7 de dezembro de 2018

CONTA-GOTAS


READAPTAÇÃO SEM ESTRESSE
Após um longo período fechado para reformas e adequações de segurança, o Parque Jacarandá de Uberaba reabre as portas para o público, inicialmente no final de semana -  sextas-feiras, sábados, e domingos, e feriados, das 12h às 18h. Por recomendação dos biólogos que atuam no parque, o período reduzido visa a readaptar os animais à presença dos visitantes, o que deverá acontecer de forma gradativa, para evitar estresse e comportamentos estereotipados dos bichos. O local passou por manejo florestal - com podas e limpeza, além do plantio de novas espécies de árvores, e ainda, por reforma nos banheiros feminino e masculino. Durante a reestruturação, a rotina no zoológico foi mantida, como segurança, limpeza, enriquecimento ambiental, manejo, alimentação dos animais e cuidados veterinários.
(Fotos: André Santos/Secretaria Especial de Comunicação/Prefeitura)
-------------------

ISMAR MARÃO - EM FOTO DE RODRIGO GARCIA/CÂMARA

Sob nova direção

FUTURO PRESIDENTE DA CÂMARA DE UBERABA COORDENOU CAMPANHA VITORIOSA DE DEPUTADO 
Ismar Marão seguiu os passos do tio, deputado eleito Heli Andrade, na profissão de policial e na política
Câmara de Uberaba elege sua nova mesa diretora, que tem posse programada para 20/12, quinta-feira, às 19h30, no plenário da Casa.
A mesa 2019/2020 será liderada pelo vereador Ismar Vicente dos Santos – Ismar Marão (PSD); com Thiago Mariscal dos Santos (MDB) de vice-presidente; Samuel Pereira (PR) de 1º secretário e Cleomar Marcos de Oliveira – Cleomar Barbeirinho (PHS) de 2º secretário.
Em seu segundo mandato no Legislativo Municipal, Ismar Marão ingressou no serviço público em 1990 no cargo de assessor parlamentar do seu tio e mentor, o então policial civil e vereador Heli Andrade (PSL), a quem seguiu na profissão de policial e na política. Foi aprovado em concurso da Polícia Civil de Minas Gerais, para o cargo de investigador de polícia e se elegeu vereador, enquanto o tio chegava ao comando do Departamento Regional da PC.
Em 2018 Ismar Marão coordenou a campanha vitoriosa de deputado estadual de Heli Andrade – único de Uberaba eleito para a Assembleia Legislativa de Minas Gerais.

DESABAFOS MARCARAM A AUDIÊNCIA DOS PREFEITOS COM O COORDENADOR DO
CAOPP, JOSÉ CARLOS FERNANDES (AO CENTRO). FOTO: DIVULGAÇÃO/AMM
SOS dos prefeitos
EM SITUAÇÃO DE CALAMIDADE FINANCEIRA, MUNICÍPIOS PEDEM SOCORRO AO MINISTÉRIO PÚBLICO DE MINAS
Coordenador do centro do patrimônio público prometeu levar o assunto à Procuradoria-Geral de Justiça 
Às voltas com atrasos e escalonamentos de salários de servidores e dúvidas quanto à possibilidade de pagamento do 13º, dívidas com fornecedores, além de prejuízos na prestação de serviços em saúde, educação e assistência social, prefeitos mineiros fizeram voo rasante no Centro de Apoio Operacional das Promotorias de Justiça de Defesa do Patrimônio Público de Minas Gerais (Caopp), em Belo Horizonte.
Pedindo socorro - Liderados pela Associação Mineira de Municípios (AMM) – com a presença de assessores jurídicos da entidade, os prefeitos se reuniram com o coordenador do Caopp, promotor José Carlos Fernandes Júnior, e vários promotores regionais do patrimônio público.
À deriva - A comitiva expôs a situação financeira dos municípios, intensificada com a retenção de recursos por parte do governo Fernando Pimentel (PT) - que deve mais de R$ 10,5 bilhões de repasses constitucionais às prefeituras, a maior fatia relacionada à saúde. Na sequência estão a Educação/Fundeb – o Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica de 2018, além de juros e correção monetária do Fundeb 2017; o transporte escolar; o ICMS – o Imposto Sobre Circulação de Mercadorias e Serviços de 2018,  e juros e correções do ICMS 2017, e ainda, o Piso Mineiro de Assistência Social Fixo.
Reação – O coordenador do Caopp  prometeu a elaboração de uma Nota Técnica sobre a situação dos municípios – em conjunto com  as coordenadorias regionais de defesa do patrimônio público, e a apresentação dos fatos à Procuradoria-Geral de Justiça de Minas Gerais. “Estamos sensibilizados com esta situação” – manifestou José Carlos Fernandes.

PEREGRINAÇÃO INSANA

-----------------------

MÁRCIO ELI - SENDO SABATINADO NA ASSEMBLEIA
LEGISLATIVA ANTES DE ASSUMIR A DIREÇÃO-GERAL DO
ITER DE MINAS GERAIS (FOTO: DIVULGAÇÃO/ASSEMBLEIA)
ESCOLHA DE ASSESSOR REVELA FORMATAÇÃO TÉCNICA DA SECRETARIA-EXECUTIVA DO MAPA 
Um dos assessores escolhidos por Marcos Montes para o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento tem uma longa trajetória técnica no serviço público, apesar de passagens por cargos políticos
Envolvido com a transição de poder no Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, o futuro secretário-executivo, deputado federal Marcos Montes (PSD/MG), já está articulando a formatação da área que irá gerenciar – área esta, responsável por dar assistência direta e imediata à futura ministra, deputada federal Tereza Cristina (DEM/MS), além de supervisionar e coordenar as atividades do Mapa.
Técnico de carteirinha - É certo que um dos futuros assessores é o ex-secretário de Estado de Governo de Minas Gerais, uberabense Márcio Eli Almeida Leandro. Apesar de sua passagem pela pasta do governo - uma das mais políticas da administração pública, Márcio Eli é um técnico de carteirinha, conhecedor profundo do funcionamento do serviço público. Ele assumiu a secretaria em julho de 2014, quando o então titular, Danilo de Castro, deixou o cargo para atuar em campanhas eleitorais.
Ascensão - O futuro assessor técnico do Mapa chegou em 2004 à administração estadual de MG, levado por Marcos Montes, que assumiu o comando da Secretaria de Desenvolvimento de Esportes e Juventude – então Sedese. Com a eleição de Marcos Montes para deputado federal, Márcio Eli seguiu em frente. Foi diretor-geral do Instituto de Terras do Estado de Minas Gerais – Iter, autarquia ligada à então Secretaria de Estado Extraordinária de Regularização Fundiária; em seguida, foi secretário-adjunto de Estado de Governo, até assumir a titularidade da pasta.
Experiência - Para assumir o Iter em março de 2012, Márcio Eli teve que se submeter a interrogatório por uma comissão especial da Assembleia Legislativa de Minas Gerais – uma exigência legal, e foi aprovado sem qualquer senão. Por mais de uma década ele ocupou funções na Prefeitura de Uberaba, inclusive nos dois governos de Marcos Montes (1997/2004).
----------------------

28 de novembro de 2018

CONTA-GOTAS

FUNDAÇÃO CULTURAL DE UBERABA AJUDA ESTUDANTE TRANSGÊNERO A VIABILIZAR MUDANÇA DE NOME
A jovem enfrentava uma burocracia sem fim para conseguir alterar o nome social
Procurada pela estudante de Engenharia Civil, 25 anos de idade, a Coordenadoria de Políticas Públicas LGBT da Fundação Cultural/Prefeitura de Uberaba se mobilizou para ajudá-la na agilização do processo de pedido de mudança de nome social.
Desde 2017 a jovem lutava para conseguir a mudança, mas esbarrava na burocracia e no próprio desconhecimento de como proceder em relação a datas e documentações. Pra se ter uma ideia, a estudante teve que reunir nada menos do que 15 certidões. Coordenadoria de Políticas Públicas LGBT funciona na Fundação Cultural de Uberaba - praça Rui Barbosa, de segunda-feira a sexta-feira, das 8h às 16h.

