21 de dezembro de 2015

CONTA-GOTAS...NOTÍCIAS

ELEIÇÕES 2016 JÁ TÊM LOGOMARCA 
CONCEITO - De acordo com a Justiça Eleitoral, a escolha de uma tipologia reta e da cor preta, além de facilitar a leitura e a aplicação, traz a seriedade necessária ao tema. O sinal gráfico “til” em forma de bandeira verde e amarela funciona como elemento engajador, contrastando com a sobriedade da tipologia. A sombra em listras dá um efeito pop-up, destacando o ano eleitoral. #SeuVotoSuaVoz empodera o eleitor e ressalta a responsabilidade de se expressar através do voto.

LUIZ NETO FOI RESPONSÁVEL PELO ENVOLVIMENTO DE MARCOS MONTES NA POLÍTICA
ELES ESTÃO CONVERSANDO
Boas e más línguas garantem que os ex-prefeitos Marcos Montes (PSD) e Luiz Neto (ainda Democratas) estariam conversando muito sobre as eleições de 2016.
Fundador e presidente do PSD/Uberaba, o deputado federal majoritário e ex-prefeito da cidade em duas gestões teria convidado o seu antecessor, hoje presidente do Centro Operacional de Desenvolvimento e Saneamento/Codau, para se juntar à turma do PSD.
Dois fatos políticos teriam motivado Marcos Montes a fazer o convite: o descontentamento de Luiz Neto com os novos rumo do seu partido – DEM, e declaração feita por ele, em entrevista recente, de que estaria avaliando a possibilidade de se candidatar a prefeito.

COMISSÃO EMPACOU
Enquanto isso tem muita gente considerando que não passou de fogo de palha o anúncio de que o DEM terá nova comissão executiva provisória comandada pelo executivo do HSBC/São Paulo, Antônio Marques Neto – que além disso, não disfarça a vontade de ser prefeito da cidade natal.

PRESIDENTE DO G9 É PRINCIPAL DEFENSOR DE CANDIDATO “PRÓPRIO” A PREFEITO
E já que uma coisa puxa a outra, o principal defensor de candidatura “própria” do G9, Manoel Rodrigues, está concluindo o mandato de presidente da Associação Comercial, Industrial e de Serviços/Aciu, mas deve permanecer no comando do grupo que reúne nove entidades patronais de Uberaba. A alternativa em pauta é justamente a comissão executiva provisória do DEM – com Antônio Neto de presidente, que também vem a ser um dos candidatos a prefeito surgidos no grupo.

ANDERSON CADIMA, JOSÉ PEIXOTO E MANOEL RODRIGUES: CLIMA DE MUDANÇA
(FOTO: JAIRO CHAGAS)
ACIU DEFINE PRESIDENTE 2016/2017
Associação Comercial, Industrial e de Serviços de Uberaba elege seu novo presidente, para o mandato 2016/2017, durante assembleia convocada para dia 22 de dezembro, terça-feira.
O empresário do ramo de descartáveis, José Peixoto, da Jomig, vai substituir o contador e professor Manoel Rodrigues, enquanto a vice-presidência ficará com o empresário Anderson Cadima, Klin Shop.
Assembleia acontece das 8h às 18h, na sede da Aciu, e todos os associados estão convocados para o evento.
Manoel Rodrigues encerra uma gestão dupla – iniciada em 2012 e marcada por uma série de ações surpreendentes, entre elas a colaboração com a histórica mobilização popular de junho de 2013, quando atendeu a pedidos dos organizadores em Uberaba.
Também provocou surpresa, ao sair em defesa de uma candidatura a prefeito lançada e apoiada pela Aciu e as outras oito entidades que integram o G9.
Posse da nova diretoria da Aciu acontece no dia 25 de janeiro.
-------------------

ELEIÇÕES DE UBERABA INGRESSAM NA ERA DA BIOMETRIA
Biometria será usada nas eleições de 2016 para aqueles que se cadastrarem até o dia 4 de maio. Minas Gerais terá cerca de 250 municípios com identificação biométrica em 2016, sendo 80 deles com 100% do eleitorado. Os demais terão sistema misto – incluindo Uberaba. A central de cadastro vai funcionar na rua Lauro Borges, antigo prédio do Fórum Melo Vianna

