4 de maio de 2015

CONTA-GOTAS...NOTÍCIAS

PRAÇA UBERABA SHOPPING CENTER
(FRANCIS PRADO)
Rolezinhos...
Mais vale prevenir...
Mera ilusão de quem acha que os famosos rolezinhos são apenas um fenômeno do passado! Eis que, recém-inaugurado, o Praça Uberaba Shopping Center tratou de se prevenir. Obteve liminar da Justiça para proibir a entrada de jovens que estejam em grupos com mais de três pessoas, sem documentos de identificação e desacompanhados dos pais ou responsáveis. A proibição do rolezinho no Praça Uberaba Shopping Center, além de controlar a entrada de jovens, também estipula multa de R$ 5 mil para todos que desrespeitarem a decisão.
...do que remediar
Na edição de 19 de janeiro de 2014 esta coluna noticiava que a garotada de Uberaba entrara na onda nacional e estava convocando os amigos para rolezinhos todos os sábados, no Shopping Center Uberaba. A primeira convocação atraiu cerca de 250 adolescentes, mas o rolezinho foi barrado na porta. O encontro que deveria ter acontecido dia 18 de janeiro, foi impedido com base em liminar judicial. O shopping ganhou o direito de proibir a entrada de adolescente desacompanhado dos pais.
-----------------

DEFENSORIA PÚBLICA DE CASA NOVA   (DIVULGAÇÃO)
Autonomia
Defensores públicos conquistam sede nova com recursos próprios
Defensoria Pública do Estado de Minas Gerais inaugura dia 7 de maio, quinta-feira, às 17h, suas novas instalações em Uberaba. Evento tem conotação especial: consolida a luta pela autonomia, incluindo a ocupação de sedes custeadas com recursos próprios.
Atualmente, 16 defensores públicos atuam na comarca de Uberaba, distribuídos nas áreas: Infância e Juventude, Cível, Família, Criminal e Execução Penal.
Defensora pública-geral, Christiane Neves Procópio Malard, participa do momento histórico. Sede fica na avenida Maranhão, nº 1.421, bairro Universitário.
DPMG
Defensoria Pública é a instituição responsável por prestar assistência jurídica e gratuita aos necessitados; além de promover a solução extrajudicial de conflitos, educação em direitos e conscientização da população sobre direitos humanos, cidadania e ordenamento jurídico.
Em 2014, a DPMG realizou 1,8 milhão de atendimentos jurídicos no Estado. Em 2015, já foram realizados 562.381.
Comarca
Na comarca de Uberaba, foram realizados 73.835 procedimentos em 2014, e nos três primeiros meses de 2015 foram 17 mil atendimentos.
--------------
------------

BENEDITO COELHO - O PELÉ
(DIVULGAÇÃO)
TRABALHADOR BRASILEIRO 
Dono de um rol variado de amigos e admiradores – conquistados ao longo dos anos de trabalho no Mercado Municipal, o entregador  Benedito Sebastião de Sousa Coelho, o Pelé, acaba de marcar mais um gol de placa: concretizou, agora com endereço sorteado, sua casa própria no Residencial Jardim Anatê II (foto)
Pouco tempo atrás se aposentou pelo Instituto Nacional de Seguridade Social, o INSS, após anos e anos de lutas e negativas.
E por iniciativa dos 14 vereadores de Uberaba – após ampla campanha de admiradores no Facebook, Pelé recebeu a Medalha Major Eustáquio – a principal honraria concedida pelo Poder Legislativo de Uberaba.
Pelé mantém a trajetória da grande maioria dos trabalhadores do Brasil. Mesmo aposentado, continua trabalhando.
--------------