PAULO PIAU CONCEDE ENTREVISTA COLETIVA SOBRE A CRISE FINANCEIRA NA
PREFEITURA DE UBERABA (FOTO: ANDRÉ SANTOS/COMUNICAÇÃO)
Crise
DECRETO DE EMERGÊNCIA FINANCEIRA PREVÊ MEDIDAS DE CONTENÇÃO EM UBERABA
Medidas incluem demissões, extinção de secretarias e de cargos, suspensão de contratos e benefícios
Prefeito de Uberaba, Paulo Piau (MDB), reuniu a imprensa e equipe de 1º escalão dia 28/11, quarta-feira, para anunciar a publicação de decreto de emergência financeira com vigência inicial de 180 dias, podendo ser prorrogado se necessário.
Decreto nº 2.774, de 28/11/208, lista uma série de medidas de contenção de despesas. O prefeito garantiu, porém, a continuidade dos serviços essenciais, tipo educação, saúde e coleta de lixo. As ações de economia anunciadas são específicas do Tesouro Municipal, ou seja, relativas aos recursos próprios (Fonte 100).
Confira os detalhes do decreto no final desta edição...


EM SEUS RESPECTIVOS PERFIS NO FACEBOOK DANIEL ANGOTTI EXPÕE
SEUS OBJETIVOS FUTUROS, ENQUANTO GABRIEL MENDES SE
COMPARA AO FAMOSO PONTA-DIREITA DO LIVERPOOL,
O JOGADOR EGÍPCIO MOHAMED SALAH
Sem meios-termos
COM VOTAÇÕES SURPREENDENTES, CANDIDATOS DO NOVO EM UBERABA JÁ ARTICULAM PARA 2020
Amigos de Gabriel Mendes e Daniel Angotti defendem que ambos deveriam ocupar cargos no governo Romeu Zema
Animados com a vitória do empresário Romeu Zema para governador de Minas Gerais e pela performance deles próprios nas eleições de 2018, o administrador Daniel Angotti e o servidor público municipal Gabriel Mendes já estão de olho na sucessão do prefeito Paulo Piau e na Câmara de Uberaba na disputa de 2020, quando serão eleitos prefeito (e vice) e vereadores para o mandato 2021/2024.
Além disso, amigos defendem que eles sejam convidados para assumir cargos no futuro governo estadual. Detalhe: Romeu, Daniel e Gabriel eram pouco conhecidos pelo público/eleitorado e são filiados ao Novo.
Candidato a deputado estadual, Daniel Angotti saiu das urnas na condição de 9º suplente do Novo – com 8.568 votos, sendo 5.749 só de Uberaba. Gabriel Mendes, por sua vez, é o 13º suplente de deputado federal do Novo – com 6.306 votos, sendo 3.343 conquistados em Uberaba. As votações de ambos superam votações de muitos uberabenses mais conhecidos do eleitorado, inclusive vários ex-candidatos em outras eleições.
Até o partido surpreendeu. Ficou atrás apenas do PT – que continua o preferido em votos de legenda, e do PSL do presidente eleito Jair Bolsonaro, que ganhou a cabeça do eleitorado em 2018.
Na eleição de deputado estadual o Novo recebeu 1.301 votos de legenda em Uberaba, enquanto o PT obteve 2.122 e o PSL, 1.948. Na disputa de deputado federal, o Novo teve 850 votos de legenda – atrás do PT (1.834) e do PSL (1.212).

IRACI NETO REVELA DETALHES SOBRE O MAIS MÉDICOS EM UBERABA
(FOTO: PITUCA FERREIRA)
Mais Médicos
UBERABA JÁ TEM OS NOMES DOS SUBSTITUTOS DOS CUBANOS, TRÊS DELES DA PRÓPRIA CIDADE
Uberaba já tem os nomes dos seis profissionais que vão substituir os cubanos que deixaram o Programa Mais Médicos, sendo que três deles são da própria cidade – segundo informações do titular da Secretaria Municipal de Saúde, Iraci Neto.
Um dos seis aprovados já se apresentou, sua documentação está sendo providenciada e ele deve ser encaminhado de imediato ao trabalho. Os outros cinco vão apresentar-se ao longo da semana, e também de acordo com Iraci Neto, serão encaminhados o mais urgente possível às unidades de trabalho.
O secretário lembra que paralelamente estão sendo encerrados os contratos dos seis profissionais cubanos que estão retornando a Cuba – país que deixou o Programa Mais Médicos. “Prefeito Paulo Piau e eu estamos fazendo tudo com respeito aos profissionais, que atenderam à nossa população com muita dignidade. Desejamos boa sorte a eles” – diz o secretário de Saúde.
As vagas antes ocupadas pelos médicos cubanos estão distribuídas nas unidades Jardim Indianópolis, Vila Arquelau, Residencial, Gameleira 2, Jardim Copacabana e também nos bairros rurais de Capelinha e Baixa.

Dificuldades 
Mesmo com duas escolas de medicina sediadas na cidade – a Universidade Federal do Triângulo Mineiro/UFTM e a Universidade de Uberaba/Uniube, uma delas gratuita e a outra, particular, o governo municipal enfrentou uma luta sem fim para conseguir médicos para a rede pública de Uberaba.
Decretos de emergência
Vários decretos de estado de emergência chegaram a ser baixados com o objetivo de escapar de toda e qualquer burocracia para atrair profissionais, e assim, oferecer saúde que a população de baixa renda. Inúmeros processos seletivos foram abertos ao longo dos anos com o objetivo de contratar médicos da rede; de urgência e emergência/12horas; urgência e emergência/24horas; Programa Saúde da Família/PSF.  O prefeito também reajustou os vencimentos para a categoria.
Pedido de socorro 
Entretanto, continuou enfrentando problemas no setor. Prestes a concluir e inaugurar novas unidades de saúde, Paulo Piau tinha pressa - e necessidade, de atrair mais profissionais. Para isso, pediu socorro ao Programa Mais Médicos.
Revertrés
O programa ganhou as manchetes neste final de 2018 quando o presidente eleito Jair Bolsonaro (PSL) antecipou que só manteria o acordo com Cuba se o governo daquele país abrisse mão de ficar com a maior parte do salário e aceitasse pagar 100% dos vencimentos aos profissionais. Cuba determinou então, que seus médicos retornassem pra casa.
Em regime de urgência o Ministério da Saúde do Brasil publicou edital para preencher as  8.517 vagas deixadas pelos cubanos.
Remuneração
Os profissionais do Mais Médicos recebem salário de R$ 11.865,60 por 36 meses, com possibilidade de prorrogação. As atividades dos médicos incluem oito horas acadêmicas teóricas e 32 em unidades básicas de saúde. Como há vagas em áreas distantes, será repassada ajuda de custo para o médico que solicitar.
Abrangência
Em Uberaba, o programa envolve 21 profissionais, sendo dez brasileiros formados no exterior, cinco formados no Brasil (um deles, boliviano), além dos seis cubanos, que agora estão sendo substituídos.


MARCOS JAMMAL PROTOCOLA DENÚNCIAS
NA POLÍCIA FEDERAL (FOTO: NETO TALMELI)












Casa popular
Denúncia na PF
Companhia Habitacional do Vale do Rio Grande/Cohagra quer a Polícia Federal investigando a “venda” de residências do Programa Minha Casa Minha Vida em Uberaba.
Duas primeiras denúncias foram protocoladas na PF pelo presidente da companhia, Marcos Jammal, que apresentou documentos sobre as eventuais irregularidades.



MARCOS MONTES E TEREZA CRISTINA
RECEBEM O PRÊMIO CONGRESSO EM FOCO
DE 2018 PELA ATUAÇÃO EM DEFESA
DA AGROPECUÁRIA (FOTO: DANIEL REIS)



























Política
Vice-ministro
Presidente eleito Jair Bolsonaro mobiliza a imprensa nacional com as definições sobre a composição do seu futuro governo.
Entre os nomes já anunciados está o do deputado federal Marcos Montes para a Secretaria-Executiva do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento. Nome foi divulgado pela futura ministra, a deputada federal Tereza Cristina, primeira mulher indicada para o 1º escalão de Bolsonaro, e atual presidente da Frente Parlamentar da Agropecuária/FPA.
“Uma honra trabalhar com esta batalhadora da causa da agropecuária, cujo perfil reúne qualidade técnica e qualidade política, e desta forma, integrar o futuro governo Bolsonaro, que tanta esperança tem despertado no sofrido povo brasileiro” – comentou Marcos Montes nas redes sociais.
Em seu terceiro mandato na Câmara, onde é vice-líder da bancada do PSD, ele não se candidatou a um quarto mandato, optando por ser vice do senador Antonio Anastasia (PSDB) na disputa pelo governo de Minas.


