fronteira; Frutal; Ibiá; Itapagipe; Iturama; Limeira do Oeste; Pedrinópolis; Perdizes; Pirajuba; Planura; Pratinha; Sacramento; Santa Juliana; São Francisco de Sales; Tapira; Uberaba; União de Minas; Veríssimo.

MARILDA E TONY
SUPERINTENDENTE REGIONAL DE EDUCAÇÃO TEM NOMEAÇÃO INDIRETA
_A Superintendência é a representação mais importante da Secretaria de Estado de Educação na região de Uberaba
Sem a formação profissional exigida para ocupar o cargo de superintendente Regional de Ensino de Uberaba, a educadora Marilda Ribeiro Resende vai chefiar a estrutura como diretora da Diretoria Educacional da SRE – que tem entre suas funções, substituir a pessoa que esteja no cargo de superintendente. Nomeação foi publicada na edição do dia 25 de fevereiro, quarta-feira, do Diário de Minas/Executivo, Caderno 1, página 3.
REFORMA
Às voltas com uma série de propostas de reforma administrativa, o governador Fernando Pimentel (PT), que assumiu dia 1º de janeiro de 2015, estaria analisando a possibilidade de acabar com a exigência de formação específica para o cargo de superintendente Regional de Ensino, uma vez que poucos educadores teriam passado pela especialização. Em Uberaba, apenas três pessoas teriam esta formação, mas, nenhuma delas teria afinação com o governo de Minas que saiu das urnas em 2014.
A ELEITA/ESCOLHIDA
Atual subsecretária de Educação de Uberaba, Marilda Ribeiro Resende tem apoio triplicado. Conta com a indicação do deputado estadual Tony Carlos; com a anuência do prefeito Paulo Piau e foi eleita pela diretoria do Sindicato Único dos Trabalhadores em Educação – SindUte. Marilda e Tony Carlos exerceram juntos a vereança, quando se tornaram parceiros em vários projetos e amigos pessoais. Quanto ao SindUte, sua trajetória política/comunitária foi, em grande parte, baseada no sindicalismo – sendo, inclusive, a presidente mais atuante do SindUte Uberaba.
Além disso, ela é vice-presidente no PMDB de Paulo Piau e presidido por Tony Carlos – principal legenda aliada do PT de Fernando Pimentel.
A REGIONAL
SRE/Uberaba abrange 25 municípios do Triângulo Mineiro, somando 99 escolas – de acordo com a estrutura atual. São eles: Água Comprida; Araxá; Campo Florido; Campos Altos; Carneirinho; Comendador Gomes; Conceição das Alagoas; Conquista; Delta; Fronteira; Frutal; Itapagipe; Iturama; Limeira do Oeste; Pedrinópolis; Pirajuba; Planura; Pratinha; Sacramento; Santa Juliana; São Francisco de Sales; Tapira; Uberaba; União de Minas; Veríssimo.
Obs.: Pra se ter uma ideia, lideranças políticas de Frutal trabalham para que a cidade tenha sua própria Superintendência Regional de Ensino, o que, além dela própria, tiraria outras cidades da Regional de Uberaba.

INDEPENDENTE, LERIN GANHA DIREITO DE ESCOLHER UM NOME
Diretoria Regional de Uberaba da Secretaria de Estado de Trabalho e Desenvolvimento Social será comandada por alguém indicado pelo deputado estadual Antônio Lerin (PSB) – considerado do bloco dos independentes na Assembleia Legislativa de Minas Gerais. Tony Carlos fez a revelação à colunista de Conta-Gotas...Notícias, detalhando que coube a Adelmo Leão (PT) definir o nome da Superintendência de Saúde, do próprio Tony – deputado estadual majoritário na cidade, fazer a indicação para a Superintendência de Ensino, e a Lerin, escolher o nome da Regional da Sedese.
----------------
COISAS DA POLÍTICA BRASILEIRA
E por falar em Adelmo Leão, o quase ex-eleito suplente deputado federal se mantém assíduo nas sessões da Câmara dos Deputados enquanto tenta se livrar da pendenga judicial que colocou seu cargo em risco... Das dez sessões realizadas até agora, Adelmo não faltou nem a metade que fosse de uma delas... Enfim, 100% de presença. Também não se fez de rogado: gastou R$ 898,30 da cota parlamentar, sendo R$ 823,93 em passagem aérea e R$ 74,37 em serviços postais.
Enquanto isso, ele continua anotado como suplente em todas as relações da Justiça Eleitoral, de candidatos que disputaram as eleições de 2014. A recontagem de votos em Minas Gerais aumentou a votação de legenda do PTdoB, que teve direito a eleger um deputado federal, tirando a vaga de Adelmo – que está recorrendo.
Mas, é bom que se diga: se consolidada a perda, o uberabense ainda pode assumir uma vaga, no lugar de algum deputado federal de sua coligação, que tenha sido convocado para ocupar cargo no governo. Adelmo – segundo a Justiça Eleitoral, é o 1º suplente da coligação.
------------------
Curiosidade histórica
UBERABA 195 ANOS