ExpoZebu 2015
Leilão solidário rende mais de R$ 450 mil para o combate ao câncer
HOSPITAL HÉLIO ANGOTTI/UBERABA  (DIVULGAÇÃO)
Realizado pela Associação Brasileira dos Criadores de Zebu/ABCZ, o Leilão União de Forças 2015 captou R$ 454 mil. Trata-se da 2ª edição do pregão realizado em favor dos hospitais do câncer de Barretos (SP) e de Uberaba. Apesar do grande volume conseguido com a comercialização de 62 lotes de animais doados por gente solidária, o valor é menor que o arrecadado em 2014.
A 1ª edição rendeu R$ 1,5 milhão. As duas instituições atendem a pacientes de todo o Brasil pelo Sistema Único de Saúde/SUS, e os custos de tratamento são gigantescos, o que tem gerado déficit mensal significativo em ambos. Hospital Hélio Angotti/Uberaba vai usar o dinheiro na aquisição de medicamentos e materiais hospitalares.
------------

LEILÕES AGITAM A EXPOZEBU  (DIVULGAÇÃO)
Ausências 1
Movimentação econômica segue a todo vapor
Leilões e comercializações individuais acontecem a todo vapor na 81ª ExpoZebu – alheios às encrencas políticas. Enquanto os 11 primeiros pregões movimentavam quase R$ 7,1 milhões (ao todo serão 34 leilões), os assuntos de palanque ganhavam espaços em praticamente todos os veículos de comunicação brasileiros. Apesar de – ou justamente por causa de algumas ausências, a abertura oficial de 3 de maio foi tão ou mais comentada do que as edições anteriores, quando o palanque balançava de tanta gente sobre ele, incluindo presidente da República e seus ministros, governador de Estado e os respectivos aliados a perder de vista.
--------------

50 BARULHENTOS   (ALEX ROCHA/G1)
Ausências 2
Distância não reduz impacto dos protestos
Pouco mais de 50 manifestantes conseguiram impacto inusitado. Cartazes e apitos  transformaram a abertura oficial da 81ª ExpoZebu numa das mais faladas dos últimos tempos. De acordo com notícia publicada pelo R7/Rede Record, os manifestantes são de Uberaba, Uberlândia, Belo Horizonte, São Paulo, Ribeirão Preto, Sacramento e Araraquara, e entre eles estavam líderes de movimentos como o VemPraRua e o Limpa Brasil.  "Que as autoridades que estão presentes aqui deem recado para Brasília de que estamos insatisfeitos", declarou o líder do Movimento Limpa Brasil em Ribeirão Preto (SP), André Rodini, que também é vendedor de sêmen bovino..
Ainda segundo o portal R7, os representantes do VemPraRua disseram que o movimento está solidário com os mineiros, principalmente o setor rural, por causa da entrega da Medalha da Inconfidência ao líder do MST, João Pedro Stédile. "Stédile não tem vínculo positivo com Minas", disseram.

CONFIRA ALGUMAS MANCHETES BRASIL AFORA
*Cerimônia da ExpoZebu  é aberta com protestos
O Portal da Bahia/Municípios Baianos
*Grupo faz protestos antes da abertura da Expozebu
Diário de Pernambuco
*Na abertura da Expozebu, grupos protestam contra Dilma e ...
www1.folha.uol.com.br/...
*Com manifestação e sem governador, Expozebu é aberta em Uberaba
Globo.com‎
*Grupos protestam contra Dilma e Pimentel na abertura da Expozebu
Valor Economico‎
*Grupo faz protestos antes da abertura da Expozebu ...
www.em.com.br
*Grupos protestam contra Dilma e Pimentel na abertura da ...
www1.valor.com.br
*Cerimônia da ExpoZebu tem protesto e ausência de ...
politica.estadao.com.br
*Com manifestação e sem governador, Expozebu é ...
g1.globo.com
*Grupo faz protestos antes da abertura da Expozebu ...
noticias.r7.com
*Na abertura da Expozebu, grupos protestam contra Dilma e ...
www.otempo.com.br
*Na abertura da Expozebu, grupos protestam ...
www.oestadoce.com.br
*Na abertura da Expozebu, grupos protestam ...
Folha/www.noticiasagricolas.com.br
*ExpoZebu 2015: fuga em massa das autoridades petistas
otambosi.blogspot.com
*Cerimônia da ExpoZebu tem protesto e ausência de ...
www.dci.com.br
*Dilma e Pimentel são vaiados na abertura da Expozebu ...
www.hojeemdia.com.br
*Expozebu começa com protesto contra o governo
www.canalrural.com.br
*Na abertura da Expozebu, grupos protestam contra Dilma e ...
www.blogdoantero.com.br
-------------
Vaias, apitos e cartazes
Ninguém tem dúvida de que o “esvaziamento” político tem nome e endereços definidos... Se traduz por vaias e está residindo nos pensamentos de muita gente da política, mas, especialmente, da presidente Dilma Rousseff e do governador de Minas Gerais, Fernando Pimentel, ambos do PT, com impacto em todos e tudo que se relacionam a eles.