GOVERNO BOLSONARO VALORIZA MINAS
E por falar em cargos, a imprensa mineira repercute e comemora a formatação do futuro governo Jair Bolsonaro. Motivo é a presença já confirmada de três mineiros em cargos importantes: o deputado federal Marcelo Álvaro Antônio, do PSL de Bolsonaro, para ministro do Turismo; o deputado federal Marcos Montes, vice-líder da bancada do PSD na Câmara e ex-presidente da Frente Parlamentar da Agropecuária/FPA, para secretário-executivo do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, e o empresário Salim Mattar (Localiza) para secretário-geral de Desestatização e Desimobilização do Ministério da Economia.
Marcelo Álvaro foi responsável pela coordenação da campanha presidencial de Bolsonaro em Minas Gerais e assume a pasta com o apoio da Fenactur – Federação Nacional de Turismo, e com uma missão importante. Bolsonaro usou sua conta no Twitter para defender a exploração do turismo em áreas de preservação como forma de proteger o meio ambiente.
Segundo ele, o “turismo associado ao meio ambiente é uma ótima fórmula comprovada para a preservação. A alegação do intocável age em prol de pequenos grupos, sugar a mente de inocentes, encher o bolso de poucos e dominar a grande maioria envolvida, travando o verdadeiro desenvolvimento!".
Marcos Montes será vice-ministro executivo do Mapa no governo Bolsonaro. O novo organograma do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento prevê o cargo com status diferenciado de poder, e portanto, com nível acima dos secretários.
Salim Mattar também vai ocupar uma secretaria que será criada na estrutura do Ministério da Economia. O empresário terá a responsabilidade de tocar uma área considerada estratégica no futuro governo, que é o processo de privatizações.


CENTRO ADMINISTRATIVO DA PREFEITURA DE UBERABA -
DE ACORDO COM AS LENTES DE RÚBIO MARRA
Emergência financeira
Decreto nº 2.774, de 28/11/208, lista uma série de medidas de contenção de despesas. Objetivo é atingir uma economia total de mais de R$ 12 milhões nos três primeiros meses mais críticos, ou seja, R$ 4,2 milhões/mês. Diz o documento que deverão ser adotadas, efetivamente, medidas restritivas:
1 - Suspensão provisória e até ulterior deliberação, “de contratos administrativos, como de compras, prestação de serviços e de fornecimento, exceto aqueles cujo objeto é de natureza essencial; de convênios; de cessão de servidores; de termos de cessão de estagiários; de redução da frota de veículos; de desapropriação de bens; de locação de imóveis; e outras situações afins”.
2 - Suspensão provisória, no que couber e na extensão cabível, até ulterior deliberação, de medidas de extrema economia vinculadas às despesas com “cargo comissionado e função gratificada; concessão de vantagem, aumento de remuneração, reajuste ou adequação de remuneração a qualquer título; preenchimento de cargo público ou função (designação); alteração da estrutura de carreira que implique em aumento de gastos; permissão do trabalho em sobrejornada (horas extras); dobra de turno; plantões; aulas excedentes; indenizações em caráter eventual; auxílio transporte; auxílio alimentação; indenizações eventuais e que não incorporam a remuneração do servidor; e outros casos a examinar, pontualmente.

Expediente
O horário de funcionamento da Prefeitura de Uberaba, incluindo o Centro Administrativo, secretarias e órgãos externos e sua administração indireta, será, somente, das 12h às 18h horas, ressalvadas situações caracterizadoras de excepcionalidade, como nas áreas da saúde, educação, social e de prestação de serviços públicos essenciais.

Servidores estáveis
Fica, em situação de excepcionalidade, permitida a demissão de servidores estáveis, observado o disposto no art. 169 da Constituição Federal e artigos 19, 20, 22 e 23 da Lei Federal n. 101, de 4 de maio de 2000 (Lei de Responsabilidade Fiscal), como medida extrema a ser eventualmente adotada e uma vez caracterizada e comprovada a necessidade impostergável dessa medida.

Cargos comissionados
Fica estabelecido que, em prazo razoável, o município, através da Secretaria de Governo, deverá encaminhar ao Poder Legislativo, “Plano de Revisão e Reestruturação dos Cargos Comissionados”, com redução de cargos, unificação de órgãos, e eficientização nos aspectos de necessidade e
funcionalidade.

Fornecedores
Os débitos com os fornecedores, cujos valores estejam empenhados e liquidados, serão pagos na medida da disponibilidade financeira. A dívida com fornecedores já soma cerca de R$ 56 milhões.

Medidas detalhadas
1 - As secretarias municipais serão reduzidas de 18 para 16.  Secretaria de Projetos e Parcerias ficará no Gabinete e a Secretaria de Obras se unirá à pasta de Serviços Urbanos. Serão extintos da estrutura organizacional 145 cargos, passando de 711 para 566. Neste caso a economia será de R$ 600 mil/mês.
2 - Serão dispensados 400 servidores, entre comissionados e contratados, gerando uma economia de R$ 1,5 milhão por mês. A dispensa de pessoal acontecerá ao longo do mês de dezembro. A redução inclui verbas variáveis, como adicional noturno, excedentes, dobra de turnos, horas extras e funções gratificadas.
3 - Haverá redução da frota locada.
4 – Redução do consumo de combustível, de diária com viagens, passagens aéreas, estoque regulador, eventos, luz, telefone.
5 - Pagamento do 13º salário não está garantido.
6 – Tíquete-alimentação será suspenso para os servidores que recebem acima de R$ 7 mil bruto. A medida inclui secretários, adjuntos, superintendentes, entre outros.
7 – Gratificações serão suspensas.
8 - Nas escolas, as atividades do Tempo Integral II, no qual os alunos voltam à unidade para aulas extras de arte e esporte serão cortadas a partir do dia 1º de dezembro.
9 - O início do ano letivo nas escolas será dia 18 de fevereiro, e portanto, duas semanas após o previsto inicialmente.
10 - O município não atenderá mais o transporte de universitários e cursos técnicos.


PAULO PIAU EM ENCONTRO DE PREFEITOS EM SÃO CAETANO DO SUL
(FOTO: GABRIELA GONÇALVES)
CRISE FINANCEIRA DOMINOU OS ÚLTIMOS ENCONTROS DE PREFEITOS 
Decisão do prefeito Paulo Piau sobre decreto de emergência financeira acontece sob o impacto das reuniões promovidas pela Confederação Nacional dos Municípios/CNM em Brasília, pela Frente Nacional de Prefeitos/FNP em São Caetano do Sul (SP) e de encontro dos administradores municipais mineiros em Uberaba, oportunidades em que a crise financeira dominou os encontros.
A reclamação é dos municípios brasileiros de um modo geral, mas a situação é ainda mais dramática no que concerne às cidades de Minas Gerais. Retenção de recursos por parte do governo Fernando Pimentel (PT) já ultrapassa a cifra de R$ 10,5 bilhões no estado. No encontro da CNM em Brasília, os prefeitos de Minas chegaram a pedir ao presidente da República, Michel Temer (MDB), intervenção federal no estado.
Dívida com Uberaba
Só em relação a Uberaba, o governo Pimentel tem dívida de quase R$ 110 milhões – recursos estes constitucionalmente pertencentes ao município. A maior fatia da dívida é da Saúde. Na sequência está a Educação/Fundeb – o Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica de 2018, além de juros e correção monetária do Fundeb 2017; o transporte escolar; o ICMS – o Imposto Sobre Circulação de Mercadorias e Serviços de 2018,  e juros e correções do ICMS 2017, e ainda, o Piso Mineiro de Assistência Social Fixo.
-----------------