DE BERABA A UBERABA
Até 1820, o arraial era conhecido como Santo Antônio do Beraba, conforme verificado no proclama de casamento de Antônio Joaquim da Silva e Anna Josefa Reis, fixado, em 1816, na porta da Capela de “Santo Antônio do Beraba”, (atual Centro de Cultura José Maria Barra).
Comprova-se assim que o nome já era utilizado antes mesmo de Uberaba ser elevada à condição de Freguesia, em 1820.
De 1820 a 1836, passou a se chamar Santo Antônio e São Sebastião de Uberaba. De 1836 a 1856, chamou-se Vila de Santo Antônio de Uberaba e, finalmente, Uberaba, a partir da elevação à Cidade, em 1856.
O nome atual pode-se traduzir por rio de águas claras e cristalinas ou rio claro.
FONTE: Arquivo Público de Uberaba
---------------

PODERES
Contra tudo e todos (que são contra ele), o político e líder classista Luiz Henrique Borges Fernandes foi reconduzido ao comando da Cooperativa dos Empresários Rurais do Triângulo Mineiro/Certrim. Vice-presidente da comissão executiva do Solidariedade/SD, Luiz Henrique é acusado por uns e outros de se perpetuar no poder da Certrim.
Quanto ao SD, quatro vereadores integram a executiva junto com o vice-presidente: Luiz Dutra (que preside o partido e a Câmara de Uberaba);  Elmar Goulart – ex-presidente da Câmara, que é o 2º vice; Paulo César Soares – secretário, e Samir Cecílio, o mais votado das eleições de 2012, que ocupa o cargo de tesoureiro.
----------------

VALE EMPREGO E RENDA
Depois do celular, de fotógrafo cada um tem um pouco, né? Que o diga o prefeito Paulo Piau! Transitava pela BR/050, quando passou pelo terreno que está sendo preparado para receber a megaobra da Vale – e não resistiu.
Não sou fotógrafo e nem tenho competência pra isso, e portanto, peço desculpas aos grandes profissionais desta área que tanto orgulham Uberaba!” – disse ele no seu mural no Facebook, divulgando a  imagem que clicou do local.
Lembrou que se trata do maior terminal ferroviário da América Latina - o Terminal Integrador de Uberaba, para transbordo e armazenagem de grãos e açúcar. Projeto da empresa Vale/Valor da Logística Integrada – VLI, com investimentos de R$ 230 milhões, e mais de 600 vagas de emprego. “UBERABA MERECE” – concluiu.
----------------
Curiosidade histórica
UBERABA 195 ANOS

1.300 ALMAS DE TESTEMUNHAS
Quando se tornou freguesia, em 1820, Uberaba tinha “1.300 almas” – de acordo com manuscrito datado de 1824/1826, do “cônego Antônio José da Silva”, o Vigário Silva,  duas vezes  presidente do Legislativo e agente-executivo de Uberaba (o que corresponderia ao cargo de prefeito).
No posto de primeiro clérigo da cidade, registrou a história local sob o título: “História Topográfica da Freguesia de Uberaba, vulgo Farinha Podre”.
O manuscrito deste registro – com a previsão da data, foi cedido ao Arquivo Público Mineiro, pelo polivalente português Antônio Borges Sampaio – que chegou em Uberaba na década de 1840 e desempenhou uma série de atividades: agente do correio, farmacêutico, advogado, promotor, subdelegado de polícia, diretor de Instrução do Distrito de Uberaba, além de coronel, vereador por 30 anos, historiador e jornalista, atuando como um dos principais correspondentes brasileiros do Arquivo Público Mineiro.
Em sua “História Topográfica da Freguesia de Uberaba, vulgo Farinha Podre”, Vigário Silva escreveu:

