15 de setembro de 2015

CONTA-GOTAS...NOTÍCIAS


PARALIMPÍADAS 2016
ATLETA DA ADEFU TEM FOTO EXPOSTA NA DIVULGAÇÃO DOS JOGOS DO RIO 
Comitê Paralímpico Brasileiro/CPB comemora em seus espaços virtuais: “Coisa mais liiiinda nossos atletas estampando os trens do Rio de Janeiro!!! São carros que vão passar pelo Maracanã, sede da abertura e do encerramento dos jogos, e também por Deodoro, um dos locais de competição!!! DEMAIS, né?!
Entre os atletas que ilustram os trens do metrô está Raíssa Machado, 19 anos, da Associação dos Deficientes Físicos de Uberaba/Adefu. Sua últimas conquistas: medalha de bronze em lançamento de dardos nos Jogos Parapan-Americanos 2015 de Toronto, Canadá; prata em levantamento de peso, e ouro em lançamento de dardos na etapa brasileira de atletismo do Circuito Loterias Caixa – realizada agora, em setembro.
Raíssa Machado é uma das promessas para as Paralimpíadas de 2016 no Rio de Janeiro.
As Olimpíadas acontecem de 5 a 21 de agosto (10.500 atletas de 206 países e 306 medalhas na disputa em 42 esportes); e as Paralimpíadas, de 7 a 18 de setembro (4.350 atletas de 178 países e 528 medalhas na disputa em 23 esportes).

ELMAR GOULART É LÍDER DE PAULO PIAU NA CÂMARA (FOTO: ENERSON CLEITON)
SOLIDARIEDADE 
MUDANÇA RADICAL É OFICIALIZADA NA JUSTIÇA ELEITORAL
Solidariedade – SD/Uberaba passa por profunda mudança em sua Comissão Executiva Municipal Provisória, segundo indica publicação oficial da Justiça Eleitoral. De quatro vereadores, permaneceram dois: Paulo César Soares e Elmar Humberto Goulart – que assumiu a presidência.
Líder do prefeito na Câmara, Elmar assume  o comando do SD no lugar de Luiz Humberto Dutra, conforme anunciado por esta coluna em edição passada.
Luiz Dutra, que deixou de figurar na executiva do SD, é presidente da Câmara e está prestes a assinar filiação no PMDB presidido pelo professor Fernando Hueb, chefe de Gabinete do também peemedebista Paulo Piau.
Outro vereador que saiu da executiva do SD foi Samir Cecílio, o mais votado nas eleições de 2012, e que se mudou para o PSDB com perspectiva de ser candidato a prefeito em 2016.
Junto com Elmar, foram confirmados na nova executiva do Solidariedade: Cristiano Reis (1º vice); Paulo Martineli (2º vice); Allan Raniere (secretário); Rodrigo Rodrigues Resende (secretário do meio ambiente, desenvolvimento sustentável e agricultura familiar); Gaspar Donizetti da Silva (secretário dos aposentados, pensionistas e idosos); Geraldo César Oliveira (secretário dos negros, índios e movimentos sociais); Adauto de Jesus (tesoureiro); Cristiane Bernardes (secretária da mulher) – além do vereador Paulo César (membro).
Executiva tem vigência até 31 de dezembro de 2015 – quando caberá ao comando estadual do SD, presidido pelo deputado federal José Silva, reconduzir o grupo ou promover nova mudança.

CARA DE POLÍTICO... JEITO DE POLÍTICO... 
Candidato declarado a vereador em 2016 – e ainda às voltas com a escolha de um partido político, o estudante de História na Universidade de Uberaba/Uniube, Aleff Madrugada pode até não vencer a eleição, mas, com certeza, chama a atenção pela ousadia e criatividade.