20 de novembro de 2018

CONTA-GOTAS

AGITOS MUNICIPALISTAS - PREFEITO DE UBERABA, PAULO PIAU (À ESQ.), PARTICIPOU
DE EVENTO DA CONFEDERAÇÃO NACIONAL DOS MUNICÍPIOS, EM BRASÍLIA,
QUANDO APOIOU O PEDIDO DE INTERVENÇÃO ENTREGUE AO
PRESIDENTE DA REPÚBLICA PELA AMM (FOTO: DIVULGAÇÃO)
PREFEITOS PEDEM INTERVENÇÃO FEDERAL EM MINAS GERAIS
Crise tem obrigado a Prefeitura de Uberaba, por exemplo, a escalonar pagamento de salários e tíquete-alimentação
Prefeitos mineiros foram o destaque na Mobilização Municipalista – evento realizado pela Confederação Nacional dos Municípios/CNM em Brasília, dias 19 e 20 de novembro, e que contou com a presença do presidente Michel Temer.
Com uma dívida/confisco que já ultrapassa R$ 10,4 bilhões e que tem deixado as prefeituras em situação gravíssima, a Associação Mineira dos Municípios pediu intervenção federal no estado.
Assinado pela AMM e 18 associações microrregionais mineiras, requerimento foi entregue a Michel Temer pelo presidente da associação e 1º vice-presidente da CNM, Julvan Lacerda – prefeito de Moema (centro-oeste) e delegado de polícia licenciado.  Com 38 anos de idade, o mais jovem prefeito a presidir a AMM (gestão 2017/2019) tem o apoio amplo e irrestrito dos colegas administradores municipais.

A crise financeira, por sinal, será tema de encontro dos prefeitos mineiros programado para dia 23/11, em Uberaba – cidade que tem R$ 109 milhões a receber do governo do estado.  A retenção dos recursos constitucionais  tem provocado o escalonamento de salários e do tíquete-alimentação da Prefeitura de Uberaba.
---------------------

Urgência e emergência
Em reunião dia 22 de abril de 2014, em Belo Horizonte - foto à esq., o prefeito Paulo Piau conheceu os cubanos recém-chegados ao Brasil e que seriam direcionados para o Programa Mais Médicos em Uberaba. Ele tinha motivo de sobra para comemorar.
Mesmo com duas escolas de medicina sediadas na cidade – a Universidade Federal do Triângulo Mineiro/UFTM e a Universidade de Uberaba/Uniube, uma delas gratuita e a outra, particular, o governo municipal enfrentava uma luta sem fim para conseguir médicos para a rede pública de Uberaba.
Vários decretos de estado de emergência chegaram a ser baixados com o objetivo de escapar de toda e qualquer burocracia para atrair profissionais, e assim, oferecer saúde que a população de baixa renda.
Inúmeros processos seletivos foram abertos ao longo dos anos com o objetivo de contratar médicos da rede; de urgência e emergência/12horas; urgência e emergência/24horas; Programa Saúde da Família/PSF.  O prefeito também reajustou os vencimentos para a categoria.
Entretanto, continuou enfrentando problemas no setor. Prestes a concluir e inaugurar novas unidades de saúde, Paulo Piau tinha pressa - e necessidade, de atrair mais profissionais.

Tá valendo
INSCRIÇÕES PARA O PROGRAMA MAIS MÉDICOS FICAM ABERTAS DURANTE CINCO DIAS. REMUNERAÇÃO É DE QUASE R$ 12 MIL
Adesão acontece do dia 21/11/2018 às 8h até 25/11/2018 às 23h59
Médicos formados em instituições de educação superior brasileiras ou com diploma revalidado no Brasil que possuam inscrição junto a Conselho Regional de Medicina no Brasil podem disputar as 8.517 vagas do Programa Mais Médicos, via internet, através do Sistema de Gerenciamento de Programas/SGP, acessível pelo endereço eletrônico http://maismedicos.gov.br. 
O concorrente não pode ser participante de programa de residência médica.
Remuneração - Os profissionais selecionados receberão salário de R$ 11.865,60 por 36 meses, com possibilidade de prorrogação. As atividades dos médicos incluem oito horas acadêmicas teóricas e 32 em unidades básicas de saúde. Como há vagas em áreas distantes, será repassada ajuda de custo para o médico que solicitar. Além do requerimento, o profissional deverá anexar comprovantes de residência no local.

Abrangência
PROGRAMA NÃO SE RESTRINGE A PROFISSIONAIS CUBANOS
Em Uberaba, no Triângulo Mineiro, por exemplo, dos 21 profissionais, dez são brasileiros formados no exterior, cinco são formados no Brasil (um deles, boliviano) e seis cubanos
Seção 3 da página 134 da edição de 20 de novembro de 2018 do Diário Oficial da União publica o novo edital do Programa Mais Médicos – desta vez abrindo inscrições para o preenchimento de 8.517 vagas até então ocupadas por médicos cubanos em 2.824 municípios brasileiros e 34 áreas indígenas.
Ressalte-se que o programa, instituído pela Lei nº 12.871, de 22 de outubro de 2013, e regulamentado pela Portaria Interministerial nº 1.369/MS/MEC, de 8 de julho de 2013 – e portanto, no governo Dilma Rousseff (PT), não se restringe a abrigar profissionais de Cuba.
Triângulo Mineiro - Em Uberaba, 2ª  maior cidade do Triângulo Mineiro/Alto Paranaíba – região considerada privilegiada em relação à maioria das regiões brasileiras e de Minas, por exemplo, são 21 profissionais, sendo dez brasileiros formados no exterior, cinco formados no Brasil (um deles, boliviano) e seis cubanos. As vagas lançadas para Uberaba no DOU dizem respeito unicamente aos espaços ocupados pelos seis cubanos.
Piso de Atenção Básica - O número de médicos de cada município – de acordo com informações do Ministério da Saúde/MS e do Ministério da Educação/MEC, é definido pelo grupo a que o município pertence no PAB – o Piso de Atenção Básica. Uberaba está nos Grupos III e IV do PAB – bem como Uberlândia, a maior cidade do Triângulo/Alto Paranaíba, que também tem seis vagas antes ocupadas por cubanos. Os grupos dizem respeito aos valores mínimos recebidos por habitante ao ano.
Muitas cidades beneficiadas com o Programa Mais Médicos estão, por exemplo, em grupos de Extrema Pobreza ou Áreas Vulneráveis, o que não significa, entretanto, maior número de médicos.
Entre as cidades de Minas com o programa estão Divinópolis, com 18 vagas; Ribeirão das Neves (17); Contagem e Coronel Fabriciano (12 vagas cada uma); Belo Horizonte e Juiz de Fora (dez vagas cada); Poços de Caldas (9); Uberaba e Uberlândia (seis cada uma); Conceição das Alagoas, Itapagipe, Campos Altos (duas vagas cada cidade); Ituiutaba, Alterosa, Alpinópolis (uma vaga cada).
--------------------

Inclusão digital
30 MIL FAMÍLIAS DE UBERABA TÊM ACESSO AO KIT GRATUITO DE TV DIGITAL
Kits já estão sendo distribuídos e atendem a famílias de baixa renda que estão cadastradas no CadÚnico
Com o desligamento do sinal analógico em Uberaba programado para dia 5 de dezembro de 2018, 30 mil famílias podem receber o kit gratuito de TV digital. A distribuição já começou – alerta a Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social/Seds, explicando que os kits são destinados a famílias de baixa de renda, cadastradas no Cadastro Único para Programas Sociais/CadÚnico, e portanto, beneficiárias de programa social do governo federal.
A pessoa deve ligar no número 147 ou acessar o site www.sejadigital.com.br e fazer o agendamento para retirar o kit na agência central dos correios, no cruzamento das avenidas Leopoldino de Oliveira e  Fidélis Reis. O kit gratuito é composto por uma antena UHF e um conversor, que precisam ser instalados para que o aparelho de televisão antigo possa exibir a programação de TV transmitida pelo sinal digital.
O CadÚnico é preenchido pela prefeitura de Uberaba, através da Secretaria de Desenvolvimento Social, nos Centros de Referência da Assistência Social/Cras.
Programa social
Para saber quais os critérios de cada programa social, a população pode verificar no site da Prefeitura de Uberaba, na página da Seds, pelo link http://www.uberaba.mg.gov.br/seds/ ou no site do Ministério do Desenvolvimento Social ou procurar o Cras mais próximo.
----------------------

