15 de março de 2016

CONTA-GOTAS...NOTÍCIAS

ADVERSÁRIOS DO PREFEITO PAULO PIAU TRATARAM DE PROVIDENCIAR CARTAZES PARA A MANIFESTAÇÃO POPULAR DE 13 DE MARÇO, DOMINGO, LEMBRANDO QUE ELE DEFENDEU A CANDIDATURA DE DILMA ROUSSEFF A PRESIDENTE DA REPÚBLICA;
PELO JEITO DEU EMPATE, JÁ QUE ADVERSÁRIOS DO EX-PREFEITO E EX-MINISTRO DE LULA, ANDERSON ADAUTO, CUIDARAM DE CARTAZES LEMBRANDO SUAS RELAÇÕES COM  DILMA E LULA
(FLAGRANTES DE MARCO AURÉLIO FERREIRA CURY)
-------------------
Gastos de campanha
TSE DIVULGA VALOR MÁXIMO PARA CANDIDATO A PREFEITO 
A prévia também inclui valor para candidato a vereador. Dia 20 de julho sai o cálculo final
Candidatos a prefeito de Uberaba poderão gastar até R$ 2 milhões 241 mil 748,02 cada um, em suas campanhas do primeiro turno. Se tiver uma segunda etapa, os dois mais votados poderão gastar mais R$ 672 mil 524,40, cada um.
Valores foram fixados pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE) em prévia de limite de gastos. Mas, podem sofrer ajustes nos cálculos finais que devem ser divulgados dia 20 de julho. É que um dos critérios para definição dos gastos é o eleitorado do município.  Os valores atuais são respaldados num colégio eleitoral de 213.637 inscritos.
As últimas estatísticas, referentes a fevereiro de 2016, apontam Uberaba com 220.977 eleitores. Prazo final para requerer novas inscrições ou transferência de domicílio é 4 de maio.
A mesma situação vale para os candidatos a vereador. Neste caso, pela prévia atual, cada um poderá gastar até R$ 119 mil 732,47 na campanha.
Nas eleições municipais de 2012, o maior gasto de candidato a prefeito de Uberaba foi de R$ 4 milhões 483 mil 496,03. O maior gasto de candidato a vereador foi de R$ 171 mil 046,39.
Detalhe: As principais doadoras de campanhas políticas – as empresas privadas, estão proibidas de financiar candidatos já a partir de 2016.

IMAGENS SÃO DA PROPAGANDA DA TV INTEGRAÇÃO,
VEICULADA EM FORMATO DE DESENHO ANIMADO 
ELEIÇÕES 2016 
MINIRREFORMA NÃO SERÁ ÚNICA NOVIDADE EM UBERABA
A partir de 1º de abril, a TV Integração/Globo estará preparada para gerar o horário eleitoral gratuito da cidade
As novidades das eleições de 2016 não se resumirão à minirreforma política para o eleitorado de Uberaba. Antiga reivindicação de políticos e eleitores - que renderam muitas reclamações e dezenas de ações na Justiça ao longo dos anos, está, finalmente, sendo atendida. A TV Integração/Globo vai gerar o horário eleitoral gratuito com os candidatos da cidade.
No 1º turno, as eleições acontecem dia 2 de outubro, e a propaganda eleitoral gratuita na TV e no rádio será transmitida de 26 de agosto até 29 de setembro. Se houver 2º turno, as eleições entre os dois candidatos a prefeito mais votados acontecem dia 30 de outubro, e o horário eleitoral gratuito será exibido do dia 15 até o dia 28 de outubro.
Até então, a TV Integração/Globo centralizava toda sua estrutura em Ituiutaba, no pontal do Triângulo, e o eleitorado de Uberaba não acompanhava o horário eleitoral dos candidatos da cidade em eleições municipais.
A estrutura que vai permitir a geração de programas em Uberaba entra em vigor dia 1º de abril. A TV terá, inclusive, novos canais de operação no município: em analógico (canal 3) e digital (canal 39). As mudanças envolvem desde a parte predial até seus sistemas de transmissão. A mudança só vale para a região de Uberaba.
Estamos muito felizes com a mudança” – disse o supervisor de jornalismo, Rafael Ferreira, ao blog Conta-Gotas...Notícias. Segundo ele, a geradora de Uberaba era um sonho antigo da emissora, pois representa um avanço significativo na estrutura da rede. “E, não bastasse isso, estamos contribuindo de forma direta com o processo democrático de Uberaba, participando desse momento histórico” – ressaltou.
Além da novidade do horário eleitoral gratuito, o supervisor revela que dois novos programas jornalísticos vão estrear, um deles já em abril, e o outro no máximo até o ano que vem. “Será surpresa” – afirmou, ao ser questionado sobre detalhes.