_“Em 17 deste mesmo mês de Setembro e ano de 1820 tomou posse de Vigario da Freguezia, erecta alguns meses antes a requerimento do S. Mr. Antonio José da Silva, que atualmente serve:
Tem a Freguezia de longitude mais de 40 legoas, e de latitude mais de 20, e de sua Filial a Capela de N. Senhora das Dores distante da Matriz 10 legoas, erecta em 1823.
Divide pelo Nascente com a Freguesia do Desemboque pelo Ocidente com o Sertão, pelo Norte com as Freguesias do Araxá, e Aldeia de Santa Anna, e pelo Sul com a Freguesia da Villa Franca do Imperador.
Dista o Arraial do Uberaba da Cabeça do Julgado 18 legoas, do Araxá 22, da Aldeia de S. Anna 15, da Villa Franca 15, e da Cabeça da Comarca(Paracatu) 60.
Contem a Freguezia dentro do Arraial 91 fogos habitados, e fora 300.
A sua Povoação, que em 1820 constava de 1.300 almas monta hoje a 3.000 a fora os Indios Aldeianos a margem do Rio Grande na distancia de 40 lagoas do Arraial, cujo numero excede a 1.000 de ambos os sexos.
Este Indios (Caiapos) passeião de tempos em tempos por toda a Freguesia; mais não commettem a menor hostilidade, o que se deve sem duvida ao jeito, e ao amor, com quem tem sido sempre tratados pelo Sarg. Mor Antonio Eustáquio da Silva, que os visita todos os anos, prodigalizando-lhe roupas, e ferramentas, ora a sua custa, ora a custa da Fazenda Pública e também em cooperado muito para a sua pacificação João Baptista de Siqueira, que mora visinho aos mesmos indios, com que tem freq. Comunicações e os supre, muitas vezes, com mantimentos do seu Paiol.
He por lamentar-se a desgraças destes Entes embrutecidos; por isso que não se tem adoptado as necessárias e urgentes medidas para a sua cathequisação.”
--------------
A CÉSAR... A PANCADA QUE É DE CÉSAR
Sozinho no papel de saco de pancadas por causa da iluminação pública e dos atrasos e superlotação no transporte coletivo, o governo municipal de Uberaba cansou! Notificou a empresa Remo, que venceu a licitação para gerenciar a iluminação de rua, deixando claro que, se os prazos não forem cumpridos, a segunda colocada na licitação será convocada. Quanto ao transporte coletivo, o prefeito de Uberaba reuniu os empresários e deu um ultimato para que cumpram suas obrigações e melhorem o atendimento.
Não estamos fugindo às nossas responsabilidades, mas as empresas estão se fazendo de mortas enquanto o governo apanha!” – afirma uma fonte.
--------------------
FOTO DE 1890 - AUTORIA DESCONHECIDA - ACERVO DO ARQUIVO PÚBLICO DE UBERABA
Curiosidade histórica
UBERABA 195 ANOS

*O 1º LOGRADOURO ---- A Praça Rui Barbosa
“É o mais antigo logradouro público de Uberaba, pois, foi na sua parte inferior que se começou a edificação do primeiro prédio que Uberaba teve ... É inteiramente calçada a paralelepípedos e com luxuoso jardim à frente da Catedral do Bispado. Nos alinhamentos em diferentes lugares ficam o Paço Municipal, hoje Prefeitura, o Teatro São Luís e custosos prédios particulares. Primitivamente chamava-se ‘Largo’, mais tarde ‘Largo da Matriz Nova’, ‘Largo da Matriz’, praça ‘Afonso Pena’ (1894-1916) e finalmente praça Rui Barbosa."
(PONTES, 1970, p.287)
(Obs: O historiador Hildebrando de Araújo Pontes viveu no período de 1879 a 1940)
Fonte: Arquivo Público de Uberaba
-------------------
PROGRAMAÇÃO DOS 195 ANOS DE UBERABA
Com programação especial intitulada “Uberaba 195 anos, orgulho da nossa terra”, a Prefeitura de Uberaba promove ampla programação para todos os gostos. Com o reforço da Fundação Cultural e parceria com a TV Integração, o aniversário da cidade, dia 2 de março, segunda-feira, vai agitar a Praça da Abadia, das 8h às 21h30.