ENQUANTO A POPULAÇÃO PENA COM A FALTA DE SEGURANÇA, OS INVESTIGADORES APROVADOS EM CONCURSO PÚBLICO AGUARDAM CONVOCAÇÃO (FOTO: RODRIGO GARCIA/CÂMARA)
SEGURANÇA
POLICIAIS CIVIS PEDEM CONVOCAÇÃO DE APROVADOS EM CONCURSO
Representantes do movimento SOS Polícia Civil fizeram manifestação no plenário da Câmara de Uberaba, nesta terça-feira, dia 15 de setembro, em defesa da convocação de cerca de 2,5 mil investigadores aprovados em concurso público e não convocados pelo governo de Minas Gerais. Concurso foi homologado dia 5 de agosto deste ano, e mil chegaram a ser convocados, mas o processo foi suspenso. Enquanto isso, as cidades clamam por mais segurança. Apoiador do movimento, o vereador Kaká Carneiro (PSL) antecipou que vai reforçar a reivindicação ao governador Fernando Pimentel (PT), que é esperado em Uberaba, neste dia 16 de setembro, para inaugurar o Fórum Regional do Governo.

VALE QUANTO PESA
Edição 2015 do especial Valor1000, editado pela revista Valor Econômico, traz as empresas campeãs em 25 setores e cinco regiões. A base são os balanços de 2014.
Entre as três líderes do ranking das empresas não financeiras está a Vale - comandada pelo uberabense Murilo Ferreira, que é diretor-presidente desde 2011.
Destaque-se que a empresa, apesar de problemas com o mercado de minério de ferro, está às voltas com um projeto de expansão, que envolve, inclusive, investimentos da ordem de R$ 230 milhões na construção de um Terminal Integrador da subsidiária Valor da Logística Integrada (VLI) em Uberaba.
Licença
E mais. Até na manhã de 14 de setembro de 2015, Murilo Ferreira também estava no topo da Petrobras, presidindo o Conselho de Administração da empresa – cargo que assumiu este ano, a convite da presidente Dilma Rousseff (PT), após várias negativas. Ele pediu licença – segundo a Petrobras, até 30 de novembro.
Vale lembrar: no mês passado, Murilo Ferreira foi o único membro do Conselho de Administração da companhia a discordar e votar contra a venda de pelo menos 25% da BR Distribuidora, unidade de distribuição de combustíveis da estatal.
Mercado
De acordo com o especial Valor1000, entre as empresas não financeiras de capital aberto com ações na BM&FBovespa, a Petrobras e a Vale ocupam o 2º e o 3º lugares, respectivamente, em valor de mercado. Perdem apenas para a Ambev.
Atividades
Quando a avaliação se fixa na performance nos seus principais ramos de atividades, a Petrobras (petróleo e gás) e a Vale (metalurgia e mineração) aparecem no 1º e 2º lugares, respectivamente, entre os maiores lucros. Neste caso, a Ambev é a 3ª colocada entre as que produzem alimentos e bebidas.
Ebitdas
A posição entre as três se repete nos maiores Ebitdas. Petrobras e Vale, portanto, estão entre as duas primeiras colocadas quando observadas pelo indicador financeiro que mede “o quanto a empresa gera de recursos em suas atividades operacionais, sem levar em conta os efeitos financeiros e de impostos... A utilização do Ebitda ganha importância porque mede com mais precisão a produtividade e a eficiência do negócio” (InfoMoney).
A sigla corresponde a Earning Before Interests, Taxes, Depreciation and Amortization, ou seja, lucro antes dos juros, impostos, depreciação e amortização.
Vale
Atuação da Vale abrange mineração; logística; energia; siderurgia; trem de passageiros.
No caso da mineração, inclui ferro, níquel, manganês, cobre, cobalto, carvão, entre outros. Privatizada em 1997, a ex-Companhia Vale do Rio Doce, hoje tem sede no Rio de Janeiro, possui ações negociadas nas principais Bolsas de Valores do mundo, opera em 13 estados brasileiros e nos cinco continentes. Além disso, adquiriu a antiga Fosfertil – e seu complexo industrial em Uberaba.