Enquanto isso...
EX-DIRETOR DO FORO ELEITORAL EM 2008, HABIB JABOUR VOLTA AO CARGO EM 2016
Nas eleições municipais de 2008 ele indeferiu o pedido de registro do prefeito da época
Foro Eleitoral de Uberaba terá novo diretor a partir deste dia 16 de março, quarta-feira. Juiz Habib Felippe Jabour assume a 276ª Zona, e, em consequência, a direção do Foro Eleitoral por dois anos, em substituição ao juiz Lúcio Eduardo de Brito (1ª Vara Cível), que nesta data encerra seu biênio nas funções.
Ex-diretor do Fórum Melo Viana, Felippe Jabour foi juiz criminal por mais de 20 anos, e assumiu a 2ª Vara de Família e Sucessões em 2013, por merecimento. Não é a primeira vez que ele dirige o Foro Eleitoral em período de eleições municipais (prefeito, vice e vereadores). Estava à frente do cargo nas eleições de 2008.
Naquela oportunidade acatou solicitação do Ministério Público Eleitoral e indeferiu o pedido de registro do então prefeito Anderson Adauto (PP), na disputa pela reeleição. A decisão caiu em instância superior e Anderson foi reeleito para o mandato 2009/2012. Entretanto, acabou “se concretizando” em 2014, quando o ex-prefeito tentou se candidatar a deputado federal, mas foi barrado por estas mesmas instâncias eleitorais.

----------------

Qualidade de vida
200 VÃO FAZER CIRURGIA DE REDUÇÃO DO ESTÔMAGO NO HC/UFTM
As cirurgias bariátricas por videoparoscopia foram reivindicadas pelo deputado Marcos Montes 
Cerca de três anos após a conquista e dois anos após a assinatura do convênio, o Hospital de Clínicas da Universidade Federal do Triângulo Mineiro anuncia o início da realização das 200 cirurgias bariátricas viabilizadas através de acordo com a Secretaria de Estado de Saúde de Minas Gerais. Desde fevereiro foram feitos três procedimentos – revela a assessoria de comunicação do HC/UFTM.
Convênio foi acertado e assinado ainda no governo estadual anterior, e atendeu reivindicação do deputado federal majoritário de Uberaba, ex-prefeito Marcos Montes (PSD), médico e professor licenciado da UFTM.
O acerto envolve a realização de 200 cirurgias bariátricas pelo HC/UFTM, ao custo total de R$ 2 milhões, recursos que estão sendo liberados aos poucos pelo Estado.  A primeira parcela, de R$ 500 mil, foi utilizada na compra de insumos necessários para dar início às cirurgias.
Procedimentos acontecem por videoparoscopia - uma técnica mais moderna, menos invasiva, e que, portanto, permite uma recuperação mais rápida do paciente.
As negociações em torno da reivindicação de Marcos Montes tiveram início em 2013. Na época, o superintendente do HC/UFTM, Luiz Antônio Rodrigues Resende, comemorou a função social que representa a realização destas cirurgias, e ainda, o fato de que, após a conclusão dos procedimentos, o hospital estará credenciado para atuar nesta área.
Estavam sob acompanhamento médico no Hospital de Clínicas, naquela oportunidade, 380 pacientes com obesidade, oriundos dos 27 municípios da macrorregião. Estimativa era de que cerca de 10 mil pacientes aguardavam por uma cirurgia, em todo o Triângulo Mineiro.
O ex-subsecretário de Políticas e Ações de Saúde do Estado, Tiago Lucas da Cunha, esteve em Uberaba em março de 2014 para assinar o convênio em nome do governo de Minas, e coube ao deputado Marcos Montes, durante a solenidade, falar sobre a importância da conquista das cirurgias.
--------------------