Culto em ação de graças pelo 195º aniversário de Uberaba
Local: Teatro Municipal Vera Cruz
Horário: 19h
Uberaba 195 anos, orgulho da nossa terra
Local: Praça Nossa Senhora da Abadia
Horário:  8h às 21h30
EVENTOS
De 8h às 12h – Integração no Bairro
8h às 18h – Atividades da Secretaria de Esporte e Lazer, brincadeiras e diversões
8h às 18h – Estande do Conphau – “Uberaba – 195 anos de História e Memória”, mostrando a história de Uberaba com cinema e mapas interativos do patrimônio histórico, com apoio da Câmara Municipal de Uberaba
18h – Projeto “Minha Terra, Minha História” e show de Alexandre Guti Saad, Banda e Quinteto de Cordas de Uberaba; apresentação inclui o vídeo contando a história de Uberaba com a ocupação espacial do Triângulo Mineiro e evolução do município.
19h – Concerto da Orquestra Municipal de Uberaba e convidados. Solistas convidados: Marília Bartolomeu, Hélio Siqueira, Henrique Botelho e Thiago Neves, com homenagem à cantora Cláudia Falconi e músicas de Joubert de Carvalho.

FUNCIONAMENTO DOS SERVIÇOS PÚBLICOS E DO COMÉRCIO NO DIA DO ANIVERSÁRIO DE UBERABA
Uberaba completa 195 anos dia 2 de março, e, em função do feriado, o atendimento público e privado terá alterações.

02/03/2015
Centro Administrativo/Prefeitura
Não funciona neste dia, e retorna às atividades normais  na terça-feira com atendimento ao público a partir das 12h
Saúde
Unidades de Pronto Atendimento (UPA´s), Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu 192) e ambulâncias atendem normalmente
Atendimento odontológico funcionará em horário especial: das 12h às 22h
Unidades Matriciais de Saúde (UMS), Unidades Regionais de Saúde (URS), Unidades Básicas de Saúde (UBS), Centro de Saúde Eurico Vilela, Centro de Atenção Integral à Mulher (Caism), Unidade Especializada em Reabilitação (UER) e Centro de Testagem e Aconselhamento (CTA) não funcionam dia 2 de março
Farmácias
Farmácia do Acolhimento atende das 7h às 19h
Farmácia Popular fica fechada e reabre na terça-feira
Mercado Municipal
Trabalha normalmente no final de semana e, na segunda-feira fica aberto até o meio-dia.
Peirópolis
Casa do Turista fica aberta para prestar informações ao visitante
Cemitério Municipal São João Batista
Fica aberto das 8h às 18h.
Feira-livre
Não funciona, a exemplo do que acontece toda segunda-feira
Central de Abastecimento (Ceasa)
Fará comercialização normal, a partir das 7h.
Obs.: As filas de comerciantes que vão à Ceasa comprar produtos ficarão do lado de dentro da unidade, garantindo a segurança do cliente
Mata do Ipê
Funcionará em horário normal, das 7h às 18h
Obs.: Bosque Jacarandá está fechado, em obras, desde que foi danificado pelas chuvas

COMÉRCIO
_De rua
Fechado
_Gêneros alimentícios (supermercados, por exemplo)
Fechados
_Shopping Uberaba
Aberto das 14h às 20h
--------------------
Curiosidade histórica
UBERABA 195 ANOS

CENSO 2010
O que diz o último censo realizado pelo 
Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística – IBGE, em 2010?

_ Que Uberaba tinha 295.988 moradores, sendo 289.376 na zona urbana, e 6.612 no campo. Deste total, 51,2% eram do sexo feminino, e 48,8% do sexo masculino.