Uberaba e os quatro municípios da comarca – Água Comprida, Campo Florido, Delta e Veríssimo, estão prestes a ingressarem na era da biometria eleitoral. Cadastramento começa dia 19 de janeiro, de acordo com o Tribunal Regional Eleitoral de Minas Gerais – TRE/MG. E vai se concentrar em Uberaba.
Vale ressaltar que, por enquanto, o procedimento será feito na medida em que houver a procura por algum serviço eleitoral, lembrando que, o eleitor que quiser votar no novo sistema já nas eleições de 2016 terá até o início de maio para se cadastrar – nesta data o cadastro é fechado e só reabre após as eleições.
Para fazer o cadastramento biométrico, o eleitor deve apresentar documento de identificação oficial com foto, título de eleitor (se tiver), CPF (se tiver) e, ainda, comprovante de endereço, para comprovar seu vínculo com o município onde vota.
Os maiores de 18 anos que forem tirar o título de eleitor pela primeira vez podem fazê-lo durante o cadastramento biométrico. Nesse caso, os homens devem apresentar também o comprovante de quitação com o serviço militar obrigatório.
O cadastramento biométrico envolve a coleta das impressões digitais de todos os dedos das mãos do eleitor, além da fotografia.
As eleições municipais 2016 serão mistas: com identificação tradicional e com identificação biométrica. O micro terminal da urna eletrônica terá leitor biométrico e será a mesma para os dois tipos de identificação.
Eleitores poderão cadastrar-se no prédio antigo do Fórum, na rua Lauro Borges, 97, na região central de Uberaba. O horário de atendimento será de segunda-feira a sexta-feira, das 12h às 18h.

EM REFORMA
Enquanto isso vale lembrar que todas as atividades da Justiça Eleitoral de Uberaba estão acontecendo no imóvel da rua Rodolfo Machado Borges, 299, São Benedito. É que o prédio da rua Lauro Borges está passando por reforma justamente para abrigar as zonas eleitorais de Uberaba. Inauguração deve acontecer dia 19 de janeiro, com o início do cadastramento da biometria - ou até antes disso, caso a reforma fique pronta.

Biometria
Texto: Tribunal Superior Eleitoral (TSE)
A palavra biometria vem do grego: bios (vida) e metron (medida). Designa um método automático de reconhecimento individual baseado em medidas biológicas (anatômicas e fisiológicas) e características comportamentais.
As biometrias mais implementadas, ou estudadas, incluem as impressões digitais, reconhecimento de face, íris, assinatura e até a geometria das mãos. Porém, muitas outras modalidades estão em diferentes estágios de desenvolvimento e estudos. As impressões digitais, por exemplo, vêm sendo usadas por mais de um século, enquanto a íris é objeto de estudo há pouco mais de uma década. Não existe ainda uma modalidade biométrica que se aplique em todas as situações.
Muitos fatores devem ser levados em conta para se implantar um sistema biométrico, tais como localização, riscos de segurança e número de usuários, entre outros.
Todo sistema biométrico é preparado para reconhecer, verificar ou identificar uma pessoa que foi previamente cadastrada.
Na biometria, o procedimento de verificação ocorre quando o sistema confirma uma possível identidade comparando apenas parte da informação com o todo disponível. Já o processo de identificação confirma a identidade de um indivíduo, comparando o dado fornecido com todo o banco de dados registrado.
A biometria é usada em inúmeros lugares para melhorar a segurança ou conveniência dos cidadãos. No Brasil, a emissão de passaporte, de carteiras de identidade e o cadastro das Polícias Civil e Federal contam com sistemas biométricos.
Além disso, muitas empresas adotam tais sistemas para acesso às suas instalações ou utilização de seus serviços. É o caso de algumas academias de ginástica que usam leitura da impressão digital para controlar o acesso dos seus frequentadores.
Para o reconhecimento individual são coletados dados biométricos por meio de sensores que os colocam em formato digital. Quanto melhor a qualidade do sensor, melhor será o reconhecimento alcançado. No caso do cadastramento que será efetuado pela Justiça Eleitoral, os dados serão coletados por um scanner de alta definição.
--------------------



Nenhum comentário:

Postar um comentário