PREFEITO DE UBERABA PEDE APOIO DO EXÉRCITO PARA COMBATER O AEDES 
Assustado com os números nacionais sobre dengue, zika vírus e chikungunya, o prefeito Paulo Piau (PMDB) apelou ao Ministério da Saúde por mais recursos financeiros, e pediu o apoio do Exército para intensificar o combate ao aedes aegypti em Uberaba. Ele fez a reivindicação em conversa, em Brasília, esta semana, com o ministro Marcelo Costa e Castro.
O prefeito relatou detalhes das ações de Uberaba – incluindo a realização de mutirões SaiZika, os monitoramentos da Zoonoses, a ‪#‎multiação80‬, além do envolvimento dos profissionais da saúde. ‬‬
Apesar de todas estas ações, precisamos de mais recursos financeiros e de mais gente para ajudar” – disse ele ao ministro. Ao longo da atual semana, a Secretaria de Saúde de Uberaba pretende usar dez veículos do fumacê (quatro caminhonetes UBV e seis motofogs) e alcançar 105.450 imóveis em 78 bairros.

RELATÓRIO - Na viagem a Brasília, acompanhado por políticos de Uberaba, entre eles o presidente da Câmara e também peemedebista, Luiz Dutra, o prefeito Paulo Piau se reuniu com o vice-presidente da República e presidente nacional do PMDB, Michel Temer.
Em pauta, a planta de amônia e o gasoduto em Uberaba. O prefeito repassou a Temer informações sobre os dois projetos, lembrando, inclusive, que existem grupos empresariais interessados nas obras. Reunião foi acompanhada também, por representantes dos governos federal e de Minas – inclusive o vice-governador Antônio Andrade. Petrobras já investiu cerca de R$ 1 bilhão na fábrica, cujas obras estão abandonadas, e o gasoduto é imprescindível para abastecer a futura planta. (Foto: Divulgação)

------------------------

JOÃO GILBERTO RIPPOSATI E MARCOS MONTES RECEPCIONAM ISMAR MARÃO
(FOTO: MARCO AURÉLIO FERREIRA CURY)
Janela partidária
PRAZO PARA MUDANÇA DE PARTIDO TERMINA DIA 19 COM VÁRIAS ALTERAÇÕES NAS BANCADAS DA CÂMARA DE VEREADORES
Até o final do prazo pelo menos um vereador ainda pode mudar de legenda sem risco de perder o mandato
Termina dia 19 de março, sábado, a janela partidária de 30 dias que permite ao detentor de cargo eletivo trocar de partido sem perder o mandato. Promulgação da emenda constitucional 91 – aprovada em 2015 pelo Congresso Nacional (Senado e Câmara dos Deputados), repercutiu de imediato na Câmara de Vereadores de Uberaba.
A primeira mudança foi a transferência de Ismar Vicente Marão, 2º secretário da mesa diretora da Câmara, para o PSD presidido pelo deputado federal Marcos Montes. Até então, único vereador filiado ao PSB, Ismar só esperou a publicação da emenda no Diário Oficial da União, dia 19 de fevereiro, para consolidar a mudança. O PSD já tinha conquistado a filiação de João Gilberto Ripposati, que deixou o PSDB em 2015 por desentendimentos com a nova executiva da legenda.
Em seguida, novas mudanças aconteceram. O PMN ficou com três deputados:  Elmar Goulart, Paulo César Soares, Afrânio Lara. Eleitos pelo PSL, Elmar e Paulo César já tinham se transferido para o SD.  Afrânio foi eleito pelo PP, mas estava no PRTB.
maior bancada fica com o PR. Aproveitaram a janela de 30 dias os vereadores Kaká Carneiro, que deixou o PSL – pelo qual foi eleito em 2012; Edmilson Ferreira de Paula - que estava no PRTB, legenda pela qual foi eleito; Marcelo Machado Borges - que era filiado ao DEM, pelo qual foi eleito. O PR já contava com Samuel Pereira, eleito pelo partido, e com Denise Max, que assumiu no lugar de Tony Carlos (PMDB) quando ele se elegeu deputado estadual.
A janela permitiu ainda, que  o PHS recebesse a filiação do vereador Franco Cartafina, que deixou o PRB – seu partido de origem. Expectativa é de que pelo menos mais um vereador mude de legenda até dia 19 de março: Cléber Humberto Ramos, eleito pelo PMDB e atualmente no Pros.
Outros vereadores mudaram de legenda fora do prazo da janela partidária: Samir Cecílio – do PR para o PSDB; Luiz Dutra – do PDT para o PMDB.