7 de novembro de 2018

CONTA-GOTAS


“A CONSTITUIÇÃO FEDERAL 
É O NORTE DA DEMOCRACIA”
Declaração feita pelo presidente eleito, Jair Bolsonaro, dia 06/11, na sessão solene de homenagem aos 30 anos da Constituição do Brasil. 
Na oportunidade, ele reafirmou seu compromisso com a Constituição (Foto: Cleia Viana/Câmara)


Fervura
IRMÃS DA ORDEM DA IMACULADA CONCEIÇÃO DE UBERABA PREGAM VOTO EM BOLSONARO, SÃO CRITICADAS POR PETISTAS E REAGEM CONTRA OS COMUNISTAS 
Eleitoras de Bolsonaro, as irmãs foram criticadas por petistas na rede social, mas justificaram que, além das denúncias de corrupção, o PT é aliado de comunistas, e que comunistas merecem a excomunhão 
O 2º turno das eleições de 2018 provocou temporal pelos lados do Mosteiro da Imaculada Conceição, da Divina Providência e de São José – Santuário da Medalha Milagrosa em Uberaba. Ou mais precisamente: no Facebook das monjas da Ordem da Imaculada Conceição (OIC) – conhecidas como irmãs concepcionistas.
Desavisados - Postagens favoráveis à candidatura do capitão da reserva/Exército, deputado federal Jair Bolsonaro (PSL) fizeram com que apoiadores do PT e da candidatura de Fernando Haddad se sentissem livres, leves e soltos pra cair matando na opção das irmãs concepcionistas. Em vez do silêncio deram de cara com uma frente de batalha.
Comunismo, não - Além do apoio do eleitorado de Bolsonaro, as irmãs concepcionistas receberam uma forcinha extra de padres e católicos fervorosos, e elas próprias não tiveram dúvida na explicação pela escolha do capitão: "Ser comunista, pertencer a um partido comunista ou votar em partido comunista socialista é motivo de excomunhão”...
Pecados – Não bastasse a questão ideológica, as irmãs também lembraram o passado do PT, do líder Luiz Inácio Lula da Silva – que está preso por corrupção, e as denúncias contra outros importantes integrantes do partido. Sem esquecer as nada gentis alegações dirigidas à candidata a vice-presidente, Manuela D´Ávila, do PC do B.


IRMÃ MARIA ANTÔNIA VOTA AOS 97 ANOS DE IDADE (FOTO: DIVULGAÇÃO/MOSTEIRO)
O grito do silêncio... 
As irmãs concepcionistas de Uberaba trataram de sair do campo das ideias para a prática. Divulgaram que a irmã Maria Antônia de Alencar, OIC, com 97 anos de idade, iria votar, apesar da não obrigatoriedade. O voto foi silencioso – mas mandou um recado claro.
Enquanto isso... Às voltas com os preparativos da Festa da Nossa Senhora da Medalha Milagrosa – que acontece de 17 a 27 de novembro, as concepcionistas comemoram homenagem recebida da Câmara de Uberaba pela irmã Maria Antônia de Alencar. A homenageada tem 73 anos de vida enclausurada, é cega, escritora/poeta, fundadora da "Pequena Obra de Santa Beatriz, em favor dos pobres". Evento aconteceu dia 07/11, no Santuário de Nossa Senhora da Medalha Milagrosa.

JAIR BOLSONARO E MARCOS MONTES SE REENCONTRAM DURANTE INDICAÇÃO E ANÚNCIO
DA FUTURA MINISTRA DA AGRICULTURA, TEREZA CRISTINA, QUE NÃO ESTAVA PRESENTE
(FOTOS: FABIANO MALUF)
DEFINIDA 1ª MULHER DO MINISTÉRIO DE BOLSONARO
Primeira mulher do futuro ministério do governo Jair Bolsonaro foi anunciada neste dia 07/11, quarta-feira. Trata-se da deputada federal Tereza Cristina (DEM/MS), presidente da FPA/Frente Parlamentar da Agropecuária. Ela vai assumir o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento por indicação dos companheiros de FPA, entre eles, o ex-presidente do colegiado, deputado federal Marcos Montes (PSD/MG). "Tereza Cristina é um nome da mais alta qualidade - seja como cidadã, política, defensora dos direitos da mulher e dos trabalhadores do campo", comemora Marcos Montes.
Colegas de Câmara dos Deputados há três mandatos, Bolsonaro e Marcos Montes se reencontraram pela terceira vez em poucos meses, mas pela primeira vez depois das eleições. Os dois se reuniram por duas vezes durante o 1º turno na residência de Bolsonaro no Rio de Janeiro - uma vez quando a FPA anunciou apoio à candidatura do então presidenciável, e em outra, quando o próprio Marcos Montes declarou seu apoio.


JOSÉ CARLOS FERNANDES AVALIA IDA DE SÉRGIO MORO PARA O GOVERNO FEDERAL
Se de um lado o Judiciário perde um 
juiz extremamente competente e comprometido 
com o enfrentamento à corrupção, por outro, creio eu, 
a ascensão de Sérgio Moro ao Ministério da Justiça 
e Segurança Pública reforça a esperança de que 
estamos avançando no tratamento desta chaga maldita chamada corrupção, que tanto prejudica os cidadãos brasileiros”.
Declaração do promotor José Carlos Fernandes Júnior, coordenador do Centro de Apoio Operacional às Promotorias de Justiça de Defesa do Patrimônio Público de Minas Gerais 
--------------------

Visibilidade
DESTAQUE EM TIMES SQUARE É COMEMORADO EM UBERABA
A homenagem no famoso cruzamento de Nova York foi um feito da Stone Pagamentos para agradar clientes brasileiros
Nem tudo é notícia ruim para Uberaba que está às voltas com uma dívida de mais de R$ 100 milhões do governo de Minas Gerais...
A cidade de 330.361 habitantes (estimativa 2018 do IBGE/Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) comemora publicidade gratuita em pleno Times Square – o famoso cruzamento de Nova York e lugar mais visitado em Manhattan.
Conhecida como The Crossroads of the World (O Cruzamento do Mundo), a praça tem dezenas de telas LED brilhantes e está repleta de personagens peculiares. É um lugar imperdível para turistas e é onde o maior número de selfies são tiradas.
O feito é da Stone Pagamentos, que tem sede em São Paulo. A empresa destacou Uberaba em painéis eletrônicos e justifica que foi uma homenagem à cidade e aos clientes que nela vivem. No mesmo dia as ações da Stone começaram a ser negociadas na Nasdaq, em Nova York.
Além de Uberaba, a Stone destacou Cabo Frio, Guaratinguetá, Itajaí, Maringá, Caruaru, Campina Grande, Rio de Janeiro, São Paulo e Santos.
Criada em 2012, a Stone se tornou a maior adquirente independente do mercado de pagamentos no Brasil. Além do destaque alcançado no segmento das “maquininhas de cartões”, a empresa desenvolve soluções para pagamentos em todas as plataformas digitais.

Divulgação
E por falar em divulgação de Uberaba em terras estrangeiras, o prefeito Paulo Piau (MDB) está de volta à China, onde participa do Encontro dos Líderes Empreendedores da América Latina e China e se encontra com importadores internacionais. O prefeito esteve em maio naquele país, atrás de investidores para Uberaba, e atraiu a visita de chineses pouco depois.