TONINHO ANDRADE E PAULO PIAU
(DIVULGAÇÃO)
Sobrou pro vice
Ausentes Dilma Rousseff – seu vice, Michel Temer (PMDB), e seus ministros, e o governador Fernando Pimentel, eis que sobrou pros ouvidos e olhos do vice mineiro, Antônio Andrade, companheiro de PMDB do prefeito Paulo Piau, e que – este sim!, deu provas de amizade inconteste. Andrade ouviu e leu tudo o que era pra ser dito pra presidente da República – “Fora Dilma!”, “Impeachment, já!”, “Fora PT!”, e para o governador – neste caso, por causa da condecoração ao líder do Movimento dos Sem-Terra (MST), João Pedro Stédile.

Ingredientes já indicavam discurso crítico
A condecoração do líder do MST, em 21 de abril – Dia de Tiradentes, com a Medalha da Inconfidência, também ganhou destaque no discurso do presidente da ABCZ, Luiz Cláudio Paranhos. "Temos o dever de externar as preocupações que testemunhamos em nossos associados com a recente homenagem ao chefe do movimento que comanda as invasões de terras e a destruição de instalações de produção e pesquisa agropecuária em nosso país, afrontando constantemente a lei e o Poder Judiciário", discursou o anfitrião da ExpoZebu 2015.
Ingredientes
Duas aberturas oficiais da ExpoZebu já tinham entrado pra história das polêmicas – conforme publicado aqui, em Curiosidade Histórica na edição de 26 de abril. Na oportunidade, Conta-Gotas...Notícias “previu” que a 81ª ExpoZebu tinha todos os ingredientes para entrar no rol dos destaques. Ingrediente principal era justamente a condecoração do líder do MST – assunto que motivou nota de protesto divulgada pela ABCZ.
Reforma agrária
Em 1963, ao receber o presidente João Goulart, o então líder da ABCZ Antônio José Loureiro Borges fez um discurso recheado de críticas, motivado pela indignação com a proposta de reforma agrária proposta pelo governo federal da época.
Jamais seremos contra uma reforma agrária que venha ao encontro dos anseios da classe rural, dando ao homem do campo: amparo e orientação técnica, financiamentos sem burocracia e sobretudo condições de vida compatíveis com a dignidade humana” – disse ele.
Redemocratização
O impacto do discurso de 1963 só perdeu para o impacto do discurso do então presidente da ABCZ Manoel Carlos Barbosa, em 1981, dirigido ao general João Figueiredo, presidente da ditadura militar. Barbosa surpreendeu a todos, e principalmente ao ditador, quando defendeu a redemocratização do país. Figueiredo nem esperou terminar o evento. Saiu, batendo as botas, direto de volta pra Brasília.
------------

