29 de junho de 2016

CONTA-GOTAS...NOTÍCIAS

INAUGURAÇÃO DO TERMINAL DA VLI PÕE O DIA 29 DE JUNHO DE 2016 NA HISTÓRIA DE UBERABA
 E DO BRASIL. AS FOTOS DO EVENTO SÃO DE AUTORIA DE ENERSON CLEITON
Apesar da crise...
VLI INAUGURA TERMINAL DE R$ 230 MILHÕES EM UBERABA
Inauguração contou com as presenças dos presidentes da VLI, Marcello Spinelli, e da Vale, Murilo Ferreira
Com direito a “coraçãozinho” na ilustração e muitas exclamações, a VLI comemorava em seu site oficial (www.vli-logistica.com), dia 28/06/2016, que faltava “apenas um dia para mais um importante passo no sonho de transformar a logística do Brasil”. No dia seguinte, logo cedo, anunciava em longa notícia e um vídeo: “Estão oficialmente inauguradas as estruturas para transbordo e armazenagem de grãos do Terminal Integrador Uberaba, MG”.
Além da importância econômica de uma maneira geral, a construção do novo terminal teve por consequência ganhos para a região de Uberaba. Foram mais de 1.000 empregos durante a construção, e há expectativa de se criar 300 postos de trabalho, entre próprios e terceiros, com a conclusão total das obras.
INAUGURAÇÃO TEVE DIREITO À PRESENÇA
DO PRESIDENTE DA VALE, O UBERABENSE
MURILO FERREIRA
Localizados no km 116 da BR/050, os galpões de armazenagem e as edificações do terminal compreendem uma área construída de aproximadamente 23 mil metros quadrados. Além disso, 127 mil metros quadrados englobam uma área pavimentada, com vias de acesso, um desvio ferroviário e um estacionamento para carros e caminhões.
Com investimento de R$ 230 milhões, quando estiver funcionando em sua total capacidade, o TI Uberaba poderá movimentar anualmente 6,3 milhões de toneladas de grãos e 2,4 milhões de toneladas de açúcar. Ainda terá espaço para armazenar até 120 mil toneladas de grãos e 90 mil toneladas de açúcar.
Na matéria postada no site na manhã da inauguração, a VLI  - “empresa que integra terminais, ferrovias e portos” – disse que o TI Uberaba é parte fundamental do Corredor Centro-Sudeste, uma das principais rotas de escoamento das exportações do agronegócio brasileiro. A cerimônia, segundo o site da VLI, marcou a entrega das instalações para soja, milho e farelo, e apresentou as obras da etapa voltada para movimentação de açúcar, que deve ser inaugurada em agosto de 2016.
Organizada em forma de holding, a VLI – Valor da Logística Integrada, tem em sua composição acionária as empresas Vale, Mitsui, FI-FGTS, e Brookfield.
Em julho de 2013 uma visita do presidente da Vale, Murilo Ferreira, ao Palácio do Planalto virou manchete nos principais veículos de comunicação do país. O executivo anunciou que a Vale iria desembolsar cerca de R$ 9 bilhões até 2017 para a Valor da Logística Integrada investir em sua expansão
PREFEITO DE UBERABA, PAULO PIAU, RINDO
À TOA, NA INAUGURAÇÃO
A notícia de que o projeto incluía a construção de um Terminal Integrador em cidade do Triângulo Mineiro – a quilômetros de distância de Uberaba, mobilizou o prefeito Paulo Piau (PMDB). Ele próprio não poupou telefonemas e visitas aos executivos da VLI, enquanto sua assessoria técnica recebia a incumbência de passar dia e noite debruçada sobre números e informações que justificassem a escolha de Uberaba.
Em janeiro de 2016, este blog anunciava, em primeira mão, que o Terminal Integrador de Uberaba entrara em fase de testes.
De acordo com a VLI, as cargas, oriundas de grandes produtores agrícolas como Mato Grosso, Goiás e Minas Gerais, chegam ao local por meio de transporte rodoviário. Na unidade, acontecem a descarga dos caminhões, o armazenamento e o transbordo dos produtos para os trens.
Os vagões carregados seguem pela Ferrovia Centro-Atlântica/FCA (que é controlada pela VLI) até o Porto de Santos. O Terminal Integrador Portuário “Luiz Antônio Mesquita” (Tiplam), ativo da companhia no litoral paulista, está sendo ampliado para atender às operações do corredor voltadas para exportação.