      PR DE UBERABA: MARCELO MACHADO, KAKÁ CARNEIRO, DENISE MAX,
ALMIR SILVA (VICE-PREFEITO), AELTON FREITAS (DEPUTADO FEDERAL/PRESIDENTE DO PARTIDO), EDMILSON FERREIRA E SAMUEL PEREIRA  (FOTO: DIVULGAÇÃO)

Curiosidade histórica
243 disputaram as 14 cadeiras da Câmara de Uberaba em 2012; 161 candidatos receberam menos de 500 votos
Os resultados de uma eleição municipal não chamam a atenção apenas por causa dos mais votados – apesar da importância que, por questão óbvia, eles merecem. Especialmente no que se refere à performance dos candidatos proporcionais (vereadores), os resultados também despertam atenção quando observados pelo outro lado da moeda. Das 243 pessoas que colocaram seus nomes à deliberação do eleitorado de Uberaba em 2012:
_8 não tiveram voto
_2 candidatas saíram das urnas com um voto cada
_1 candidata teve dois votos
_1 candidato teve quatro votos
_1 candidato obteve cinco votos
_21 candidatos receberam menos de 50 votos – variando entre 11 e 47
_35 tiveram votações entre 50 e 99
_25 tiveram entre 100 e 148 votos
_14 candidatos tiveram votações que variaram de 150 a 196
_26 receberam entre 200 e 296 votos
_15 receberam entre 301 e 395 votos
_12 obtiveram entre 407 e 493 votos
_25 candidatos receberam de 502 a 952 votos
_26 candidatos tiveram votações que variam de 1.007 a 1.796
_22 candidatos que submeteram seus nomes às urnas saíram delas com mais de 2.000 votos

OS ELEITOS E AS COLIGAÇÕES
_Franco Cartafina (PRB/PRTB)
_Edmilson Ferreira (PRB/PRTB)
_Ismar Vicente dos Santos (PSDC/PSB)
_Paulo César Soares (PT/PSL)
_Afrânio Lara (PP/PMDB/PR/DEM/PCdoB)
_Elmar Goulart (PT/PSL)
_Cléber Ramos (PP/PMDB/PR/DEM/PCdoB)
_João Gilberto Ripposati (PTB/PSDB)
_Marcelo Machado (PP/PMDB/PR/DEM/PCdoB)
_Luiz Dutra (PDT/PHS/PV/PRP)
_Edcarlo Carneiro (PT/PSL)
_Samuel Pereira (PP/PMDB/PR/DEM/PCdoB)
_Tony Carlos (PP/PMDB/PR/DEM/PCdoB)
_Samir Cecílio (PP/PMDB/PR/DEM/PCdoB)
Obs.: Denise Max (PR) ficou na 1ª suplência da coligação PP/PMDB/PR/DEM/PCdoB, com 2.698 votos

FORA DA MÉDIA
Sete candidatos foram mais votados do que alguns eleitos, mas ficaram fora da Câmara porque suas coligações não atingiram a média de votos válidos necessários.
São eles:
_Rubério Santos (da coligação PDT/PHS/PV/PRP), com 2.077 votos
_Eclair Gonçalves (PP/PMDB/PR/DEM/PCdoB), com 2.147 votos
_Marilda Ribeiro (PT/PSL), com 2.238 votos
_Francisco de Assis (PP/PMDB/PR/DEM/PCdoB), com 2.392 votos
_Itamar Rezende (PP/PMDB/PR/DEM/PCdoB), com 2.630 votos
_Alan Carlos (PP/PMDB/PR/DEM/PCdoB), com 2.682 votos
Obs.: Denise Max, que depois foi chamada para a vaga de Tony Carlos
-----------------

Nenhum comentário:

Postar um comentário