SOB OLHARES ATENTOS DO PÚBLICO, A MESA DIRETORA DO DEBATE COMEÇOU
COM PAULO PIAU, LUIZ DUTRA, EDUARDO CUNHA, MARCOS MONTES E LEONARDO PICCIANI,
E TERMINOU COM LUIZ DUTRA, LUIZ PARANHOS, EDUARDO CAMPOS, GERALDO ALCKMIN,
MARCOS MONTES, LEONARDO PICCIANI E PAULO PIAU
(FOTOS: MARCO AURÉLIO FERREIRA CURY)
FPA segura as pontas
Frente Parlamentar da Agropecuária dá o enfoque político da ExpoZebu 2015
Com a presença do presidente Câmara dos Deputados e até visita 
surpresa do governador de São Paulo, eventos movimentaram os bastidores da feira
Com direito a presença surpresa do governador de São Paulo, Geraldo Alckmin (PSDB), a 81ª ExpoZebu foi movimentada por dois eventos da Frente Parlamentar da Agropecuária (FPA), dia 2 de maio, véspera da abertura oficial.
Incluídos na programação da feira, os encontros – o primeiro deles, com os agropecuaristas, e o segundo, um debate público sobre o cenário político brasileiro, tiveram a participação do presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha (PMDB/RJ).
Agropecuaristas
Reunião entre Cunha e os agropecuaristas alcançou seu objetivo – avaliou o presidente da FPA, deputado federal Marcos Montes (PSD/MG), articulador dos encontros, neste caso, em parceria com a ABCZ.
Este é um dos segmentos que mais contribuem com o desenvolvimento do Brasil, e, se for apoiado como merece, com certeza vai contribuir ainda muito mais” – disse Eduardo Cunha. Ele ouviu dos agropecuaristas uma lista de prioridades que estão tramitando no Congresso Nacional.
Pedimos que ele agilize os projetos que são tão importantes para o setor” – revela Marcos Montes.
O presidente Eduardo Cunha assegurou que vai analisar cada pedido com atenção especial.
Reforma, já!
Centenas de pessoas se reuniram no encontro seguinte - um debate público promovido pela Frente Parlamentar da Agropecuária em parceria com a Câmara de Vereadores de Uberaba e a ABCZ. Em pauta, o cenário político brasileiro.
Presença de lideranças das mais variadas tendências políticas tornaram o debate acirrado. Em uma coisa, porém, houve unanimidade: a reforma política é necessária e urgente.
Vamos colocar a reforma em pauta” – garantiu o presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha, a quem cabe definir a prioridade dos assuntos a serem debatidos e votados na Casa.
Confio que isso vai realmente acontecer” – afirmou o presidente da FPA e articulador do debate, deputado Marcos Montes, lembrando que o atual presidente da Câmara tem desengavetado inúmeros projetos importantes, e que permaneciam parados nos últimos anos.
O presidente da Câmara de Uberaba, vereador Luiz Dutra – também dirigente municipal do Solidariedade (SD) e parceiro da FPA no debate, disse que o povo brasileiro está exigindo mudanças e que cabe aos legisladores, em todas as esferas – municipal, estadual e federal, a obrigação de votar leis que atendam à voz das ruas.
O prefeito de Uberaba, Paulo Piau defendeu ações mais contundentes contra a corrupção.
Visita
Governador de São Paulo surpreendeu os presentes no debate público promovido pela Frente Parlamentar da Agropecuária em parceria com a Câmara de Uberaba e a ABCZ, quando  chegou para visitar a ExpoZebu, e fez questão de comparecer ao debate. Alckmin chegou ao evento, em companhia do presidente da ABCZ, Luiz Cláudio Paranhos, e se sentou à mesa, ao lado do presidente da FPA, Marcos Montes, dos presidentes da Câmara de Uberaba, Luiz Dutra e da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha, do prefeito de Uberaba, Paulo Piau, e do líder da bancada do PMDB na Câmara, deputado federal Leonardo Picciani (RJ).
Presenças
Na platéia, lideranças comunitárias, classistas e políticas, incluindo o deputado federal Aelton Freitas (PR/MG) e os deputados estaduais Antônio Lerin (PSB) e Tony Carlos (PMDB), além de vários vereadores de Uberaba e lideranças da região.
E ainda: o vice-prefeito Almir Silva (PTdoB), o presidente do PMDB/Uberaba, chefe de Gabinete Fernando Hueb, a superintendente Regional de Ensino e vice-presidente peemedebista, Marilda Ribeiro, entre outros.
--------------
Íntegra
PRONUNCIAMENTO NA ABERTURA OFICIAL DA EXPOZEBU 2015
*Luiz Cláudio Paranhos
*Presidente ABCZ