ESTIMATIVA 2014
Divulgada em julho de 2014, uma nova estimativa do IBGE colocou Uberaba com 318.813 moradores. Portanto, 22.825 habitantes a mais do que o número oficial de 2010.

OS UBERABENSES DE CORAÇÃO
De acordo com o IBGE, dos 295.988 habitantes registrados no censo de 2010, nada menos do que 108.767 não nasceram em Uberaba.
Mas, a população natural do município é um pouco maior: soma 187.221 pessoas.
São 78.454 a mais do que os “forasteiros”.
Dos “forasteiros” que residem em Uberaba, 44.252 não são mineiros, enquanto 344 moradores são provenientes de outros países.
OS CATÓLICOS ----- Com relação ao censo oficial de 2010, o IBGE detectou que 180.097 moradores são católicos apostólicos romanos, enquanto 526 afirmaram que são católicos apostólicos brasileiros e 221 são católicos ortodoxos.
OS EVANGÉLICOS ---- Dos entrevistados pelo IBGE, 59.024 disseram que são evangélicos, sendo 21.113 de origem pentecostal. Outros exemplos: 4.380 disseram que são evangélicos de missão; 217 se declararam luteranos; 1.456 são presbiterianos; 624 são metodistas; 1.442 são da igreja batista; 640 da igreja adventista.
OS ESPÍRITAS ----- Outros  46.063 disseram que são espíritas. A variação inclui, entre outros, umbanda e candomblé (2.775 pessoas); só umbanda (2.029 pessoas); só candomblé (691 moradores).
OS SEM-RELIGIÃO ---- Em contrapartida, 22.243 declararam que não possuem religião. Outros 1.537 são ateus, enquanto 789 afirmaram que não conseguem definir.
O ORIENTE É AQUI ---- As religiões orientais também aparecem no levantamento. Exemplos: budismo (com 204 pessoas); judaísmo (95); islamismo (29 pessoas); hinduísmo (20 adeptos).
Outros 121 entrevistados pelo IBGE se declararam adeptos de religiões com tradição esotérica; enquanto 16 afirmaram que suas religiões têm tradição indígena
NECESSIDADES ESPECIAIS
O último censo do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística detectou que Uberaba tem 51.724 moradores com alguma deficiência permanente.
Exemplos: 820 pessoas são totalmente cegas; 6.103 possuem deficiência visual grave.
Entre os habitantes de Uberaba, 455 são totalmente surdos, enquanto 2.127 têm deficiência auditiva grave.
Com deficiência motora aparecem 1.329 (totalmente paralisados) e 4.857 em situação grave.
Outros 10.136 possuem alguma dificuldade motora.
O IBGE também registrou 3.392 pessoas com deficiência mental/intelectual.

BENS DURÁVEIS ---- Ainda durante o censo de 2010, o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística detectou 96.799 domicílios particulares permanentes na cidade.
E constatou que, 94.897 possuem televisão; 94.665 possuem geladeira; 83.305 possuem rádio; 53.708 têm máquina de lavar roupa; 47.368 possuem telefones fixo e celular.
E ainda: 40.746 domicílios uberabenses tinham microcomputador com acesso à Internet.

MISCIGENAÇÃO
Dos 295.988 habitantes, nada menos do que 109.733 se assumiram como pretas (26.976) ou pardas (82.757). Fora os 2.700 da raça amarela e 405 indígenas. Sobraram 183.150 brancos assumidos.
HAJA HISTÓRIA!
E de acordo com o censo, Uberaba tinha 36 habitantes com idades acima de 100 anos. São 24 homens e 12 mulheres. Gente com história aos montes pra contar.