DÍVIDA DO GOVERNO FERNANDO PIMENTEL COM OS MUNICÍPIOS SÓ CRESCE
(FOTO: DIVULGAÇÃO)
Rombo
DÍVIDA DO GOVERNO PIMENTEL COM A PREFEITURA DE UBERABA ULTRAPASSA R$ 100 MILHÕES
Servidores com salário acima de R$ 3 mil vão receber depois do 5º dia útil
Já soma R$ 100,9 milhões a dívida do governo Fernando Pimentel (PT) com a Prefeitura de Uberaba – segundo informação divulgada pela Secretaria Municipal de Finanças. A dívida se refere aos recursos constitucionalmente pertencentes ao município, e portanto, retidos indevidamente.
De acordo com a nota oficial, a administração municipal tem lançado mão de estratégias para que os prejuízos sejam os menores possíveis à sociedade, mas admite que os reflexos negativos já se acentuam.
Entre as medidas adotadas, está o escalonamento da liberação dos salários dos servidores, priorizando os que recebem até R$ 3 mil. São 6.531 trabalhadores, que representam 79% do quadro de pessoal.
Transporte escolar... Os prestadores de serviços em transporte escolar rural também estão recebendo com atraso por causa do rombo gerado pelo governo do estado nos cofres municipais. A situação está sendo normalizada nesta quarta-feira (07/11).
Números... A maior fatia da dívida é da Saúde, somando R$ 48,4 milhões. Na sequência está a Educação/Fundeb – o Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica de 2018, cujos valores não liberados pelo estado totalizam R$ 28,5 milhões; outros R$ 2,5 milhões são relativos a juros e correção monetária do Fundeb 2017. O governo estadual deve ainda, R$ 71,8 mil do transporte escolar.
As demais dívidas referem-se ao ICMS – o Imposto Sobre Circulação de Mercadorias e Serviços, somando cerca de R$ 14 milhões; juros e correções do ICMS 2017 em R$ 6,9 milhões, além de R$ 605,6 mil do Piso Mineiro de Assistência Social Fixo.

CÃMARA COM GALERIAS LOTADAS PARA VOTAÇÃO DO TRANSPORTE POR APLICATIVO
(FOTO: ANDRÉ SANTOS/SECRETARIA ESPECIAL DE COMUNICAÇÃO)
TRANSPORTE POR APLICATIVOS GANHA REGULAMENTAÇÃO EM UBERABA
Após dois anos de debates e muita encrenca envolvendo opiniões antagônicas na cidade, e com nada menos do que 51 emendas apresentadas pelos vereadores, a Câmara de Uberaba aprovou, por unanimidade, o Projeto de Lei 157/2018, do Poder Executivo, com regras para operação de aplicativos de transporte individual remunerado de passageiros.
Em sessão recordista de público, Uber e 99 App conquistaram a regulamentação na cidade – com cadastramento e fiscalização a cargo da Secretaria Municipal de Defesa Social, Trânsito e Transporte.
Entre as emendas aprovadas está o uso de veículos com até sete anos de uso, salvo para os motoristas já cadastrados que terão até dois anos para se adequarem à nova legislação; a comunicação imediata do condutor que for descredenciado da prestação de serviço junto às empresas de transporte; inscrição como contribuinte individual junto ao INSS/Instituto Nacional de Seguridade Social, garantindo  direitos como afastamento do trabalho em casos de doença, bem como aposentadoria.
A regulamentação – que será publicada breve no Porta-Voz – jornal oficial do município, prevê ainda, que os motoristas informem o valor inicial da corrida e se apresentem com vestimentas adequadas para prestação do serviço. Os servidores públicos municipais que, pelo texto inicial seriam impedidos de atuar nos aplicativos, ganharam o direito de trabalhar com aplicativos nas horas de folga.
Uma das emendas permite placas de outras localidades, considerando que há veículos locados.
-------------------


29 de outubro de 2018

CONTA-GOTAS

UBERABA ESTÁ ENTRE AS MELHORES CIDADES DO BRASIL PARA INVESTIR EM NEGÓCIOS
Cidades que aprimoram a gestão ano após ano estão entre as melhores para fazer negócio, de acordo com o novo ranking exclusivo de Exame
Estudo da consultoria Urban System, exclusivo para a Revista Exame, trouxe Uberaba entre as melhores cidades do Brasil, com mais de 100 mil habitantes, para investir em negócios.
No ranking que tem 100 cidades, Uberaba ocupa a 49ª posição – tendo subido 24 posições, em relação a 2017, estando à frente de capitais e cidades, como: João Pessoa (PB), Fortaleza (CE), Salvador (BA), Uberlândia (MG), Blumenau (SC), Três Lagoas (MS), Franca (SP), entre outras.
De acordo com a reportagem, de 2017 para cá, 42 cidades pioraram a posição, 41 melhoraram e 13 estrearam entre as 100 melhores. Uberaba melhorou sua posição em relação ao ano passado e, segundo a publicação, cidades que aprimoram a gestão ano após ano estão entre as melhores para fazer negócio.
A primeira cidade do ranking é Vitória, que estima abrir uma empresa em 12 dias até 2020. Uberaba, com a Sala do Empreendedor, citada na matéria, já abre empresas em 12 minutos. Questões como desburocratização também são destaque, junto com um bom ambiente de negócio e inovação.


NOSTRADAMUS - As fotos de Neto Talmeli registram o então pré-candidato a presidente da República, Jair Bolsonaro em visita à sede da Associação Brasileira dos Criadores de Zebu – ABCZ, em Uberaba, em outubro de 2017. Em seguida se encontrou com a multidão que o aguardava na porta, quando disse que mandaria “PT e PC do B para o espaço”...

Enquanto isso no Brasil...
BOLSONARO CONFIRMA FAVORITISMO E VENCE DISPUTA PARA PRESIDENTE DA REPÚBLICA
Com 100% dos votos apurados no fechamento desta edição do blog Conta-Gotas, o capitão reformado do Exército e deputado federal Jair Bolsonaro (PSL) saiu das urnas no 2º turno das eleições de 2018 com 57.797.847 de votos – 55,13% do total dos votos válidos. O adversário, Fernando Haddad (PT), por sua vez, convenceu 47.040.906 eleitores brasileiros – 44,87%.
Dos 147.304.421 brasileiros aptos ao voto, 115.933.004 compareceram às urnas dia 28 de outubro – uma abstenção de 21,30%.
Destes, 8.608.105 (7,43%) votaram nulo e 2.486.593 (2,14%) optaram pelo voto branco.  Nulos e brancos somaram portanto, 11.094.698 das opções dos eleitores brasileiros – um total de 9,57% dos que compareceram às urnas no 2º turno.
Política
Jair Messias Bolsonaro é filiado ao PSL, deputado federal por sete mandatos - entre 1991 e 2018.
Três de seus filhos também são políticos - Carlos Bolsonaro (formado em Ciências Aeronáuticas foi eleito vereador pela primeira vez aos 17 anos de idade; está no 5º mandato de vereador do Rio de Janeiro pelo PSC); Flávio Bolsonaro (formado em Direito, o deputado estadual do Rio de Janeiro pelo PSL foi o senador eleito mais votado do estado) e Eduardo Bolsonaro (ex-escrivão da Polícia Federal, ele é deputado federal de São Paulo pelo PSL, e foi reeleito com votação recorde).
Exército
Jair Bolsonaro é o terceiro oficial do Exército brasileiro a conquistar o cargo de presidente da República pelo voto. Antes dele, foram eleitos Hermes da Fonseca (1910) e Eurico Gaspar Dutra (1945) – neste último caso, há 73 anos.

Destaque 1
EX-TAPECEIRO, CHEFE DA POLÍCIA CIVIL SE ELEGE DEPUTADO ESTADUAL PELO PSL EM UBERABA
O PSL de Jair Bolsonaro elegeu um deputado estadual em Uberaba – o delegado Heli Andrade, chefe do 5º Departamento de Polícia Civil do Triângulo Mineiro. Nascido na cidade em 1957, Heli é formado em Direito, foi vereador e assume, em 2019, seu primeiro mandato na Assembleia Legislativa de Minas Gerais.
Iniciou sua carreira policial em 1981, atuando também nos municípios de Água Comprida, Uberlândia e Araguari, todos localizados no Triângulo. Antes de ingressar na Polícia Civil, trabalhou como agricultor, marceneiro, envernizador e tapeceiro.
Heli é o 19º colocado entre os 77 eleitos. Recebeu 75.920 votos em Minas, sendo 57.179 conquistados apenas em Uberaba. Sua candidatura teve o apoio dos mais diversos segmentos e grupos políticos, com destaque para a coligação Reconstruir Minas que teve Antonio Anastasia de candidato a governador e Marcos Montes de vice.