Senhoras e senhores... caros amigos...
A Associação Brasileira dos Criadores de Zebu e seus parceiros abrem oficialmente nesta cerimônia, com muito orgulho, a 81ª ExpoZebu.
Acreditamos na importância desta expozebu como um espelho fiel da força do agronegócio e da sua função vital para a economia do nosso país.
A genética zebuína, extremamente adaptada às condições brasileiras, gera maior produtividade, com muita qualidade e com custos altamente competitivos.
E isto está sendo comprovado diretamente no campo, e com metodologia científica, por pesquisadores do Cepea – Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada, da Escola Superior de Agricultura Luís de Queiroz, Esalq
Eles apresentam nesta ExpoZebu os resultados deste trabalho, realizado ao longo de um ano e que envolveu pesquisas especificamente sobre a contribuição da genética zebuína para o aumento da produtividade da pecuária brasileira de corte e leite.
Os resultados evidenciam que, cada touro zebuíno registrado colocado para cobrir o rebanho de corte, dá retorno equivalente a até quatro vezes o seu preço.
E que a genética, aliada a boas práticas de manejo, controle sanitário, nutrição adequada e gestão profissional, torna a pecuária tão ou mais competitiva que qualquer outra atividade de uso intensivo de tecnologia dentro do agronegócio, em qualquer região do país.
Em outras palavras, a genética zebuína comprovadamente aumenta a produtividade e competitividade do rebanho, contribuindo para a sustentabilidade econômica, social e ambiental da pecuária brasileira.
Pecuária que é uma das principais forças do agronegócio brasileiro.
Agronegócio, que evitou que o Brasil ingressasse em uma crise econômica ainda mais grave nos últimos anos, e que também vai evitar que ingressemos em uma crise econômica ainda mais profunda em 2015.
Os efeitos do agronegócio sobre a economia nacional vão muito além dos seus 23% de participação no PIB.
O desempenho de parcelas consideráveis de outros segmentos industriais, comerciais e de serviços também é irrigado pelos nossos resultados.
O controle inflacionário e a eficácia das políticas de distribuição de renda e valorização salarial também são ancorados na produtividade do campo, que assegura o atendimento às nossas demandas internas por alimentos e matérias-primas, a preços estáveis, e ainda gera excedentes para exportações em condições altamente competitivas.
Quando analisamos, então, as contas externas brasileiras, constatamos que o agronegócio tem sido cada vez mais a principal fonte sustentável de riquezas do país, respondendo por 40% das  exportações e por 100% do superávit em nossa balança comercial ao longo dos últimos anos.
Na última década somente a pecuária bovina gerou mais de 46 bilhões de dólares para a balança comercial brasileira. Nossas exportações cresceram de 2,5 bilhões de dólares em 2004 para 7,2 bilhões de dólares em 2014.
Assim, enquanto os outros setores reduziam suas atividades em 2014, a agropecuária conseguia crescer e evitar uma queda ainda mais acentuada do PIB nacional.
Nós, que integramos a imensa cadeia de produção, do pequeno produtor rural à grande indústria de máquinas agrícolas; do trabalhador braçal aos cientistas das universidades; do comerciante de insumos aos profissionais das ciências agrárias; dos dirigentes classistas da sociedade civil aos dirigentes públicos, enfim, nós do setor produtivo ligado ao campo, somos felizes por dar essa contribuição ao nosso país.
Essa contribuição, testemunhada por todos, precisa ser devidamente valorizada no âmbito das decisões políticas e tratada como estratégica para o desenvolvimento nacional, uma luta constante dos nossos amigos, deputado marcos montes e senador ronaldo caiado, e de tantos outros parlamentares que reconhecem a importância do produtor rural.
O agronegócio, por uma incompreensível falta de visão estratégica, recebe menos apoio do que precisaria e enfrenta mais dificuldades do que deveria, sendo, muitas vezes, refém da pauta política imposta por grupos radicais minoritários sem nenhuma representatividade na sociedade, mas que tem as suas vozes artificialmente amplificadas por encontrarem simpatizantes em áreas influentes.
