22 de maio de 2017

CONTA-GOTAS...NOTÍCIAS

VEM AÍ, O 14º CASAMENTO COMUNITÁRIO DE UBERABA
Secretaria de Desenvolvimento Social está com tudo pronto para a realização da 14ª edição do Casamento Comunitário de Uberaba.  Evento acontece no Cine Teatro Vera Cruz, dia 26/05, sexta-feira, às 19h. Secretário Marco Túlio Azevedo Cury diz que 46 casais vão trocar alianças. Prefeito Paulo Piau (PMDB) e a primeira-dama Heloísa Piau confirmaram presença. Os noivos participaram de uma série de encontros preparatórios.  
----------------
RICARDO SAUD, FAZENDO DELAÇÃO
VÍDEO DA JBS/FRIBOI ESPANTA OS UBERABENSES
Um dos delatores da maior financiadora das campanhas eleitorais de 2014 foi secretário municipal na cidade mineira. A fase atual é de apurações 
“Uberaba está em todas” – repetia o jornalista Ataliba Guaritá Neto, o Netinho, morto em 2000, e que hoje empresta o nome a troféus, vias públicas e instituições da cidade. Mas é provável que ele se surpreendesse – e muito, ao deparar com o vídeo em que outros nomes de Uberaba surgem em meio aos noticiários sobre a recente crise política nacional.
Ex-secretário
Em meio às delações de executivos do Grupo JBS – dono de marcas como Friboi e  Seara, aparece um personagem conhecido dos uberabenses: Ricardo Saud, ex-secretário Municipal de Desenvolvimento Econômico e Turismo de Uberaba, na gestão do então prefeito Anderson Adauto, que também foi deputado federal e ministro dos Transportes no governo Luiz Inácio Lula da Silva (PT).
O vídeo
No vídeo da delação, Ricardo Saud cita dois deputados federais com domicílio eleitoral em Uberaba, e um terceiro, também da região do Triângulo Mineiro/Alto Paranaíba: Marcos Montes (PSD) e Aelton Freitas (PR), de Uberaba, e Zé Silva (SD), de Iturama, e ex-gerente Regional da EmaterUberaba (1998/2002).
Aposta
Ressaltando que as doações aconteceram como uma espécie de “reservatório da boa vontade” – na expectativa de receber alguma coisa futuramente, o delator Ricardo Saud disse que os recursos foram entregues em setembro de 2014.
Eleições
A data citada por ele diz respeito ao auge da campanha eleitoral de 2014.  O 1º turno, disputado para o cargo de deputado, aconteceu dia 5 de outubro.
Marcos Montes, Zé Silva e Aelton Freitas divulgaram notas à imprensa (NESTA EDIÇÃO)...

PRÉ-ACORDO FOI ASSINADO DIA 7 DE ABRIL E OS VÍDEOS LIBERADOS DIA 19 DE MAIO
Vídeos com as gravações de Ricardo Saud  e do dono da JBS, Joesley Batista, que incluem conversas com o presidente Michel Temer (PMDB) e com o agora senador afastado e ex-presidente do PSDB, Aécio Neves, só foram divulgados a partir de 19 de maio, mas o Termo de Pré-Acordo de Colaboração Premiada foi assinado dia 7 de abril, prevendo critérios e benefícios das delações.
Da parte do Grupo JBS assinaram os sócios e irmãos Joesley e Wesley Mendonça Batista e Ricardo Saud – indicados como colaboradores. De acordo com o termo, caberia a Wesley e Ricardo apresentar os pormenores em depoimentos.
Premiação
O Termo de Pré-Acordo de Colaboração Premiada prevê que a Procuradoria-Geral da República não ofereceria denúncia contra os dois irmãos, enquanto Ricardo Saud não cumpriria mais do que quatro anos de prisão em regime domiciliar diferenciado.
O Ministério Público também não se oporia a que eles mantivessem residência no exterior – o que de fato acabou acontecendo.
Assinaram pela PGR o procurador da República Pedro Jorge Costa, os procuradores regionais Ronaldo Pinheiro de Queiroz e Eduardo Pelella e o promotor de Justiça Sérgio Bruno Cabral.