Curiosidade histórica
UBERABA 195 ANOS

*LIÇÕES DE VIDA
Estive o mês passado no Triângulo Mineiro e pude verificar a tremenda etapa já vencida pela ideia do petróleo. Fui recebido pelas meninas do Colégio Nossa Senhora das Dores, em Uberaba. Uma coisa linda, das quais só os mineiros sabem fazer. Duas religiosas, dessas que pela sua bondade transparente convertem por ação de catálise, levaram-me ao grande pátio interno, onde, em semicírculo, centenas de meninas, uniformizadas de sainha azul e blusa creme, esperavam esse misterioso Lobato do sítio da Dona Benta. Parei diante delas, ladeado das duas freiras. Adiantou-se uma menina de 16 anos, Luci Mesquita, e pronunciou um discurso bastante sério. - Quem teria escrito esse discurso? perguntei-lhe mentalmente enquanto a ouvia; e quando ela terminou, repeti a pergunta: - Quem escreveu este discurso, senhorita? - "Eu mesma", foi a singela resposta, e as duas irmãs a confirmaram. - "Sim, foi ela sozinha. A Luci é muito lida, e até tivemos de cortar um pedaço porque se estendeu demais sobre o petróleo". Luci disse entre outras coisas: -"O vosso sacrifício da carreira literária para se dedicar inteiramente ao serviço da propaganda do petróleo é das mais nobres que conheço"..... Eu arregalei os olhos. Só naquele momento percebi que realmente havia sacrificado minha carreira literária em prol do sonho do petróleo”.
(MONTEIRO LOBATO, escritor, criador do Sítio do Picapau Amarelo, o maior defensor da Petrobras e líder do movimento "O Petróleo é Nosso" - em 1946)

1º PRÉDIO DA CÂMARA DE UBERABA EM 1837 - FOTÓGRAFO DESCONHECIDO
FOTO RESTAURADA POR PAULO LEMOS ---- ACERVO ARQUIVO PÚBLICO DE UBERABA
Curiosidade histórica
UBERABA 195 ANOS

*O PAÇO MUNICIPAL
"O 1º prédio da Câmara Municipal de Uberaba foi construído pelo Capitão Domingos da Silva e Oliveira às custas da população, em 1836, e inaugurado, em 1837, para sediar o Governo Municipal.
O sobrado passou por várias reformas, preservando suas características, tais como: proporção, número de pavimentos, estruturas e decoração interna.
As reformas datam de 1888, 1893, 1918, sendo que o prédio atual foi reinaugurado em julho de 1920. O arquiteto Luís Dorça modificou a antiga forma das edificações portuguesas para um estilo mais moderno.
A planta do prédio é de autoria do engenheiro e arquiteto W. Brosenius.
O construtor foi Santos Guido, que introduziu as ordens civis modernas.
No 1º prédio funcionaram as sessões da Câmara, do Júri, Juntas Municipais, de qualificações e outras de caráter público.
Reuniam-se no seu salão os Colégios Eleitorais. Todas as autoridades judiciárias nele davam suas audiências. Em seu andar superior funcionava a Cadeia Pública."
(Fonte: Arquivo Público de Uberaba)

*O PODER
(Nepotismo e força econômica)
O povoamento de Uberaba remonta à segunda década de 1800, e teve sua elevação à categoria de Freguesia em 1820.
Em poucos anos sua população cresceu e passou a exigir um governo local, chegando a encaminhar um abaixo-assinado ao governo Provincial, em 1832.
A 22 de fevereiro de 1836 este pedido foi atendido, sendo o Arraial de Santo Antônio e São Sebastião elevado à condição de Vila passando assim a ser independente.
Para a votação de escolha dos primeiros vereadores foram alistados os fazendeiros e comerciantes prósperos, que elegeram para a primeira legislatura os seguintes vereadores:
_Capitão Domingos da Silva Oliveira, fazendeiro e juiz de órfãos. Irmão do fundador do Arraial,o Major Eustáquio.
_Alexandre José da Silva (futuro Barão de Ituberaba), fazendeiro e construtor de muitos prédios da Vila.
_João Joaquim da Silva Guimarães, poeta e prosador, irmão do Vigário Silva e pai do escritor Bernardo Guimarães, e que chegou a ser Ministro do Supremo Tribunal de Justiça do Império.
_Miguel Eugênio de Araújo, fazendeiro.
_Joaquim Pereira Urzedo, fazendeiro.
_Padre Francisco Ferreira da Rocha, homem de muito saber e chefe do garimpo de diamantes do rio Uberaba.
_Manoel Rodrigues da Cunha, fazendeiro
*A festa de instalação desta nossa primeira Câmara, presidida pelo Capitão Domingos, se deu no dia 7 de janeiro de 1837, como previa a praxe regimental”.
(Fonte: Câmara Municipal de Uberaba)