É lamentável que ainda tenhamos de clamar para que nossas propriedades não sejam invadidas criminosamente diante da passividade de autoridades.
É inaceitável que nossos argumentos sejam tantas vezes abafados pela gritaria arrogante de pseudoativistas de movimentos pseudossociais, sustentados com recursos públicos que provêm dos nossos impostos e por doações obscuras que chegam do exterior.
Ativistas somos nós, que militamos e trabalhamos pela causa da produção de alimentos e matérias-primas para o Brasil e o mundo.
Protetores do meio ambiente, somos nós, pois são os produtores rurais, em sua imensa maioria, que cuidam das matas e das nascentes dos rios em quase todo o território brasileiro.
Compromissados com o social, somos nós, que investimos na produção, que geramos empregos, renda, oportunidades e impostos, que beneficiam toda a sociedade.
A agropecuária não tem bandeira político-partidária. Há lideranças de praticamente todos os partidos que abraçam as nossas causas. Abraçam porque enxergam que a nossa bandeira é a bandeira brasileira, a bandeira do progresso e desenvolvimento nacional.
Nós, que conhecemos de perto a realidade dos pequenos, dos médios e dos grandes produtores rurais, não temos do que nos envergonhar ou o que temer.
Podemos nos orgulhar, prezado amigo Paulo Piau, de pertencermos a uma classe formada por uma imensa maioria de homens e mulheres empreendedores, comprometidos com o trabalho e conscientes de suas responsabilidades com a propriedade da terra, os empregos de milhões de trabalhadores, o meio ambiente e a sociedade.
A Associação Brasileira dos Criadores de Zebu representa mais de 21.000 pecuaristas com esse perfil. Pecuaristas que promoveram a boa e verdadeira revolução nos campos brasileiros. A revolução do aumento da produtividade pelo melhoramento genético das raças zebuínas; pela inovação tecnológica; pelo avanço científico; pela profissionalização da gestão e da produção, com a consequente valorização dos trabalhadores.
Segundo projeções do Ministério da Agricultura, até 2020 a produção da pecuária brasileira suprirá 44,5% do mercado mundial de carne bovina, além de suprir com abundância e qualidade o nosso mercado interno, que já mantém o segundo maior consumo per capita de carne bovina do planeta, de quase 40 quilos anuais por habitante.
Reivindicamos, portanto, um papel nos processos decisórios compatível com a importância econômica e social do campo.
Não podemos aceitar as constantes ameaças às nossas propriedades; não podemos permanecer abandonados à própria sorte diante do aumento assustador da criminalidade nas zonas rurais; não podemos ser penalizados com a redução e o encarecimento do crédito num período em que mantemos viva a economia nacional.
Neste contexto, caro vice-governador Antônio Andrade, temos o dever de externar a vossa excelência, respeitosamente, as preocupações que testemunhamos em nossos associados com a recente homenagem do governo de minas ao chefe do movimento que comanda as invasões de terras e a destruição de instalações de produção e pesquisa agropecuária em nosso país, afrontando constantemente a lei e o poder judiciário.
Os produtores estão apreensivos com o risco de essa homenagem ser interpretada por grupos radicais como um sinal verde para mais invasões e para uma ainda maior dificuldade no cumprimento das reintegrações de posse no estado de minas gerais.
Não permita senhor vice-governador, que o Estado de Minas Gerais, que sempre pautou sua história pela defesa da liberdade e respeito às leis, seja assombrado por ideologias ultrapassadas e que ameaçam todo um setor produtivo.