Destaque 2
CONVENCIDO A TROCAR DE CARGO, VEREADOR SE ELEGE PARA A CÂMARA DOS DEPUTADOS
Também impulsionado pela coligação Reconstruir Minas e seus aliados, candidato pelo PHS, o vereador Franco Cartafina foi o 47º colocado entre os 53 deputados federais eleitos em Minas. Teve 53.390 votos, sendo 44.708 só em Uberaba.
Inicialmente na disputa de deputado estadual, o vereador foi convencido pelo grupo político do governo municipal a brigar por uma cadeira na Câmara dos Deputados. À frente do grupo de convencimento, o prefeito Paulo Piau (MDB) e o deputado federal e candidato a vice da coligação Reconstruir Minas, Marcos Montes.
Nascido na cidade em 1986, Franco é herdeiro político dos avós – Silvério Cartafina – ex-prefeito, e Terezinha Cartafina – ex-vereadora.

ESTILO MINEIRO - A foto de Jairo Chagas revela momento da participação de Romeu Zema na Sabatina JM/Fiemg - quando cinco candidatos ao governo de Minas participaram do evento realizado em Uberaba pela Regional Vale do Rio Grande da Federação das Indústrias do Estado de Minas Gerais e o Grupo JM, liderado pelo Jornal da Manhã

Enquanto isso em Minas
MAIS DE 2 MILHÕES VOTARAM NULO E BRANCO PARA GOVERNADOR DE MINAS
Em Minas Gerais, o empresário Romeu Zema (Novo) venceu as eleições para governador com 6.963.806 votos – 71,80% dos votos válidos. O senador Antonio Anastasia (PSDB) saiu das urnas com 2.734.452 votos – 28,20% dos votos válidos.
Foi uma das grandes surpresas das eleições gerais de 2018. Terceiro colocado no 1º turno - segundo todas as pesquisas eleitorais, Zema saiu das urnas com votação acima do então primeiro colocado, Antonio Anastasia, e do então segundo colocado, o atual governador Fernando Pimentel (PT) - que acabou fora do 2º turno.
Dos 12.067.502 que compareceram às urnas dia 28 de outubro, 1.889.549 (15,66%) votaram nulo para governador de Minas, enquanto 476.476 (3,95%) votaram branco.
Os votos válidos para governador somaram 9.698.258 (80,39%), enquanto brancos e nulos totalizaram  2.366.025 de eleitores – 19,61% do eleitorado que foi às urnas.
Ainda sobre Minas, Jair Bolsonaro recebeu 6.100.107 votos (58,19%), enquanto Haddad obteve 4.382.952 votos (41,81%).  Dos 15.699.063 eleitores aptos ao voto em Minas, 12.067.502 compareceram às urnas dia 28 de outubro de 2018 – uma abstenção de 23,13%.
Ainda em Minas, 1.275.394  eleitores votaram nulo para presidente da República – totalizando 10,57% dos  que foram às urnas. Outros 309.049 (2,56%) optaram por voto branco.
Brancos e nulos para presidente em Minas somaram 1.584.443 eleitores - 13,13% dos que foram às urnas.

Serenidade
EX-CANDIDATO A VICE, MARCOS MONTES PREGA A UNIÃO DE TODOS 
Em nota acompanhada pela foto acima e publicada nas redes sociais logo após o anúncio dos resultados do 2º turno, o ex-candidato a vice-governador de Minas na chapa liderada pelo senador Antonio Anastasia, deputado federal Marcos Montes (PSD) agradeceu “a cada um dos 2.734.452 de mineiros” que votaram no tucano.
“O resultado não foi o que esperávamos” – admitiu. Mas ressaltou que a campanha engrandeceu sua trajetória política. Disse que o senador e ele receberam com serenidade e com a consciência tranquila a vontade popular.
E revelou que logo após a divulgação do resultado em Minas, Anastasia ligou para Romeu Zema, cumprimentando-o pela vitória, e se colocando à disposição, para trabalhar por Minas, ao lado dos dois senadores mineiros eleitos em 2018, Rodrigo Pacheco e Carlos Viana.
“Minas está acima de tudo” – afirmou Marcos Montes na nota, destacando que, “com certeza meu mandato de deputado federal também está a serviço do nosso querido Estado”.
Da mesma forma, ele disse que está à disposição do presidente da República eleito, Jair Bolsonaro, lembrando que são colegas de Câmara dos Deputados há vários mandatos, e que o apoiou desde o 1º turno. “Estou comemorando sua vitória pelo bem de Minas e do Brasil” – acrescentou Marcos Montes.
Minas Gerais – segundo ele, enfrenta uma crise sem precedentes e precisa da união de todos. “A responsabilidade do governador de Minas Gerais eleito é muito grande e torço para que ele encontre o caminho das soluções, assim como é imprescindível que todos nós, políticos mineiros, tenhamos um bom relacionamento com o futuro presidente da República” – defendeu Marcos Montes.
------------------




27 de outubro de 2018

CONTA-GOTAS




2º turno das eleições: 28 de outubro de 2018, domingo
Horário de votação: 8h às 17h.
Cargos em disputa: presidente da República e governador – inclusive de Minas Gerais
Candidatos a presidente: Jair Bolsonaro (PSL) e Fernando Haddad (PT)
Candidatos a governador de Minas: Antonio Anastasia (PSDB) e Romeu Zema (Novo)
Voto obrigatório: para os alfabetizados maiores de 18 e menores de 70 anos.
Voto facultativo: para os analfabetos, os maiores de 70 anos e para quem tem 16 ou 17 anos.
Onde votar: confira o local antes de sair de casa para votar. O local de votação também pode ser verificado por meio do aplicativo e-Título
Documentos exigidos para votar: leve um documento oficial de identificação com foto
Documentos aceitos: via digital do título (e-Título) do eleitor que já tenha feito a coleta dos dados biométricos; carteira de identidade, passaporte ou outro documento oficial com foto de valor legal equivalente, inclusive carteira de categoria profissional reconhecida por lei; certificado de reservista; carteira de trabalho; carteira nacional de habilitação
Documentos não aceitos: certidões de nascimento e de casamento
Prioridade para votar: os candidatos, os juízes eleitorais, seus auxiliares, os servidores da Justiça Eleitoral, os promotores eleitorais, os policiais militares em serviço, os eleitores maiores de 60 anos, os enfermos, os eleitores com deficiência ou com mobilidade reduzida, as mulheres grávidas, as lactantes, aqueles acompanhados de criança de colo e obesos 
Proibições: é proibido entrar na cabine de votação com telefone celular, máquina fotográfica, câmera de vídeo, equipamento de radiocomunicação ou qualquer instrumento que possa comprometer o sigilo do voto 
Mais informações: Disque-eleitor 148 ou (31) 3291- 0004



