16 de agosto de 2015

CONTA-GOTAS...NOTÍCIAS

NUM ATO FALHO, A PESSOA QUE CRIOU A PÁGINA SE IDENTIFICOU COMO
 "CASADA" EM VEZ DE "CASADO"... A FAMÍLIA TOMOU PROVIDÊNCIAS
EX-PREFEITO É VÍTIMA DE FAKE NA REDE SOCIAL
Ex-prefeito e ex-deputado estadual de Frutal, médico Luiz Antônio Zanto, é mais uma vítima de ação irresponsável no Facebook – a rede social preferida dos habitantes do Triângulo Mineiro. Perfil criado e alimentado com várias postagens em nome dele está sendo denunciado pela família ao Facebook e à polícia.
A própria esposa, ex-prefeita de Frutal, Maria Cecília Marchi Borges, a Ciça, tratou de informar, em seu mural, que o espaço com o nome do marido é falso. Em poucas horas mais de 800 pessoas foram aceitas como “amigas” na página criada pelo fake ("falso" em inglês) - um termo usado para denominar contas ou perfis usados na internet para ocultar a identidade real de um usuário.

FERNANDO HUEB E PAULO PIAU DEPOSITAM SEUS VOTOS NA URNA DA CONVENÇÃO
(FOTO: FACEBOOK)
CONVENÇÃO REELEGE PRESIDENTE DO PMDB/UBERABA
Chefe da Gabinete da Prefeitura de Uberaba, odontólogo, professor e pesquisador, Fernando Hueb de Menezes, foi reconduzido à presidência do diretório municipal do PMDB, em convenção realizada neste domingo, 16/08, no anfiteatro do Centro Administrativo. A chapa única em disputa precisava de 116 votos dos filiados para se eleger.
A superintendente Regional de Ensino, ex-vereadora, ex-petista, Marilda Ribeiro Resende, ficou com a 1ª vice-presidência, e o professor e herdeiro da Universidade de Uberaba/Uniube, Eduardo Palmério, com a 2ª vice-presidência.
Acompanhado pela netinha, o prefeito Paulo Piau foi um dos primeiros a depositar o voto na urna, avalizando a chapa “Ética em favor da democracia”. O vice-prefeito, Almir Silva (PR), fez questão de visitar a convenção e dar seu apoio aos peemedebistas.
Nesse momento de crise moral, precisamos resgatar a ética na política, trazendo de volta a confiança da sociedade de que ainda há esperança, pois ainda existem pessoas bem intencionadas que querem o melhor pra nossa cidade e pro nosso país” – discursou o presidente reeleito do PMDB/Uberaba... Que aproveitou para defender a “união das pessoas de bem” em torno da reeleição de Paulo Piau.
Na liderança do ranking de filiados na cidade, com 6.256 eleitores inscritos, o PMDB/Uberaba tem diretório constituído com vigência até o final do ano, mas seguiu a orientação do comando nacional no sentido de que o partido elegesse diretórios em todo o país neste mês de agosto.

BRT/VETOR DA AVENIDA LEOPOLDINO DE OLIVEIRA VOLTOU A SER PALCO DE PROTESTO
(IMAGEM: MARCO AURÉLIO PHOTOS)
Protestos
FÔLEGO DOS MANIFESTANTES DIMINUI PARA IR ÀS RUAS, MAS PESQUISA INDICA INSATISFAÇÃO GENERALIZADA
Se levados em conta apenas os números das manifestações de rua, os protestos “Fora Dilma!” deste dia 16 de agosto, domingo, em Uberaba, poderiam até merecer comemoração por parte do governo federal.
Os dois protestos – um deles, em frente à casa pertencente à família da presidente Dilma Rousseff (PT), na rua Vigário Silva, e o outro, no BRT da avenida Leopoldino de Oliveira, somaram números inferiores aos registrados em três manifestações anteriores. Fala-se em 100 pessoas na “casa da Dilma” (período da manhã) e cerca de mil na avenida (à tarde)...
Em junho de 2013, quando o Brasil explodiu em protestos contra tudo e contra todos, Uberaba levou mais de 20 mil às ruas. Em março de 2015, quando os protestos voltaram a explodir, foram 15 mil para a avenida Leopoldino de Oliveira. Já em 12 de abril de 2015, os cálculos ficaram entre mil e 5.000.
Outro detalhe chamou a atenção no protesto deste 16 de agosto: a concentração dos assuntos em torno de um único nome – Dilma Rousseff. Ou seja, os manifestantes investiram literalmente no “Fora Dilma!”. Este foi o enfoque principal, mesmo no evento em frente à casa da presidente – onde manifestantes protestavam contra o anúncio de que a Prefeitura de Uberaba pretende comprar a residência.
Através do Facebook, 2,7 mil pessoas foram convidadas pelos organizadores do evento na “casa da Dilma” – sendo que 225 disseram que compareceriam; enquanto 7,1 mil foram convidadas para a avenida, e 545 confirmaram presença.
FANTÁSTICO
Apesar do menor número de participantes a manifestação na porta da "casa da Dilma" foi a escolhida, de Uberaba, para ser citada em matéria especial no Fantástico/Globo - a principal revista da televisão brasileira. A matéria, levada ao ar na noite de domingo, fez um levantamento sobre as manifestações nas capitais e citou alguns exemplos no interior do país, entre eles, Campinas, São José do Rio Preto e Ribeirão Preto - todas em São Paulo, e Uberaba - de Minas Gerais.