Tranquiliza-nos, senhor vice-governador, que no recente gesto de conciliação e diálogo do governo de Minas, testemunhamos a intenção de toda a equipe em propor medidas de apoio à produção e ao desenvolvimento da agricultura e pecuária. É este o caminho que Minas merece trilhar. O caminho da liberdade, do trabalho e da segurança para produzir e crescer, gerando benefícios para todo o povo mineiro.
Os dizeres “zebu: produtivo e sustentável” da bandeira da ExpoZebu 2015, não são um mero slogan promocional. São princípios e compromissos que norteiam há 81 anos a nossa associação por meio dos seus programas, serviços e ações de fomento à pecuária zebuína.
Fomento que vai além das nossas fronteiras, pois somos também referência mundial em metodologia, tecnologia e expertise em criação, seleção e melhoramento genético de zebuínos.
A ExpoZebu 2015, senhoras e senhores, é realização de um Brasil capaz de vencer desafios, crescer e assumir uma posição de liderança no mundo. Um privilégio e uma responsabilidade à altura das potencialidades do nosso povo e dos nossos recursos naturais.
A pecuária e a agricultura estão cumprindo, como sempre cumpriram, o seu papel na sustentação da economia nacional.
Finalizando, agradecemos especialmente a todos os expositores, empreendedores e imprensa que nos prestigiam e contribuem para o sucesso desta ExpoZebu.
Agradecemos a presença do vice-governador de Minas Gerais, Antônio Andrade, e desejamos que tenha uma jornada exitosa a frente deste grande estado.
Agradecemos a presença fiel e constante do senador Ronaldo Caiado, grande liderança que está sempre ao lado do Brasil que produz.
Cumprimentamos o amigo deputado federal Marcos Montes, presidente Frente Parlamentar da Agropecuária, e ao cumprimentá-lo, cumprimentamos a todos os parlamentares federais aqui presentes.
Agradecemos todo apoio do secretário de Estado da Agricultura, da Pecuária e do Abastecimento de Minas Gerais, João Cruz Reis Filho, e em seu nome agradecemos a todos os gestores estaduais presentes.
Reconhecemos e agradecemos o apoio do nosso companheiro Paulo Piau, prefeito de Uberaba, e em seu nome saudamos todos os prefeitos presentes.
Saudamos o vereador Luiz Dutra, presidente da Câmara Municipal de Uberaba, e em seu nome saudamos todos os parlamentares municipais presentes.
Destacamos nossos amigos homenageados com a comenda Mérito ABCZ em 2015, os criadores Antônio Adarico Limoeiro, Antônio Renato Prata, Cristiano Prata Rezende, Roberto Martins Franco, Sílvio Queiroz Pinheiro, Osvaldo Monasterio e o nosso colaborador Eric Luís Marques da Costa. Reverenciamos também, in memoriam, Antônio Florisvaldo Tarzan Carneiro Lima, saudando seus familiares presentes.
Agradecemos especialmente aos nossos queridos companheiros dirigentes das entidades representativas das raças zebuínas brahman, gir, gir leiteiro, guzerá, indubrasil, nelore, tabapuã e sindi; e os dirigentes das demais associações representativas do agronegócio.
Na pessoa do presidente do sindicato rural de Uberaba, Romeu Borges Júnior, cumprimentamos também os demais presidentes de sindicatos rurais.
Bem como agradecemos aos nossos patrocinadores Banco do Brasil, Coca-Cola, DSM Tortuga, Marfrig e Dow Agroscienses, e o apoio do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, governo de Minas Gerais, Prefeitura de Uberaba, Apex Brasil, Senar, Cemig, Vale e Pólo de Excelência em Genética Zebuína.
Destacamos uma saudação muito especial à Fazu - Faculdades Associadas de Uberaba, uma filha querida da ABCZ, que comemora em 2015 seus 40 anos de atuação em prol do desenvolvimento brasileiro.
Cumprimentamos e agradecemos todos os parceiros que se uniram à ABCZ para a realização da segunda edição da ExpoZebu Dinâmica, a feira de máquinas, implementos, e tecnologia para a pecuária, que será aberta no próximo dia 6, na estância Orestes Prata Tibery Júnior, para a qual convidamos todos aqui presentes.
Agradecemos de forma muito carinhosa aos nossos amigos companheiros de diretoria e colaboradores da ABCZ, sempre presentes, dedicados e atuantes.
Que Deus abençoe a 81ª ExpoZebu.
Obrigado a todos pela presença e a atenção.
--------------

Nenhum comentário:

Postar um comentário