Para nós é mais uma etapa cumprida no trabalho de contribuir com a transformação da infraestrutura logística do país. É um projeto robusto, que visa promover ganhos de competitividade e agilidade nas pontas da cadeia para o escoamento de produtos de uma maneira mais eficiente e com mais capacidade”.
Fabiano Lorenzi, diretor comercial da VLI

REPRODUÇÕES DO VÍDEO DIVULGADO PELA VLI NO DIA DA INAUGURAÇÃO
----------------------
PRESIDENTE DA VALE, MURILO FERREIRA, E O PRESIDENTE DA FRENTE PARLAMENTAR
MISTA DA AGROPECUÁRIA E VICE-LÍDER DO PSD NA CÂMARA, DEPUTADO FEDERAL
MARCOS MONTES, COLOCARAM A CONVERSA EM DIA DURANTE
A INAUGURAÇÃO DO TERMINAL INTEGRADOR DA VLI EM UBERABA.
O LÍDER DA FPA, ALIADO DO GOVERNO MICHEL TEMER, SAIU EM DEFESA DE
MURILO FERREIRA RECENTEMENTE, QUANDO INTEGRANTES DA BANCADA
DO PMDB DE TEMER FALARAM EM MUDANÇA NA PRESIDÊNCIA DA VALE.
"SERIA UMA INCOERÊNCIA O ATUAL PRESIDENTE DA REPÚBLICA INTERFERIR NA VALE, UMA EMPRESA PRIVADA, BEM ADMINISTRADA, QUANDO ESTÁ DEFENDENDO QUE OS POLÍTICOS FIQUEM LONGE DAS EMPRESAS PÚBLICAS" - REPERCUTIU MARCOS MONTES.
CONSTA QUE A MOVIMENTAÇÃO A FAVOR DE INTERFERÊNCIA
POLÍTICA NA VALE FOI ABORTADA. (FOTO: MÁRIO EDSON PEDRO)
----------------------
Sonhos interrompidos
MORRE LÉLIA INÊS TEIXEIRA
Foi uma das militantes políticas e ativistas das causas femininas mais atuantes e conhecidas no Triângulo Mineiro
LÉLIA INÊS
Cinco meses após entrar em coma por causa de uma embolia pulmonar seguida de uma parada cardiorrespiratória, a psicóloga, militante das causas feministas e ex-vereadora (1983/1988) de Uberaba, Lélia Inês Teixeira não resistiu. Ela foi declarada morta na madrugada de 27/06/2016 – encerrando assim, uma trajetória incansável de lutas contra a corrupção, a favor da democracia, em defesa das mulheres e da sociedade organizada.
Lélia chegou a receber alta após uma internação hospitalar de sete dias – ocorrida por causa da dengue, mas foi novamente internada, depois de sofrer, em casa, uma embolia pulmonar, que provocou uma parada cardiorrespiratória.
A ativista acabara de assumir a coordenação do Centro de Atenção Integral à Saúde da Mulher/Caism, órgão que ajudou a implantar durante a gestão do ex-prefeito Marcos Montes (1997/2000 – 2001/2004), hoje deputado federal pelo PSD.
Ela foi nomeada pelo atual prefeito Paulo Piau, com a missão de reorganizar o Caism. Filiada ao PMDB de Piau, Lélia também articulava sua volta à Câmara de Vereadores. O prefeito decretou luto oficial de três dias pela morte da companheira de partido, enquanto Marcos Montes lamentava em seus espaços nas redes sociais.
Centenas de postagens de amigos e admiradores movimentaram o Facebook com manifestações de tristeza.
Paralelamente à coordenação do Caism, Lélia Inês estava às voltas com a criação do movimento #AgoraéquesãoelasUberaba - baseado no movimento nacional denominado #Agoraéquesãoelas, que teve início em outubro de 2015.
Já instalado no Facebook, o movimento de Uberaba era planejado por Lélia como uma espécie de rede de atendimento às mulheres. Profissionais de vários segmentos, incluindo jornalistas, foram convidadas por ela e se engajaram na proposta, cujo lançamento, programado para acontecer no primeiro semestre de 2016, previa a realização de uma ampla programação cultural.
Filha dos saudosos Edelweiss Teixeira – médico, odontólogo, folclorista, historiador, e Inês Resende Teixeira, e irmã de Beethoven, Edelweiss, Leonardo e Mozart (falecido), Lélia Inês deixou os filhos Arturo, Edelweiss, Isadora e a neta Mirela.
---------------