Declaração de Marcos Montes
“Diante desta avalanche de delações, muitas delas estarrecedoras, mas algumas colocadas em dúvida, eu gostaria de reafirmar o que já disse em outras ocasiões: que tudo tem que ser apurado em um mínimo de tempo possível, para que a população receba as respostas e explicações sobre cada fato.
E reafirmo ainda, que minhas campanhas sempre receberam recursos de empresas, principalmente ligadas à agropecuária. Nunca escondi isso, mesmo porque até 2014 esta contribuição era permitida legalmente.
Jamais fiz promessas ou acordos em troca destes apoios, mesmo porque pertenço ao setor e sempre o defendi. E defendo por uma razão que é de conhecimento de todos: a agropecuária é o setor que segura as pontas da economia brasileira, promovendo emprego e renda mesmo nos períodos mais complicados.
As contribuições com minhas campanhas estão registradas na Justiça Eleitoral”.

Declaração de Zé Silva
“A citação de meu nome na delação da JBS foi, no mínimo, caluniosa. Em sua fala o diretor da empresa afirma ter doado, em meu nome, R$ 200 mil reais, em espécie, a alguém que não sabe dizer quem. Destaco que nunca autorizei quem quer que seja a pedir ou receber doação em meu nome de forma não oficial.
Gostaria de lembrar que em 2014 as doações oficiais por empresas eram permitidas e todas as doações por mim recebidas constam em minha prestação de contas aprovada pelo Tribunal Eleitoral.
Declarei, oficialmente, a doação feita pela empresa JBS por meio do partido Solidariedade no valor de R$ 100.000,00 (cem mil reais). (É possível confirmar consultando o site do TSE) Compartilho diariamente com meus eleitores minhas ações e trabalhos. Jamais deixarei de informar sobre assuntos que envolvem meu nome, ainda que de maneira vaga e irresponsável.
Tenho 25 de anos de vida pública honrada em prol da agricultura familiar e relevantes resultados apresentados a centenas de municípios mineiros".

Declaração de Aelton Freitas
"Declaro que recebi durante a minha campanha de 2014 da Direção Nacional do meu Partido, o Partido da República (PR), oficialmente declarado na minha prestação de contas no site do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), o valor de R$ 500.000,00 mais R$ 200.000,00 totalizando R$ 700.000,00 da empresa JBS S/A.
O vídeo o qual o delator Ricardo Saud cita meu nome e fala que foi entregue ao meu ex-funcionário, o valor de R$ 200.000,00 (duzentos mil reais) não condiz com a realidade.
Não foi autorizado por mim qualquer solicitação na forma mencionada pelo delator, da mesma forma que tais valores nunca chegarem até mim.
Continuo afirmando que minha vida política sempre foi pautada pela transparência e probidade em todos meus atos".

PP DE ANDERSON ADAUTO CONTINUA ACÉFALO
O ex-ministro é hoje oposicionista em Uberaba. É adversário das duas principais lideranças políticas da cidade, o prefeito Paulo Piau  e o deputado federal Marcos Montes
E voltando ao ex-prefeito de Uberaba e ex-ministro Anderson Adauto, já se passaram cinco meses sem que o PP voltasse a ter comando municipal. Presidida pela advogada Angela Mairink, esposa de Anderson, a última comissão executiva de Uberaba perdeu a vigência em dezembro de 2016. O próprio Anderson fazia parte da executiva.
Terceiro colocado no ranking de filiados com 2.237 cadastrados, o PP foi às urnas em 2016 com a candidatura de Angela Mairink a prefeita, mas acabou atropelado por uma série de inviabilizações de candidaturas a vice-prefeito.
Desde então, não se tem notícias de reorganização do PP, enquanto pipocam comentários de que Anderson Adauto estaria perto de se filiar ao PT ou de voltar ao PMDB – sua antiga legenda.
Certo mesmo é que ele é hoje oposicionista em Uberaba – já que é adversário das duas principais lideranças políticas da cidade, o prefeito Paulo Piau (PMDB) e o deputado federal Marcos Montes, aliado da administração.