ENTREVISTA DE ROMEU ZEMA TACHANDO BOLSONARO DE "EXTREMISTA" REPERCUTIU
NAS REDES E NA IMPRENSA, INCLUSIVE NO JORNAL ESTADO DE MINAS
CANDIDATO DIZ QUE BOLSONARO É EXTREMISTA E AGITA REDES SOCIAIS DOS MINEIROS
Eleições em Minas Gerais - que estão deixando candidatos, eleitores, jornalistas e analistas com um pé atrás, não param de provocar surpresas. A primeira delas aconteceu ainda no 1º turno, quando o desconhecido candidato do Novo, Romeu Zema, ultrapassou o 2º colocado nas pesquisas, o atual governador Fernando Pimentel (PT), e saiu das urnas à frente do 1º colocado, o senador tucano Antonio Anastasia. No sábado - e portanto dia anterior à votação, todas as pesquisas, incluindo DataFolha e Ibope indicavam Anastasia à frente de Zema, além da vitória da petista Dilma Roussef para o Senado - ela ficou em 4º lugar. 
Entre declarações e desmentidos, Romeu Zema conseguiu surpreender mais uma vez, agora no sábado anterior à votação do 2º turno. Em entrevista à Rádio Itatiaia - que ganhou as redes sociais e destaque na imprensa, o candidato disse que não teve tempo de ler o plano de governo do presidenciável Jair Bolsonaro (PSL), mas que "algumas posições de Bolsonaro "parecem um tanto quanto extremistas".
E acrescentou: "Sou uma pessoa que sempre fui tolerante. Na minha empresa temos pessoas de todo tipo. Nunca tivemos discriminação com ninguém e parece até que, mesmo que no programa (de Bolsonaro) não tenha, ele tem essa imagem. Então não concordo muito com a postura dele de considerar determinados tipos de pessoas talvez melhores ou piores. Vai muito nesta questão a minha falte de sintonia".
Ocorre que Zema anunciou apoio a Bolsonaro no 1º turno - o que teria ajudado no seu crescimento junto ao eleitorado, e até no 2º turno. O PSL de Minas chegou a divulgar nota oficial (matéria nesta edição) negando que Bolsonaro estivesse pedindo votos para candidato de Minas. Único vídeo gravado pelo presidenciável com candidato de Minas (assunto da mesma matéria a seguir) foi com seu colega de Câmara, deputado federal e candidato a vice, Marcos Montes (PSD). 

----------------

ELES SÃO CANDIDATOS A GOVERNADOR DE MINAS



Antonio Augusto Junho Anastasia
Nome na urna: Professor Anastasia

Número: 45
Partido: PSDB 
Ocupação: Senador
Coligação: Reconstruir Minas
PSDB / PSD / SOLIDARIEDADE / PTB / PPS / PMN / PSC / DEM / PP / PTC / PATRI / PMB
Grau de instrução: Superior completo
Nascimento: 09/05/1961

Total de bens: R$ 1,315 milhão
Vice: Marcos Montes
Partido: PSD
Ocupação: Deputado federal
Grau de instrução: Superior completo
Nascimento: 03/08/1949
Limite de gastos





Romeu Zema Neto
Nome na urna: Romeu Zema 
Número: 30
Partido: Novo
Ocupação: Empresário

Coligação: ------
Grau de instrução: Superior completo
Nascimento: 28/10/1964
Total de bens: R$ 69,7 milhões
Vice: Paulo Brant
Partido: Novo
Ocupação: Economista
Grau de instrução: Superior completo
Nascimento: 01/05/1952

ELES SÃO CANDIDATOS A PRESIDENTE DA REPÚBLICA



Jair Messias Bolsonaro
Nome na urna: Jair Bolsonaro
Partido: PSL 
Número: 17Ocupação: Membro das forças armadas
Coligação: Brasil Acima de Tudo, Deus Acima de Todos
PSL / PRTB
Grau de instrução: Superior completo
Nascimento: 21/03/1955
Total de bens: R$ 2,2 milhões
Vice: General Antônio Mourão

Partido: PRTB
Ocupação: Membro das forças armadas
Grau de instrução: Superior completo
Nascimento: 15/08/1953





Fernando Haddad
Nome na urna: Fernando Haddad
Partido: PT 

Número: 13
Ocupação: Professor de ensino superior
Grau de instrução: Superior completo

Coligação: O Povo Feliz de Novo
PT/PC do B/Pros
Nascimento: 25/01/1963

Total de bens: R$ 428,4 mil
Vice: Manuela Pinto Vieira D´Avila

Partido: PC do B
Ocupação: Deputada
Grau de instrução: Superior completo
Nascimento: 18/08/1981






DEBATES SOBRE PLANO DE GOVERNO ACIRRARAM AS REDES SOCIAIS DOS MINEIROS
Para conferir os planos de governo de Antonio Anastasia e Romeu Zema basta clicar no respectivo link e acessar o material registrado na Justiça Eleitoral 
Zema (https://tinyurl.com/ydgcxn3o)  
Antonio Anastasia (https://tinyurl.com/ycukl2pd)
Nunca se falou tanto em plano de governo nas eleições para governador de Minas Gerais como tem acontecido em 2018 – especialmente nas redes sociais. Origem da polêmica foi o alerta feito por adversários do candidato Romeu Zema (Novo) e de eleitores mais antenados sobre alguns pontos específicos do seu plano de governo. 
Pontos estes, revelados por ele em entrevistas à imprensa, nas redes e em depoimentos gravados em vídeos.
O alerta acabou provocando críticas de categorias importantes: professores, policiais, empregadas domésticas, deficientes físicos, usuários da saúde pública e os defensores destes grupos de pessoas.
Não demorou muito e o candidato do Novo “sumiu” com o plano original das redes sociais e mudou o tom dos depoimentos em vídeo – com alterações radicais sobre algumas propostas. 
Em seguida, Zema promoveu mudanças no plano original registrado na Justiça Eleitoral.
Exemplo disso é a questão dos presos. Inicialmente Zema defendeu que 30% dos detentos deveriam ser colocados na rua. Agora – após uma série de críticas, ele prega que “lugar de bandido é na cadeia”.
Sobre os professores, disse ele em seu plano registrado no Tribunal Regional Eleitoral de Minas Gerais – TRE/MG:
_ “Não resta dúvidas de que a classe dos professores deve ser mais valorizada, mas entendemos que a evolução de carreira dos docentes tem que se pautar pelo seu desempenho e pelo desempenho das escolas em que atuam, não apenas na sua experiência”...
E continua:
_”Para que a carreira dos professores seja baseada em indicadores de desempenho, além de se considerar resultados nos exames de educação, é essencial que os pais tenham mais canais de participação e de avaliação dos serviços prestados na escola, impactando diretamente na remuneração variável dos profissionais da educação”. 
Sobre a saúde pública, o plano de Zema também provocou celeuma. De acordo com ele:
_”Ao transferir toda a responsabilidade da manutenção do bem-estar dos indivíduos ao poder governamental, o que ocorreu foi a perda e a reversão do conceito adotado mundialmente sobre saúde, que passou a se limitar aos tratamentos de doenças fornecidos precariamente pelo estado. Portanto, é preciso desmistificar que a saúde é “universal”, “de graça” e que ela está relacionada apenas ao fornecimento de serviços pelo estado, visto que isto cria pretexto para abusos por parte dos governos com a justificativa de promover a "saúde" à população".
A respeito do trabalho policial, o plano de Zema ressaltava:
_”Para melhor assegurar as garantias da sociedade perante os órgãos de segurança pública é necessário aumentar a transparência e fiscalização do trabalho da polícia. O uso de aplicativos que permitem que celulares com câmeras sejam acoplados aos coletes de policiais e gravem suas ações é uma boa alternativa. Isso possibilitará melhor tratamento da polícia com a população e também melhor qualidade das provas criminais”.





DISPUTADO EM MINAS, BOLSONARO SÓ GRAVA VÍDEO COM MARCOS MONTES
Os dois são colegas de Câmara, assim como o filho de Bolsonaro, deputado Eduardo Bolsonaro, recordista de votos na reeleição
Jornal O Tempo - com base em Belo Horizonte, divulgou nota do deputado Marcelo Álvaro Antônio, presidente do PSL de Minas, anunciando que o partido manteria  neutralidade na disputa mineira. Em outras palavras, o presidenciável Jair Bolsonaro não vai pedir votos para candidato a governador no estado. 
Um susto para o candidato do Novo ao governo de Minas Gerais, Romeu Zema, que anunciou apoio à candidatura de Bolsonaro, e disse à imprensa, que esperava uma reciprocidade do capitão reformado e o apoio dele na disputa contra o senador Antonio Anastasia  pelo Palácio da Liberdade. 
Único aceno foi dado por Bolsonaro, ao receber em sua casa, no Rio de Janeiro, o seu colega de Câmara, deputado federal Marcos Montes (PSD), candidato a vice de Anastasia.
Na oportunidade, o presidenciável do PSL gravou vídeo com Marcos Montes - que reafirmou o apoio antecipado por ele no final do 2º turno, e agradeceu a votação dos mineiros. Em outra reunião, Bolsonaro recebeu a Frente Parlamentar da Agropecuária (FPA), da qual Marcos Montes é membro e foi presidente.
-----------------