Curiosidade histórica
UBERABA 195 ANOS

CÂMARA "VOLTA" PARA ONDE TUDO COMEÇOU...
Mesa diretora da Câmara de Uberaba – presidida por Luiz Dutra (SD), pode bater o martelo, a qualquer momento, em negociação com os proprietários do prédio que abriga o Chaves Pálace Hotel – na rua Manoel Borges, esquina com a praça Rui Barbosa, e bem em frente à Câmara de Vereadores. Objetivo é instalar ali, os gabinetes dos 14 vereadores, que hoje funcionam na rua Tristão de Castro, por absoluta falta de espaço no Paço Municipal – por sinal, denominado Major Eustáquio.
Provisório...
Mais do que a mudança, o que chama a atenção é o fato de – se concretizada a mudança, a Câmara estar prestes a se instalar no local onde teve início a história de Uberaba.
 (...) A colonização da região onde se formou Uberaba se deu a partir dos primeiros anos do século XIX, quando garimpeiros do Desemboque começaram a se expandir por estes sertões, em razão do esgotamento das minas de ouro que exploravam.
A fundação se deveu ao Sargento-Mor Antônio Eustáquio da Silva e Oliveira que, sendo nomeado Regente-Geral e curador dos índios da região, em 1811, saiu do Desemboque e se estabeleceu onde hoje está a cidade, às margens da Estrada Toque Anhanguera construída para extrair ouro em Goiás.
Junto com Antônio Eustáquio vieram outros aventureiros e fazendeiros, que visavam a produzir e comercializar com as caravanas que passavam por aqui, vindas de São Paulo com destino a Goiás.
...e definitivo
Um pouco mais acima, meia légua distante desta casa, o Sargento-Mor construiu uma outra, no local em que hoje se encontra a praça Rui Barbosa. Já em 1815, algumas casas tinham sido construídas neste ‘retiro’, o que atraiu outras pessoas.
Por comodidade e conveniência, as famílias decidiram transferir-se para perto da residência do Sargento-Mor.Estabeleceram-se perto do ‘poder’ político.
Uberaba começava a nascer.
E ASSIM...
A casa que pertenceu ao Major Eustáquio, morto em 1832, foi portanto, a primeira residência de Uberaba. Pertenceu ao Barão de Ponte alta, e em 1850 foi comprada pelo seu cunhado, o português Antônio Borges Sampaio, político, jornalista, correspondente oficial do Arquivo Público Mineiro.
Nela, anos mais tarde, funcionou a famosa loja Notre Dame de Paris, de propriedade de Francisco Riccioppo. Após sua demolição, foi construído no terreno o Chaves Pálace Hotel.
Fonte: Arquivo Público de Uberaba
------------------
EA LUTA CONTINUA...
ATÉ O FECHAMENTO DESTA EDIÇÃO DE CONTA-GOTAS...NOTÍCIAS, 71.000 "UBERABENSES" 
COM PÁGINAS NO FACEBOOK TINHAM SIDO CONVIDADOS PARA A "PASSEATA PACÍFICA - FORA DILMA - UBERABA" MARCADA PARA 15 DE MARÇO, COM CONCENTRAÇÃO NO UBERABÃO. 
5,7 MIL CONVIDADOS RESPONDERAM QUE VÃO COMPARECER,  ENQUANTO 812 DISSERAM QUE "TALVEZ".
VALE LEMBRAR: DILMA ROUSSEFF (PT) SAIU DO 1º TURNO EM UBERABA - NAS ELEIÇÕES DE 2014, 
COM  69.777 VOTOS, E NO 2º TURNO, COM 96.177 VOTOS. 
SEU PRINCIPAL ADVERSÁRIO, AÉCIO NEVES (PSDB), TEVE 52.664 VOTOS EM UBERABA, NO 1º TURNO, E 70.787 VOTOS NO 2º TURNO.
NO GERAL, DILMA FOI REELEITA COM 54,4 MILHÕES DE VOTOS, CONTRA 51,04 MILHÕES DE AÉCIO - UMA DIFERENÇA DE 3,28%.
---------------------

Nenhum comentário:

Postar um comentário