ADOÇÃO MOBILIZA UBERABA
Terceira Corrida da Adoção de Uberaba – realizada em 21/05, domingo, deu início às atividades em torno do Dia Nacional da Adoção, comemorado em 25 de maio. A corrida teve a participação de vários integrantes da Associação dos Deficientes Físicos de Uberaba (Adefu), conforme mostram fotos divulgadas nos perfis das corredoras Ercileide Laurinda e Paulampalis Palis.
Dia 25 de maio, quinta-feira, às 19h, acontece no auditório Cecília Palmério, no Campus da Universidade de Uberaba (Uniube), o 8º Encontro Comemorativo do Dia Nacional da Adoção (DNA), organizado pelo Grupo Interinstitucional Pró Adoção (GIPA) – formado por representantes da Vara da Infância e Juventude; do Ministério Público; dos cursos de Psicologia e Serviço Social; da Uniube; da Universidade Federal do Triângulo Minbeiro (UFTM); do GRAAU – Grupo de Apoio à Adoção de Uberaba (Graau).

JOSÉ CARLOS FERNANDES E PAULO PIAU ACERTAM PARCERIA
(FOTO: NETO TALMELI/SECRETARIA ESPECIAL DE COMUNICAÇÃO SOCIAL)
PORTAL DA TRANSPARÊNCIA
Prefeito Paulo Piau e o coordenador do Centro de Apoio Operacional às Promotorias de Justiça do Patrimônio Público de Minas Gerais (CAOPP), José Carlos Fernandes Júnior, fecharam acordo sobre o Portal da Transparência da Prefeitura de Uberaba.
Operação Águas Limpas, recém-lançada pelo CAOPP, prevê a fiscalização dos portais da transparência dos poderes Executivo e Legislativo.
“Estamos confiantes de que em meados do segundo semestre serão raras as situações de irregularidades nos portais dos 853 municípios mineiros” – prevê José Carlos Fernandes, destacando que a Prefeitura de Uberaba é a primeira do Triângulo Mineiro a acertar a parceria. Prefeitura de Belo Horizonte foi a primeira a aderir ao projeto.
Paulo Piau lembrou que o portal do Executivo de Uberaba foi bem avaliado pelo Ministério Público Federal, mas entende que a operação do MP de Minas Gerais será importante para um aprimoramento ainda maior.
Também participaram da reunião entre o prefeito e o promotor de Justiça, o controlador-Geral, Carlos Bracarense, o procurador-Geral Município, Paulo Salge, o presidente da Companhia de Desenvolvimento de Informática de Uberaba (Codiub), Denis Silva, e a chefe do Departamento de Ouvidoria e Transparência Governamental, Sandra Varotto.


EM BUSCA DE EDUCADORES DIFERENCIADOS, PREFEITURA DE UBERABA CRIA ESTÁGIO REMUNERADO PARA ALUNOS DE PEDAGOGIA
Secretária de Educação de Uberaba, Silvana Elias, coloca em prática um projeto defendido pelo prefeito Paulo Piau: um programa de estágio remunerado para alunos de cursos de graduação em Pedagogia. Para isso, foi acertada parceria com três instituições – Universidade de Uberaba (Uniube), Universidade Presidente Antônio Carlos (Unipac) e Centro de Ensino Superior de Uberaba (Cesube). Ao todo, 291 alunos estão participando de capacitação na Casa do Educador, com caráter classificatório para as primeiras vagas na rede municipal de ensino.
A classificação segue critérios, tipo nota média do último semestre na faculdade, curso de magistério, envolvimento, proatividade, além da produção de texto - que valerá 40% da nota total.
Durante o contrato de estágio remunerado, os alunos receberão 75% do salário mínimo, mais vale-transporte, totalizando R$ 750 por 6 horas/dia trabalhados.
Silvana Elias diz que o programa pretende pavimentar o caminho para a formação de profissionais mais familiarizados com as políticas públicas de educação, e, num futuro próximo, estejam capacitados para disputarem vagas em concursos da rede municipal.
-------------------

Nenhum comentário:

Postar um comentário