ARTE ILUSTRA MATÉRIA NO SITE DA VLI
VLI
Organizada em forma de holding, a VLI tem em sua composição acionária a Vale, Mitsui, FI-FGTS, e Brookfield. Atua em sistema de logística integrada, interligando ferrovias, terminais e portos, e atende às principais regiões brasileiras produtoras de bens e produtos industrializados, siderúrgicos, agrícolas e minerais.
VLI Uberaba
O empreendimento de Uberaba - localizado no km 116 da BR-050, vai interligar a Ferrovia Centro-Atlântica (FCA), na rota agrícola do Corredor Centro-Sudeste, com destino à exportação pelo terminal portuário da VLI em Santos (SP). O terminal está previsto para entrar em funcionamento no primeiro semestre de 2016, após a conclusão da primeira etapa das obras.
O projeto prevê cerca de 600 empregos durante as obras e 300, entre próprios e terceiros, a partir do início das operações.  Anualmente, o terminal terá capacidade de movimentar 6,3 milhões de toneladas de grãos e 2,4 milhões de toneladas de açúcar. As cargas originárias do Mato Grosso (MT), Goiás (GO) e Minas Gerais (MG) chegarão ao local por meio de transporte rodoviário. Daí, os produtos seguirão de ferrovia para o porto de Santos.

Prata da casa
O diretor-presidente da Vale, Murilo Ferreira, tem mais de 30 anos de experiência em mineração e foi nomeado em maio de 2011. Ingressou na diretoria da empresa em 2005, à frente da área de Participações e Novos Negócios. Ele iniciou sua carreira profissional na Vale em 1977, como analista financeiro e econômico.

PESQUISADORES E PRODUTORES RURAIS DEBATEM DEMANDAS PARA PESQUISAS
(FOTO: DIVULGAÇÃO)
ALIANÇA INÉDITA 
PESQUISADORES SE UNEM EM TORNO DO DESENVOLVIMENTO AGROPECUÁRIO REGIONAL
Pesquisadores se unem no Triângulo Mineiro/Alto Paranaíba com vistas a discutir e formatar um plano de ação que promova o desenvolvimento e a divulgação dos avanços realizados na região. Destaque nacional na produção de grãos e na pecuária, Uberaba está sediando uma série de reuniões inéditas entre técnicos da Epamig/Empresa de Pesquisa Agropecuária de Minas Gerais e da Embrapa/Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária, em parceria com a Emater/Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural de Minas Gerais e o Sindicato dos Produtores Rurais de Uberaba.
Em pauta, os desafios e as oportunidades provocados por uma aliança deste porte, e suas consequências para o desenvolvimento sustentável do agronegócio regional.
Os apoios são os mais variados. Vêm da Prefeitura de Uberaba, do Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Faemg/SENAR), do Instituto Mineiro de Agropecuária  (IMA), da Associação Brasileira dos Criadores de Zebu (ABCZ), da Cooperativa dos Empresários Rurais do Triângulo Mineiro (Certrim), das Faculdades Associadas de Uberaba (Fazu), do Instituto Federal do Triângulo Mineiro (IFTM), da Universidade de Uberaba (Uniube), do Grupo Vitae, do Parque Tecnológico de Uberaba, do Hidroex/Unesco, produtores rurais e empresários.

COMISSÃO DO CODAU RECEBE PROPOSTAS (FOTO: DIVULGAÇÃO)
RECOMEÇO
ABANDONADA COM 60% DAS OBRAS CONCLUÍDAS, ESTAÇÃO DE TRATAMENTO DE ESGOTO ENTRA EM NOVA FASE DE LICITAÇÃO
Centro Operacional de Desenvolvimento e Saneamento de Uberaba/Codau retoma o processo licitatório para a construção da Estação de Tratamento de Esgoto Conquistinha – empreendimento que foi abandonado pela empresa Comar Engenharia, quando 60% das obras físicas estavam concluídas e 55% dos equipamentos já tinham sido adquiridos.
A empreiteira não conseguiu finalizar a obra, alegando falta de capital de giro. Desta forma, a vencedora do novo processo terá a missão de complementar construções, montar e revisar equipamentos já adquiridos, além de instalar outros e realizar o período de operação assistida. O prazo previsto para entrega da obra é de nove meses, incluindo eventuais correções, recebimento do objeto e finalização do contrato.
Duas empresas estão na concorrência, que tem valor estimado em R$ 5,4 milhões.
NWM Engenharia Eletrônica Ltda, de Curitiba (PR), e Sampa Saneamento Ambiental, de Itú (SP), apresentaram propostas de habilitação técnica – que deve ter resultado divulgado em 15 dias; e em seguida vão apresentar as propostas de preço.
---------------

Nenhum comentário:

Postar um comentário