PRÉDIO NOVO DO FÓRUM MELO VIANA (1ª FOTO ACIMA À DIREITA)
ABRIGA A SALA DA MEMÓRIA DO JUDICIÁRIO
Preservando
SALA DA MEMÓRIA DO JUDICIÁRIO DE UBERABA TEM SEU 1º COORDENADOR DESIGNADO
Coordenador da comissão gestora da administração do Fórum Melo Viana, que organizou a mudança da rua Lauro Borges para o novíssimo prédio na avenida Maranhão, 158, Santa Marta, o advogado e servidor/técnico de apoio judicial, Roberto Rodrigues, é nomeado primeiro coordenador da Sala da Memória do Judiciário de Uberaba.
Portaria acaba de ser baixada pelo juiz diretor do Foro, Fabiano Rubinger, e já foi comunicada ao Tribunal de Justiça de Minas Gerais/TJMG e à Superintendência da Memória do Judiciário Mineiro.
O museu da Justiça de Uberaba foi idealizado e montado pelos servidores do Fórum Melo Viana ao mesmo tempo em que se movimentavam em torno da mudança para a nova sede.
ROBERTO RODRIGUES
De acordo com Roberto Rodrigues, a Sala da Memória já nasce com um acervo importante, com processos datados de 1800, alguns com o carimbo do imperador Dom Pedro II, e de quando Uberaba nem pertencia a Minas Gerais, e sim ao estado de Goiás. O acervo inclui ainda, objetos que integram o arquivo de provas relacionadas a processos.
Ainda segundo a portaria do juiz diretor do Foro, o coordenador da Sala da Memória vai contar com a colaboração dos servidores Flavio Soares da Silva, Bruno Castejon Daibert, Wagner Senador Takekawa e Vivianne de Paula Bianchi.
A sede do Fórum Melo Viana foi inaugurada dia 22 de janeiro de 2016, com direito a presenças pesos pesados, incluindo o presidente do TJMG, desembargador Pedro Carlos Bitencourt Marcondes, e a homenagem especial ao ex-presidente, desembargador Sérgio Antônio de Resende (2008/2019) - responsável pela autorização da obra.
JUSTIÇA ELEITORAL
A sede anterior – localizada na rua Lauro Borges, passou por reforma e abriga a Justiça Eleitoral. O prédio foi  reinaugurado dia 19 de janeiro, com o início do cadastramento da biometria. Juiz Habib Felippe Jabour assumiu recentemente a 276ª Zona Eleitoral e a direção do Foro Eleitoral com mandato de dois anos, e portanto vai coordenar as eleições municipais (prefeito, vice e vereadores) em 2016. Ex-diretor do Fórum Melo Viana, ele foi juiz criminal por mais de 20 anos, e dirigiu o Foro Eleitoral em outro período de eleições municipais: em 2008.

COMEMORAÇÃO - AS FOTOS ILUSTRAM O MURAL DA ADEFU NO FACEBOOK
Adefu olímpica
ASSOCIAÇÃO JÁ TEM DOIS CONVOCADOS PARA OS JOGOS PARALÍMPICOS DO RIO
Ela costuma “despachar” o melhor para-atleta de bocha de Uberaba – José Carlos Chagas de Oliveira, para disputar em etapas regional, nacional e internacional, e agora, estão ambos preparando as malas. José Carlos e a técnica Janaína Pessato acabam de ser convocados para as olimpíadas/paralimpíadas do Rio 2016. São os primeiros nomes ligados à Associação dos Deficientes Físicos de Uberaba/Adefu confirmados oficialmente para o maior evento esportivo do planeta.
Janaína Pessato, uberabense da gema, tem uma paixão especial pela Adefu, que ajudou a fundar e onde trabalha desde então.
Coordenadora-geral e diretora técnica de esportes da entidade, e membro da comissão técnica da Seleção Brasileira de Bocha desde 2006, Janaína é licenciada em Educação Física, se especializou em Metodologia da Educação Física Escolar, em Educação Especial, em Esportes Adaptados para pessoas com Deficiência Física, e tem mestrado em Formação de Professores.
É mãe adotiva, apaixonada, de uma criança especial/cadeirante, Karen – uma promessa de sucesso nos esportes.
José Carlos Chagas de Oliveira, por sua vez, é useiro e vezeiro em conquistar medalhas de ouro, duas delas, numa só tacada, nos Jogos Parapan-Americanos de Toronto, Canadá. Paralisado cerebral e com severo comprometimento motor, Zé Carlos iniciou sua vida no esporte aos 26 anos praticando bocha. Desde 2005 participa de  campeonatos brasileiros, alcançando sempre uma das duas primeiras posições. Entre 2010 e 2014, conquistou cinco medalhas de ouro e uma de prata em competições internacionais individuais e em equipe, realizadas em Portugal, México, Canadá e China, bem como na Copa América de 2013.
SOBRE A ADEFU
O que é: Associação dos Deficientes Físicos de Uberaba é uma organização não-governamental, sem fins lucrativos, fundada em 5 de março de 1989, e tem por objetivo a promoção social das pessoas portadores de deficiência física, bem como de seus familiares.
Endereço: Rua Francisco Moreira Araújo, nº. 70
Bairro: Conjunto Uberaba I
Telefone: 3338-9799
E-mail: adefu.org@hotmail.com
SOBRE A BOCHA
Origem: De 3.000 a 4.000 anos a.C.
Local: Egito e Grécia Antiga
Difusão: Através do exército romano
Público-alvo: Todas as pessoas
Adaptação: Ajustado para permitir a prática de esportes por parte dos deficientes
Expansão: Estreou no programa paralímpico oficial em 1984, na cidade de Nova Iorque, com disputas individuais no feminino e masculino.
Participantes: Competem na bocha paralímpica paralisados cerebrais severos que utilizem cadeira de rodas.
Objetivo do jogo adaptado: Lançar bolas coloridas o mais perto possível de uma bola branca chamada de jack (conhecida no Brasil como bolim).
Regras: É permitido o uso das mãos, dos pés ou de instrumentos de auxílio para atletas com grande comprometimento nos membros superiores e inferiores. Há três maneiras de se praticar o esporte: individual, duplas ou equipes.
No  Brasil: A bocha é administrada pela Associação Nacional de Desporto para Deficientes, a ANDE.
-------------------

Nenhum comentário:

Postar um comentário