OUTRO PONTO DE VISTA
A presidente Dilma Rousseff atingiu 71% de reprovação na última pesquisa Datafolha, publicada dia 6 de agosto de 2015 no jornal Folha de S. Paulo, e bateu um recorde histórico do instituto. O índice representa a mais alta rejeição a um presidente desde que o Datafolha começou a série de pesquisas, em 1990. O recordista anterior era Fernando Collor, reprovado por 68% dos brasileiros em setembro de 1992, nas vésperas do impeachment. O Datafolha apontou ainda que apenas 8% dos entrevistados aprovam o governo Dilma - Collor tinha 9% de aprovação.


CENAS DE DILMA ROUSSEFF 
EM UBERABA

Em março de 2010, então ministra e pré-candidata à sucessão de Lula, Dilma Rousseff devora um churrasco na capital do zebu, ou seja, em Uberaba, claro, ao lado do então presidente da Associação Brasileira dos Criadores de Zebu/ABCZ, José Olavo Borges Mendes. Ela passou a tarde em Uberaba, onde conheceu a sede da ABCZ e se reuniu com lideranças rurais. A foto é do acervo da ABCZ



Em março de 2011, Dilma faz sua primeira visita a Minas Gerais como presidente do Brasil. Com ela, o então ministro (agora governador) Fernando Pimentel, e o então prefeito e ex-ministro de Lula, Anderson Adauto, que manifestou apoio incondicional à presidente. A foto é do acervo do PT

Em maio de 2013, a presidente Dilma e seu antecessor, Lula – e a esposa dele, Marisa Letícia, almoçam em uma fazenda pouco depois da abertura da ExpoZebu. Foto é de Ricardo Stuckert, do acervo do Instituto Lula

Em maio de 2014, Dilma e o senador Aécio Neves, seu principal adversário nas eleições presidenciais, se encontram na ExpoZebu, e se cumprimentaram efusivamente. De olho, Aloizio Mercadante e Antonio Anastasia. A foto é de  Rúbio Marra/ABCZ e pertence ao acervo de O Globo



Ainda em maio de 2014, Dilma e a então presidente da Petrobras, Graça Foster, participam do lançamento da pedra fundamental da planta de amônia – de obras paralisadas. “É inadmissível ficar querendo vender a Petrobras” – disse Dilma no evento. A foto é de  Enerson Cleiton e pertence ao acervo do blog Voz do Cerrado

Em maio de 2014, na mesma cerimônia da Petrobras, desta vez recebendo aplausos. Poucas horas antes ela havia sido vaiada na abertura da ExpoZebu. A foto é de Roberto Stuckert Filho e pertence ao acervo do site do Palácio do Planalto

FOTO QUE ILUSTROU A MATÉRIA QUE REVELOU A EXISTÊNCIA DA CASA DA DILMA
EM UBERABA - DO ACERVO DE CONTA-GOTAS...NOTÍCIAS
CONTA-GOTAS...NOTÍCIAS REVELOU A EXISTÊNCIA DA CASA DA DILMA EM PRIMEIRA MÃO
E, claro, tem a casa da Dilma – permanente na rua Vigário Silva, 90, e revelada em primeiríssima mão pelo blog Conta-Gotas...Notícias em junho de 2013. Existência da casa foi descoberta a partir do vazamento da informação de que o Conselho do Patrimônio Histórico e Artístico de Uberaba – Conphau, havia aprovado o tombamento provisório do imóvel.
Poucas horas depois, o blog saía com edição especial, para anunciar que a casa estava lacrada - “blindada” por um muro de alvenaria, providência tomada ainda no governo anterior, de Anderson Adauto, em razão de o imóvel ter sido vítima de vandalismo.
De acordo com todas as biografias da presidente, seus pais – o imigrante búlgaro Pedro Rousseff e a professora Dilma Jane da Silva, se conheceram em Uberaba, quando ele esteve na cidade a negócios. Depois de casados, eles se mudaram para Belo Horizonte, onde tiveram três filhos: Igor, Dilma e Zana. Os irmãos visitavam sempre a avó, em Uberaba.
A residência onde morou a família de Dilma Rousseff pertence hoje, aos herdeiros, inclusive à própria presidente. O tombamento foi oficializado após consulta à família, e a casa está na mira da Prefeitura de Uberaba, que planeja comprar o local para instalar um projeto social.
---------------

Nenhum comentário:

Postar um comentário